03.08.2013

Vacina Contra a Leishmaniose Canina: Um Ato de Amor!

Essa semana postei no face o ” Atestado de Vacinação Contra Leishmaniose Visceral Canina”  de Ozzynho e a maioria absoluta das pessoas não sabia do que se tratava e nunca tinha ouvido falar dessa vacina, o que é um pena, porque vacinar o cão contra a leishmaniose, também conhecida como calazar, é absolutamente fundamental, já que essa é uma doença que vem se disseminando cada vez mais e que leva, aqui no Brasil,  ao sacrifício dos animais.

Ou seja, se o seu cachorro for picado pelo mosquito que transmite a doença, ele precisará, de acordo com a orientação oficial,  ser sacrificado. Então, a vacina contra a leishmaniose, além de um ato de responsabilidade que TODA pessoa que se dispõe a ter um animal precisa ter, é um ato de amor.

vacina contra o calazar, Calazar, leishmaniose canina

A vacina contra a leishmaniose não é gratuita (mas deveria!), infelizmente, e está disponível em clínicas veterinárias. Antes de vacinar o animal é preciso fazer um exame sorológico. Se o exame der negativo ou não regente, o animal poderá ser vacinado. Daí são necessárias três doses da vacina, com intervalos de 21 dias entre uma dose e outra, e anualmente você precisa revacinar o cão (1 só dose) .

Aqui em Jee não faz esse exame, então o sangue do Ozzynho foi “colhido” e enviado pra um laboratório lá em Vespasiano, Minas Gerais, e demorou uns vinte dias para que o resultado chegasse. Assim que chegou, ele tomou a primeira dose e agora, após as três doses, ele está protegido contra a doença (índice de proteção varia entre 92% e 95%), mas continuo usando a coleira que também ajuda a combater o calazar, que é a Scalibor.

vacina do calazar

Não dei essa vacina antes porque fiquei com medo depois que mais de 200 cachorros morreram aqui em Jee após tomar a vacina da raiva… A coisa nunca ficou bem explicada e ninguém nunca assumiu a responsabilidade, mas acho que teve algum problema na conservação do produto, sabe?

Só sei que fiquei com medo,  daí as vacinas principais, como a da raiva,  a  V10 (protege da cinomose, hepatite infecciosa, parainfluenza adenovirose, coronavirose, parvovirose e leptosprose) e a da giárdia eu fazia aqui com a veterinária dele, a Dr. Roberta (Fofa!), mas enrolava com essa, e seguia usando a coleira e uns  pour-ons repelentes, mas esse ano me senti segura e ele foi vacinado.

vacina leishmaniose canina

Me senti muito culpada de não ter vacinado antes, mesmo mantendo-o protegido de outras formas, porque, na verdade, a melhor forma de prevenir é vacinando. Agora ele já está devidamente vacinado, mas continuo usando a Scalibor (é a coleira branquinha), só porque eu sou neurótica e quero que ele fique o mais protegido possível.

Em relação ao sacrifício de cães infectados, eu só tenho a lamentar e me envergonhar, porque é sacrificar um animal inocente por um erro nosso, porque a partir do momento em que a gente sabe que existe a doença e que existem meios de prevenção, a única atitude aceitável é lançar mão desses meios de prevenção.

Ozzynho2

A “orientação” oficial do Ministério da Saúde e o Conselho Federal de Medicina Veterinária é a proibição do tratamento de animais infectados, o que é inaceitável, porque o animal não pode pagar pela omissão do dono e do Estado Brasileiro, que, aliás, concentra 90% dos casos da doença na América Latina. Ou seja, ao invés de implementar políticas públicas para acabar com a epidemia, o que é o mínimo esperado,  o Estado  simplesmente “manda matar”. Simples, não?

Enfim, o post foi só mesmo pra orientar vocês a procurarem um veterinário de confiança e vacinar seus cães o quanto antes!

Beijos

Ju




27.04.2013

Os Motivos Pelos Quais Eu Não Como Carne

Algumas meninas me perguntaram os motivos pelos quais eu não como carne, e resolvi fazer um post explicando.

Sim, eu adoro o sabor da carne, acho uma delícia e churrasco, pra mim, é a delícia suprema. Contudo, algumas vezes na vida parei de comer carne não por questões relacionadas à saúde, mas sim por uma questão que envolve a minha consciência.

Mas, como “fraqueza pouca é bobagem”, sempre voltei pra minha carninha básica de todos os dias.

vegetariano

Acontece que uma das coisas que eu mais busco na vida é estar consciente o tempo todo, fazendo as coisas sabendo exatamente o que estou fazendo e  quais serão as consequências disso pra mim e para os outros. E, justamente por isso, eu não consigo mais comer carne. Vontade eu tenho, às vezes, mas daí me lembro (olha a consciência aí!) do que exatamente eu vou comer e a vontade passa.

Eu acredito que todos os animais são sencientes, e isso, aliás, já foi declarado por um grupo de neurocientistas na The Cambridge Declaration on Consciousness. Nesse manifesto, os neurocientistas declararam que todos os mamíferos, todas as aves e diversos outros animais possuem consciência, sentem dor, sofrem, sentem prazer e percebem o mundo ao seu redor.

Como vocês sabem,  eu tenho o Ozzynho, que é o amor da minha vida, que é meu amigo, meu companheiro, minha fonte de carinho, de alegria, de amor… Quem quiser que ache loucura ou exagero, mas ele me entende mais que qualquer outra pessoa, ele percebe tudo, ele percebe quando alguém gosta dele, quando alguém não gosta, ele sente sim as coisas, pode sentir de forma diferente de mim, mas ele sente.

E, como todo mundo sabe, em muitos países as pessoas comem cachorros, do mesmo jeito que nós comemos carne de vaca, peixe e galinha,  que sentem tanto quanto qualquer outro animal. E isso me desespera enormemente.

meditação osho

Por isso, eu, Ju, não consigo mais contribuir pra que isso continue. Isso não quer dizer, claro, que eu vá condenar quem coma. Jamais, até porque, sou partidária de Evelyn Beatrice Hall quando diz que “Eu não concordo com uma palavra do que você diz, mas defenderei até a morte o direito de dizê-las” (essa frase  foi atribuída a Voltaire, mas em verdade é da Evelyn).

Minha mãe come carne todos os dias, se esbalda, e pra mim é a coisa mais natural do mundo, porque cada um tem  o direto de fazer as suas escolhas e nós temos o dever de respeitá-las, assim como queremos que as nossas sejam respeitadas.

Só que, pra mim, uma pessoa que tenta, todos os dias, evoluir, que tenta se manter consciente, que tem um caminho espiritual baseado na meditação, na compaixão, na sensibilidade, e que, justamente por isso, se torna cada vez mais sensível, é extremamente difícil conseguir me alimentar de carne animal.

Eu não sou vegetariana, embora possa ser definida como tal, eu sou uma pessoa que medita, então o não comer carne acaba sendo um sub-produto disso. O desejo é, na verdade, não consumir/utilizar  qualquer tipo de produto de origem animal, simplesmente porque não há razões para isso.

Osho certa vez disse algo que me chocou muito, e isso, aliás, tá gravado na minha mente:

Osho Vegetariano

Então, é por isso que não como carne, e espero que chegue logo o dia em que eu não consuma nenhum produto, de nenhum tipo, que seja de origem animal.

Pra quem interessar, acho que esse é um  texto que vale ser lido: O horror por trás dos matadouros.

Beijos

Ju

05.04.2013

Seu Cachorro Tem Medo De Fogos? Eis a Solução!

Quem me acompanha no Face sabe que  sou a feliz mamãe de um Staff Bull Terrier de três aninhos, o Ozzynho (depois mostro ele aqui!), que é um cão dócil, meigo, carinhoso,  tranquilo e corajoso, mas que MORRE de medo de fogos. Ele é assim desde pequenininho, e, aliás, qualquer barulho mais alto faz com que ele fique  assustado, mas quando se trata de fogos, comuns por aqui, sobretudo no mês de junho, por causa dos festejos juninos, ele se desespera, treme muito e tenta se esconder em qualquer local onde se sinta “protegido” do barulho.

Muita gente acha que é besteira, mas o fato é que o animal entra em pânico, podendo sofrer convulsões e paradas cardiorrespiratórias, por exemplo. Por isso, é muito importante, nesses momentos, manter o animal em local seguro, o mais longe do baralho possível e tranquilizá-lo.

Seu Cachorro Tem Medo De Fogos?

Já soube de um caso em que o dono deixou o animal, que estava apavorado, acorrentado (era um cachorro grande) do lado de fora da casa durante um campeonato de futebol (muita gente solta fogos!) e ele se enforcou com a corrente, tentando fugir. Sim, o cachorro entrou em pânico e se enforcou sem querer, claro, então todo cuidado é pouco!

Seu Cachorro Tem Medo De Fogos?

Florais, Uma Opção Viável

Como eu sempre tomei florais, acostumei Ozzy a tomar também, e já começo a dar o floral três meses antes dos festejos juninos, porque o floral não age de imediato, mas a recomendação é iniciar o tratamento cinco dias antes (ok, eu sou exagerada, já sei!).  Sempre alterno entre a fórmula dos Florais de Bach e a fórmula da Bio Florais, que postei essa semana no insta.

A fórmula  recomendada do sistema de Florais de Bach leva Rock Rose, Mimulus, Rescue, Aspen e Cherry Plum, e deve ser formulada sem álcool ou glicerina. Já o floral da Bio Florais já vem pronto, o nome dele é MEDO (uso veterinário) e vende em farmácias de manipulação. Vale lembrar que essas fórmulas servem tanto para cães quanto para gatos.

Acepran, Uma Opção Possível

Dr. Roberta Macêdo, a veterinária de Ozzynho, receitou pra ele o Acepran, que é um tranquilizante veterinário. Não usei ainda porque não vi necessidade, mas, segundo ela, esse remédio, que é em gotas, funciona muito bem. A única ressalva que eu faço é não sair medicando o animal aleatoriamente. Esse tipo de medicamento, apesar de não precisar de receita, deve ser indicado e ter o uso acompanhado por um veterinário, pra garantir a segurança do seu bichinho.

Nem ia postar sobre ele aqui, mas achei melhor fornecer a informação para que vocês possam conversar com o veterinário responsável pelo bichinho de vocês sobre a possibilidade (ou não) de administrar esse remédio em casos de medo exagerado.

Beijos

Ju

15.03.2013

O que saber antes de ter um cachorro

Ter um animalzinho em casa  é muito mais do que ter um animal de estimação. Os animais são, atualmente, verdadeiros membros das famílias, e, além de companheiros, exigem companhia, carinho e comprometimento.

Quando fiz 2 anos de casada, quis muito um cachorrinho e comprei uma filhote de Shih Tzu. Sim, isso mesmo, eu comprei. Eu sei que tem uma infinidade de cachorros para serem adotados, que raça não importa, que a compra de animais fomenta um comércio, mas eu queria uma Shih Tzu, pois, pesquisando na internet, verifiquei que era as características da raça eram as que mais se adequavam às limitações da minha casa. Moro em um condomínio de casas, então o cachorro não poderia ser barulhento, nem de porte grande, são exigências do condomínio.

Como sobraria apenas um pequeno quintal, tinha quer ser um cachorro que conseguisse viver dentro de casa e em pequenos ambientes. Na pesquisa do Google, aparecia o Shih Tzu.

Eu me apaixonei no mesmo instante em que vi a carinha da Una (de única)!

UNA

Mas além de alimentar, escovar, dar banhos semanais e água, os cães desta raça exigem grandes cuidados, assim como qualquer outro cão. Por isso, antes de adotar ou comprar um animal, tenha em mente que:

  • Ele deverá tomar, no mínimo, 3 doses de vacina que combatem várias doenças. A Una tomou 3 doses de V10. Alguns veterinários aplicam 4 doses;
  • Vermifugar e aplicar a vacina antirrábica anualmente é obrigatório;
  • Animais muito peludos (Shih Tzu, Lhasa Apso, dentre outros) necessitam ser escovados diariamente e tosados esporadicamente;
  • Limpar olhos e ouvidos é obrigatório;
  • Alimentar e trocar a água várias vezes ao dia também é obrigatório;
  • Os animais precisam passear todos os dias, caminhar com eles alivia o estresse;
  • Animais exigem diariamente muita atenção, amor, carinho, cuidado e dedicação.

UNA1

Caso você não consiga cumprir estes itens (que não únicos), é melhor esperar um pouco mais para ter o seu pet.

Beijos,

Página 3 de 3123
O que você acha do JV?
Amo as dicas, resenhas...enfim, tudo aqui no JV é um serviço público e de grátis rsrs , sigo as dicas da Ju e até hoje…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Planejamento atualizado, agora é botar em prática! Boa semana pra nós! 😘😘 #blogbellealmeida #mondayagain
  • Pela janela do carro e mesmo assim foi bonito de ver! #blogbellealmeida #pordosol #sunset
  • Chás para o cabelo! By @ohhlollas
#cabeloslindos 
#cabelossaudaveis 
#jurovalendo 
#sejoga
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo