15.02.2017

Cauterização de Aminoácidos Super Poderosa

Que tal uma receita caseira, daquelas poderosas, pra cabelos muito danificados, pra quem faz luzes, progressiva, alisamento ou qualquer outro procedimento químico nos fios? É a cauterização de aminoácidos, e vocês vão amar, garanto!

Quem já fez a cauterização caseira aqui do blog sabe o tanto que ela ajuda o cabelo, só que ela leva queratina, e a que vou ensinar hoje leva aminoácidos, além de alguns ativos hidratantes e protetores da fibra capilar.

A queratina é muito legal sim e ajuda muito, sobretudo porque é barata e facilmente encontrada. Formada por vários aminoácidos, a queratina é, lógico, uma molécula maior que o aminoácido, sendo, por isso, mais difícil de penetrar no fio do cabelo que o aminoácido, que é menor.

cauterização de aminoácidos caseira juro valendo

Isso quer dizer o quê? Que a queratina é ótima, mas os aminoácidos penetram mais facilmente no cabelo, o que, a princípio, já garante um resultado melhor.

E esse foi um dos pontos que mais pensei quando criei o Salva Fios, uma fórmula manipulada cheia de aminoácidos e vitaminas, com as meninas da ArtVitta.

O Salva Fios é composto por muitos aminoácidos e substâncias importantes para a saúde, força e beleza dos fios, como arginina, glicina, serina, valina, prolina, alanina, isoleucina, histidina, treonina, fenilalanina, PCA Na, dexpantenol, glicerina, ureia, inositol, vitamina E, vitamina C, niacinamida (vitamina B3), piridoxina (vitamina B6) e silício, dentre outras.

Quando a gente usa tudo isso aí numa cauterização, o cabelo reage muito bem, porque é “alimentado” não só com proteínas (aminoácidos), mas com vitaminas e substâncias hidratantes que garantem a maleabilidade, a maciez e o balanço dos fios.

A frequência de uso vai depender do estado do seu cabelo, e para cabelos quimicamente tratados, mas “estáveis”, como o meu, por exemplo, duas cauterizações dessa por mês já garante um ótimo resultado, que melhora a cada vez que a gente faz.

Ingredientes da cauterização de aminoácidos

cauterização de aminoácidos caseira juro valendo

Como fazer cauterização de aminoácidos

1. Lave o cabelo com um shampoo antirresíduos ou com um shampoo para cabelos oleosos (tô adorando esse aqui da Seda). Remova o excesso de umidade, aplique uma máscara (hidratante ou nutritiva) e deixe agir por 5 minutos.Depois disso, enxágue bastante o cabelo, remova o excesso de umidade com a toalha e penteie os fios.

2. Misture, preferencialmente em um borrifador (facilita a aplicação!), o Salva Fios, o Bepantol e o protetor térmico, aplique em todo o cabelo e deixe agir por 20 minutos. Após os 20 minutos, seque o cabelo com um secador e, em seguida, pranche o cabelo de mecha e mecha.

3. Deixe a cauterização de aminoácidos no cabelo por 48 horas, e só lave depois disso. E pode ficar tranquila que o cabelo não vai ficar rígido, sem balanço ou algo do tipo, tá? Também não pesa e nem deixa o cabelo murcho. Ele vai ficar normal, como um cabelo escovado.

Quando lavar o cabelo, após o produto ficar por 48 hs nos fios, você vai perceber que eles estão mais fortes, mas também mais macios, mais sedosos, revitalizados e alinhados, e esse resultado se mantém, ele não desce pelo ralo na lavagem seguinte, entende?

cauterização de aminoácidos caseira juro valendo

Conselhos extras

1. Se o seu cabelo for muito grande ou muito cheio, ou mais curto e/ou ralo,  a quantidade de cada produto usado vai variar pra mais ou pra menos, mas aí você deve “medir” de acordo com o seu cabelo. Essa quantidade é suficiente para o meu cabelo, que é médio e cheio.

2. A fórmula do Salva Fios já tem Bepantol (Dexpantenol), mas optei usar mais ele, porque senão teria que usar mais do Salva Fios, e como ele é mais caro, prefiro fazer a cauterização de forma mais econômica, pra render mais pra vocês, mas quem quiser pode colocar mais do Salva Fios, tá?

3. Você pode usar o protetor térmico que quiser, o que você tiver em casa, e nesse post aqui tem uma lista atualizada com 10 ótimas opções de todos os preços.

4.Cabelos danificados, fragilizados e com química são os que mais se beneficiam desse tipo de tratamento, que também é ótimo para preparar os fios para a química. Também é uma ótima opção pra dar uma revitalizada geral no cabelo depois do verão ou quando ele não estiver “respondendo” direito as máscaras e tratamentos.

5. Não conheço nenhum produto que substitua o Salva Fios, mas se você tiver em casa algum composto de aminoácidos que possa ser usado antes do secador e da chapinha, vale substituir sim, só não posso garantir o resultado.

Vou soltar várias receitas aqui e lá no Youtube com o Salva Fios, então fiquem sossegadas que o que não vai faltar é jeito pra usar esse mocinho, tá?

Depois que fizerem, voltem pra contar qual foi o resultado! É muito importante que vocês façam isso, que falem como funcionou no cabelo de vocês, porque assim a gente consegue orientar melhor quem tem o cabelo parecido.

Beijos, Ju

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

13.01.2015

Cauterização Capilar: O Que É e Quando Fazer!

Uma coisa que venho notando com frequência e que ainda existe muita “confusão” em relação a alguns procedimentos realizados nos cabelos, inclusive a cauterização capilar, então resolvi fazer posts mais explicativos sobre isso pra que a gente saiba exatamente o que esperar de cada coisa, sabe? Vou marcar esses posts na Tag “Por um fio”, assim fica mais fácil vocês acharem!

cauterização capilar

Cauterização Capilar: o que é?

Já expliquei o que é cauterização nesse post aqui, quando a comparei  com a reconstrução, mas, simplificando, a cauterização capilar  é uma espécie de reconstrução, no sentido de repor o “cimento capilar”, ou seja, aminoácidos e/ou proteínas, o que é essencial para a reestruturação da fibra capilar.

Ela tende a ser mais potente que a reconstrução ou, como chamam por aqui, ela pode ser entendida como uma reconstrução capilar profunda que usa fonte de calor para “cicatrizar” a cutícula dos fios, fazendo com que os ativos depositados permaneçam no cabelo por mais tempo.

Já vi algumas cauterizações capilares sem fonte de calor, inclusive da L´Oréal, e a minha opinião é a seguinte: com ou sem fonte de calor, se vai repor aminoácidos ou proteínas, é uma reconstrução, podendo ser mais ou menos profunda a depender da composição. Só que, pra mim, cauterização tem que ter fonte de calor, até porque se você olhar o sentido da palavra (queimar com cautério) vai ver que tem a ver com fonte de calor, sabe? É tipo um “queimar” pra reter, pra estancar a coisa.

cauterização capilar

No mais, após qualquer tratamento no cabelo, inclusive hidratações, prefiro usar fonte de calor e passar 48 hs sem lavar os fios pra reter os ativos ali por mais tempo, o que garante um resultado melhor.

O que a cauterização capilar faz?

Como uma reconstrução profunda (com fonte de calor!rs), o que a cauterização capilar faz é agir no interior do fio para recuperá-lo, devolvendo os nutrientes perdidos e “cicatrizando” o cabelo em seguida, como que pra reter os ativos ali dentro e restaurar os cabelos.

Então, cauterize esperando que o cabelo seja, aos poucos, restaurado, que a elasticidade seja recuperada, que o cabelo fique mais saudável, com menos frizz.  Em muitos casos, ela ajuda a alinhar os fios, mas que fique claro que cauterização não alisa cabelo. Quem alisa cabelo é alisante, cauterização trata.

cauterização capilar

Quando cauterizar?

Já fiz um post aqui explicando direitinho quando cauterizar, e eu indico que se tenha muito cuidado pra evitar que o cabelo fique ainda pior, porque esse não é um tratamento pra qualquer cabelo, mas sim pra cabelos que precisam de uma dose mais que extra de cuidados.

Quais cabelos são esses? Cabelos muito danificados, cabelos com alisamento, relaxamento e escova progressiva, cabelos descoloridos frequentemente e cabelos elásticos.

Aqui vale lembrar que quando o cabelo está muito danificado ou elástico, como em caso de corte químico, não se deve começar a tratar pela cauterização. É preciso, primeiro, reconstruir pra fortalecer de alguma os fios, já que tanto o calor da chapinha quanto a tração da escova pioram o estado dos fios, levando, muitas vezes, a quebra.

cauterização-capilar

Dicas extras

  1. Quem vai “dizer” de quanto em quanto tempo fazer a cauterização é o seu cabelo, e isso vai depender do estado dele.
  2. O Depois! Após a cauterização,  deixe o cabelo sem lavar por 48 hs pra que as proteínas e aminoácidos fixe no interior dos fios e o resultado seja melhor.
  3. Após as 48 hs, quando for lavar os fios, use uma máscara mais emoliente, mais nutritiva, já que a cauterização faz reposição de proteínas, o que pode deixar os fios um pouco duros.
  4. Nada de exagerar! O excesso de nutrientes é tão prejudicial (e causa os mesmos “sintomas”) quanto a sua falta.
  5. O ideal é que a cauterização seja feita no salão, sobretudo se o cabelo estiver muito estragado. Mas, nada impede que você faça em casa. Existem muitas cauterizações boas no mercado (prefiram as de marcas conhecidas), e já dei por aqui a receita de uma cauterização caseira que é sucesso, é só clicar aqui.

Se tiverem alguma dúvida deixem aí nos comentários, tá?

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essas? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

22.07.2014

Cauterização de Cistina: Pra Salvar o Cabelo!

Uma das receitas mais curtidas aqui no blog é a da cauterização caseira (post aqui), que é boa, barata e muito eficaz, e desde a primeira vez que fiz (e amei!) fiquei tentando criar alguma outra versão, já que essa eu encontrei na net.

A questão é que não encontrava algo satisfatório pra substituir a queratina, sabe? Queria um blend de aminoácidos com textura líquida, e isso, convenhamos, não é fácil de achar!

Até que  usei pela primeira vez a Cistina (post aqui), da Biocale, e decidi tentar, vez que ela é um praticamente uma plantação de aminoácidos. E que bom que eu testei, porque deu muito certo!

cauterização de aminoácidos

Vocês vão precisar de:

  • 15 ml da Cistina
  • 15 ml de Bepantol
  • 5 ml de Protetor térmico

Como Fazer a Cauterização de Cistina?

Lave o cabelo com um shampoo antirresíduos ou um shampoo para cabelos oleosos. Remova o excesso de umidade e aplique uma máscara de hidratação e/ou nutrição, deixando agir por 5 minutos. Depois disso é só enxaguar o cabelo, remover com a toalha o excesso de umidade e pentear os fios.

Em seguida misture os 3 “ingredientes”, preferencialmente num borrifador pra facilitar a aplicação, aplique nos fios e deixe agir por 20 minutos. Após esse período seque os fios com um secador, e quando o cabelo estiver todo seco, pranche de mecha em mecha.

Essa mistura deve permanecer no cabelo por 48 horas, então o correto é lavar 2 dias depois. Se o cabelo ficar mais “áspero” é normal pois trata-se de uma reconstrução, mas quando enxágua esse efeito desce pelo ralo e os fios ficam mais alinhados, mais fortes, mais brilhosos e mais macios.

É um tipo de cauterização diferente da outra só em relação aos reconstrutores, já que essa tem muitos aminoácidos e outros tipos de proteínas que “alimentam” os fios.

No meu cabelo funcionou muito bem e os fios deram uma boa revitalizada, sabe? Como a Cistina é um produto um pouco mais caro (custa 90 Dilmas), quem não puder investir pode (e deve!) continuar fazendo a cauterização caseira com queratina!

cauterização de cistina

Observações:

1. Se o seu cabelo for muito grande ou muito cheio a quantidade pode variar, mas aí você deve “medir” de acordo com o seu cabelo. Essa quantidade é suficiente para um cabelo médio e cheio.

2. Tem que ser, claro, Bepantol líquido, e se não tiver como medir dá mais ou menos 1 tampinha e meia (Nesse post aqui falo sobre como usar Bepantol nos cabelos)

3. Pode usar o protetor térmico que quiser, o que você tiver em casa.

4. A Cistina é termoativada, então ela funciona melhor com o calor térmico, o que, nesse caso, é ótimo!

5. A frequência ideal é de 1 vez ao mês, mas dependendo do estado do cabelo pode ser feito mais vezes.

6. Cabelos danificados, fragilizados e com química são os que mais se beneficiam desse tipo de tratamento.

Enfim, é  uma excelente opção pra quem já tem a Cistina em casa ou pra quem pretende testar, pois assim dá pra usar de outra forma que não na máscara, né? E se você tiver alguma dúvida sobre cauterização capilar, tem tudo explicadinho nesse post aqui.

Beijos, Ju

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

04.04.2014

Cabelo Emborrachado: Pode “Tratar” Com Progressiva?

Pode tratar o cabelo emborrachado com progressiva? Essa é uma pergunta que  recebo aqui com certa regularidade, e a Lu tá até fazendo um “questionário” sobre isso no blog dela (na verdade sobre o fato da progressiva tratar ou não o cabelo), daí achei que seria legal falar um pouquinho sobre o assunto.

Todo mundo sabe qual é o meu posicionamento sobre progressivas, né? Acho um absurdo que elas continuem a ser comercializadas como “tratamentos”, porque isso elas não são de jeito nenhum, e quem está falando isso é uma pessoa que passou anos acabando o cabelo com progressiva, até que quase ficou careca e queimou o couro cabeludo. Ou seja, não foi bom e só quem passa por isso sabe do que estou falando.

Cabelo emborrachado

Cabelo Emborrachado

Claro que quando o cabelo emborracha, que quando o cabelo fica muito danificado, frágil e quebradiço  a gente se desespera, porque, afinal, ninguém quer uma “palha de vassoura”  na cabeça, né?

Só que isso acontece porque o cabelo perdeu massa, perdeu nutrientes, e a única coisa que vai ajudar de verdade é repor esses nutrientes com hidratações, nutrições e, principalmente, reconstruções e cauterizações.

Suplementos como o Pill Food também podem ajudar na redensificação do fio, já que vai repor os nutrientes “por dentro”, mas o que faz diferença mesmo é a reconstrução e a cauterização, intercalada com hidratação e nutrição.

O problema é que nesse momento sempre aparece alguém pra “sugerir” uma progressiva pra tratar o cabelo. Oi? Desde quando progressiva “trata” cabelo? E quem, sendo responsável, vai indicar progressiva, que é uma química agressiva, pra um cabelo que já está detonado?

Progressiva não trata cabelo emborrachado!

Cabelo Emborrachado

Várias “progressivas” são “enriquecidas” com proteínas e aminoácidos, o que, supostamente, seria bom, só que não é. Não é porque toda progressiva tem formol ou derivados, já que não existe a possibilidade de alisar o cabelo sem substância alisante, e se não tem substância alisante, só mesmo formol ou derivados, e quem diz isso é a própria ANVISA.

Nada que tenha formol ou derivados vai tratar o cabelo, mas vai maquiar num primeiro momento. A pessoa vai sair do salão com o cabelo liso e sem porosidade visível. Até que, passado um tempo, o cabelo começa a cair, a quebrar e aí a cabeleireira amiga vai indicar outra progressiva ou botox (o único que eu conheço que realmente trata o cabelo é o da L´Oréal) porque o cabelo estava “muito estragado” e uma só não foi suficiente.

E a pessoa vai continuar a fazer isso até que fique sem cabelo, porque formol e seus derivados não tratam nem fortalecem o cabelo, ao contrário. O que acontece é que forma-se um tipo de “capa” que “embalsama” o cabelo deixando-o com a aparência lisa e bem tratada, mas por dentro o cabelo piora a cada dia e em algum momento ele não vai aguentar, e aí… Adeus cabelo!

Cabelo emborrachado precisa de tratamento!

Cabelo Emborrachado

Se o cabelo está estragado, trate e tenha paciência, não tem outra solução. O que você vai precisar fazer é investir em reconstruções, hidratações, cauterizações e nutrições capilares, e isso com regularidade, pra que, aos poucos, o cabelo melhore.

O problema aí é que a grande maioria não tem paciência pra esperar e quer resultados imediatos, e, nessa de “mágica”, acaba se jogando em progressiva só pra não ver o estrago, o que é uma ilusão, porque você pode não ver, mas ele está ali e vai crescer cada vez mais.

Ah, e que fique claro que o meu problema com as progressivas é a falta de clareza, só. Faz quem quer, lógico, mas a coisa precisa ser clara e o consumidor precisa saber exatamente o que está usando, sem ser enganado. Mas isso não acontece… Escondem o que tem na composição e cerceiam o nosso direito de escolha, o direito de não querer usar determinada substância, uma atitude pra lá de vexatória, pra dizer o mínimo.

Já falei muito de progressiva por aqui ó:

Beijos

Ju

 

Página 1 de 3123
O que você acha do JV?
Amo o JV, depois que comecei a acessar, meu cabelo melhorou muuuito, e tudo isso baratex, com as dicas que pego aqui! Sem falar que…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Vamos brindar? Vamosssss, que a vida é feita pra isso, pra celebrar! 🍸✨ Estamos aqui comemorando os 4 anos do blog, e eu só tenho que agradecer! 🙏🏻🙌🏻 Meu pisciano com ascendente em Gêmeos é lindo e tem as leitoras mais incríveis da vida! ❤️
Pense num menino de sorte? É ele! ☺️💫🎉 #JuroValendo #Jujuland
  • #hair #blondhair #blondhairdontcare #loiro
#jurovalendo seco ao natural! Aquele cabelo que você respeita! 💇👱
@jurovalendo valeu Ju!
  • Eles chegarammm 😍😍😍
Os melhores amigos dos meus quase 36 anos 😂
Obrigada @artvitta 
Obrigada Dra. Luciana 😍❤🌹
Obrigada Juguru @jurovalendo 😍❤😂 Vitamina C 20% + Oligo ha 0,3%
Dexapantenol Turbinado complexo de Aminoácidos - Salva Fios ❤❤❤ #artvitta #vitaminac #acidohialuronico #oligoha #dexapantenol #dexapantenolturbinado #salvafios 
#pele #peleoleosa #estetica #dermatologia #cosmetica #cosmetologia #mulherde30 #mulheresde30 #jurovalendo #beleza
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo