28.12.2014

Coisas do Japão: As Principais Tradições do Reveillon no Japão

O final do ano está aí e eu quis fazer um post diferente para vocês! Já que tantas meninas comentam sobre as curiosidades que têm sobre o Japão, resolvi fazer um post falando um pouco sobre a cultura do reveillon aqui na terra do sol nascente!

E posso dizer para vocês que, de um modo geral, apesar dos diferentes costumes a intenção dos japoneses é a mesma que a nossa, virar o ano em paz, livre de pensamentos e ações negativas, e ao lado da família e amigos especiais.

O Reveillon no Japão

reveillon no japão

Os Rituais:

Um dos principais rituais para a chegada do Oshougatsu (ano novo) aqui no Japão é Oosouji (limpeza). Eles costumam limpar as residências, templos, escolas e até o local de trabalho, acreditando que desta maneira receberão o ano de alma limpa.

Outra forte tradição é o Hatsumode ( a primeira visita do ano ao templo), que ocorre a partir do dia 31 até o dia 3 de janeiro. As pessoas costumam ir vestidas com os trajes típicos japoneses para fazerem suas orações e também comprarem novos talismãs que tragam boa sorte. É de costume também deixar os talismãs antigos para serem queimados. Os templos sempre lotam durante este período!

No dia primeiro de janeiro tem a tradição do Hatsuhinode (o primeiro nascer do sol do ano), onde os japoneses se reunem com os familiares e amigos e vão para litorais ou montanhas para assistir o primeiro nascer do sol do ano.

reveillon-no-japão

A Decoração:

É comum vermos lindos arranjos de Kodomatsu (arranjo de bambu e ramos de pinha) em residências ou estabelecimentos comerciais. O bambu representa a força e o crescimento, e os ramos representam vida longa, já que o pinheiro tem as folhas verdes durante todo o ano.

O Manekineko (gato da sorte) também é muito tradicional em todo o país. Com tamanhos e cores variadas, eles são feitos de cerâmica ou porcelana japonesa e o seu objetivo é atrair fortuna às pessoas e aos seus negócios. Dizem que o melhor é quando se ganha o gato da sorte!

A Comida:

A refeição consumida tradicionalmente pelos japoneses no ano novo é o Osechi-ryori, um obento (marmita) especial que é servido em caixas também especiais chamadas jubako, com algumas das comidas típicas aqui do Japão. Além do Mochi (bolinho de arroz), preparado à partir de uma goma que eles fazem de arroz (o arroz é cozido apenas em água e posto em um pilão de madeira, onde é socado até virar goma), tem também o  Toshikoshi Soba (macarrão de trigo sarraceno).

reveillon-no-japão

Segundo a tradição, o Mochi deve ser oferecido aos deuses antes do seu consumo. Tradição essa que se originou de uma lenda chinesa que diz que quem comê-lo no ano novo estará comendo o espírito do arroz, enriquecido pelos deuses. E o Toshikoshi Soba garante longevidade e é uma forma de se despedir do ano velho e saudar o ano novo, portanto é um prato indispensável no reveillon japonês.

E ao invés dos fogos de artifício tradicionais no Brasil e em outros países pelo mundo, é mais comum ouvirmos por aqui, próximo à meia-noite, as badaladas dos sinos dos templos, mais precisamente 108 badaladas que representam os pecados dos homens. Eles acreditam que as badaladas afastam os pecados, nos purificando para receber o ano novo. Este é um ritual Budista e se chama Joya no Kane.

Meninas, tem muito mais informações, mas tentei fazer um resumo do que achei mais interessante para mostrar pra vocês. Espero de coração que vocês tenham gostado e que 2015 seja um ano iluminado para cada uma de vocês que nos acompanham aqui durante todo o ano. Muito obrigada pelo grande incentivo que vocês nos dão sempre!

Beijos e um Feliz Ano Novo!!!

Si Yoko




26.12.2014

O Que Esperar de 2015? #Astrologia

No início dessa semana a Paty, que já fez meu Mapa Astral (#adoro) algumas vezes (já comentei sobre ela e sobre isso nesse post aqui), me enviou um texto pra publicar aqui no blog com as  previsões pra 2015. Nem precisa falar que adorei né? Vamos conferir!

                            2015 – Um Ano Belicoso

O ano novo astrológico começa com a entrada do sol em Áries, no dia 21 de março.  Apesar do calendário gregoriano ser exaustivamente contestado e criticado pela maioria dos esotéricos, místicos, cabalistas e ocultistas em geral, por várias razões que agora não cabem esmiuçar, ninguém nega a força energética de uma egrégora.

Egrégora, é a força imaterial gerada a partir da soma de energias coletivas (mentais, emocionais) produto da congregação (e crença) de milhares de pessoas. Em outras palavras, o fato de milhões de pessoas ao redor do mundo vibrarem em consonância na passagem do dia 31 para o dia 1º do ano seguinte, gera uma grande concentração de energia em torno deste evento, o que acaba, de fato, por torna-lo especial e importante.

o-que-esperar-de-2015

O regente ou os regentes de 2015

Existem várias técnicas para calcular o planeta regente do ano. As três mais usadas são: o dia da semana em que cai o primeiro dia do ano, dividir o número do ano por 7 (número de planetas pela astrologia antiga) e os planetas que estão posicionados na parte mais alta do mapa e/ou junto as cúspides.

2015 se inicia numa quinta-feira, dia de marte, e por essa razão o consenso diz que o ano será regido pelo mesmo. Curiosamente, dividindo 2015 por 7 obtemos o número de sobra 6, que é o número de Marte pela astrologia cabalística. Já se formos considerar os planetas mais altos teremos, então, Lua e Júpiter.

Se pensarmos que comemoramos o ‘nascimento’ de um novo ano, podemos então utilizar os dados no mapa ‘natal’ e analisarmos tal qual fazemos com qualquer outro mapa.

O que esperar do ano de 2015?

A Lua entra exaltada (por signo) em touro, mas exilada (por casa) na casa 8. Faz quadraturas com Marte e Júpiter.

A Lua rege os sentimentos, as emoções, os estados de humor, a maternidade, as mulheres. Rege também o oculto (o bebê que ainda está na barriga), o instinto de sobrevivência, proteção e segurança. A lua em touro reforça muito a necessidade de segurança, tanto material quanto emocional. Por estar na casa 8, casa natural de escorpião, o lado ‘oculto’ também ganha reforço. Quadrada com Marte, a Lua rende muitos melindres, e a quadratura com Júpiter indica imprudência, excessos.

No sentido prático este aspecto indica que as mulheres em geral devem ter um papel preponderante em todos os assuntos. A dica é agir com parcimônia e discrição, evitar os excessos, poupar energia, poupar dinheiro. Mentiras e segredos em pequena ou grande escala não ficarão encobertos. Contar com apadrinhamentos, sorte e querer se valer de figuras de autoridade também não são atitudes recomendadas. A perseverança, o trabalho honesto, a dedicação, ainda que árduos, acabarão por serem recompensados, mesmo que a longo prazo. E é preciso não confundir perseverança com teimosia.

o-que-esperar-d-2015

 

O Júpiter retrógrado em leão na casa 11 e oposto a Marte indica grandes e graves problemas em escala mundial com líderes detentores de poder. O orgulho e a prepotência podem destronar muitos ‘reis’. Muitos conflitos legais. As crianças e jovens serão assunto recorrente e fonte de preocupação e problemas também em escala mundial. Conflito bélico entre o ‘novo’ e o ‘velho’.

Entenda-se por novo x velho: sistemas políticos, pais x filhos, cultura, dogma x ciência, etc. Não há, infelizmente, previsão de paz ou mesmo trégua para estas velhas questões. Pode-se iniciar este ano uma revisão de dogmas, sistemas políticos, jurídicos e até mesmo religiosos, mas não sem muita resistência e briga.

A relação entre países estará tensa, de forma geral. Dificuldade de consenso e negociação. Rebeldia e conflitos inesperados. Tensão financeira permanece no mundo todo.

No sentido prático individual tende a se sair melhor quem evitar conflitos porque com esta configuração não há vencedores. É preciso buscar ser o mais claro possível em negociações e na comunicação em geral. Usar parcimônia e evitar mentiras ou meias verdades. Economizar dinheiro e energia também é o melhor neste momento. Sugiro muito cuidado com investimentos financeiros em grandes corporações, por mais que pareçam sólidas. Brigas jurídicas também tendem a se tornarem exaustivas. Recomendo muito cuidado ao se envolver com figuras de autoridade, sejam políticos, padres, pastores, militares, juízes ou qualquer pessoa pública com algum tipo de poder. Cuidado com ‘favores’ vindos ou solicitados por estas pessoas.

Gostaria de esclarecer que apesar de parecer um discurso ‘moral’ não se trata disso. De fato, as configurações mundiais apontam para deflagração ou expurgação da ‘sujeira’. Infelizmente, não vemos indícios de punição severa e concreta para os grandes figurões, que podem sim perder muito, mas quase nada se comparado ao que pode sobrar para quem for pego como ‘laranja’.

Esclareço. também, que estas configurações refletem uma escala mundial, que obviamente e de alguma forma, afeta a todos nós. Porém, cada um de nós sofrerá este impacto de maneira diferente, de acordo com as configurações dos mapas individuais.

Na próxima semana, trarei dicas para cada signo em 2015.

Até lá!

Paty Musásci

Contatos:[email protected]/https://www.facebook.com/paty.musasci1

25.12.2014

Sobre o Vício em Celular e a Eterna Falta de Educação

Se tem uma coisa que me deixa retada da vida é ser “trocada” por um celular. Acho de uma falta de educação absurda, sabe? Não só de educação, mas de gentileza.

Como assim que você sai com as pessoas e não presta atenção no que elas estão falando? Como assim não olha pra elas, não interage, não se interessa pelo que elas falam?

Celular é ótimo, Whatsapp é fantástico e não vivo sem Instagram, Facebook, Twitter, Pinterest e por aí vai. Passo o dia inteiro conectada e, no meu caso, é essencial, só que quando estou com alguma pessoa ao lado (ok, exceto aquelas que não gosto rs) evito usar o celular e prefiro cultivar aquela relação,  porque, afinal, aquela pessoa está ali “gastando” o tempo dela comigo e o mínimo que posso fazer é retribuir na mesma moeda.

vício-em-celular

Ou seja, o problema não é o celular ou as redes sociais, o problema é o mal uso que se faz deles.

E esse “mal uso” tem chegado a níveis lastimáveis, e não é raro ver duas pessoas em uma mesa sem que uma sequer olhe pra outra. Diálogo então, nem pensar!

Cadê as risadas, as conversas calorosas, o partilhar a vida? Cadê o jogar conversa fora, o bater resenha ou coisas do tipo? Não existe mais, exceto por uma fração de segundo, pra uma foto no instagram, pra gerar a ilusão de que as pessoas estão realmente se divertindo, quando, na verdade, cada uma está teclando com fulano ou sicrano e deixando os outros de lado.

Não, não tem nada demais postar uma foto ou outra, responder uma mensagem urgente ou atender a um telefonema, mas acontece que a coisa está bem longe disso, né?

Eu já fui muito tolerante com isso e já tive um quase vício também, mas anotei, como uma das minhas “resoluções de ano novo”, não participar mais desse tipo de coisa. Se estiver em uma mesa, em grupo, e a pessoa não olhar pra mim, não conversar, não se interessar pelo que está acontecendo ali naquele momento, dou as costas e ponto final.

vício-em-celular

Se estiver com uma só pessoa e ela me ignorar pra ir brincar de internet, levanto e vou embora. Vou mesmo, até porque não tenho cara de figurante de rede social, né?

Acho que as pessoas estão tão viciadas na vida virtual que estão esquecendo a vida real, esquecendo de construir e alimentar relações fora da telinha, como se a vida virtual tivesse tomando – mesmo – o espaço da vida real, o que é uma pena.

E é pensando nisso que faço aqui um pedido: quando estiver com alguém, esteja realmente com esse alguém. Converse, pergunte, compartilhe, viva aquele momento, tenha a gentileza de ceder o seu tempo e a sua atenção pra pessoa que está ao seu lado, e tenha a educação de não agir como se o outro fosse um enfeite.

A internet é maravilhosa desde que se faça bom uso dela, mas passa a ser uma prisão, e das piores, quando te escraviza, porque não existe prisão pior do que aquelas que a gente não consegue ver. E sim, mesmo que de ouro, grilhões ainda são grilhões.

Beijos

Ju

24.12.2014

Look do dia: Vestido Estampado e Blazer Rosa!

Meninas, quero desejar para vocês, em primeiro lugar, um Feliz Natal! Que a paz e todos os bons sentimentos que nos cercam nesta data permaneça em nossos corações durante todos os outros dias do ano. Aproveitem muito ao lado das pessoas amadas!

blazer-rosa

E sobre o look de hoje meninas, é puro romance! O vestido com estampa de coraçãozinho comprei lá na Forever 21  e, cá entre nós, ele é o amor em forma de vestido (rs)! Ah, o cinto já vem acompanhando o vestido.

blazer-rosa

O blazer é da H&M, eu já tenho há algum tempo e adoro, super uso nas minhas produções. A sapatilha é da Sonho dos Pés, do Shopping Jequitibá, lá em Itabuna, e a bolsa é da Tokyo Magazine, também em Itabuna.

blazer-rosa

As fotos foram feitas pelo Rafael Taoda com o apoio do Portal Mie (www.portalmie.com), aqui do Japão.

blazer-rosa

Espero que vocês gostem do look tanto quanto eu gostei! Ansiosa pelos comentários!

Ah, meu insta é o @simoneyoko, e se tiverem alguma sugestão de look ou post, me avisem! Acho que pelas redes sociais é mais fácil e rápido de papear, né? Tô esperando as sugestões de vocês!

blazer-rosa

Beijos e boas festas meninas!

Si Yoko

Página 1 de 15312345
O que você acha do JV?
Amo as dicas, resenhas...enfim, tudo aqui no JV é um serviço público e de grátis rsrs , sigo as dicas da Ju e até hoje…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Pela janela do carro e mesmo assim foi bonito de ver! #blogbellealmeida #pordosol #sunset
  • Chás para o cabelo! By @ohhlollas
#cabeloslindos 
#cabelossaudaveis 
#jurovalendo 
#sejoga
  • Partiu #ruacoberta ! A tarde toda com essas queridas  lá no espaço #EuAlmaDeFlores aqui em #Gramado ! #jurovalendo #coisasdedivas #antigosfranzoi
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo