17.01.2017

12 Lições Que 2016 me Ensinou

Essa semana fui queimar a minha agenda de 2016 (sim, faço isso! rs), e além de algumas informações importantes que passei pra agenda de 2017, vi que em cada mês tinha um pequeno resumo do que tinha acontecido e que ali tinham lições valiosas de um ano complicado.

Anotei tudo numa listinha, coloquei no planner e achei que isso daria um post. Vamos lá!

12 Lições Que 2016 me Ensinou

lições que aprendi

1. Tudo pode mudar num piscar de olhos.

A vida acontece aos poucos, é fato, mas tudo pode mudar a qualquer momento, tanto pra bom quanto pra ruim, e é essencial que estejamos preparados. Ninguém se mantém no topo da onda o tempo todo, é impossível. A gente cai, levanta, passa pela calmaria, continua caminhando, sobe, sobe mais alto e cai de novo (ou não…), o importante é saber viver tudo isso com tranquilidade e aprender o que cada um desses momentos ensina.

2. Continue caminhando

E não importa pra que lado o barco vire, continue caminhando. Isso é muito difícil quando as coisas não vão tão bem como a gente gostaria, mas ninguém realiza sonhos desistindo quando as coisas vão mal, quando o mar fica revolto e as ondas arrebentam na nossa cara.

Esses momentos, aliás, são professores incríveis pra quem sabe aproveitar, e podem ensinar muito sobre perseverança, sobre acreditar em nós mesmos e no Universo, que sempre se movimenta para nos ensinar o que é preciso em cada momento.

Portanto, quando as coisas ficarem difíceis e a vontade de desistir bater na porta, respire, se fortaleça e continue caminhando. Você vai chegar lá, acredite.

3. Sonhos são apenas sonhos

Sonhos são lindos e podem sim nos impulsionar, mas a menos que você coloque a mão na massa e trabalhe duro nada vai acontecer. Sinto informar, mas sonhos não se realizam sozinhos, é você que tem que fazer a coisa acontecer!

Trabalho e perseverança sempre prevalecem sobre sonhos e talentos, sempre.

4. Ninguém além de você é responsável pela sua felicidade

A única pessoa que pode construir a sua felicidade é você, está nas suas mãos. E não, não adianta bater o pé, dar chilique, se fazer de vítima ou culpar o outro, o passado, seus pais, Deus, a vida ou o qualquer outra coisa porque isso não vai adiantar. Ao contrário, só vai atrasar a sua vida.

5. O que passou, passou

Falando nisso, a menos que você sele a paz com o seu passado e que perdoe tudo de todos, inclusive de si mesma, você vai continuar preso em coisas que, além de não trazerem nada de bom, atrapalham seu presente e estragam o seu futuro.

6. Todo mundo erra, e não tem nada demais nisso

Eu, você, seus pais, seus amigos, seu namorado/marido e todas as pessoas nesse mundo erram, metem os pés pelas mãos e fazem besteiras, coisas das quais não se orgulha, então desça do pedestal, pare de apontar o dedo e, mesmo não aceitando, porque ninguém é obrigado, tente ter a generosidade de compreender o outro ao invés de julgar.

Não é fácil não, eu bem sei e continuo tentando fazer isso todos os dias, mas a verdade é que a gente tem que parar de passar a vida apontando os erros alheios, como se estivéssemos acima disso, porque não estamos.

7. Se afaste de quem não te faz bem

Algumas pessoas não devem fazer parte da nossa vida, e isso não tem a ver com os erros dela, mas sim em como ela nos faz sentir. Quem te suga, quem te desequilibra, quem não confia em você e não apoia seus sonhos, quem, resumindo, “não é por você” não deve permanecer ao seu lado.

8. Busque o que é melhor para você

As pessoas ficam ofendidas quando finalizamos uma situação ou relação, e não raras vezes somos rotuladas como egoístas, falsas ou más nesses momentos, o que é um absurdo, porque é óbvio que você tem que buscar sempre o que é melhor para você. E, acredite, se você não fizer isso por você, ninguém vai fazer.

9. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta

Cada pessoa vai te rotular de uma forma e isso não tem absolutamente nada a ver com quem você realmente é. A gente julga e rotula de acordo com o nosso sistema de crenças, com a nossa realidade, com a imagem que a gente tem do outro, mas essa imagem não é o outro.

Ou seja, não leve para o lado pessoal, isso não tem nada a ver com você. E não, não tente provar nada para ninguém. O seu compromisso é com você, é em ser melhor a cada dia, então não perca tempo tentando agradar e mudar a opinião de quem quer que seja sobre você.

10. Faça o melhor que puder, sempre

Eu acredito que nós estamos aqui para aprender, pra evoluir, e uma forma de fazer isso é dar sempre o nosso melhor, em qualquer circunstância. Não importa o que você esteja fazendo, esteja por inteiro, faça o seu melhor, da melhor forma que puder. É assim que nos tornamos a melhor versão de nós mesmos.

11. Diga sim para si mesma

Ah, o livro da Shonda mexeu demais comigo, me fez um bem enorme e me ensinou que preciso dizer sim pra mim mesma o tempo todo. Quando a gente aprende isso e para de negar quem somos e o que queremos, quando paramos de nos anular para agradar o outro a vida se transforma e tudo muda, vai por mim!

12. A vida vai te surpreender

Na hora certa, quando você estiver preparado, quando aprender o que a vida, através de milhões de situações repetidas, tenta te ensinar, coisas incríveis começam a acontecer.

Parece impossível hoje, né? Eu já estive bem aí, justamente nesse ponto, mas, acredite, coisas maravilhosas acontecem todos os dias, milagres existem e sonhos se realizam sim, mas tudo acontece quando tem que acontecer, nem antes, nem depois.

E eu continuo continuo escolhendo acreditar que o melhor ainda está por vir, e que posso ser melhor, muito melhor, pra mim, pra você, para o mundo. Só depende de mim.

E pra vocês, quais foram as lições do ano que passou?

Beijos, ♥ Ju

Bora ficar juntinhas? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

11.01.2017

5 Passos Para Organizar Sua Vida de Uma Vez Por Todas!

Que tal aproveitar que o ano está começando pra organizar sua vida, hein? Fiz um post semana passada falando de como realizar sonhos, e como vocês gostaram muito farei vários posts contando como eu deixei de ser a pessoa extremamente desorganizada e procrastinadora pra me transformar na criatura super metódica, organizada e disciplinada, que consegue terminar o dia com todas as tarefas concluídas.

5 Passos pra organizar sua vida em 2017!

E, vai por mim, se eu consegui você também consegue! É que eu tenho um agravante, que é o déficit de atenção. Então, a desorganização e a característica de começar as coisas e deixar pela metade já veio no meu pacote de dados, sabe? Isso me atrapalhou a vida inteira, e só de uns poucos anos pra cá consegui transformar isso.

E a coisa, juro valendo, não é tão difícil quanto parece. É questão de hábito, e hábito a gente constrói, a gente cria aos poucos, colocando um tijolinho por vez.

dicas para organizar sua vida juro valendo

Cada pessoa pode criar seu próprio método, e o que criei e funcionou pra mim tem 5 passos: organização do espaço, do seu dia, dos seus planos, da sua cabeça e do que te cerca.

Organize o seu espaço

A organização do nosso espaço (nosso armário, mesa de trabalho, quarto, casa, etc) tem um papel fundamental na nossa vida, e é incrível o tanto que as coisas mudam quando a gente aprende a manter somente aquilo que usa e que nos dá alegria.

Guardar coisas sem uso e acumular coisas faz com que a energia fique estagnada e a vida emperre, e se livrar de tudo isso é o primeiro passo para organizar o teu espaço e mantê-lo assim. Tudo flui melhor, sabe?

Falei sobre isso no post sobre a Marie Kondo e a “mágica da arrumação”, e tem até o PDF do livro, é só clicar aqui pra conferir.

Organize seus planos

Com o ambiente organizado, é hora de colocar nossos planos em ordem. E quando falo disso, tô falando de coisas como as promessas de ano novo que a gente faz, sabe? A viagem que nunca saiu do papel, a academia, a dieta, o curso de idiomas, a pós-graduação e coisas do tipo.

Você precisa fazer listas com todas essas coisas que você diz que vai fazer e nunca faz, e estabelecer o que dá e o que não dá pra fazer. Eu faço 4 listas e divido assim: “pra agora”, “pra depois”,  “mais pra frente”, “pra nunca”.

Na listinha do “pra agora”, coloco as coisas que são prioridade e, com os recursos atuais, consigo fazer agora. O que não depende apenas da minha vontade, mas tem a probabilidade de acontecer  em breve fica na lista do “pra depois”, e as coisas que estão além do que posso nesse momento ficam na lista do “mais pra frente”.

Por exemplo, dieta tá no pra agora, porque só depende de mim. Trocar meus materiais de trabalho (computador, câmera, etc) tá na lista do pra depois, porque dependem de um dinheiro que não posso investir agora. A viagem com minha mãe tá na lista do “mais pra frente”, porque depende de um planejamento maior e de riscar da lista outras prioridades. Já a pós-graduação ficou na lista do “pra nunca”, porque não faz mais sentido algum.

Parece besteira, mas organizar isso aí me ajuda muito, porque me mantém no foco do que quero e posso agora, tira o peso da cobrança interna com aquelas coisas que dizia que ia fazer e nunca fazia, e também porque cada coisa que consigo”riscar da lista” me dá ânimo pra fazer cada vez mais.

dicas para organizar sua vida juro valendo

Organize o seu dia

Sou extremamente organizada com as coisas que tenho que fazer no dia a dia, e nisso uma agenda, planner e/ou o bullet journal podem ajudar muito.

Antes de começar o mês, anoto todos os compromissos e tarefas importantes daquele mês, e faço o mesmo com as semanas, estabelecendo uma lista de prioridades, o que torna mais fácil organizar os meus dias.

Toda noite pego meu planner e anoto tudo, por horário, tudo o que preciso fazer no dia seguinte, incluindo horário de alimentação, de remédios, pagamentos, escrever posts, responder comentários, pesquisar para o blog, alimentar meus bichinhos, passear com Ozzy e assim por diante.

Mantenho o planner na minha mesa de trabalho e vou riscando, ao longo do dia, tudo o que vou fazendo, assim não esqueço nada, sei exatamente quais os horários livres (quando existem), não procrastino e fico mais focada quando chego no final do dia e vejo que risquei tudo (ou quase…) da minha lista.

Isso me ajuda a não deixar pra depois, a ter mais tempo pra mim, a manter a disciplina e, principalmente, a mostrar se estou na direção certa do meu “plano global”, se estou conseguindo bater as pequenas metas, que são as mais importantes, pois são as que garantem as grandes realizações.

Depois faço um post (ou vídeo!) explicando isso direitinho, mostrando meu planner e minhas legendas de organização, tá? Prometo!

Organize aquilo que te cerca

Da mesma forma que precisamos organizar o nosso ambiente físico, precisamos também organizar nosso “material emocional”.

As pessoas que estão perto de você te fazem bem? Esse relacionamento está sendo saudável? Aquele amigo está sendo realmente amigo? O colega de trabalho está sendo inconveniente? Aquele parente está sendo abusivo de alguma forma? É preciso analisar tudo isso, porque não precisamos manter em nossas vidas pessoas nem situações que não acrescentem.

Por mais difícil que seja, é preciso cortar as coisas que nos impedem de andar. Gente que só reclama, que aparece com 2 problemas pra cada solução, que suga de todas as formas, que manipula, que não respeita, que invade o espaço alheio, que não faz bem e que afeta nosso humor precisa sair da nossa vida.

Pare de ser tão permissiva, de ser tão “boazinha” e não aceite menos do que você merece e precisa. Isso manda pra longe boa parte das pessoas que estão ao nosso redor, mas quem precisa de vampiros emocionais, hein? Ninguém!

Depois disso, faça o possível para melhorar as relações que ficaram. Pai, mãe e filhos são pra sempre e, por mais difícil que seja em alguns casos, a gente tem que se esforçar pra melhorar a comunicação, sabe? Não tente mudar o outro, não vai dar certo. O máximo que você pode fazer é mudar a si mesma e a forma como você reage ao que o outro faz, o resto é perda de tempo.

Organize a sua cabeça

Seu espaço físico e emocional já está organizado, seu dia a dia está fluindo bem e você tem uma lista de planos pra te guiar, certo? Chegou a hora de organizar a sua cabeça, o seu “plano global”, e com todas as coisas já organizadas a gente tem muito mais clareza pra fazer isso.

Qual é seu plano de vida, aquilo que você realmente quer? Você está na estrada certa pra realizar esse plano?

Aqui é hora de parar,  ser honesta consigo mesma e ver se o caminho que você está seguindo pode ou não te levar pra onde você quer, se está tudo errado ou se você está apenas “sendo levada”.

É aqui que analisa as coisas que a gente ama fazer, que nos faça vibrar, que nos empolgue, sabe? E é com base nisso que fazemos o nosso plano global, com o ponto em que queremos chegar, onde estamos e o que podemos fazer para trilhar esse caminho, o que implica fazer o que precisamos fazer, mesmo sem gostar, se é isso que vai nos levar a fazer o que realmente queremos.

Fazer esse planejamento, tendo um objetivo claro que nos faça vibrar, nos mantém focadas, porque é muito mais fácil caminhar, mesmo com dificuldade, quando a gente sabe pra onde está indo, quando sabe que cada passo que damos nos coloca mais perto do que desejamos, sabe?

E aí a gente faz um mapa dos passos que precisamos dar e começamos a fazer, porque é a ação é o que faz as coisas acontecerem!

Tentei resumir ao máximo, mas qualquer dúvida é só deixar nos comentários, tá? Quero muito que vocês dividam as dificuldades de vocês, porque aí fica mais fácil ajudar, entende? E fiquem sossegadas que vamos falar muito disso por aqui!

Beijos, Ju♥

20.12.2016

Aprenda a Aceitar Elogios Sem Ficar Desconfortável

Já fez tempo que venho observando o quanto nós, mulheres, ficamos desconfortáveis quando somos elogiadas, como se não merecêssemos aquilo, e como ficamos incomodadas quando umas raras mulheres agem de forma contrária e reforçam que sim, se acham maravilhosas.

A Shonda falou sobre isso no livro O Ano Em Que Disse Sim, e é fato que a nossa tendência ao ouvir um elogio é ficar com vergonha, dispensá-lo, negá-lo ou praticamente pedir desculpas, porque nós, e aqui estou generalizando, não aprendemos a nos sentir incríveis, e também não aceitamos que os outros afirmem isso sem que venha aquela sensação de que somos arrogantes, pretensiosas, zero modestas.

Você consegue aceitar elogios?

Não sei quantas vezes me peguei abaixando a cabeça ou gargalhando envergonhada quando alguém falava que eu era inteligente, talentosa, bonita ou algo do tipo, como se aceitar aqueles elogios fosse errado, sabe?

Como se, ao aceitar isso e reforçar que sim, eu sou inteligente mesmo, que trabalho duro mesmo, que sou talentosa e sei aproveitar as oportunidades me tornasse uma pessoa esnobe, prepotente, petulante.

aceitar elogios

Qual é o nosso problema, afinal? Porque que diacho não conseguimos valorizar as nossas conquistas e capacidades, e, mais que isso, porque não conseguimos ficar confortáveis quando elas são reconhecidas?

Porque saímos pela culatra e dizemos “ah, foi muita sorte”, como se nossas conquistas fossem obra do acaso e não do nosso esforço? Como assim sorte, cara pálida? Desde quando trabalhar duro, se empenhar e se dedicar é sorte? Não é, nunca foi.

Mas a gente diz que é, porque se agirmos de forma contrária seremos julgadas, assim como julgamos as outras, porque, digam o que disserem, nós somos cruéis umas com as outras sim, nós nos perguntamos logo “quem ela acha que é? Ela se acha demais!”.

E isso é muito mais comum no universo feminino sim, não dá pra negar. Ou alguém aqui já viu um cara julgando o outro, ou, simplesmente, julgou esse cara porque ele aceita tranquilamente quando alguém o parabeniza por suas conquistas? Nunca vi.

Não tem nada de errado em reconhecer o próprio valor, garanto!

A coisa é tão louca que a gente luta pra se emponderar, a gente gasta tubos de dinheiro em terapia pra se amar mais, se aceitar mais, se compreender mais, mas meio que estabelece um limite pra isso, porque né, que absurdo é se achar maravilhosa, é aceitar e reafirmar isso.  Nossaaaaaa.

Isso tudo é um absurdo mesmo, e me lembra uma citação do Mandela que diz mais ou menos isso: “Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta.
Nos perguntamos: “Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?”

aceitar elogios

Pois é, quem somos nós?

Nós somos aquelas que fomos ensinadas a não sermos nada disso (brilhantes, incríveis, etc). Lá no nosso inconsciente tá gravadinho que devemos ser abnegadas, tímidas, pudorosas, que devemos negar nossas necessidades pelo bem dos outros, que devemos ficar “atrás”, ao lado, na sombra. Nunca na frente, nunca no centro do palco, né?

Nós, e aqui falo como sociedade, não fomos ensinadas a sermos fortes, independentes, poderosas, competitivas, a lutar por nossos objetivos e crenças, a nos posicionarmos sem abaixar a cabeça, a bater de frente quando necessário. Não fomos, enfim, ensinadas a acreditar, lidar e aceitar a nossa grandeza.

E aí, inconscientemente, nos diminuímos, nos mostramos menores para que os outros se sintam mais confortáveis, quando deveríamos fazer o oposto, reconhecermos o nosso valor, ficarmos orgulhosas das nossas conquistas e sermos sim apaixonadas por nós mesmas.

E não, isso não faz com que sejamos arrogantes, que não tenhamos humildade, nada disso. Você é a pessoa mais importante a sua vida, o básico, então, é que tenha muito amor por si mesma.

Como diz a Shonda, “homens fazem isso o tempo todo. Aceitam os elogios, não se diminuem. Não pedem desculpas por serem poderosos, não diminuem as realizações deles.”  E não tem nada de errado nisso, está absolutamente certo, erradas estamos nós.

Portanto, quando receber um elogio, agradeça e sorria, apenas isso. Se ele veio é porque você merece, é seu, você tem todo direito a ele.

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

19.12.2016

Crônica da Virada do Ano na Revista Portuguesa Júlia – De Bem Com a Vida

Dos países que conheço, Portugal é um dos que mais amo, fico imensamente feliz em ter tantas leitoras de lá e amei muito ter escrito a Crônica da Virada do Ano pra revista portuguesa Júlia – De Bem Com a Vida, da apresentadora Julia Pinheiro.

júlia de bem com a vida Virada do Ano

A Crônica da Virada do Ano na Júlia

Pra quem ainda não conhece, a Júlia é escritora e tem um programa matinal diário na SIC, lá em Portugal, o Queridas Manhãs, e sua revista foi considerada pela Digital Magazine Awards a segunda melhor do mundo.

Adorei o convite, porque escrever é a coisa que mais gosto na vida, porque o projeto é muito bom, a Júlia é maravilhosa e é incrível poder ficar ainda mais perto das minhas leitoras portuguesas e ver meus textos chegando tão longe.

A ideia era falar um pouco do ano novo, as curiosidades da virada por aqui, o que vestimos, comemos, fazemos,  e as superstições e crenças mais comuns pra mim. Coloquei a crônica na imagem abaixo, mas é bem melhor ler lá na revista, que é super fácil de manusear e tem muito conteúdo bom.

Virada do Ano júlia de bem com a vida

A revista é mensal e vocês podem baixar gratuitamente na App Store ou no Google Play

Leiam e me contem o que acharam, tá? E em breve tem mais novidades desse país lindo que eu tanto amo!

Ah, e já fiz por aqui o post com as cores pra usar na virada, já viram? É só clicar aqui!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essas? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Página 1 de 3012345
O que você acha do JV?
Sempre arrasando Jú Lopes! Acabei de ler a crônica na revista da Júlia Pinheiro, Achei perfeita a forma como descreveu a virada do ano para…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Aqueles olhos...🎵🎵🎵
Agenda aberta para cursos de auto maquiagem. 📲 3199254-8715

#amomaquiagem #amomeutrabalho #maquiagemformanda #maquiagembh #maquiagemcontagem #pausaparafeminices #brunatavaresppf #maqbellamakeup #universodamaquiagem_oficial #universodasnoivas
  • Hoje por aqui tô é fazendo festa de tanta felicidade, chegou os desapegos maraaaa da Ju Lopes @jurovalendo 😍❤👌🍀
E a pessoa aqui ficou ainda mais feliz quando viu os batons lindos dá @lizbranquela ( eram desejos de consumo, mais o orçamento não colaborava 😀 ).
Ju obrigado pelo carinho, pelo bilhetinho tão lindo, te desejo todo sucesso do mundo.
#EntendiTuaLetraSim 
#MeEmocionei
#MuitoFeliz
#JuroValendo 😘❤🍀😍🙏
  • #makeclassica #maquiagembh #maquiagememmadrinha #maquiagememdomicilio #atendimentovip #maquiagemformanda #maquiagembrasil #amomeutrabalho #amobatom #smokeyeyes #makegliterinada #makeupartist #pausaparafeminices #brutavaresppf #jurovalendo #atelierparis #kryolanbh #catarinehill #maqbellamakeup #universodamaquiagem_oficial #universodasnoivas #mk #marykaybrasil #maquiadoraprofissional
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo