22.06.2018

Na Amazônia Com Natura Ekos

Quem me acompanha no Instagram sabe que no início do mês fui pra Amazônia com Natura Ekos. E foi uma viagem tão incrível, em tantos níveis, que me impactou de tantas formas, que quero muito compartilhar aqui com vocês.

Apesar de já ter estado em lá antes, também com a Natura Ekos, fui totalmente aberta, com olhos curiosos de criança, sem certezas, pra descobrir outras Amazônias, diferentes das que vi antes, e conhecer a vida, a realidade e o trabalho de dezenas de pessoas, desde a coleta das sementes até o produto final, com o compromisso, firmado comigo mesma, de compartilhar com vocês o que vi, vivi e senti por lá.

Além da equipe da Natura, foram 3 criadores de conteúdo (eu, a Gabi e a Maju), 1 jornalista (a Camila, da Glamour), a Vivi, que trabalha no envasamento dos produtos, na fábrica da Natura em Cajamar, e a Paula, consultora da marca há mais de 25 anos.

Achei isso bem incrível, porque é importante que toda a rede veja, com os próprios olhos,  como a coisa funciona, sabe?

amazônia com natura ekos UEBT juro valendo

1º Dia: Oi Macapá!

Chegamos por Macapá e fomos conhecer o Marco Zero do Equador, que eu morria de vontade de conhecer, porque, gente, ele marca a passagem exata da linha do Equador, que divide o planeta em hemisfério norte e hemisfério sul.

É, literalmente, o “meio do mundo”, e ainda volto lá no Equinócio, que é quando o sol alinha-se perfeitamente ao círculo do monimento e projeta sua luz sobre a linha imaginária do Equador.

Macapá, mal te conheço mas já te amo!

De lá fomos de voadeira até o Furo do Periquito, na Ilha das Cinzas, Arquipélago de Marajó, uma “viagem” de quase 3 horas,  e vi o pôr-do-sol mais lindo da minha vida. Que lugar!

Mais que recebidos, fomos acolhidos pelo pessoal da Comunidade Ataic, e me emocionei muito ouvindo as história daquelas mulheres, coisa que daqui a pouco converso com vocês.

Dormimos no barco e, mesmo sem mala (ficou em Belém, mas a equipe da Natura conseguiu pegar e levar pra mim na manhã seguinte), foi tudo ótimo.

Ah, falando em equipe, é impressionante como todas as pessoas que estavam lá, que trabalham com a linha Ekos, têm a “cara” da marca… A Malu, a Moira e a Vivi são três lindas, do tipo que dá vontade de colocar na bolsa e trazer pra casa hahaha.

E o Zé Neto, cujo depoimento está na próxima imagem, é uma daquelas pessoas que, além de fazer um trabalho lindo nas comunidades,  só de ficar perto a gente se sente em paz.

amazônia com natura ekos UEBT juro valendo

2ª Dia: Ataic, Biodiversidade e Natura Ekos

Acordamos cedo, tomamos um café caprichado na Ataic e fomos de voadeira até a casa de Dona Meires, que é completamente sustentável.

Tem placas de energia solar, um sistema de saneamento básico adaptado para áreas de várzea criado pela Embrapa, e água tratada. Ah, e claro que também tem o tesouro da casa: a máquina de fazer açaí! hahaha

E como dona Meires não é fraca, na frente da sua casa tem um dos rios mais lindos desse mundo, e o quintal é nada menos que a floresta Amazônica, com toda a biodiversidade preservada.

São centenas de árvores e frutos diferentes, e é notável o incentivo e o trabalho constante que a Natura Ekos faz na conscientização da importância de preservar a biodiversidade.

Antes da criação da linha de Murumuru, que adoro, essa árvore era considerada uma praga e simplesmente descartada, já que tem muitos espinhos. Com a linha de murumuru ela passou a ter valor perante a comunidade, passou a ser preservada e a gerar renda para inúmeras famílias.

Outro exemplo é a madeira da ucuuba, que há décadas é vendida para ser transformada em cabo de vassoura. Ainda existe muito comércio ilegal, mas depois da criação da linha de Ucuuba ela também passou a ser valorizada e preservada, pois seus frutos garantem renda e, consequentemente, melhoria de vida pra muita gente.

amazônia com natura ekos UEBT juro valendo

Esse dia me marcou profundamente, porque em um lugar onde, tradicionalmente, a “voz” é masculina, pois deles vem o sustento da família, o protagonismo é totalmente feminino.

Na Amazônia de Josi, da Ataic, a voz é das mulheres. A liderança e a liberdade de escolha também. E tudo isso está relacionado com a coleta das sementes, que é o que garante trabalho e renda para essas mulheres e vem, sem meias palavras, transformando suas vidas.

Foi lindo ver o orgulho de cada uma contando suas histórias. Foi emocionante ouvir, e ver em cada olhar, como esse trabalho tem feito diferença para elas, para seus filhos, suas famílias, suas comunidades…

Mas também pra erradicação da pobreza local, pra redução da desigualdade, para um melhor acesso a saúde e educação e para a formação e fortalecimento de lideranças femininas e um avanço enorme em relação a igualdade de gênero.

amazônia-com-natura-ekos-1

3º Dia: Abaetetuba e Cofruta

Em Abaetetuba fomos conhecer alguns sistemas florestais de terra firme. Ou, melhor dizendo, a Amazônia de seu Elias, de seu Raimundo e de se Luís, dono do igarapé mais lindo da região.

Seu Elias, que é do Paraná, contou que quando chegou por aqui, 20 anos atrás, tudo era pasto. Mas ele construiu outra história. Plantou centenas de árvores de todos os tipos em “seu quintal”, que “voltou a ser um pedaço da floresta”.

E no quintal do seu Elias tem mais árvores e frutos que já conheci em toda a minha vida, assim como no de seu Raimundo e seu Luís, que seguem apostando na preservação da biodiversidade.

E sabe o que é interessante? É que a equipe da Natura que estava conosco conhecia cada uma daquelas pessoas. O relacionamento é muito próximo, coisa que vocês podem notar claramente nas palavras do Zé Neto, logo acima.

Depois de conhecer um pouco mais dessa Amazônia, fomos para a Cofruta, a Cooperativa de Fruticultores de Abaetetuba, que compra, por um preço justo,  as sementes e frutos dos comunitários e os transforma em óleos e manteigas, o que gera benefícios para toda comunidade.

amazônia com natura ekos UEBT juro valendo

4º Dia: Ecoparque

No último dia fomos pro Ecoparque, que fica em Benevides, e atua de forma muito firme em relação a sustentabilidade.

Lá tem placas solares, sistema de captação de água da chuva, jardim filtrante (fiquei impressionada!), uso de energia geotérmica, muito verde e um cheiro maravilhoso!

O mais legal é que toda a produção da fábrica, de mais de 200 milhões de barras de sabonete por ano, é feita por mãos paraenses. E isso, claro, garante mais desenvolvimento, emprego e renda para a região.

Terminei a viagem imensamente feliz pela oportunidade de conhecer tantas pessoas, lugares e histórias, de ver de perto toda a cadeia de produção e saber que uma marca que amo e uso há tantos anos realmente se compromete, e de forma humanizada,  a construir um mundo melhor.

E a gente também pode fazer isso, melhorando a nossa relação com nós mesmas, com o outro, com o ambiente no qual estamos inseridos e com o todo. Já pensou nisso? Tenho pensado cada vez mais!

Pra quem quiser ver mais da viagem, tem muita coisa salva nos destaques do Instagram, em Amazônia, tá?

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

16.06.2017

Guia de Viagem: Foz do Iguaçu

Mês passado fui pra Foz do Iguaçu a convite do Tarobá Hotel e voltei já planejando a próxima ida, porque, gente, aquilo é bom demais!

Fui com minha mãe, que é bióloga e queria muito conhecer as cataratas, e o pessoal da Combo Iguassu preparou um roteiro na medida pra atender as minhas necessidades e as dela, e, ó, deu pra fazer muita coisa em 4 dias, viu? Fizemos vários passeios, demos uma surtada básica no Paraguay e mainha queria trazer a feirinha de Puerto Iguazú toda! Ô pessoa pra gostar de azeite e azeitona, viu? hahaha

O que fazer em Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu tem muitos lugares incríveis, para todos os gostos, e amei todos os lugares que fui, todas as experiências que tive. Todos os passeios foram organizados pela Combo Iguassu, e no site deles dá pra fazer tudinho. Qualquer coisa procurem por Morgana, melhor pessoa, melhor fotógrafa, melhor companhia!

foz do iguaçu

Cassino Iguazu Grand Club

Sobre o cassino preciso dizer que adorei até o momento em que estava ganhando. Quando comecei a perder fiquei retada e queria brigar com a máquina! hahaha Nunca tinha “brincado” nessas maquininhas e achei o ambiente bem legal: iluminado, com bom atendimento, boa localização e serviço de qualidade.

Vale ir pela diversão mesmo, e a galera de exatas pode se dar melhor que eu, que só sei jogar xadrez e buraco! rs

Parque das Aves

Que lugar lindo, gente, sério! Fiquei enlouquecida com a quantidade de aves, com o tanto que elas são bem cuidadas, com todo o trabalho que é feito ali, sabe? Muitas das aves e outros animais que estão ali foram resgatados, e recriaram ali um ambiente seguro, com uma estrutura imensa (mata nativa) que é similar, na medida do possível, ao ambiente natural de cada um desses animais.

Fica pertinho do Parque Nacional do Iguaçu, onde ficam as cataratas, é só atravessar, e é um dos maiores parques de aves da América Latina, com um trabalho bem legal de conservação e procriação de diversas espécies.

foz do iguaçu parque das aves

O passeio dura, em média, 2 horas, e além de aves vivem lá borboletas e répteis. Lá dentro do parque tem lanchonete, uma no meio da trilha, e uma loja de lembranças.

Da próxima vez quero muito fazer a Forest Experience, com visita a uma aldeia Guarani, e o Backstage Experience, onde a gente vivencia os bastidores, alimenta animais e aprende mais sobre  o trabalho de conservação e de recuperação que o Parque das Aves realiza.

Pra saber mais sobre o Parque das Aves é só clicar aqui.

Cataratas do iguaçu

Saindo do Parque das Aves, fomos para as Cataratas do Iguaçu, e fiquei feliz de ver como o local tem uma estrutura super boa, é organizado, limpo e funcional. Dá pra conhecer o lado brasileiro e o lado argentino, mas fomos apenas no lado brasileiro, que é um absurdo de tão lindo!

Lá dentro tem hotel, estacionamento, centro de visitantes, passeios diversos, lojas de lembranças, praças de alimentação e ônibus internos que nos leva até o início da trilha para acesso às quedas d´água. recomendo roupas leves, calçado confortável e capa plástica, inclusive para celular/câmera, porque vai molhar tudo!

O passeio dura, em média, 2 horas, com trilha no meio da mata e vários espaços para observação das cataratas, sendo que o mais próximo que a gente chega das quedas d´água é na garganta do diabo. Molha tudo, mas vale muito, aquilo é deslumbrante demais. Surreal, de verdade!

Quando terminamos o passeio fomos almoçar no Porto Canoas, mas falo dele em Onde Comer, tá?

Se quiser saber mais sobre as Cataratas do Iguaçu, com todos os detalhes dos passeios, clique aqui.

foz do iguaçu macuco safari cataratas do iguaçu

macuco safari

Saindo das cataratas, fomos fazer o Macuco Safari, um passeio fascinante e muito divertido! A coisa começa com uma trilha na mata atlântica, que é feita em carretas puxadas por carros elétricos. Fiquei louca pra ver as onças que aparecem por ali, mas elas se esconderam de mim hahaha.

Durante todo o percurso os guias falam sobre os animais e plantas que existem ali, e passam todas as informações necessárias para o passeio. A segunda etapa, de 600 metros, pode ser feita a pé ou de carro elétrico, e escolhemos ir andando mesmo, pois dá pra ver a cachoeira Salto Macuco, muitos animais silvestres e plantas de todo tipo.

Quando chegamos no “cais”, escolhemos se queremos fazer o passeio molhado ou seco, e é claro que quis o molhado, né? Tô gripada até hoje, mas valeu cada segundo!

Subimos o rio, atravessando o cânion, em barcos infláveis, e durante o trajeto dá pra ver bem de pertinho a paisagem, a força daquelas águas. Aí vem a parte “com emoção”: o barco se aproxima das quedas d´água e o “banho de cachoeira” é sensacional, gente, lava o corpo e alma!

Saí de lá “nova”, e encharcada, claro! haha Mas, feliz em ter vivenciado tudo aquilo. Foi maravilhoso!

Pra saber mais sobre o Macuco Safari clique aqui.

Marco das três fronteiras

Não esperava muito do Marco, mas amei tanto, gente! Ele foi completamente revitalizado e, basicamente, é composto por três estruturas, uma em Foz do Iguaçu, uma em Ciudad del Este e outra em Puerto Iguazú, cada uma com as cores da bandeira de cada país.

As construções homenageiam as missões jesuíticas, e durante o passeio noturno tudo fica tão iluminado e lindo, sabe? Amei a apresentação de dança que teve lá, mostrei tudo no Stories, inclusive, a música e a parte “histórica”, que eu adoro. Lá também tem um restaurante bem legal, o Cabeza de Vaca, mas, já sabe, falo dele no “onde comer”, tá?

Vale muito ir durante a noite ou no fim da tarde pra ver o pôr do sol e ficar pra jantar. Ah, e na lojinha tem vários presentinhos legais, inclusive meu vício: moedas! Pra saber mais sobre o Marco das três fronteiras é só clicar aqui.

Itaipu Binacional

Esse passeio foi pra minha mãe, que tinha muita vontade de conhecer a Usina de Itaipu, e fiquei chocada com o tanto que aquilo é grande e lindo! A Itaipu Binacional é a maior usina hidroelétrica em produção do mundo, e tudo lá é imenso.

Existem vários passeios diferentes lá (visita panorâmica, iluminação da barragem, o refúgio biológico, o ecomuseu, o polo astronômico e o Kattamaram), e fizemos o circuito especial, onde visitamos a sala de controles, a galeria dos geradores, a catedral da usina, vimos os condutos forçados e o eixo da turbina em funcionamento, além de irmos no mirante central e contemplarmos o vertedouro da usina, que é imenso e, por sorte, estava aberto, o que garantiu um espetáculo de águas. Sério, é muitaaa água, gente!

Compensa muito, e na próxima vez quero ver a iluminação da barragem e fazer o passeio do Kattamaram! Para saber mais sobre os passeio na Usina de Itaipu clique aqui.

foz do iguaçu usina de itaipu binacional

Mesquita

Passamos rapidamente pela Mesquita, que é bem bonita, e logo em frente tinha uma loja de doces árabes de babar! Achei bem legal ver como pessoas de religiões e culturas tão diferentes convivem bem em um mesmo ambiente, sabe? Vale a visita!

foz do iguaçu foz do iguacu

Templo Budista

Meu último passeio em Foz foi o templo budista e, gente, senti uma paz tão grande… Que lugar lindo! É tudo tão silencioso, tão natural, é tanta paz que senti o divino em cada pedacinho daquele lugar.

Acendi meus incensos, fiz meus pedidos, comprei um monte de coisinhas na lojinha que tem lá, e voltei pra casa com um quentinho no coração, uma sensação boa de conexão comigo mesma, com a luz que habita em mim, sabe? Lógico que quero voltar!

Compras Paraguai

Tivemos pouco tempo no Paraguai, queria uma semana inteira, mais ou menos, sabe? Tem muita coisa e preços super bons, gente, dá pra pirar!

Vi muita publicidade da Monalisa e do Shopping Ciudad Del Este lá em Foz do Iguaçu, mas conversando com o pessoal de lá me indicaram o Shopping China pra comprar eletrônicos e a Casa Americana. Como tinha pouco tempo, priorizei esses dois!

A Casa Americana fica num shopping logo após a ponte da Amizade, a direita da aduana paraguaia. É uma loja grande, com uma variedade boa de cosméticos, perfumes, acessórios e coisas para casa. Comprei produtos de marcas do Paraguay, porque queria conhecer mesmo, e de marcas como Givenchy e Dior, e achei os preços bem bons.

Como tínhamos pouco tempo, saímos da Casa Americana e fomos pro Shopping China. Enlouqueci nos eletrônicos. Lá é um pouco mais caro que o comércio de rua, claro, mas a gente tem certeza que as coisas são originais, né?

Contudo, os preços são infinitamente melhores que aqui no Brasil e só não comprei mais eletrônicos porque fiquei com receio de ser parada. Pois é.

Tem também muitos cosméticos, perfumes, produtos de cabelo, beleza, maquiagem e roupas, e eu fiz a festa! Usei basicamente dólar, mas aceitava a moeda brasileira em todos os lugares que fui.

Compras na Argentina

Duty Free Shop Puerto Iguazú

Assim que chegamos, no primeiro dia,  fomos para o Duty Free Shop Puerto Iguazú, na Argentina, que fica logo após a Ponte da Fraternidade. Morgana, da Combo Iguassu, foi conosco, e os clientes do Hotel Tarobá têm transporte gratuito pra lá.

foz do iguaçu foz do iguacu

O lugar é bem grande, tem uma ótima estrutura e uma variedade imensa de bebidas, cosméticos, perfumes, eletrônicos, roupas, brinquedos e um monte de coisinhas pra comprar. Dá pra surtar legal!

Os preços são bem bons e os produtos importados são originais, então a gente compra com mais tranquilidade, sabe? Lembro que lá aceita dólar e real, e recomendo dar um sumiço no cartão de crédito, porque a tentação é grande!

Ah, pra tudo vocês vão precisar de documento de identificação, e só tem validade lá a carteira de identidade e a carteira de motorista, então guardem direitinho. Eu perdi a minha por lá, claro (mas encontramos depois rs).

La Feirinha

Ainda em Puerto Iguazú, fomos na feirinha, que é um comércio popular de estrutura simples com uma variedade boa de queijos, azeitonas, azeites, temperos, doce de leite, produtos regionais e vários tipos de alfajor. Encontrei o branco e o preto da La Recoleta e comi de joelhos. Uma delícia!

As bancas ficam abertas o dia todo, até bem tarde, e fiquei surpresa em ver lojas funcionando normalmente às 11 da noite.

Por ali também tem algumas lojas de produtos de couro com bons preços, além de bares e restaurantes. Jantamos em um, aliás, que foi delicioso, mas já falo dele!

Onde Comer

foz do iguaçu foz do iguacu

El Quincho Del Tío Querido

Nossa primeira noite foi nesse restaurante, que fica em Puerto Iguazú e tem pratos diversos: carnes, massas e por aí vai. Ah, e tem vinhos e cervejas bem legais, viu? Voltei amando a tal da Patagônia, super saborosa!

O atendimento é ótimo e rápido, o ambiente é gostoso e acolhedor, a comida é das melhores e o preço é coerente com o ambiente. Quero voltar!

Pra conhecer mais do local, clique aqui.

Porto Canoas

Esse restaurante fica dentro do complexo das Cataratas e eu amei! A vista é incrível, o rio passa “embaixo” e dá pra ver tudinho cá de cima, sabe? Tem carnes, massas, grelhados, peixes, mariscos, saladas e um monte de coisas gostosas por R$59,00 por pessoa.

O ambiente é bem legal, a comida é gostosa, tem uma variedade razoável de pratos, o atendimento é super bom e o custo-benefício compensa. Recomendo!

Pra conferir mais um pouco do restaurante é só clicar aqui.

Restaurante Cabeza de Vaca

O Cabeza de Vaca fica no Marco das Três Fronteiras, tem um ambiente gostoso e aconchegante, ótimo atendimento, bons vinhos e pratos saborosos, embora o buffet não tenha muita variedade. Tem chopp artesanal delicioso e uma vista linda.

Ah, o nome do restaurante leva o apelido do espanhol Alvar Nunez, um desbravador espanhol que foi o primeiro homem branco a ver as cataratas do iguaçu, lá em 1542.

Churrascaria Rafain Show Iporã

Acho que é a churrascaria mais “típica” de Foz e estava lotada! Tem uma variedade bem boa de pratos, uma mesa imensa de sobremesas, uma cerveja artesanal “no ponto”, um bom atendimento e boa estrutura.

O show é bem turístico mesmo, com danças típicas de vários países, e o pessoal adora, todo mundo aplaudia muito, teve gente que subiu no palco, achei legal. Um lugar que quero voltar, com certeza! Pra conhecer um pouco mais clique aqui.

Onde Ficar: Hotel Tarobá

Foz do Iguaçu tem dezenas de hotéis e indico muito o que fiquei, o Tarobá Hotel. Fica em uma região central, com restaurante ao lado, fácil acesso a transporte público para todos os lugares, tem um café da manhã ótimo, com opções mais saudáveis e mais “gordices”, os quartos são bem confortáveis e preparados para receber idosos e pessoas com necessidades especiais, o que é essencial.

foz do iguaçu

O atendimento foi impecável, tudo é muito limpo e funciona super bem. É, inclusive, um dos hotéis econômicos de Foz do Iguaçu mais bem avaliados no Trip Advisor em, e tem a vantagem de oferecer vários passeios e ter uma agência que funciona lá dentro. Isso facilita tudo!

Pra conferir mais do Tarobá Hotel é só clicar aqui, e aqui dá pra ver as muitas opções de passeios da Combo Iguassu.

O que levar

Roupas e calçados confortáveis, além de repelente, são “de lei”, mas como a temperatura varia bastante é bom olhar a previsão do tempo para os dias em que você estiver por lá.

Em todos os lugares que fui a moeda brasileira era aceita, assim como o dólar, e o cartão de débito funciona de boa no Paraguai e na Argentina, desde que o uso internacional esteja liberado, o que varia a depender do cartão e do banco.

Ufa, o post ficou imenso, mas fiz muitas coisas nos 4 dias que fiquei lá e queria mostrar tudo pra vocês! E você, já conhece Foz do Iguaçu? Indica algum outro passeio imperdível? Quero saber!

E se quiserem mais guias de viagem, avisem aqui nos comentários!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

07.09.2016

Natureza Gera Beleza: No Pará com a Natura!

Quem me acompanha nas redes sociais (sou @jurovalendo em todasss rs) sabe que no finalzinho de agosto fui pro Pará com a Natura e voltei de lá apaixonada… Natureza gera beleza sim, gente, muita!

Apaixonada pelo lugar, pelas pessoas, pela música, pelas comidas, pelas bebidas (tinha que ter, né?rs) e pela linha que tem tudo a ver comigo e sempre foi a minha preferida da marca, a Natura Ekos.

pará natura natureza gera beleza

O objetivo da marca era apresentar o relançamento da linha Ekos, mas, pra mim, foi muito mais que isso. Foi um convite a viver a experiência da natureza que gera beleza e, assim, entender o quão verdadeiro isso é.

Mais que isso, foi mostrar a “proposta” de “consumir” uma beleza que gere mudanças e produza ecos enquanto cuidamos de nós e do mundo ao nosso redor.

Porque sim, gente, isso é possível. Sustentabilidade não é utopia, é um modelo de negócio extremamente viável, até porque a Natura não é uma ONG, é uma empresa, mas uma empresa que, de certa forma, foi no sentido contrário e apostou na ideia de manter a floresta viva, de pé.

Mas, vamos ao nosso diário de viagem, né? Foi muito legal e quero voltar outras vezes pra conhecer mais de Belém!

pará natura natureza gera beleza

1º Dia: Belém, sua linda!

Já cheguei em Belém me sentindo em casa… Ô cidade quente, meu Deus! Mas tenho certeza que esse calor todo é o dedinho do universo apontando para os sorvetes maravilhosos que tomei por lá.

Tomei de castanha, de açaí e de cupuaçu, mas queria mesmo era tomar um tiquinho de cada! hahaha

Conheci pouco da cidade porque já cheguei tarde e fui direto pro barco, que foi a nossa “casinha” nesses 3 dias incríveis.

Depois de deixar tudo organizado no barco, fomos jantar no Remanso do Bosque, um restaurante delicioso, com pratos incríveis e uma cerveja tão, mas tão gostosa que dá vontade de abraçar e não largar mais.

pará natura natureza gera beleza

E, falando nisso,  a manteiga de cupuaçu e o mousse de chocolate do Combú de lá é pra comer de joelhos e pedir bis um milhão de vezes!

A noite foi leve e gostosa, tinha um monte de gente legal, e eu, que sou tímida até a tampa, fiquei super à vontade. Praticamente um milagre, né? rs

2º Dia: Natureza Gera Beleza

Acordamos cedinho e navegamos por umas 3 ou 4 horas até a comunidade de Nossa Senhora do Bom Remédio, onde fomos recebidos com toda a alegria do mundo.

Começamos com o Carimbó, que já amo pra vida, tivemos um almoço delicioso e um creme de cupuaçu que nunca provei igual.

pará natura natureza gera beleza

E sim, provei o açaí, porque né, sou viciada nesse danado! A forma de consumo do açaí lá no Pará é bem diferente daqui, que mais parece um sorvete, mas é gostoso, sobretudo quando misturado com o creme de cupuaçu. Ah, é inevitável, pra mim, misturar as coisas, né? hahaha

Depois disso fizemos uma trilha pela floresta amazônica e, gente, zerei o ano! Sempre tive vontade de viver esse tipo de experiência, sempre quis colocar meus pezinhos na floresta e realizar isso com uma marca que gosto tanto foi bem especial.

A energia que existe ali é bem diferente…Tudo parece mais vivo, mais verde, mais feliz, e a gente sai renovado.

Outra coisa especial foi poder conversar com as pessoas da comunidade e ver como funciona o relacionamento deles com a marca, da marca com eles, e de todos eles (marca e comunidade) com a floresta, que é de respeito absoluto. Coisa bonita de ver, sabe?

pará natura natureza gera beleza

Foi bom ouvir, das pessoas que moram lá, que existe um esforço enorme da marca pra orientar escolhas e, de certa forma, educar em vários níveis. Árvores que antes eram cortadas por causa dos espinhos, como o murumuru, ou vendidas para serem transformadas em cabos de vassoura, hoje são preservadas e protegidas, de modo que suas sementes e frutos possam ser utilizados para dar origem aos produtos de beleza que a gente tanto gosta.

Outra coisa deliciosa foi ter tomado banho de rio ali, e a água estava tão gostosa não queria sair mais! E, falando em rio, fiquei apaixonada, gente! Nunca vi um rio tão absurdamente grande, do tipo que a gente não enxerga as margens… Natureza me deslumbra sempre, não tem jeito!

Depois do banho de rio fomos pra Abaetetuba acompanhar o processo de extração de óleos (amooo!). Em seguida tivemos um momento de relaxamento, com massagem com os produtos Natura Ekos, e aí fomos nos preparar pra uma noite divertidíssima!

Conhecemos as novidades da linha Ekos (aos poucos vou mostrando por aqui), pudemos entender melhor como tudo funciona e sanar dúvidas, jantamos e assistimos ao show da maravilhosa Dona Onete, que é poetisa, cantora, compositora e, do alto dos seus 77 anos, animadíssima e cheia de energia. Adoroooo! rs

pará natura natureza gera beleza

Eu, que já não gosto de uma festa, fiquei logo descalça pra dançar o carimbó “do jeito certo” e me diverti muito!

3º Dia: o Eco Parque

No último dia voltamos pra Belém e fomos visitar o Eco Parque, onde são fabricados os sabonetes da Natura.

A fábrica é, de verdade, um modelo a ser seguido: tem jardim filtrante, pra coletar e tratar a água, captador de água de chuva e muito mais.

Falando nisso, achei legal ver os funcionários descansado bem à vontade no horário de almoço. Tudo parecia leve e agradável, sabe?

Fomos conferir o processo de produção dos sabonetes e, além da organização e higiene absoluta, só conseguia prestar atenção no cheiro absurdamente bom daquele lugar. Nossa, que delícia!

Depois do almoço fomos pro aeroporto e fiquei gargalhando por lá com o Daniel, jornalista baiano com um humor sensacional, e a Lídia Michelle, jornalista carioca maravilhosa e mega inteligente.

pará natura natureza gera beleza

Voltei de lá feliz de ter conhecido tanta coisa (e gente!) incrível, de ver o trabalho lindo que vem sendo feito por trás das embalagens (que, aliás, são 100% recicladas) e comerciais de TV, de observar que o conhecimento do povo da floresta vem sendo utilizado pra dar origem aos produtos que a gente usa, de ver, enfim, que é possível fazer diferença.

Diferença, aliás, que nós também podemos (e devemos!) fazer todos os dias, porque o cuidado com o mundo começa com o cuidado com nós mesmos, com o ambiente que nos cerca, com as escolhas que a gente faz.

E se a gente pode escolher produtos que, de alguma forma, ajudam a melhorar o mundo, o mesmo mundo que vai ficar para os nossos filhos, porque então optar por outros que não se preocupam com nada disso?

Voltei com isso martelando na cabeça, sabia?

Quero sentir orgulho de usar e indicar marcas que cuidem da beleza em todas as suas formas, inclusive da beleza do mundo. Quero ter a alegria de saber que até em relação a produtos de beleza estou, de certa forma, mesmo que seja como uma formiguinha, fazendo a minha parte e contribuindo pra fazer desse um mundo melhor.

Quero que o eco das minhas palavras e de tudo que faço por aqui gere cada vez mais beleza, mas uma beleza limpa. Pra mim, pra você, pro mundo!

Beijos, Ju♥

Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

14.05.2016

Templo Natadera: Conhecendo o Japão Com a Si!

Um dos templos mais lindos do mundo!

Olá meninas (e meninos também!) que se amarram em posts sobre o Japão, vamos conhecer o Templo Natadera hoje?

 Templo Natadera japão juro valendo

Templo Natadera: é incrivelmente lindo!

No início deste mês passamos pelo Golden Week (feriado de uma semana que acontece aqui no Japão todos os anos na primavera) e  aproveitei os dias de ¨descanso¨ para, a convite de um amigo, visitar uma parte do Japão que ainda não conhecia.

Fomos para Ishikawa-ken,  quem me acompanha lá no insta @simoneyoko (segue lá!) já viu algumas fotos do passeio, e lá visitamos alguns pontos turísticos da região. Foi uma viagem rápida, porém deliciosa, em que eu pude conhecer lugares incríveis (como o que vou mostrar para vocês hoje aqui) e viver momentos inesquecíveis!

 Templo Natadera japão juro valendo

Para começar, vou falar um pouquinho sobre um dos templos mais lindos que já visitei aqui no Japão, o  Natadera. Que lugar lindo gente!

Composto por jardins maravilhosos, diversos santuários e cavernas rochosas, o Templo de Natadera fica localizado na cidade de Komatsu, na província de Ishikawa, e foi fundado em 717  por Taichou. É considerado  o santuário principal da seita Shingon Koyasan, do esotérico Budismo Shingon.

 Templo Natadera japão juro valendo

 Natadera é um verdadeiro santuário!

Na idade média Natadera teve boa parte de seus templos e jardins completamente destruídos por incêndios por causa das guerras. Mas, sua reconstrução foi possível com as contribuições do senhor feudal Maeda Toshitsune, em 1640. Nos dias de hoje, o Templo Natadera é considerado umas das propriedades culturais mais importantes do Japão.

Natadera tem como atração principal a Estátua de Mil Braços, com cerca de 7,8 metros e pintada em ouro, que foi esculpida por Taichou após uma aparição em uma de suas visões proféticas. Ela é considerada a Deusa da Compaixão, e sua estátua fica dentro do santuário dianteiro do templo. Podemos chegar bem perto da estátua, mas é proibido tirar fotos.

 Templo Natadera japão juro valendo

Desde os tempos antigos as cavernas rochosas de Natadera eram consideradas um lugar onde as almas dos homens eram submetidas a transmigração, bem como um lugar para a regeneração do ritual de purificação Xintoísta. Um solo sagrado, onde se realiza o ensino da importância da natureza e onde o coração pode ser curado.

Eu amei tudo que vi por lá e fiquei ainda mais impressionada depois que estudei um pouquinho sobre a história daquele lugar maravilhoso. A cultura japonesa é mesmo uma das mais ricas e belas do mundo!

 Templo Natadera japão juro valendo

Espero que vocês tenham gostado do post e aguardem porque em breve teremos mais #ConhecendoOJapãoComASi!

Beijos, Si

Quer mais dicas como esss? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

O que você acha do JV?
Acompanho há anos, é meu blog queridinho, com certeza ! <3 Não compro nada para cabelos ou pele sem antes ver se a Jú já…
As leitoras mais incríveis da vida
  • #Repost from @jurovalendo with @regram.app ... Já falei desse finalizador aqui e no blog, é o Nutri Cachos, e ele foi meu escolhido pro #PapoNaPiscina! ☀️ Ah, e a escova verde foi junto pra fazer par! Hahaha (ela é super boa, desembaraça sem quebrar, e tem pra fios mais finos, normais e mais grossos). Pra se expor ao sol tem que usar finalizador com proteção solar, não tem pra onde correr, gente! O sol danifica demais os fios, e isso inclui muito mais que desbotamento, são danos na estrutura do fio mesmo.

E, ó que coisa boa, todos os finalizadores @bioextratus têm proteção solar!🙌🏻 E pra cada cabelo tem um finalizador adequado, é só procurar o que se adeque mais ao seu. ☺️ Já testou esse? Conta aí o que achou! Quer resenha de algum outro? É só dizer! 💗

#PorUmFio #BioExtratus #JuroValendo | Publicidade ✨
  • #Repost @jurovalendo
• • • • •
Tu já conhece a Emulsão Mágica Manteiga de Tutano, da @bioextratus ? 🤔

Pois se o seu cabelo estiver ressecado, com as pontas parecendo espiga de milho 🌽, pode se jogar sem medo! 🙌🏻 Ela tem uma composição super balanceada para hidratar, nutrir e reconstruir com ativos como tutano, glicerina, manteiga de karité, óleo de coco, óleo de palma, ácido glicólico e proteínas vegetais. Adoro!😍 O efeito amaciante é dos bons, mas gosto mesmo do resultado depois que o cabelo seca, porque o bichinho seca bonito, viu? ✨

Alinha, sela bem, doa brilho e suaviza muito a textura dos fios, combatendo com gosto o ressecamento e deixando as pontas no ponto.

É um produto bem curinga, que equilibra os fios quando nada parece funcionar direito, sabe como é?💗☺
✨#PorUmFio #JuroValendo #BioExtratus
  • 🚨BLACK FRIDAY NATURA: um show de ofertas! 🔎PATAUÁ - Crescimento e força dos fios.
O óleo de Patauá acelera o crescimento e deixa os fios mais fortes e resistentes. Fragrância fresca com notas amadeiradas. Força, maciez e brilho!
🛍️🛒🏃💨(LINK DISPONÍVEL NA BIO) + Cupom exclusivo de frete grátis. Aproveite!
>> Créditos de imagem da querida Consultora Elen.
#pataua #cabelos #tratamentocapilar #transicaocapilar #Natura #naturabroficial #resenha #jurovalendo #ofertas #achadosdasemana #mercadolivre #coisasdediva #amostragratis #crescimentocapilar #forca #brilho
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo