05.06.2017

Kanechom Jaborandi Creme Condicionante Fortificante

Marminino, e não é que Kanechom caiu na boca do povo? Tá chovendo pedido de resenhas das máscaras da marca, que vêm no potão de 1 kg e custam uma pechincha, e fui tirar a prova dos nove logo com a Kanechom Jaborandi, que diz ser um creme condicionante fortificante.

Bora conferir se a bichinha é isso tudo mesmo? Bora!

Creme Kanechom é bom?

De acordo com o rótulo, “o Creme Capilar Condicionante Fortificante Kanechom a base de rico extrato vegetal suaviza os cabelos, favorecendo o fortalecimento dos fios, além de hidratar os cabelos, proporcionando brilho natural.”

creme kanechom jaborandi

Ele pode ser usado como tratamento rápido, deixando agir por 2 minutos e enxaguando em seguida, ou como um “banho de creme”, deixando agir nos fios por 30 minutos com uma touca de alumínio ou toalha morna envolvendo os fios.

A fórmula é bastante simples e, de ativos de tratamento, conta com pantenol, o velho e bom Bepantol, e extrato de jaborandi, que tem ação revitalizadora e, supostamente, atua como tônico capilar, estimula a circulação local e ajuda na queda dos fios, além de doar brilho.

Já li  algumas vezes que essa ação estimulante capilar do extrato de jaborandi deve-se a presença do cloridrato de pilocarpina, que age na circulação periférica e na nutrição do bulbo capilar, tonificando e favorecendo a circulação. Mas, não sei quais as concentrações que garantem essa ação, e se os produtos capilares com jaborandi usam o ativo nas concentrações ideais.

creme kanechom jaborandi

Contudo, considerando o preço do produto e a composição, a gente já sabe que não deve esperar milagre, né? Mas eu testo na fé, gente, vou sem preconceito nenhum e, ó, já me surpreendi muitas vezes, viu?

Hidratação Kanechom Jaborandi: Resenha

A embalagem é plástica, conta com tampa de rosquear e vem com 1kg de produto. A textura é cremosa e não muito densa, ele é bem amarelado e, com o uso constante, pode interferir na pigmentação do loiro (nada que um desamarelador não resolva!). O cheiro não é meu preferido da vida, mas não causa desconforto, até porque não permanece nos fios.

Descolori o cabelo recententemente, então é óbvio que ele está mais fragilizado, ressecado e poroso, o que deve ser levado em conta na avaliação do produto, né? E, surpreendentemente, achei a ação condicionante dele muito boa!

creme kanechom jaborandi

Ele espalha facilmente, dá pra enluvar direitinho e os fios meio que “chupam” o produto, sabe? Segundos depois o cabelo está “derretido” de tão macio e com a textura muito mais suave ao toque.

Não tenho paciência pra deixar agir por 30 minutos, o máximo que consigo são 10 minutinhos minguados mesmo, e, quando deixo agir por esse tempo uso uma touca daquelas de alumínio. Adoro!

Faz diferença, e já falei sobre isso por aqui, sobretudo nos produtos de fórmula mais simples, porque o abafamento acaba facilitando a penetração do produto, e aí os resultados são melhores.

Mas, tenho usado mesmo é como condicionador, deixando agir rapidinho ali no banho, e o efeito “amaciante” é ótimo. Ele não pesou nem deixou os fios oleosos. Ao contrário, achei que o cabelo ficou soltinho e mais alinhado, sem ficar murcho.

creme kanechom jaborandi

Não tenho como avaliar muito a ação fortificante, porque não uso o produto como uma máscara de tratamento, mas sim como condicionante, um”amaciante capilar” mesmo, sabe? Mas, se fosse você, não esperaria muita coisa nesse sentindo não, sobretudo a curto prazo.

Preço e onde comprar

No mais, tem um excelente custo-benefício (custou R$5,95), um ótimo rendimento, e se o intuito for suavizar os fios ele compensa muito. Vale o teste!

É vendido em farmácias e mercados, e se você já testou esse ou algum outro produto da marca, conta aqui pra gente!

Quer ver mais resenhas de produtos bons e baratos? Clica aqui que tem um monte de opção!

Beijos, Ju

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo




30.05.2017

Mechas Loiras: Preparação e Passo a Passo da Minha Cor

E esse vício chamado cabelos loiros, hein? Todo dia quero uma coisa diferente, e umas duas semanas atrás, quando fui retocar a raiz, resolvi fazer uma coisa um pouco diferente… Um ombré hair “do meu jeito”, com mechas loiras em todo o cabelo, só que em maior quantidade e mais claras nas pontas, com a frente bem iluminada e as mechas da raiz começando de locais diferentes, pra não ficar muito marcado.

Não gosto de raiz escura, então o ombré “normal” não daria certo pra mim. Mas, ao mesmo tempo, queria algo que, mesmo com os fios bem claros, não me deixasse escrava do retoque, sabe? O Cleiton entendeu certinho como eu queria, jogou duro e gostei muito do resultado, muito!

mechas loiras

Cabelos com mechas loiras: a preparação

Já fiz muitos posts aqui falando da importância de preparar o cabelo para o processo de descoloração, já que ocorre uma perda grande de massa capilar, e o básico é reconstruir muito antes pra que o cabelo aguente no “durante” e não sofra tanto no depois.

Comecei a pegar pesado na reconstrução 30 dias antes, usando a cauterização de aminoácidos, mas a cauterização caseira dá conta do recado muito bem também. Usei muito Salva Fios nesse período, tanto que o cabelo ficou mais rígido, e um dia antes da descoloração fiz uma mistureba com o Salva Fios e o Novex Óleo de Coco, de Embelleze, apliquei no cabelo todo e sequei com o secador.

A coisa ficou “pesada” e só retirei no dia seguinte. Aí lavei os fios, apliquei bastante Salva Fios e fui fazer a descoloração.

Como fazer

Há anos faço as mechas “no papel”, e o Cleiton começou pela parte de baixo do cabelo. Uma coisa interessante é que dessa vez ele separava as mechas e usava uma espécie de pente pra “bagunçar” as mechas e só depois aplicar o descolorante, pois assim, segundo ele, a coisa não ficaria “marcada”, sabe?

É só separar as mechas e, com um pente mais fininho, puxar um pouco do cabelo pra cima, deixando meio “farofado”. Achei a coisa estranha, mas funcionou! rs

As pontas ficaram quase que completamente descoloridas e da metade pra cima a coisa foi suavizando mais, com a raiz um pouco mais escura, mas ainda loira, e com mechas que começavam lá de cima e não alguns dedos abaixo da raiz como é feito no ombré tradicional.

mechas loiras

Pra raiz ficar como eu queria, ele alternou a altura das mechas, sempre com aquele truque do pente, e quantidade de mechas aqui foi menor, e elas foram mais finas. A parte da frente ficou bem iluminada, com muitas mechas, alternando entre mais finas e mais grossas.

Além do descolorante, o mesmo de sempre, que tem que ser bom (faz toda diferença, já falei disso aqui!), ele usou o oxidante de 30 volumes, porque não queria abrir muito o tom.

E o Cleiton não remove o descolorante todo de uma vez. Ele vai por partes, começando pelos locais que receberam a mistura primeiro, então fico um tempão no lavatório, porque a diferença de tempo, por exemplo, da remoção da parte de baixo e da parte da frente foi de mais de 50 minutos.

Meu tom de loiro

Depois de remover o descolorante e lavar o cabelo,  o Cleiton “fez a cor” com a coloração 12.01 de Maxton, da Embelleze, que é o loiro extra claro platina.

Como meu cabelo é castanho escuro e “puxa” para o alaranjado com o tempo, optamos por um tom que, além de platinado, tivesse um fundo acinzentado (01) pra ajudar a neutralizar isso e manter a cor mais bonita por mais tempo, sabe?

No salão ele fez a tonalização da seguinte forma: misturou 1 tubo da tintura Maxton com o oxidante de 10 volumes, deixando agir 5 minutinhos e enxaguando em seguida. Se o loiro tivesse ficado alaranjado com a descoloração, ele usaria o oxidante de 20 ou de 30 volumes, mas aí dependeria do tom do cabelo, mas como a cor abriu bem, bastou o oxidante de 10 volumes.

banho de brilho para manter as mechas loiras

Para manter as mechas nesse tom, a cada 20 ou 30 dias, a depender do grau de oxidação, vou fazer um banho de brilho em casa com essa mesma coloração, e ele é super simples de fazer. Vou, inclusive, fazer com vocês lá no canal, tá? Não fiz ainda porque o cabelo não precisou,  (boa essa Maxton, viu? A cor continua bem intensa, mesmo lavando quase todo dia!).

Basta misturar 2 colheres de hidratação branca (tem que ser branca!), 2 colheres da coloração 12.01 Maxton (use o tom que você usou pra tonalizar) e 1 colher (das de sopa, em todas as medidas aqui) de oxidante de 20 volumes, e aplicar nos fios úmidos, após a lavagem com shampoo.

Aqui a gente vai aplicando de mecha em mecha, e como meu cabelo está mais claro na parte de baixo, vou começar por baixo (pontas, depois comprimento) pra deixar agir mais tempo (5 minutos), e só no final espalho na parte de cima, esfregando como se fosse shampoo por 1 minutinho, no máximo, e enxaguando em seguida.

Aqui é preciso ter o cuidado de não aplicar o banho de brilho na raiz escura e deixar agir, por isso o Cleiton orientou a usar apenas no final do processo e ir esfregando, sem pausar. Pra quem não tem muita habilidade com banho de brilho ou está com o cabelo mais danificado, é só usar o oxidante de 10 volumes (e aí dobra a quantidade para duas colheres).

mechas loiras

Feito isso, é só enxaguar, aplicar alguma máscara mais emoliente e que, preferencialmente, tenha alguma ação reconstrutora e pronto, o cabelo fica com o tom “vivo” novamente.

Ah, vale lembrar que essa receita é a “base”, mas se o seu cabelo for maior, menor, mais cheio ou menos cheio, as quantidades variam, tá?

Eu não fico sem banho de brilho, já falei por aqui várias vezes, inclusive, justamente porque o loiro oxida muito facilmente, sobretudo no meu caso, que moro numa cidade super quente e escovo o cabelo sempre, sabe? E o banho de brilho devolve aquele tom mais radiante de quando saímos do salão.

Cês gostaram da cor? Achei incrível, garrei amor nessa 12.01 da Maxton! E amei o efeito, bora ver como vai ficando com o passar do tempo, né?

Ainda essa semana mostro tudo que tô usando pra cuidar dos fios, e se tiverem alguma pergunta é só deixar nos comentários!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

15.05.2017

Foliculite no Couro Cabeludo: Como Tratar?

Tempos atrás fiz um post aqui sobre foliculite, e recentemente uma leitora comentou que tem foliculite no couro cabeludo e queria dicas de cuidados e tratamentos.

Expliquei que o correto é procurar um dermatologista para analisar o problema, porque todo tratamento precisa ser individualizado, mas prometi que faria um post sobre o assunto.

Mas o que é foliculite, afinal? É a inflamação, aguda ou crônica dos folículos pilosos, que estão espalhados por todo o corpo, exceto na palma das mãos, da “planta” dos pés e nos chamados locais de transição entre a pele e as mucosas. Ou seja, a foliculite pode surgir em qualquer lugar do nosso corpo onde existam pelos.

Mas, o mais comum é que ela apareça no rosto, nas axilas, no bumbum, nas costas, nos braços, na virilha e no couro cabeludo, que tende a melhorar com cuidados básicos de higiene, mas pode, em alguns casos, levar à perda definitiva dos pelos, além de cicatrizes que ficam pra sempre.

foliculite no couro cabeludo

É importante ressaltar que o problema pode acontecer com qualquer pessoa, em qualquer fase da vida, mas que é mais comum quando a nossa imunidade está baixa, quando estamos acima do peso e em negros e asiáticos.

Causas e fatores de risco

São muitas as causas da foliculite, e a principal delas é a infecção pelo Staphilococcus aureus (estafilococos), mas muitas outras bactérias, vírus e fungos podem ocasionar o problema.

Os folículos do couro cabeludo são mais densos, e quanto mais eles forem danificados, mais sujeitos a foliculite eles ficam. A transpiração excessiva no couro cabeludo (eu passo por isso!), as dermatites e outras condições inflamatórias no local, bem como feridas e uso contínuo de antibióticos podem afetar os folículos e, consequentemente, ocasionar a foliculite no couro cabeludo.

No caso da foliculite superficial, as causas estão relacionadas a falta de higiene, ao atrito causado pelo uso de chapéus e bonés, bem como o uso de algum produto, geralmente pomadas e cremes para tratar outros problemas no local. A foliculite profunda, por outro lado, é causada por uma infecção intensa nos folículos pilosos.

Como tratar foliculite no couro cabeludo

O tratamento da foliculite no couro cabeludo passa por cuidados básicos de higiene e uso de antibióticos tópicos ou orais, a depender da gravidade do quadro.

Na foliculite superficial, quando a infecção está localizada na região de saída do pelo e os sintomas são pequenos pontos de pus com vermelhidão ao redor e bastante coceira, o mais comum é tratar com uma limpeza no couro cabeludo e aplicação de pomada antibiótica. Em alguns casos é indicado o uso de antibiótico de uso oral, mas essa é uma avaliação que somente um dermatologista pode fazer.

São recomendados os cuidados de higiene, como lavar os fios com regularidade e evitar o uso de bonés e chapéus, sobretudo quando há muita transpiração no local. É que esse ambiente quente, úmido e abafado é o palco perfeito para a proliferação de fungos.

foliculite no couro cabeludo

Imagens: Reprodução

O uso de compressas de água morna no local, usada várias vezes ao dia, ajuda na drenagem da pústula e acelera a recuperação. A higiene local geralmente é feita com água morna e sabonete antisséptica, e a região deve ser enxuta com uma toalha descartável.

No caso das foliculites profundas, como as decalvantes, onde é comum a presença de crostas, bolhas de pus, vermelhidão, edemas, dor, queloides e alopécia (o cabelo cai no local), o tratamento envolve, geralmente, a limpeza local e o uso de antibióticos, que vai variar a depender da bactéria que causou a infecção.

Esse tipo de foliculite pode destruir o folículo piloso, por isso a alopécia, e deixar cicatrizes. Existem casos, quando os nódulos são maiores, de drenagem aspirativa da secreção e intervenção cirúrgica.

Foliculite Dissecante

Esse é um tipo mais raro de foliculite, é crônico e apresenta um processo inflamatório intenso. É comum aparecerem nódulos, abscessos e fístulas que ocasionam a queda dos fios e o surgimento de cicatrizes hipertróficas, o famoso queloide.

O tratamento é feito com antibióticos, que serão determinados pelo antibiograma, e em alguns casos a associação com a isotretinoína apresenta bons resultados. Em alguns casos, os mais graves, há a indicação de excisão cirúrgica, drenagem e radioterapia. Aqui, a cicatrização com alopecia definitiva é, infelizmente, a regra.

O importante, em qualquer dos casos de foliculite no couro cabeludo,  é procurar ajuda médica assim que os sintomas surgirem  para evitar problemas maiores.

Alguém já passou por isso? Divide aí com a gente!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

12.05.2017

Novex Plástica Reconstrutora Anti-Age

Dia desses a Mirna, uma leitora linda, comentou lá no Instagram que sentia falta de produtos para cabelos envelhecidos, porque sim, o cabelo também envelhece, e fui logo testar o Novex Plástica Reconstrutora Anti-Age, da Embelleze, que é um tratamento rejuvenescedor para os fios.

Cabelo envelhece mesmo?

Pra quem acha que essa história de que cabelo envelhece é balela, já aviso que não é! A “juventude capilar” é dos 18 aos 30 anos”, fase em que os fios tendem a ter um diâmetro maior, a serem  mais grossos, volumosos e bonitos. A partir dos 30 anos os fios começam a enfraquecer gradativamente, e no início da menopausa eles têm uma perda grande de qualidade e quantidade.

Novex Plástica Reconstrutora Anti-Age

Isso, em grande parte, está relacionado com os nossos hormônios, vez que a medida que a nossa produção hormonal começa a declinar, os folículos vão produzindo fios mais finos, e eles tendem a ser mais ressecados e sem brilho.

Além disso, com o passar dos anos nosso metabolismo desacelera, a microcirculação local é reduzida e as trocas celulares que ocorrem entre o couro cabeludo e o fio do cabelo também decaem, e aí a raiz não consegue mais trabalhar na mesma intensidade, o que prejudica o crescimento e a composição do fio.

Associado a isso, tem a queda da produção de sebo, o que deixa o cabelo mais ressecado, opaco e quebradiço, coisa que piora ano após ano, já que a oleosidade natural é essencial para a vitalidade do cabelo. Quando ela começa a ficar deficiente, a raiz passa a produzir um fio de cabelo mais fino e frágil,  e esse é um dos motivos pelos quais a quantidade de cabelos vai reduzindo ano após ano.

Novex Plástica Reconstrutora Anti-Age

Mas, o envelhecimento capilar pode não ter a ver com a idade em alguns casos, e uma menina de 18 anos pode ter o cabelo velho, sabia? Para entender isso melhor, sugiro ler esse post aqui.

Cremes podem ajudar?

Ou seja, tem que cuidar sim, gente! A parte hormonal e de metabolismo não dá pra tratar com produtos capilares, óbvio, mas a reposição de óleos, de proteínas, aminoácidos, vitaminas e antioxidantes dá sim! E a proposta da Novex Plástica Reconstrutora Anti-Age é justamente essa,  tratar essa parte para evitar o ressecamento, a falta de brilho e a quebra.

A fórmula, que é enriquecida com ativos nutritivos e reconstrutores, conta com óleo de camélia dourada, aquele que as japonesas usam há seculos para cuidar dos fios. Esse óleo é rico em ômega 3 e vitamina E, tendo uma ótima ação antioxidante, reparadora, protetora, rejuvenescedora e nutritiva.

Novex Plástica Reconstrutora Anti-Age

Resenha e Como Usar

A embalagem é plástica, tem tampa de rosquear e vem com 1 kg de produto. Ele é branco, então não interfere na pigmentação dos fios, e o cheiro é suave. O pH é de 3,4, o que indica uma ótima ação seladora.

Ele pode ser usado como máscara de ação rápida, e aí é só aplicar nos fios levemente enxutos, deixando agir por 3 minutos e enxaguando em seguida, e pode deixar agir mais tempo, 10 minutos, para um efeito mais profundo.

Mas, mais legal ainda é seguir o ritual de tratamento rejuvenescedor que vem indicado na embalagem, lavando os fios com o shampoo de sua preferência e enxaguando abundantemente em seguida. Depois a gente remove o excesso de umidade, aplica a Plástica Reconstrutora Anti-Age em todo o cabelo, preservando a raiz, e deixa agir por 10 minutos.

Novex Plástica Reconstrutora Anti-Age

Nesse passo eu gosto de dar uma secada nos fios, com secador mesmo, e colocar uma touca pra abafar o produto, mas cada um faz como gostar mais.

Depois é só enxaguar e aplicar aquele leave-in Blindagem Novex que falei aqui ano passado, lembram? Ele é um achado e deixa o resultado ainda melhor!

Novex Plástica Reconstrutora Anti-Age: Resultados

Usando rapidinho, por 3 minutos, o resultado é de nutrição reparadora mais leve. É ótimo, inclusive, pra selar os fios, porque deixa o cabelo bem alinhado. Quando a gente deixa agir mais tempo o efeito é melhor, sinto os fios ainda mais alinhados, só que mais soltinhos, macios e sedosos ao toque.

Novex Plástica Reconstrutora Anti-Age

Já o tratamento rejuvenescedor é meu preferido, e o ideal, pra quem vai usar com o intuito de ajudar a prevenir o envelhecimento dos fios, como no meu caso,  é fazê-lo 1 vez a cada 15 dias, mais ou menos. Meu cabelo ganha mais brilho, as pontas ficam mais comportadas, o frizz diminui e ele fica bastante sedoso.

Pra quem quiser usar com o intuito de rejuvenescer os fios, combatendo o ressecamento, a opacidade e a quebra, o uso semanal é mais indicado. Se a intenção for usar para selar os fios ou como tratamento rápido, dá pra usar de 2 a 3 vezes na semana, dependendo do estado do cabelo.

Tenho gostado bastante nesses dois meses de uso e é uma ótima opção para quem quer uma ação mais seladora e pra quem já começou a ver os sinais do envelhecimento dos fios.

Preço e onde comprar

A Novex Plástica Reconstrutora é vendida em farmácias, mercados e lojas de produtos capilares, custa R$21,00, rende bastante e tem um excelente custo-benefício. Quem já testou? Conta aí o que achou!

E na próxima semana vou mostrar todos os produtos que tenho usado no cabelo, tá? Eita menino que cresce!

Beijos, Ju ♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Página 5 de 23734567
O que você acha do JV?
Amo as dicas, resenhas...enfim, tudo aqui no JV é um serviço público e de grátis rsrs , sigo as dicas da Ju e até hoje…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Antes de qualquer coisa, café! Força na peruca gente!!!! Bora fazer essa terça render 😘 #blogbellealmeida #bomdia #tercalinda (📸: @guedesmeg)
  • Planejamento atualizado, agora é botar em prática! Boa semana pra nós! 😘😘 #blogbellealmeida #mondayagain
  • Pela janela do carro e mesmo assim foi bonito de ver! #blogbellealmeida #pordosol #sunset
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo