13.09.2017

Reiki Cura, Equilibra, Tranquiliza

Já faz tempo que falo sobre o Reiki, que é uma técnica oriental de cura pela imposição de mãos, e sempre surgem muitas perguntas, então vou contar um pouco da minha história com ele e explicar como funciona, tá?

Como vocês sabem, acredito muito em energia, tenho plena consciência de que tudo começa no campo energético, emocional e mental, pra só depois se revelar no corpo físico.

Busco, todos os dias,  cuidar de todos os meus sentidos, me conhecer melhor e encontrar o equilíbrio, e o reiki me ajuda muito nisso.

Ele entrou na minha vida há mais de 10 anos, através da Muni, que acabou se tornando minha mestra de reiki e sendo a responsável pelas minhas iniciações. E foi, com certeza, um dos melhores presentes que a Existência me deu.

Mas, o que é  reiki, afinal?

O reiki é uma técnica de cura pela imposição das mãos. Seu ideograma, que é de origem japonesa, tem várias leituras, e é interpretado como “chuva maravilhosa de energia vital”.

A palavra em si significa energia vital universal. Rei significa “universal” e refere-se a parte espiritual, a essência energética que permeia todas as coisas e circunda todos os lugares. Ki é a energia individual que circunda nossos corpos, mantendo todos os organismos vivos.

A Muni fala que o Ki fica em um ponto dois dedos abaixo do umbigo, no Hara, que é o ponto mais importante, onde a maior parte da energia entra no nosso organismo.

o que é reiki juro valendo

E tudo é energia, em frequências variáveis. Então, toda desestabilização, tensão, estresse,  pensamentos negativos e tantas outras coisas ruins atingem e reduzem a nossa absorção de energia, o que diminui o nosso campo energético.

Por isso, é tão importante se manter em equilíbrio, que tem a ver com alimentação, respiração, movimentação e meditação (ou reiki).

Aqui, vale lembrar que o reiki não é religião, não é tratamento médico nem nada disso, e todo mundo pode fazer.

Para que serve o reiki?

Como um processo de encontro da energia universal com a energia vital individual, o reiki, através do toque suave das mãos, leva a energia vital universal para o corpo energético e físico, trazendo harmonia e cura mental, espiritual, emocional e corporal.

Os benefícios principais do reiki são o aumento da percepção em todos os níveis, a revitalização do corpo e da mente, o alívio de dores físicas, a liberação da tensão, a redução do estresse, a redução da ansiedade e da angústia, a ampliação da energia vital, a desintoxicação do corpo e da mente e o relaxamento.

Ele pode ser usado de muitas maneiras, para diversos problemas físicos e emocionais, já que trata o indivíduo como um todo, mas, na imensa maioria dos casos, como complemento.

Inclusive, o Reiki é, desde 2007, oferecido pelo SUS como prática integrativa e complementar da saúde humana, e inúmeros hospitais já usam a técnica no núcleo de cuidados integrativos, como o Sírio Libanês, por exemplo.

Umas coisinhas a mais

Minha formação foi pela The Reiki Alliance, que pratica e ensina o Reiki de acordo com as orientações da linhagem de Usui Shiki Ryoto. Existem outros sistemas, e já vi, inclusive, iniciações a distância, coisa que não existe na Reiki Alliance.

Mesmo tendo a consciência de que o terapeuta de reiki é apenas um canal através do qual a energia curativa do universo flui, que o “poder” não é dele, sou bem cuidadosa ao escolher alguém pra aplicar a técnica quando preciso.

É que, pra mim, a pessoa precisa se manter neutra e estar em um nível energético de alta frequência, estar tranquila e equilibrada, sabe? E nunca deixo que toquem no meu chakra da coroa. Nunca.

Como já fiz as iniciações, recebi os símbolos e posso, inclusive, enviar reiki a distância (é diferente de iniciação a distância!),  aplico o reiki em mim mesma, nas minhas plantas, nos amigos e nos meus bichinhos.

Mas,  se percebo que não estou tão equilibrada, procuro alguém em quem confio.  E jamais “aplico” em alguém quando não estou bem.

Então, quando feito por alguém que, estando em equilíbrio, realmente se coloca como um canal para a energia da cura, do amor e da tranquilidade fluírem, o Reiki é maravilhoso em todos os níveis e faz uma diferença imensa na nossa vida.

Me acalma, relaxa corpo e mente, tranquiliza, equilibra, ajuda na ansiedade e muito, muito mais!

É algo que faço sempre, que faz parte não só da minha vida, mas de quem eu sou. Recomendo muito, para todas as pessoas!

Ah, tem centenas de outras coisas que poderia falar e livros para indicar, mas acho que ficaria muito técnico e muito grande, sabe?

Contudo, se quiserem mais alguma informação, avisem nos comentários!

* Pra conferir esse conteúdo em áudio é só clicar aqui.
Beijos, Ju♥

Bora ficar mais juntinha nas nossas Redes Sociais? Segue aí ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

19.04.2017

Florais de Bach Para Ansiedade: Os Que Funcionam Pra Mim!

Semana passada fiz um post aqui sobre coisas que têm funcionado quando estou muito ansiosa e falei rapidinho dos florais como uma das muitas possibilidades de ajuda. E, como foi uma coisa que vocês perguntaram muito, vou falar um pouco do uso dos florais de Bach para ansiedade.

Claro que existem outros florais que podem ser úteis nesse caso, mas vou me limitar aos florais de Bach porque são os que uso há mais tempo, então consigo avaliar certinho como funciona em mim, sabe?

É importante saber, de início, que os florais podem ajudar no tratamento da ansiedade mas não substituem o tratamento médico nem o acompanhamento psicológico. Eles tratam o indivíduo como um todo, e cada uma das 38 essências está relacionada com um estado negativo do mente, e a medida que esses estados negativos  são “trabalhados” com os florais, o equilíbrio emocional é restaurado, e isso, claro, ajuda na ansiedade.

florais de bach para ansiedade

E essa ajuda funciona independente de acreditar ou não na eficácia dos florais, desde que você não “rejeite” o tratamento. Mas, quando existe o acompanhamento de um terapeuta floral que nos ajude no processo de conscientização e identificação dos nossos estados negativos, do que vem causando cada um deles, a ação é mais rápida, porque além da não resistência, há uma vontade consciente de melhora mesmo, sabe?

Qual Floral para ansiedade é o mais indicado?

Eu, Ju, sempre tenho o floral Rescue em casa, que é o floral do socorro imediato, aquele que sempre me ajuda quando um gatilho é disparado. Já falei sobre por aqui, e é sempre a minha primeira opção.

Já usei fórmulas com composições bem diferentes, mas os que uso há mais tempo é o Mimulus, Rock Rose, Cherry Plum e Impatiens.

O Mimulus é indicado, de forma geral, para medos conhecidos, aqueles do dia a dia, para coisas que a gente conhece, consegue identificar e nomear. É muito útil pra mim, que sou tímida, precavida e tenho a tendência de ficar com o rosto vermelho e gaguejar quando estou em alguma situação que me deixe desconfortável, como “conversar com uma câmera” (hahaha) ou estar no centro das atenções, por exemplo.

O Impatiens também é importante pra mim, que quero tudo pra ontem, raciocino muito rápido, faço muitas coisas ao mesmo tempo e tenho dificuldade de, na prática, lidar com o “tempo” do outro, que pode ser bem diferente do meu. Ele me ajuda a trabalhar a trabalhar essas dificuldades e entender que tudo tem o seu tempo, que não dá pra passar por cima de tudo.

Já o Cherry Plum é maravilhoso pro excesso de controle. Eu sou metódica até o último fio de cabelo, e isso tem muito a ver com aquela necessidade de acreditar que tenho o controle das coisas (quando, na verdade, ninguém tem!) e o medo de perder o controle.

O Rock Rose ajuda nos casos onde um desses medos que a gente identifica é paralisante, nos aterroriza, sabe?

florais de bach para ansiedade

Esses 4 são úteis pra mim porque ajudam a trabalhar as emoções que estão relacionadas com os meus gatilhos, mas existem muitos outros, e aí depende das características de cada um.

Já usei, por exemplo, o Aspen, quando não conseguia identificar quais eram os meus medos e a sensação de ansiedade era generalizada, e o Agrimony, que é ótimo pra ansiedade mascarada. Mas, hoje eles não “funcionam” comigo porque os estados mentais que eles tratam não estão relacionados com os estados mentais que preciso trabalhar, entende?

Tem também o Red Chestnut, pra quem tem medo e preocupa demais com o bem-estar dos que estão ao redor, imaginando sempre que algo ruim pode acontecer; tem o Vervaim, que trabalha bem a ansiedade “pela busca de objetivos”, quando existe excesso de entusiasmo e a pessoa não consegue relaxar; tem o Larch, pra quem, associado a ansiedade,  não tem autoconfiança, que tem medo até de tentar e se sente inferior e muitos outros, tudo depende dos seus estados mentais e emoções.

Florais de bach para Ansiedade: Onde Comprar?

Sempre comprei florais em farmácias de manipulação, e é possível montar a fórmula de acordo com as nossas necessidades. As fórmulas costumam ser mais baratas (aqui sai por R$18,00, em média), mas o floral Rescue, por exemplo, compro o concentrado, que custa R$89,90 na Monas.

Já usei outros florais concentrados (frasco em stock), como o Mimulus, por exemplo, mas hoje tomo a fórmula mesmo com os 4 que falei acima ( Mimulus, Rock Rose, Cherry Plum e Impatiens) e funciona bem pra mim.

E vocês, já usaram florais de bach para ansiedade? Contem aí!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

12.04.2017

Ansiedade: O Que Tem Funcionado Comigo

Essa semana perguntei lá no nosso grupo do Facebook quais assuntos vocês queriam  que eu falasse nos textos de “comportamento”, e  ansiedade foi, disparado, o tema mais citado. Como é algo que conheço bemmmm, infelizmente, mas que tenho conseguido lidar numa boa, fiz uma vídeo ao vivo lá ontem e resolvi sintetizar tudo em um post hoje.

Adoro, aliás, fazer vídeos ao vivo lá no Facebook porque existe uma troca muito boa, a gente conversa, se conhece, se ajuda, fica mais próxima sabe? Ontem a Velox não ajudou muito e acabei fazendo 2 vídeos, pra quem quiser conferir é só clicar aqui e aqui que já vai certinho para os vídeos.

E, claro, tudo que vou falar aqui é a minha experiência, não é a opinião de um profissional (porque eu não sou psicóloga nem nada do tipo), eu sou só uma menina que lida com isso há muitos anos.

ansiedade

Ansiedade: Conheçam a “Gertrudes”

Passei a vida repetindo que era ansiosa, muito, e tive crises fortes de ansiedade em vários momentos, e só quem passa por isso, quem sente, na pele e na alma, sabe como é ruim, sufocante e limitante. Tive fobia social, fiz anos de terapia e hoje sei exatamente quais são os meus gatilhos, como evitá-los, como lidar com tudo isso e, principalmente, parei de repetir que sou ansiosa, porque a ansiedade não é o que ou quem eu sou, ela é só uma parte, hoje bem pequena, da imensidão de coisas que formam essa pessoinha aqui.

E sim, trato a ansiedade como uma “pessoa”, Gertrudes, e quando ela começa a pairar ao meu redor já aviso logo que “aqui não” e começo a fazer tudo o que aprendi ao longo de todos esses anos pra mandá-la para bem longe.

A terapia me ajudou muito durante todo esse processo, mas no sentido de compreender quem eu sou e, com isso, conseguir lidar com situações que me deixavam ansiosa. Mas, foi olhando pra dentro e me conhecendo, me aceitando, me amando e aprendendo a lidar com meus medos que consegui reduzir, e muito, “Gertrudes”. rs

Como Controlar a Ansiedade

Cada caso é um caso, claro, e só posso falar do que funciona comigo, e de tudo o que já fiz o que funcionou e/ou vem funcionando é isso, ó:

Descubra o gatilho

O primeiro passo foi descobrir quais eram os meus gatilhos, o que me deixava ansiosa, e pra isso fazer um pequeno diário com horários é uma ótima ideia. Aí é só anotar os horários do dia em que você fica mais ansiosa, o local onde você está, com quais pessoas, em qual situação. Em pouco tempo a gente consegue identificar o que (ou quem) desencadeia o problema.

O meu gatilho são lugares e pessoas que eu, por algum motivo, não gosto, e aí vamos pro segundo ponto.

Evite pessoas e ambientes que não te façam bem

Sei que nem sempre a gente pode fazer esse tipo de escolha, porque em muitas casos a gente não tem escolha, e eu já passei por isso, mas hoje evito ao máximo estar perto de pessoas que eu não gosto, que não gostam de mim ou de ambientes onde não me sinta bem, sabe?

Até consigo lidar com isso, se for necessário, mas é uma escolha que fiz na vida, de não ter por perto quem não me faça bem, e pra mim, que tive fobia social, isso é fundamental. E conheço muitos casos em que a ansiedade era causada por um lugar e/ou uma pessoa ou um grupo de pessoas, e quando o gatilho foi eliminado, a ansiedade foi reduzida.

ansiedade

Converse, converse, converse!

Falar é terapêutico, e a gente precisa, de algum jeito, colocar pra fora, sabe? Essa é uma parte mais difícil pra mim, porque sempre “guardo” tudo, não confio facilmente e só exponho algo quando me sinto segura com a pessoa que está ouvindo, mas todas as vezes em que consegui me abrir senti um alívio muito grande.

E escrever também me ajuda demais. Quanto mais eu escrevo, melhor me sinto, e nisso o blog é muito importante. Blogar, aliás, me salvou de muitas formas.

Faça atividade física

Eis outra coisa que farei mais a partir desse mês, porque ajuda demais na ansiedade, sobretudo quando é alguma atividade ao ar livre, como andar, correr, nadar ou pedalar, por exemplo, porque consigo “respirar” melhor, sabe? Dançar também me dá um alívio grande, é uma catarse, me acalma.

Mas, não importa qual seja a atividade física, o que importa é fazer alguma que você goste, e fazer sempre.

Cuide de você

Essa agonia do dia a dia, onde a gente não tem tempo pra nada e vive correndo, só piora a ansiedade, por isso acho essencial tirar, todos os dias, um tempo pra cuidar de mim. Gosto muito de reiki, que me acalma, assim como gosto de meditação, de parar um pouquinho pra respirar profundamente várias vezes, de usar um óleo essencial, colocar uns incensos e por aí vai.

Tomar um chazinho de erva-cidreira ou capim-santo, lendo um livro cheio de mensagens boas também me faz um bem enorme, me dá serenidade. E nunca fico sem óleo essencial de lavanda, e todas as vezes em que “Gertrudes” começa a dar as caras, aplico umas gotinhas nas têmporas e no pulso, e isso já muda meu foco, me coloca em uma “vibração” diferente, sabe?

Florais para ansiedade

Amo florais, já falei disso aqui várias vezes, e uso sempre. Tenho o Rescue (concentrado) para as emergências, e uma fórmula específica para ansiedade, que uso faz tempo. Se vocês quiserem posso disponibilizar aqui pra vocês, é só avisar nos comentários. Mas, o ideal é que um terapeuta floral te indique, tá?

Coaching e Programação Neurolinguística

Comecei tem pouco tempo, mas o processo de coaching e o PNL têm me ajudado muito na ansiedade, e esse nem era o foco, na verdade. A gente trabalha várias coisas nas sessões, que acontecem por Skype, já que ela não é daqui de Jee, e eu tenho conseguido performar melhor, entender o que realmente quero e o que preciso fazer (ou não) para conseguir atingir as minhas metas, e ver resultados rápidos em relação a tudo isso me deixa muito menos ansiosa no dia a dia.

ansiedade

Tem me ajudado demais e é uma coisa que tem muito a ver comigo, que sou prática e prefiro trabalhar o que quero mudar e realmente mudar que ficar voltando pra raiz do problema, sabe?

Pra quem tiver interesse, faço com a Renata Rocha, e tem mais informações sobre como funciona no blog dela (veja aqui).

Remédio Para Ansiedade

Já tomei remédios para ansiedade, inclusive o Ansitec, que fiz post por aqui, mas a longo prazo não achei os resultados bons, porque não resolvia o problema. Contudo, não dá pra negar que nos momentos mais críticos eles foram essenciais, mas hoje não uso e não sinto falta.

E vocês, já passaram por isso? Como conseguem lidar, trabalhar a ansiedade? Dividam com a gente, é muito bom ter contato com a experiência de quem já passou por isso e saber que não estamos sozinhas.

Beijos, Ju ♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

21.02.2017

10 Coisas Para Fazer no Carnaval Se Você Não Vai Cair na Folia

Sempre fui de fases, num eterno ciclo de vai e vem, e se 10 anos atrás pulava os 5 dias de carnaval querendo mais, nos últimos anos não tenho me animado, sabe? Mas, como, por aqui, é um “feriado” mais longo, porque a festa começa praticamente amanhã e só acaba na próxima quarta, já organizei várias coisas para fazer no carnaval ao invés de cair na folia!

Adoro o carnaval de Salvador, mas vivi tanto aquilo que cansei um pouco. Tenho vontade de experimentar uma coisa mais light, tipo os bloquinhos com fantasias divertidas e muita maquiagem, coisa que nunca vivi por aqui, ou então conhecer o carnaval de Olinda e o do Rio, mas esse ano tô no meio de várias mudanças e não me programei, então fica pro próximo, né?

10 Coisas para fazer no carnaval e aproveitar bem o feriado!

coisas para fazer no carnaval juro valendo

Olha só a minha listinha do que fazer nos próximos dias:

1. Organizar o escritório

Ainda não falei disso por aqui, mas quem acompanha lá no Instagram sabe que transformei meu quarto em um escritório, ou seja, nesse momento eu não tenho mais quarto! hahaha

Mas, em compensação, ganhei um lugar só pra trabalhar e gravar vídeos, e eu precisava disso, porque sou metódica e só consigo fazer as coisas direito com tudo organizadinho, sabe? Então, vou aproveitar os próximos dias pra planejar direitinho tudo o que preciso fazer nesse espaço, como vou adaptar os móveis, o que vai sair, o que vai ficar e coisas do tipo.

Porque aí, na quarta-feira de cinzas, quando o ano finalmente começar, tudo estará encaminhado! rs

2. Baixar a Marie Kondo

Lógico que com essa história de transformar quarto em escritório vou me desfazer de muitas coisas, né? Então, vou baixar a Marie Kondo aqui por uns dias, reanalisar tudo o que tem nos armários, nas gavetas e nas prateleiras,  e ficar só com o que é necessário e, mais que isso, com o que me faz feliz.

Já fiz isso outra vez (veja nesse post) e tirei sacos de coisas, mas faxina e organização nunca são demais, tá?

3.  Fazer a limpa nos livros

Livro é a coisa que mais compro na vida, e sim, muitas vezes compro pela capa, e aí acabo tendo em casa livros que não amo, e se tem uma coisa que não quero mais em minha vida é ter o que não amo, então preciso liberar essa energia aí e abrir espaço pra livros novos e incríveis entrarem.

coisas para fazer no carnaval juro valendo

4. Organizar os cosméticos

Meu armário, que é grande, ganhou um espaço enorme só para as coisas do blog, que quero organizar direitinho com os recebidos, os que já testei e amei, os que testei e não gostei e os que vão para os desapegos, mas tudo por categorias, tipo assim: uma área só com máscaras de cabelo, com divisórias (ou cestinhas) para cada tipo de máscara e por aí vai, porque assim fica mais fácil ver tudo o que tem aqui e trabalhar melhor esse acervo, inclusive em vídeos.

5. Organizar as maquiagens

Eu sei exatamente o tipo de maquiagem que gosto, o que realmente uso, e por mais que receba coisas incríveis, não vejo sentido em ocupar espaço com algo que, definitivamente, “não sou eu”, sabe? Pretendo ficar com apenas uma gaveta de maquiagem (nesse momento são 3), com as coisas que uso muito, colocar outros itens que acho interessantes, mas que não são a minha cara, no acervo pra fazer posts ou vídeos específicos, e desapegar do restante.

6. Consultoria de imagem

Tá aí uma coisa que queria fazer faz tempo, mas nunca encontrei ninguém aqui que fizesse e também não conseguia me programar pra me deslocar e fazer isso fora, sabe? Por sorte, uma amiga minha de anos vai ficar 3 dias por aqui nesse feriado e combinamos de fazer isso!

Tô muito empolgada pra fazer a análise cromática, porque, na minha cabeça, só fico bem de preto, branco, bege, dourado e aquela cartela dos neutros (caramelo, marrom frio, etc), então só tenho peças dessas cores, é raro que compre algo de outros tons. Ah, e a análise cromática não vale só pra roupas, mas também pra maquiagem, cabelo, acessórios e tudo o mais.

Além disso, quero um armário com peças mais “curingas”, que combinem entre si, que funcionem bem em diversas situações e ambientes, e que sejam, ao mesmo tempo, clássicas e atuais, sabe? Tô animada!

coisas para fazer no carnaval juro valendo

7. Organizar  minha vida virtual e minha papelada

Gente, tenho mais de 1000 comentários pra responder só aqui no blog, preciso clicar unsubscribe em várias newsletters, responder muitos e-mails, e fazer um cronograma pra colocar em prática tudo o que aprendi até agora na consultoria de redes sociais (Instagram, Youtube, Facebook, Pinterest, etc) que comecei em janeiro.

Ah, e organizar a papelada acumulada na minha terceira gaveta é meta real! Aí, já proveito e começo a organizar o planejamento de março, né?

8. Plantas, cristais, reiki, óleos essenciais

Quero aproveitar pra arrumar minha hortinha, tentar colocar tudo em um canteirinho só, porque aí fica tudo organizado, sabe? E também dar um trato em minhas plantas, limpar e energizar meus cristais, fazer uma limpa nos meus óleos essenciais, ver o que acabou, o que tá pra acabar, o que quero comprar de novo, e aproveitar pra fazer umas sessões mais completas de reiki, porque só tenho feito o equilíbrio dos chakras, meditar um pouco, cuidar de dentro.

9. Livros, filmes e Youtube

No meio disso tudo, quero escolher um livro pra ler (ou reler), ver uns filmes, tomar uns vinhos e testar receitas novas, ouvir música, procurar coisas novas no Youtube pra achar formatos legais de vídeos e coisas do tipo.

coisas para fazer no carnaval juro valendo

10. Viver

No meio disso tudo, quero ir numa cachoeira, respirar ar puro, passear com Ozzynho, tomar sorvete, dançar, brincar com meus bichinhos, ficar perto das pessoas que gosto, “tomar sol”, falar besteira, dar risada, conversar muito com minha jabuticabeira (Namô me deu, tô bestinha, gente! hahahaha), fazer mais dessas coisas simples, mas que me fazem tão bem.

Ah, e tentar gravar vídeo disso tudo, vamos ver! hahaha

E vocês, o que estão pensando em fazer no carnaval?

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

Página 1 de 612345
O que você acha do JV?
Amo as dicas, resenhas...enfim, tudo aqui no JV é um serviço público e de grátis rsrs , sigo as dicas da Ju e até hoje…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Ontem foi dia de comida Mexicana, que por sinal foi tudo  MARAVILHOSOOO!! 😍😍
Me apaixonei por cada detalhe do restaurante, e a comida nem se fale. Oh vontade de ir todo dia. Posso produção?  Kkk 
Quem ainda não conhece, vale muito sair da rotina e entrar no clima do El México. 😆😆 #Mexicana #ComidaMexicana #ElPaso #TudoMaravilhoso #JuroValendo #AmeiDemais #ElMexico
  • Cabelo hidratado e outra história!!!! Obg @cabeleireira.migropimetadora 😘😘 #cacheadasdoinstagram #blogbellealmeida #cachos
  • Estoque renovado! Não sou muito de usar acessórios, sou bem básica nesse quesito, mas anéis são um fraco!
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo