14.04.2013

Amores Impossíveis – Tati Bernardi

Conheci esse texto como sendo da Tati Bernardi (Tati, se não for seu, mil desculpas!), o gênio da raça, mas não tenho certeza pois não encontrei referências na net. De qualquer forma, o texto é ótimoooo e vale a leitura!

“Desculpem o trocadilho infame, mas a vida é feita de altos e baixos. Altos, fortes, morenos, sensuais, possíveis e aquele baixinho, meio esquisito, que não sai da sua cabeça.

Impressionante como a gente sofre por nada.

Um cheiro que mexe com você, um jeito de olhar contido, uma ideia inteligente, várias na verdade. Não, não é nada disso, a gente sofre é pela impossibilidade.

Amores impossíveis

Desde que o mundo é mundo não há nada mais afrodisíaco do que a proibição.

E se a Julieta tivesse visto o Romeu acordar com mau hálito? E se o Romeu descobrisse o chulé da Julieta? Convivência é foda.

Pois é, aquele baixinho esquisito não pertence ao grupo dos amores possíveis, a graça dele pode durar uma eternidade, dependendo do seu grau de estupidez criativa. Ele não quer nada com você, já tem alguém, pertence a um caminho que passa longe do seu, sabe cumé? Pertence ao campo dos idealizados, sonhados e distantes, o que faz dele enorme, lá no pedestal.

amor não correspondido

nada melhor do que as lacunas da improbabilidade para esquentar uma paixão. Nessas lacunas você tem espaço para criar a história como quiser, ganha poder, inventa. Ele é seu, seu personagem. Nesses espaços livres você coloca todos os seus sonhos, toda a sua imaginação. Cenas completas com fundo musical e palavras certas, finais e desfechos inesperados. Quando você menos espera, ele faz mais parte da sua vida do que você mesma.

Mas a realidade aparece mais cedo mais tarde, vem como uma angústia. Parece vontade de fazer xixi, mas é tesão reprimido. Tesão reprimido deve dar câncer. Era só um cara interessante, agora pode te matar.

Pronto, você está apaixonada. E a paixão tem suas etapas. Primeiro a negação: eu apaixonada? Imagina. Ele é impossível, nunca vai me dar bola, muito menos duas com o que eu quero no meio. Depois a maximização: ele é mais inteligente, mais bonito, mais engraçado. E todos os mais possíveis para que ele seja mais desafio para você, mais inveja para as suas amigas, se você aparecer com ele na festa, mais fadinhas dançantes para fazer cosquinha no seu ego problemático.

Captura de tela inteira 14042013 135036

Daí é a vez da “superlativização”: em vez de ser mais, ele é “o mais”, o mais fodido, o mais inteligente e o mais gostoso. E você está a um passo do endeusamento: “ele é único”, aí “fodeu”! Se ele é único, ele é a sua única chance de ser feliz. E, se ele não quer nada com você, você acaba de perder a sua única chance de ser feliz.

Bem-vinda à depressão.

Como você é ridícula, amor platônico é para adolescentes. Lá fora há milhares de possibilidades de felicidade, de felicidades possíveis. De realidade. E você eternamente trancada na porta que o mundo fechou na sua cara. Fazendo questão de questionar e atentar o inexistente. Vá viver um grande amor.

Captura de tela inteira 14042013 134939

Olha, faça um favor para mim, antes de tremer as pernas pelo inconquistável e apagar as luzes do mundo por um único brilho falso, olhe dentro de você e pergunte: estupidez, masoquismo ou medo de viver de verdade?”

Desculpem os “palavrões” e bom domingo!

Ju

07.04.2013

Fome de Sucesso – Yehuda Berg

Até  pouco tempo atrás não tinha a menor noção de quem era Yehuda Berg, que me foi “apresentado” por Waldemar Falcão, músico, escritor e, na minha opinião, um dos maiores e melhores astrólogos do país.

Mas, ainda bem que agora já sei quem é e posso  aproveitar um pouco de sua sabedoria, e, claro, dividir com vocês! Não sei o que vocês acham desse tipo de post, se gostam ou não, mas alguns textos são tãooooo interessantes que não resisto e acabo compartilhando! Olhem só:

fome sucesso

“Não precisa muito para constatar que talento e capacidade inata têm pouco a ver com o sucesso nesse mundo. Alguns dos maiores escritores nunca chegaram à lista dos mais vendidos, enquanto os cantores mais talentosos continuam sem cantar. Um atleta que nasça com habilidades incríveis pode nunca chegar a ser um profissional. 

A diferença entre aqueles que desfrutam do sucesso em suas áreas de atuação e o resto de nós é: Desejo

Faça-se as seguintes perguntas: quanta fome você tem de melhorar? De que tamanho é seu apetite para ter mais? O que você está disposto a fazer para transformar seus sonhos em realidade? … Com que intensidade você quer tudo isso?

Captura de tela inteira 07042013 201714
Se você olhar para qualquer pessoa que admire e que esteja no topo – o melhor dentre os melhores e as lendas que o tempo não esquecerá – todos possuem uma coisa em comum: estavam dispostos a fazer o que fosse necessário para chegar lá.

Os antigos kabalistas também eram assim. Suas vidas eram vividas para um propósito. Eles sabiam que revelar o potencial da nossa alma é que revela felicidade pura.

Todos nós estamos famintos de sucesso, mas ao invés de fazermos o trabalho necessário para que as coisas aconteçam nas nossas vidas, encontramos meios de preencher o vazio. É mais fácil passar uma hora na frente da televisão do que estudar. É mais fácil dormir alguns minutos a mais do que ir à academia ou meditar de manhã. É mais fácil sair com os amigos do que dedicar nossa noite a completar um projeto.

Captura de tela inteira 07042013 201847

Nada que vale a pena ser feito é fácil – mas pergunte a qualquer um que tenha experimentado o sucesso e eles dirão que o trabalho duro sempre vale a pena. 

Ao invés de preencher o vazio, mantenha sua fome. Quando você mantém sua fome, nada pode impedi-lo de revelar o seu melhor… Nada.”

Inspirador, não?

Beijos e uma semana de muito SUCESSO pra todas nós!

Ju

07.04.2013

Modo de Usar-se

Textinho maraaaaa da Martha Medeiros pra encerrar (ou não) o domingo!

“Coitada, foi usada por aquele cafajeste”.

Ouvi essa frase na beira da praia, num papo que rolava no guarda-sol ao lado. Pelo visto a coitada em questão financiou algum malandro, ou serviu de degrau para um alpinista social, sei lá, só sei que ela havia sido usada no pior sentido, deu pra perceber pelo tom do comentário. Mas não fiquei com pena da coitada, seja ela quem for.

auto estima feminina

Não costumo ir atrás desta história de “foi usada”. No que se refere a adultos, todo mundo sabe mais ou menos onde está se metendo, ninguém é totalmente inocente. Se nos usam, algum consentimento a gente deu, mesmo sem ter assinado procuração. E se estamos assim tão desfrutáveis para o uso alheio, seguramente é porque estamos nos usando pouco.

Se for este o caso, seguem sugestões para usar a si mesmo: comer, beber, dormir e transar, nossas quatro necessidades básicas, sempre com segurança, mas também sem esquecer que estamos aqui para nos divertir.

530704_492179087473116_472478435_n

Usar-se nada mais é do que reconhecer a si próprio como uma fonte de prazer.

Dançar sem medo de pagar mico, dizer o que pensa mesmo que isso contrarie as verdades estabelecidas, rir sem inibição – dane-se se aparecer a gengiva. Mas cuide da sua gengiva, cuide dos dentes, não se negligencie. Use seu médico, seu dentista, sua saúde.

Use-se para progredir na vida. Alguma coisa você já deve ter aprendido até aqui. Encoste-se na sua própria experiência e intuição, honre sua história de vida, seu currículo, e se ele não for tão atraente, incremente-o. Use sua voz: marque entrevistas.

223491_485374251522444_1472368576_n

Use sua simpatia: convença os outros. Use seus neurônios: pra todo o resto.

E este coração acomodado aí no peito? Use-o, ora bolas. Não fique protegendo-se de frustrações só porque seu grande amor da adolescência não deu certo. Ou porque seu casamento até-que-a-morte-os-separe durou “apenas” 13 anos. Não enviuve de si mesmo, ninguém morreu.

Use-se para conseguir uma passagem para a Patagônia, use-se para fazer amigos, use-se para evoluir.

tumblr_lf0kwpQfCn1qgpmc0o1_400

Use seus olhos para ler, chorar, reter cenas vistas e vividas – a memória e a emoção vêm muito do olho. Use os ouvidos para escutar boa música, estímulos e o silêncio mais completo. Use as pernas para pedalar, escalar, levantar da cama, ir aonde quiser. Seus dedos para pedir carona, escrever poemas, apontar distâncias. Sua boca pra sorrir, sua barriga para gerar filhos, seus seios para amamentar, seus braços para trabalhar, sua alma para preencher-se, seu cérebro para não morrer em vida.

Use-se. Se você não fizer, algum engraçadinho o fará. E você virará assunto de beira de praia.

Bom domingo e beijos

Ju

O que você acha do JV?
Depilação Perfeita: o guia! 8 Dicas para escolher o sutiã perfeito! Mega Hair Saudável: 5 Dicas Certeiras Como ter mais qualidade de vida? Tenha pique extra já! Como acabar com a insônia? Rituais de Prosperidade pro Ano Novo Ceia da Virada pra um ano Incrível!