25.11.2016

Pregnenolone: Pra Melhorar Memória e Concentração

Quando comecei a tomar Pregnenolone (ou pregnenolona), em junho, comentei no Instagram, e também em posts aqui no blog, e desde então muita gente vem perguntando o que é, pra quê serve, se funciona e coisas do tipo.

Esperei um tempo maior pra falar dele por aqui porque, nesse caso, é preciso dar tempo pra ver os resultados, pra analisar tudo direitinho, sabe? Mas a hora chegou, então vamos lá! rs

Pregnenolone: O que é?

O pregnenolone é um hormônio extremamente importante para o nosso organismo, já que ele é o precursor de outros hormônios adrenais e sexuais importantes, como a testosterona, o estradiol, a progesterona e o DHEA, por exemplo.

É através da conversão do colesterol em pregnenolone que ocorre a síntese de muitos hormônios, e por isso ele é chamado de “hormônio mãe”, porque é a partir dele que muitos outros são gerados.

pregnenolone pregnenolona

Além disso, ele também atua como antagonista do GABA, um neurotransmissor inibitório.  Ao impedir a ligação do GABA aos seus receptores, o pregnenolone impede a sua ação inibitória, reduzindo, dentre outras coisas, a lentidão mental.

Pregnenolone: para que serve?

Existem vários estudos sobre esse hormônio, e o que se sabe, a princípio, é que ele tem um efeito bem importante em várias funções do sistema nervoso.

Um estudo de alguns anos atrás, por exemplo, confirmou a sua capacidade de reduzir o risco de demência, de melhorar a memória e, ao mesmo tempo, aliviar a ansiedade e combater a depressão, de forma que manter os seus níveis adequados  é um fator essencial para o bem-estar cognitivo.

Um outro estudo, de 1992, associou o pregnenolone ao desenvolvimento neurológico, psiquiátrico e também a alguns distúrbios comportamentais, ressaltando seu papel na manutenção e estímulo da memória.

Além disso, existem estudos em andamento que analisam a sua importância em doenças como o Alzheimer, a esclerose múltipla e outras doenças neurodegenerativas e autoimunes relacionadas ao sistema nervoso, vez que ele melhora a função cognitiva, sobretudo em pessoas mais velhas, aumenta os níveis de acetilcolina e estimula o crescimento de nas células nervosas que estão relacionadas a memória e ao aprendizado.

No meu caso, o uso foi indicado por dois motivos. Primeiro porque, como vocês sabem, meus níveis hormonais, depois de 18 anos usando pílula de forma contínua, estavam extremamente baixos, e como ele é o precursor de vários desses hormônios, melhorar os seus níveis poderia ajudar nisso.

Segundo porque tenho déficit de atenção e queria reduzir a dosagem do Venvanse, e como ele ajuda na questão da memória e do raciocínio, poderia ser mais um auxílio.

Pregnenolone: como usar?

Hormônio, como já disse aqui várias vezes, não é brincadeira e ninguém deve tomar de forma aleatória, sem indicação e acompanhamento médico. Não pode, gente, de jeito nenhum, porque assim como pode fazer bem, se utilizado quando necessário e da forma indicada por seu médico, pode fazer mal, e isso é coisa séria.

A dosagem oral varia de 5 a 100 mg diários, e em casos muito específicos essa dosagem pode atingir até 500 mg por, via de regra, 30 dias, mas isso só quem pode determinar é o seu médico.

Existe também o uso tópico, o acetato de pregnenolone, indicado para o rejuvenescimento cutâneo na concentração de 0,5%.

No meu caso, uso uma cápsula de 50 mg por dia, uma dosagem que respeita a produção natural do corpo. E uso em conjunto com o DHEA, também em doses fisiológicas.

Pregnenolone: quem pode usar?

Quem  tiver indicação médica, lógico! rs Além disso, é contra-indicado para gestantes, lactantes, crianças e adolescentes. Pacientes com câncer, doenças hormônio-sensível e pessoas com histórico de convulsões também não devem tomar.

pregnenolone pregnenolona

Os efeitos colaterais, quando utilizado com orientação médica, são raros. O mais relatado é a rachadura cutânea, que desaparece com a interrupção do tratamento.

Pregnenolone: resultados

Os resultados, no meu caso, começaram a aparecer cerca de 30 dias após o início da suplementação, e de forma leve. Meu humor melhorou, mas observei que o efeito foi maior quando tomado em conjunto com o DHEA, e hoje tomo todos juntos (pregnenolone, DHEA e DMAE).

A memória e a rapidez no raciocínio também melhoraram, tanto que comentei aqui em um post que consegui reduzir a dosagem do Venvanse, mas isso aconteceu mais ou menos 3 meses após o início do tratamento. Noto, também, que minha concentração melhora para as coisas que eu normalmente teria dificuldade em me concentrar (quem tem TDAH vai entender).

Agora em dezembro vou refazer todos os meus exames hormonais, e aí faço um post por aqui contando os resultados nesse aspecto, tá?

Enfim, pra mim tem compensado muito. Não é nenhuma varinha de condão, lógico, e os efeitos surgem com o tempo, mas surgem e, no meu caso, são de grande ajuda, então vou continuar tomando até quando o médico mandar rs.

Pregnenolone: quanto custa e onde comprar

Uso o da Vitacost, que vem com 90 cápsulas e sai por R$100,00. Esse é vendida em lojas de suplementos, mas acredito que possa ser manipulado, até porque já vi fórmulas específicas com esse hormônio.

No geral, nutrólogos e médicos ortomoleculares são mais “abertos” ao uso do pregnenolone que, como já disse antes, jamais deve ser usado sem orientação e indicação médica.

O intuito do post foi, apenas, contar um pouco da minha experiência com o uso, e se notar algum outro efeito, volto pra contar, tá?

Se alguém aqui já fez uso, conta pra gente como foi!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

20.11.2016

3 Chás Que Ajudam A Emagrecer

Adoro chá (menos o de boldo haha), tomo desde pequena, e bem sei que, como são diuréticos, eles dão uma forcinha na dieta. Por isso, aproveitei pra mostrar lá no canal 3 chás que ajudam a emagrecer, que são os que estou tomando no momento.

Chás que ajudam a emagrecer

Claro que nenhum chá vai fazer ninguém emagrecer, e acho importante deixar isso claro logo no início, porque tem gente que ainda se ilude, sabe? O chá pode ser um ótimo coadjuvante, pode ajudar sim a reduzir o inchaço e outras coisas mais, só que o trabalho duro quem tem que fazer é você.

chás que ajudam a emagrecer

Nenhum chá vai dar resultado sem uma alimentação equilibrada. Aliás, nada dá resultado se a gente não aprende a comer direito, né?

E tem que tomar todos os dias, incluir o bendito na rotina, ter disciplina, sabe? Disciplina, aliás, é essencial em qualquer dieta.

Outra coisa que acho bom avisar: chá também tem contra-indicação e não pode ser tomado aleatoriamente. Portanto, antes de tomar qualquer chá, converse com seu médico, nutrólogo, nutricionista, enfim, com alguém que possa te orientar direitinho.

Agora que já dei meus avisos (rs), vamos falar dos chás, né?

Chá de Cavalinha

Esse é meu companheiro das antigas e já falei dele algumas vezes aqui no blog.  É um diurético dos bons, ajuda a desintoxicar o organismo e tem bastante silício e enxofre, duas substâncias que são super boas para os cabelos e as unhas. Tem, inclusive, post sobre isso aqui ó: Extrato de cavalinha para o cabelo.

É o meu preferido, porque é suave, barato e ótimo pra fazer “suco de chá“, como expliquei nesse post aqui.

Chá de Casca de Noz Pecã

Tem gostinho amanteigado, ajuda a desinchar, a desintoxicar e a regular o intestino. Li várias coisas boas sobre esse chá, que é rico em antioxidantes, inclusive em relação a resistência à insulina, mas não vi nenhum estudo conclusivo sobre o assunto, então fico mesmo na parte básica, que é de coadjuvante na eliminação do excesso de líquidos, sabe?

Chá de Hibisco

Esse já é bem conhecido e,  além de diurético, dizem que ajuda também a reduzir a absorção de carboidratos e o acúmulo de gorduras.

Tenho tomado todos os dias, geralmente alternando, mas tem dias que misturo os três. Faço dois litros, e já me disseram que é muito, mas como tomo bastante café o dia todo, tô tentando substituir um pouco do café pelos chás.

Tem gente que só toma em jejum ou antes das refeições, mas eu tomo sempre que tenho vontade mesmo, tenho muita regra pra isso não, viu?

E gosto dos resultados, acho sim que ajuda a eliminar o excesso de líquidos e dar uma desinchada, coisa que percebi ainda mais no período menstrual.

Falei mais sobre cada um deles no vídeo, e quero muito que vocês me ajudem com os vídeos da dieta, porque não sei exatamente o que vocês querem saber. Portanto, avisem nos comentários, tá? Vai ajudar demais!

E se você toma algum chá com essa mesma finalidade, conta aí pra gente!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

14.11.2016

Sobre Parar de Tomar Anticoncepcional: 9 Meses Depois

No final de outubro fez 9 meses que resolvi parar de tomar anticoncepcional, e de lá pra cá tantas coisas mudaram que nem sei como começar.

Hormônio, com certeza, é uma coisa que mexe muito com a gente, e a queda deles, por causa do uso prolongado da pílula (no meu caso), afetou absurdamente a minha vida em vários níveis.

Não demonizo a pílula, jamais faria isso, mas se soubesse antes o que sei hoje, se tivesse sentido na própria pele, teria procurado outras opções.

parar de tomar anticoncepcional

Porque sim, a parte boa é maravilhosa, não dá pra negar. Mas quando a conta chega o preço, pra mim, é alto demais pra pagar. Algumas coisas eu nem percebi o quanto estavam erradas, porque foram tantos anos naquele ritmo que a gente  acaba acreditando que “é assim”, sabe?

E não, não é.

O apetite pela vida que tenho hoje, nunca tive antes, em nenhum momento. Nunca me senti tão viva. Nunca senti tanto, aliás.

Sobre Parar de Tomar Anticoncepcional: 9 Meses Depois

Tem a parte ruim? Claro. Tô muito mais sensível que sempre fui, e vejo isso claramente em determinada época do mês. Engraçado isso porque eu, que sempre fui mais “linear”, agora tenho fases, as coisas “ondulam”, por assim dizer. Mas isso, de certa forma, é bom.

Me conheço mais, entendo mais claramente os sinais do meu corpo e me sinto muito melhor, mesmo com a pele mais oleosa, e o cabelo também.

Ainda estranho não querer esganar o mundo na TPM e, ao invés disso, entrar na melancolia, coisa que nunca foi uma característica minha. Ainda tô aprendendo a lidar com isso, a ter mais paciência comigo e a não tentar  passar por cima desse tipo de sensação, de sentimento.

Cada pessoa, com certeza, reage de uma forma a suspensão do anticoncepcional,  e como meus hormônios estavam completamente fora de controle, todos extremamente baixos, senti muito mais a mudança nas atitudes e sensações que na parte física. Porque sim, seus hormônios mandam em você, vai por mim!

Tô repondo os hormônios, fazendo todo o acompanhamento médico e, sinceramente, não cogito, nem por um segundo, a hipótese de voltar a tomar pílula anticoncepcional, como expliquei no vídeo abaixo.

Quero fazer um segundo vídeo sobre isso respondendo as dúvidas de vocês, então deixem aqui nos comentários, tá? E acompanhem tudinho lá no Youtube (se inscreva aqui), porque a grande maioria dos vídeos não aparecem por aqui.

Alguém aqui já suspendeu o anticoncepcional? Como foi? Divide aí com a gente, é sempre bom saber! E já fiz város posts sobre isso aqui, ó:

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

07.11.2016

Dieta Low Carb: Como Fazer e o Que Comer

Sim, voltei a fazer dieta, e dessa vez a coisa é completamente diferente. Estou fazendo a dieta low carb, com restrição de carboidratos, que é a mais indicada pra mim.

Resolvi esperar um pouco até falar sobre isso por aqui porque essa não é a minha primeira dieta, vocês sabem, mas será a última, juro valendo.

Dieta Low Carb Funciona sim!

Falei um pouco sobre isso no último vídeo, e com certeza farei muitos outros vídeos com cardápios, receitas, relatos e tudo o mais. Mas, o mais importante é que entendi que a mudança principal tinha que ser feita na minha cabeça, era interna.

Sim, eu tenho problemas de saúde que levam ao aumento de peso. Tenho resistência à insulina, deficiência de cortisol (fadiga adrenal crônica) e preciso repor todos os dias um monte de hormônios. Mas a coisa vai além disso…

Eu estava engolindo sentimentos, frustrações e todas as coisas que não sabia como reagir, e falei bastante sobre isso no vídeo abaixo.

Hoje vamos falar, de forma resumida, como funciona a dieta low carb, tá? Não dá pra entrar em muitos detalhes em um só post, cês sabem. Mas, muitos outros virão! Porque sim, dessa vez eu tô focada como nunca estive. E centrada também.

dieta low carb: como fazer?

Na dieta low carb é bastante simples: a gente come uma menor quantidade de carboidratos e aumenta a ingestão de proteínas e gorduras boas. O importante aqui é reduzir o açúcar, os doces e o amido, e passar a comer “comida de verdade” ao invés de alimentos ricos em calorias vazias e pobres em nutrientes.

Ao contrário da grande maioria das dietas, na low carb ninguém passa fome. Você pode comer até que esteja satisfeito, não existe limite de quantidade e não precisa contar calorias. E isso, sinceramente, é essencial pra mim! Não nasci pra passar fome, muito menos pra viver de folha de alface. Sinto muito, mas não dá! rs

Simplificando, é assim: quando a gente ingere uma quantidade menor de carboidratos, os níveis de açúcar no sangue estabilizam e os níveis de insulina são reduzidos. Isso aumenta a saciedade, aumenta a queima de gordura e facilita a perda de peso. E sim, isso é comprovado por diversos estudos científicos.

Pra quem acha que essa é uma dieta difícil e que não pode comer nada, sinto informar que a coisa é bem diferente! No próximo vídeo faço um apanhado detalhado de tudo o que pode e não pode, mas hoje vou falar resumidamente por aqui, tá?

dieta low carb

Dieta low carb: o que comer?

Pra começar, pode comer carnes de todos os tipos, todos, inclusive a gordura das carnes e o bacon. Crustáceos e frutos do mar também estão liberados. Ah, quando falo em carne, é “carne de verdade”, o que não inclui salsicha, nuggets e a grande maioria das linguiças, que são cheias de amido.

Eu como carne de soja, mas em quantidade bem reduzida. E como ovos, muito, de todas as formas! Ah, e amo ovo de codorna! Como ovos com queijo no café da manhã, e adoro a pizza de ovo que vivo postando lá no Instagram!

Também pode-se comer verduras/ vegetais como tomate, couve, repolho, brócolis, couve-manteiga, escarola, chuchu, palmito, quiabo, vagem,  abobrinha, pimentão, cebola, pepino, espinafre, berinjela, alface, couve-flor, azeitona, aspargos, rúcula e agrião.

E é bom evitar aipim (mandioca), batatinha, cenoura, beterraba e milho, ao menos até chegar no peso que você considere ideal, pois eles são ricos em carboidratos.

E gorduras boas estão liberadas: o organismo precisa delas e o nível de saciedade aumenta. Eu, por exemplo, amo manteiga e não abro mão. Pode-se usar, também, azeite de oliva, óleo de coco, óleo de abacate e banha de porco, dentre outros.

Nozes, amêndoas, macadâmia, castanhas diversas e pistache também são permitidas, e amo torrar a semente do cacau pra beliscar quando tô com vontade de chocolate.

dieta low carb

Muita gente come também amendoim e manteiga de amendoim, que tem mais carbo que as nozes, por exemplo, mas do amendoim não sou fã… Vou procurar a manteiga! Ah, e na dieta paleo não pode amendoim, mas paleo é diferente de low carb em várias coisas, e quem quiser entender direitinho, esse post explica muito bem.

Frutas e laticínios: pode?

Na dieta paleo original, os laticínios não são recomendados, mas a minha dieta é a low carb, e muitos deles são low carb. O ideal é optar sempre pelos integrais, evitar produtos com “sabor” (iogurte de morango, por exemplo), adoçados e sem gorduras.

Como bastante queijo, sobretudo os amarelos, já que os queijos brancos, normalmente indicados em dietas de emagrecimento, contém uma maior quantidade de lactose, que é o açúcar do leite.

Creme de leite e nata também consumo bastante, e quando for comprar o creme de leite, olhem a quantidade de carboidrato no rótulo. A versão em lata da Nestlé é a que costumo usar, porque a versão em lata costuma ter menos carbo que a versão de caixinha. Ah, e tenho usado cada vez mais nata pra fazer molhos ou gratinar verduras.

No caso do leite, é preciso saber dosar bem, pois ele possui bastante lactose, que é o açúcar do leite. Evito ao máximo.

As frutas, via de regra, devem ser evitadas, já que são ricas em frutose (carboidrato). As que mais consumo são coco e abacate, que têm poucos carboidratos, além de morango. Nunca vi essa recomendação, mas consumo, vez ou outra, maracujá, que tem pouquinho carboidrato (4,21 gramas, sendo que 1,9 é de fibras e 2,02 é de açúcar).

Falei do básico aqui, mas existem outros alimentos permitidos. Alguns são menos conhecidos, menos utilizados, por isso não foquei neles. Mas, no próximo vídeo faço uma lista completa!

dieta low carb

Dieta Low Carb: o que não comer

Açúcar de qualquer tipo, doces, sucos, chocolates, pães, tortas, sorvetes, biscoitos,  achocolatados, bolos, mel, caldo de cana,  massas, cereais matinais, mingau, arroz e batatas não devem ser consumidos na dieta. E não importa se é integral ou não, não pode do mesmo jeito.

Farinha de trigo, de mandioca e de tapioca, bem como qualquer coisa que seja feita com essas farinhas devem ser evitadas. Leguminosas também devem ser evitadas, por serem ricas em carboidratos, inclusive feijão e lentilha. A quinoa deve ser evitada na fase de perda de peso, mas pode ser consumida depois.

Sobre o depois, aliás, eu falo no momento certo, tá? É que algumas coisas podem ser reinseridas aos poucos, após a perda de peso.

Margarina deve ser excluída da sua vida, não só por causa da dieta low carb, mas porque é péssima para a saúde.

Cerveja não pode, e bebidas como o uísque, conhaque, vodka e vinho (seco) podem ser consumidos com (muita) moderação.

No caso do chocolate, o que pode, em pequenas quantidades (30g por dia), é o amargo, com mais de 70% de cacau, mas vou ensinar pra vocês duas receitas que mostrei lá no insta que matam a vontade de doce e levam só óleo de coco, cacau em pó e semente de cacau (pode ser castanha também).

Água, água aromatizada, café e chá, sempre sem açúcar, também estão liberados, claro.

dieta low carb

Como começar, cardápios e outras dúvidas

O básico, pra mim, é começar cortando o açúcar e as massas, que são os mais problemáticos. Depois é ir se adequando aos poucos, sabe? Cada um tem um ritmo, e é preciso respeitar isso.

Dá pra fazer muita receita, muitos pratos deliciosos e ninguém precisa passar fome, o que acho essencial. Não dá pra falar de cardápio, porque apesar de ser considerada uma dieta, a Low Carb é muito mais um estilo de alimentação. Contudo,  já tô me organizando pra montar um post aqui com tudo o que comi em uma semana completinha.

O post ficou imenso e tem muita coisa pra ser falada, então a gente conversa mais nos outros posts e vídeos, tá? Acompanhem lá no canal que vou postar mais por lá sobre isso, e vou mostrar minhas refeições todas no Instagram (@jurovalendo).

Podem deixar as dúvidas nos comentários que faço vídeos respondendo tudo! Ah, aproveita e se inscreve logo lá no canal que tá rolando vídeo todos os dias!

E muito obrigada por cada mensagem de apoio no youtube e nas redes, foi (e é!) muito importante pra mim. Obrigada por estarem sempre comigo. Sempre torcendo, sempre apoiando, sempre junto. Obrigada por serem as melhores leitoras que eu poderia ter… Obrigada!

Beijos, Ju

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Página 2 de 2412345
O que você acha do JV?
Amo as dicas, resenhas...enfim, tudo aqui no JV é um serviço público e de grátis rsrs , sigo as dicas da Ju e até hoje…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Ontem foi dia de comida Mexicana, que por sinal foi tudo  MARAVILHOSOOO!! 😍😍
Me apaixonei por cada detalhe do restaurante, e a comida nem se fale. Oh vontade de ir todo dia. Posso produção?  Kkk 
Quem ainda não conhece, vale muito sair da rotina e entrar no clima do El México. 😆😆 #Mexicana #ComidaMexicana #ElPaso #TudoMaravilhoso #JuroValendo #AmeiDemais #ElMexico
  • Cabelo hidratado e outra história!!!! Obg @cabeleireira.migropimetadora 😘😘 #cacheadasdoinstagram #blogbellealmeida #cachos
  • Estoque renovado! Não sou muito de usar acessórios, sou bem básica nesse quesito, mas anéis são um fraco!
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo