23.02.2018

Tire Um Tempo Pra Você… Sem Culpa!

Nunca fui de falar da minha vida pessoal, mas comentei no Instagram, ali perto do carnaval,  que as últimas semanas não foram emocionalmente fáceis pra mim, e que, por isso, precisava de um tempo.

Tempo pra ficar em silêncio, quieta, ouvindo meu coração. Pra ficar comigo, pra absorver e entender tudo que tenho sentido. Pra aprender a lidar com esses sentimentos e com tantos outros que surgiram.

E tudo isso sem pressa, no meu tempo.

E foi aí que percebi uma coisa que me deixou preocupada: a imensa maioria das mensagens que recebi, todas muito carinhosas, falavam que também precisavam (ou já tinham precisado) desse tempo, mas que se sentiam culpadas por isso.

Daí fiquei pensando no ponto em que chegamos, na loucura que é sentir culpa por, veja bem, sentir a necessidade de “dar um tempo”, de precisar de um tempo pra si mesma.

Percebem o quanto isso é triste?

tire um tempo pra você sem culpa juro valendo

Entendo perfeitamente que o mundo não para pra que a gente acalme a cabeça e o coração. Sei que “a máquina” não pode parar, que temos responsabilidades,  contas pra pagar, pessoas pra cuidar.

Mas se tem uma coisa que não tem como discordar é que nada na sua vida vai funcionar sem você, nada.

É bem como aquela historinha da máscara do avião: coloque primeiro a sua, porque  só assim você vai conseguir ajudar o outro. Não tem como ser diferente, entende?

A sua prioridade, nesse sentido, tem que ser você. E isso não é egoísmo, é autoamor, e é, também, instinto de sobrevivência.

A minha vida é muito diferente da maioria por muitos motivos, e um deles é que eu não sou só a pessoa Julliana. Eu sou, também, uma empresa. A minha vida é, de muitas formas, o meu trabalho. E não só eu, mas várias outras pessoas dependem disso.

Então sei o impacto que tem o tal do “preciso de um tempo”. Porque se eu, pessoa, me dou um tempo, o meu trabalho também para, e isso afeta não só a mim. E isso pesa. Muito.

Só que também sei que se não estiver bem, se não cuidar de mim por dentro e por fora, se não me der um tempo quando for necessário, a coisa não vai funcionar e em algum momento a coisa vai sair do controle de vez.

Mas isso é o que entendo hoje. Há uns 3 anos atrás, mais ou menos, era completamente diferente.

Só pra dar um exemplo, e aqui quem acompanha o blog desde o começo vai entender melhor: sempre fui muito obstinada, e trabalhei enlouquecidamente dia e noite, sem feriado, férias ou finais de semana porque queria que isso aqui “desse certo”.

Eu queria 1, 2, 3, 4, 5 milhões de visualizações de páginas por mês. E eu consegui. Virando noites, passando de todos os meus limites eu (junto com vocês!) fiz do Juro Valendo o blog de beleza brasileiro mais acessado do mundo (mostrei essa matéria da revista Exame aqui).

É lógico que isso me dá uma alegria imensa. Mas não faria o menor sentido se fosse fruto de autoexploração, de ir além do que posso, de passar por cima de mim, como já passei tantas vezes… Demorou, mas aprendi, e hoje sei dosar muito melhor as coisas, sabe?

Também queria escrever para revistas e sites de outros países, e tô escrevendo. Mas pra isso precisei reduzir o ritmo, reorganizar as coisas, engavetar projetos, dizer não a outras oportunidades, a coisas que eu também queria.

E não tem problema, tá tudo certo, porque (hoje) existe um limite que não ultrapasso, e ele se chama respeito.

Respeito pelos meus limites físicos e emocionais, pela minha saúde mental, pelo meu bem-estar, pela minha qualidade de vida.

Eu amo meu trabalho, quero fazer sempre mais, sempre melhor, e tenho muitos, muitos sonhos pra realizar. Muita coisa pra fazer acontecer.

Mas acima de tudo isso está o meu bem-estar, e isso não é negociável. Não mais.

Se isso significa que vou ganhar menos em determinado mês, que vou perder oportunidades porque, em algum momento, vou precisar de um tempo, que vou demorar mais pra realizar o que quero,  tudo bem, desde que eu continue inteira.

Porque sem isso, sem estar bem, de corpo, alma e coração, nada faz sentido.

Então, assim, você não tem que se sentir culpada por querer, precisar e tirar um tempo pra você. Todo mundo precisa em algum momento.

Isso não te faz pior que ninguém, não te deixa em falta  com sua família, seu parceiro, seus filhos, seu trabalho. Mas não fazer isso te deixa em débito com a pessoa mais importante da sua vida: você.

Portanto, pense primeiro em você. Ninguém vai fazer isso. Ninguém!

Ah, se quiser ler mais posts como esse é só clicar aqui, e aproveita pra participar do nosso grupo fechado no Facebook, o Mulher de 30, é muito legal!

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

22.02.2018

Beleza Aos 50, Por Júlia Pinheiro

Sempre bati na tecla de que beleza não tem idade, e trouxe hoje uma pessoa muito especial pra falar um pouquinho sobre isso com a gente: a apresentadora Júlia Pinheiro!

A Júlia apresenta o Queridas Manhãs na SIC, lá em Portugal, um programa matinal diário, é escritora, autora de um site que leva o seu nome (clica aqui pra ver, tem muita coisa legal!), e uma mulher que, além de linda, é incrível!

Com vocês, a Júlia…

beleza aos 50 júlia pinheiro

Beleza aos 50 (e depois também!)

Há uns meses, deparei-me com títulos como este na mídia portuguesa:  “Júlia Pinheiro mostra boa forma em biquíni” (revista Lux e Caras).

A imprensa cor de rosa tinha decidido publicar as fotos que partilhei no meu Facebook e site, de biquíni, durante as minhas férias de verão. A primeira reação foi de surpresa e positiva: aos elogios das imagens que fizeram notícia, sucederam-se tantos outros lisonjeiros comentários de seguidores.

A foto “pegou” e encorajou outras figuras públicas pós-45/50 a “aparecerem” e a fazerem repensar as nossas ideias e ideais de beleza. Eu chamei-lhe o empowerment das grannies (empoderamento das avós), aproveitando o fato de que na altura estava prestes a ser avó pela segunda vez.

Mas esta revelação e a presença de mulheres mais maduras – ou fora dos padrões habituais de beleza – tem vários outros “nomes”.

Um deles chama-se Sandra Passos e vem precisamente do Rio de Janeiro. Descobri-a há dias, num jornal internacional. Inspira-me esta história da outrora catadora de lixo nas favelas e hoje Cinderela, proprietária de uma agência de modelos na China, que quer mostrar que a moda não é apenas sinônimo de mulheres altas, loiras e esculturais.

Sempre que se fala de beleza, nunca consigo desligar-me também do nome Zemeenah Rossi, esta modelo (que nunca envelhece e) que aos 60 anos participou do lançamento de uma coleção de roupas de banho.

A beleza tem vários sinônimos e enquanto espectadora do mercado, apercebo-me de que as marcas estão atentas àquela que é uma das 10 tendências mundiais de consumo, segundo o Relatório Euromonitor International: Ageing.

Aqui apenas entre nós mulheres, e resumindo: “Você pode ser maravilhosa aos 30, charmosa aos 40, e irresistível para o resto da sua vida” – Coco Chanel.

19.02.2018

Os Tipos de Personalidade: Um Teste Bem Legal!

Eu sou ENFJ / Protagonista, e você?

Já ouviram falar dos testes que identificam os tipos de personalidade? Sempre gostei dessas coisas e já tinha lido muito sobre a teoria dos tipos de personalidade de Jung, o “pai” da psicologia analítica.

E acho que esses testes de personalidade nos ajudam, de certa forma, a conhecer mais de nós mesmos, sabe? E autoconhecimento é essencial na vida.

Talvez por isso eu seja tão curiosa em relação a psicologia, terapia,  astrologia, numerologia e qualquer outra coisa que me ajude a me conhecer um pouco mais.

Isso, com certeza, facilita minha vida, a forma como lido comigo e com os outros. E quanto mais me conheço, mais fácil fica para as outras pessoas me conhecerem também.

E nisso o teste com base na teoria das 16 personalidades ajuda demais! Ele tem vários tipos de perguntas que analisam características da mente (extrovertido ou introvertido), energia (intuitivo ou observador), natureza (razão ou sentimento/emoção), táticas (julgamento ou percepção/exploração) e identidade (assertividade ou cautela) e, com base nisso, determina o nosso tipo de personalidade.

tipos de personalidade jung teste

Tinha visto a Bruna, do Depois dos Quinze, e a Helô, do Delarosa, falando sobre isso e resolvi fazer o teste (é gratuito, pra fazer clique aqui). Aí achei tão legal que quis dividir com vocês!

Meu tipo de personalidade é Protagonista (ENFJ-T), que mistura extroversão, intuição, emoção, julgamento e cautela.

Tipos de Personalidade: O meu é ENFJ / Protagonista

A descrição desse tipo de personalidade (veja aqui) diz que “Protagonistas são líderes naturais, cheios de paixão e carisma. Formando cerca de dois por cento da população, essas personalidades são muitas vezes nossos políticos, nossos treinadores e nossos professores, estendendo a mão e inspirando outros para conseguir e fazer o bem no mundo. Com uma confiança natural que gera influência, Protagonistas tem um grande orgulho e alegria em guiar os outros a trabalharem juntos para melhorar a si mesmos e sua comunidade.

As pessoas são atraídas às personalidades fortes, e os Protagonistas irradiam autenticidade, preocupação e altruísmo, eles não tem medo de se levantarem e falarem quando sentem que algo precisa ser dito. Eles acham natural e fácil de se comunicarem com os outros, especialmente em pessoa, e sua natureza perspicaz ajuda as pessoas com a personalidade Protagonista alcançarem cada mente, seja através de fatos e lógica ou emoção crua. Protagonistas conseguem ver facilmente as motivações das pessoas e aparentemente eventos desconectados, e são capazes de reunir essas ideias e comunicá-las como um objetivo comum e com uma eloquência que é nada menos do que hipnotizar.

O interesse que os Protagonistas têm nos outros é genuíno, é quase como uma falha – quando pessoas com esse tipo de personalidade acreditam em alguém, podem se envolver demais com os problemas da outra pessoa, e depositam muita confiança neles. Felizmente, essa confiança tende a ser uma profecia autorrealizável, como o altruísmo dos Protagonistas e a autenticidade inspira aqueles com os quais se preocupam a melhorarem. Mas se essas personalidades não forem cuidadosas elas podem exagerar seu otimismo, às vezes empurrando outros mais longe do que estão prontos ou dispostos a irem.

Os Protagonistas também são vulneráveis a uma outra armadilha: estes têm uma tremenda capacidade de refletir e analisar seus próprios sentimentos, mas se eles se envolvem demais na situação de outra pessoa, podem desenvolver uma espécie de hipocondria emocional, vendo os problemas das outras pessoas em si mesmos, tentando consertar algo em si que não está errado. Se essas personalidades chegarem a um ponto aonde são limitadas por cause de uma coisa que uma outra pessoa está vivendo, isso poderá impedir a capacidade dos Protagonistas de verem além do dilema e poderem ajudar. Quando isso acontece, é importante que os Protagonistas recuem e usem essa autorreflexão para distinguir entre o que realmente sentem e o que é uma questão separada que precisa ser olhada por outra perspectiva.

tipos de personalidade teste jung juro valendo

Pessoas com o tipo de personalidade Protagonista são altruístas apaixonadas, o que pode até ser uma falha, e eles provavelmente não tem medo de receberem bodoques e flechas, enquanto defendem as pessoas e ideias nas quais acreditam. Não é de admirar que muitos Protagonistas famosos sejam líderes políticos e culturais influentes – este tipo de personalidade quer levar o caminho para um futuro mais brilhante, seja levando uma nação à prosperidade ou levando sua equipe de softball da liga menor à uma vitória pela qual tiveram que lutar.”

E aí, “bate”?

Vamos por partes, né? rs

Não sei se sou carismática ou não, mas é fato que sou movida a paixão, e isso vale pra tudo. Sou de estender a mão sim, de tentar dar sempre o meu melhor para melhorar a mim e ao mundo ao redor, e embora goste de trabalhar só, funciono muito bem em grupo.

Sou orgulhosa sim, hoje bem menos do que antes, porque é algo que venho trabalhando há tempos.

Também tenho uma personalidade bem forte, cês bem sabem, e o lance de ser autêntica, preocupada e altruísta bate muito, assim como o fato de expressar o que preciso, com cautela, mas sem medo.

A coisa que mais gosto de fazer é me comunicar, conversar, conhecer as pessoas, sabe? E isso vale não só no meu trabalho, mas no dia a dia mesmo: me interesso, quero saber, pergunto e converso com todas as pessoas que convivo ou tenho contato, desde o garçom que sempre me atende ao moço da barraca de frutas, o carteiro, o médico, o lixeiro e por aí vai.

Não pergunto ou falo “por educação”, é porque quero conhecer mesmo, e não é o superficial, quero saber da vida da pessoa, o que ela pensa, acha, quer… Até tento me policiar com isso, mas é tão natural que na maioria das vezes não seguro. Mercúrio em Virgem na 8 explica! rs

E, realmente, quando acredito e gosto de alguém, não fico de fora observando quando existe um problema, por exemplo. Eu vou lá e quero resolver, porque me envolvo. Mas, é isso: eu vou procurar soluções, vou tentar ajudar a resolver, mas a parte do apoio emocional não é comigo, infelizmente.

Já o meu otimismo é racional e prático, nada idealista. Acho realmente que a gente pode ir muito longe em tudo nessa vida e tento mostrar isso para as pessoas, mas batendo na tecla de que tudo depende de esforço próprio.

Sou imensamente sentimental, mas racionalizo meus sentimentos. Percebi, anos atrás, que absorvia demais e me sentia responsável pelos problemas alheios, o que me desestabilizava muito, e foram anos de terapia pra entender que, por mais que eu ame uma pessoa, ela é a única responsável pela própria vida.

Então, assim, muitas dessas coisas batem perfeitamente, e fiquei bem curiosa em ler mais sobre o assunto, porque quanto mais me conheço, mais posso trabalhar minhas vulnerabilidades e melhorar, né?

Achei outras descrições para esse (e todos os outros) tipo de personalidade ( ENFJ ), e quem tiver interesse em fazer o teste pra descobrir qual o seu tipo, pode conferir mais informações sobre ele aqui e aqui.

Ah, faz aí teu teste e me conta nos comentários qual é o teu tipo de personalidade e se a descrição faz sentido, tá? Quero saber (curiosaaa rsrs)!

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

02.02.2018

Mulher de 30: Sobre o Medo da Mudança

Perguntei ontem, lá no nosso grupo fechado do Facebook, o Mulher de 30 (tem o Instagram também, segue lá: @mulherde30)  o que vocês estavam vivendo nesse momento, quais eram seus medos, dúvidas, angústias, sobre o que gostariam que eu falasse, e o medo da mudança foi uma das respostas mais frequentes.

E como, ao contrário do que a maioria de vocês imagina, eu também tenho esse medo, escolhi falar disso hoje.

E já começo dizendo que não tenho só medo da mudança, mas de muitas outras coisas. A diferença é que esses medos já não me engolem ou paralisam como antes, porque mesmo tremendo na base aprendi e enfrentá-los, a fazer o que precisa ser feito.

Claro que isso não é fácil, sobretudo em relação as mudanças.

Toda mudança causa medo, assusta, assombra, apavora. E não poderia ser diferente, já que ela representa o desconhecido, o inesperado, o incerto, a corda bamba da vida.

E ainda quando a situação é ruim, quando a gente sabe que aquilo precisa mudar, resistimos. E fazemos isso porque mesmo sendo ruim, o cenário é conhecido, sabemos como lidar, como controlar. Porque nos sentimos, de certa forma, “seguras” naquela zona de conforto.

medo da mudança o que fazer juro valendo

E todos querem se sentir seguros, querem ter certezas, o que é uma ilusão, porque a vida é um fluxo, ela precisa e vai, você queira ou não, fluir, mudar, se transformar. E não, não adianta tentar segurar.

Aqui só existem duas opções: ou você permanece estático, conformado, deixando a vida acontecer e sendo levado pela correnteza, o que é muito confortável ou, ao contrário, começa, pouco a pouco, a encarar os próprios medos, que sempre estarão presentes, e se abrir para o novo.

Vai doer? Vai. Você vai sentir medo? Muito. Medo de dar errado, de ser julgado, de fracassar, de precisar voltar atrás, de encarar as pessoas e a si mesma, e de muitas outras coisas.

Só que cada mudança, por menor que seja, vai te dando mais coragem, mais vivacidade, mais alegria, mais energia. Você se sente mais vivo, mais forte, pronto pra começar e recomeçar quantas vezes forem necessárias.

E isso, minha amiga, não tem preço!

Em muitos momentos da vida relutei em sair da minha zona de conforto. Eu tinha tanto, tanto medo… Mas, por um golpe de sorte, que só fui entender dessa forma muito tempo depois, todas as situações que eu empurrava com a barriga e todas as mudanças que me paralisavam me foram impostas, e eu simplesmente não tive o que fazer exceto encarar.

Isso aconteceu diversas vezes, de formas diferentes, já que tudo se repete até que a gente aprenda a lição.

E um dia, calejada do meu medo de decidir e cansada de resistir, reli um trecho de um dos meus livros preferidos na vida (Mulheres que Correm com os Lobos, já falei dele aqui), escrevi esse mesmo trecho em várias folhas de papel e colei na porta no armário, no espelho do quarto, acima da tela do computador, na primeira página da minha agenda e, só por precaução, deixei uma dobradinha na minha carteira.

A minha vontade, na verdade, era sintetizar todas aquelas frases em uma cápsula de remédio e tomar todos os dias. Mas, como isso não era possível, me prometi que faria exatamente o que estava escrito ali todas as vezes em que sentisse medo.

E fiz exatamente isso por meses seguidos, até o dia em que a coisa começou a funcionar no automático, em que mesmo com medo, com muito medo, eu batia de frente e resolvia.

O trecho, pra quem tiver interesse, é esse:

“Se você tiver medo, tiver receio de fracassar, digo-lhe que comece já, fracasse se for preciso, recupere-se, recomece. Se fracassar de novo, fracassou. E daí? Comece novamente. Não é o fracasso que nos detém, mas é a relutância em recomeçar que nos faz estagnar.

Se você estiver apavorada, qual é o problema? Se você estiver com medo de que algo vá dar um salto para mordê-la, então, pelo amor de Deus, resolva isso imediatamente. Deixe que seu medo surja e a morda para que você possa superá-lo e seguir adiante. Você irá superá-lo. O medo acaba passando.”

Continuo tendo medos? Sempre. Continuo protelando mudanças? Algumas vezes, e sempre que percebo esse padrão se repetindo lembro que o melhor que posso fazer com o medo da mudança, ou com qualquer outro, é, mesmo com as pernas bambas e o coração apavorado, encará-lo de frente para, assim, superá-lo.

Para por aí? Não. Cada mudança gera novas mudanças, tira tudo do lugar e abre espaço para coisas novas – e desconhecidas. E isso também dá medo, num ciclo que parece nunca ter fim.

Só que esse é um medo diferente. Um medo que vem junto com a certeza de que estou viva, vibrando, fluindo, de que eu, como protagonista da minha vida, fiz minhas próprias escolhas e posso fazer muitas outras se preciso for.

É um medo que nos faz mais fortes, bem diferente daquele outro que nos mantinha na prisão tão segura da zona de conforto.

Então, se posso te dar um conselho, é que não espere que a vida decida por você. Esse é um privilégio seu. E quando o medo bater, e ele vai bater, levante a cabeça e encare de frente, porque o que a vida quer da gente, por mais clichê que pareça, é coragem.

Aquele segundo de coragem insana que muda tudo para sempre…Até a mudança seguinte!

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Página 1 de 5112345
O que você acha do JV?
É o melhor blog sem dúvida confiável adoroooo você Ju
As leitoras mais incríveis da vida
  • Hoje de manhã, mesmo correndo pra fazer exame de sangue, consegui fazer uma rotina de pele mais completa!🙌🏻 Tá faltando minha Vitamina C (quero testar uma nova, indiquem aí uma maravilhosa😍) e um creme para os olhos (vou testar um manipulado e um da @larocheposaybr que @clessyarochadermato receitou), mas usei:
1️⃣ Água micelar com caviar da @artvitta pra limpar a pele.
2️⃣ Borrifei água termal no rosto e pescoço (uso litros, gente!). Esperei secar.
3️⃣ Apliquei de leve o Blemish + Age Solution, da @skinceuticalsbrasil , pra ajudar na oleosidade (não usei na região do melasma). 4️⃣Apliquei o B5, da @skinceuticalsbrasil no rosto e orelhas. É o melhor hidratante que já usei e some na pele!💙 5️⃣Usei o Pore Refiner, da @biodermabrasil, em todo o rosto, exceto acima dos lábios, na região do melasma.
6️⃣No melasma usei o clareador da @skinceuticalsbrasil (Sai resenha essa semana!). 7️⃣ No pescoço usei Cicaplast, pq o calor tá me deixando louca de brotoejas, e Cicaplast salva!

8️⃣ Na sobrancelha usei a fórmula manipulada pra ver se os pelos nascem e deixo de ter dois girinos no meio do rosto 🙈😂
9️⃣ Como vou me expor ao sol de forma direta hoje, usei 2 camadas do Airlicium FPS 70 sem cor e 1 camada da versão com cor por cima.
🔟 Finalizei com Serozinc, deixando secar, pra ajudar na oleosidade!

Muita coisa, né? Mas o básico mesmo, e falei disso em um post detalhado semana passada no blog, é limpeza, hidratação e proteção. ✔️ Eu uso muitas coisas porque é um prazer enorme pra mim cuidar da minha pele, me deixa feliz! ☺️✨ E também pra testar mais coisas e dar mais OPÇÕES pra vocês, porque, como falo sempreeeee, ninguém precisa de milhões de produtos! Eu tenho muitos e uso muitos porque essa é uma parte (bemmmm legal ❤️) do meu trabalho.

Tem resenha da maioria desses produtos no blog, e dos outros vamos fazendo aos poucos, tá? Mas, lembrem-se: são apenas opções. 💗 [ P.S: a bandeja, o vaso de flores e o vasinho prata são da @button.shop , uma loja aqui de Jee]

#pelesquecontamhistórias #JuroValendo
  • Como está o #PorUmFio? A todo vapor, com um especial lindo para cabelos danificados e quimicamente que hoje tem um produto versátil, funcional, prático de usar e que proporciona excelentes resultados: o Mega Spray Queravit, da @bioextratus , que venho usando e mostrando no stories desde o dia em que pintei o cabelo (tá tudo salvo nos destaques!) 😍! Super reconstrutor e leve, ele pode ser usado como cauterização (só precisa dele!😱), como protetor térmico e como finalizador, tanto no cabelo úmido quanto seco. 
Amo o resultado como cauterização e quando uso secador, pq o cabelo ganha muitoooooo brilho (tem fotos do resultado de cada uso no blog), sabe? E em todos os usos a gente percebe o poder reconstrutor!✨✨✨ Então, se o seu cabelo tá precisando de uma ajuda das boas, se joga nesse achado, porque ó, pelo glitter ungido de santa Cher, ele tem poder!💃🏻💃🏻 E o post tá lindo, com vários comentários de vocês sobre ele, corre pra ver!☺️💗 #PorUmFio #JuroValendo #Bioextratus | Publicidade ✨
  • Tem post novo no blog (agora são 2 por dia ☺️🎉) falando dessa maravilha que é o Securitat, dos @floraisdeminas !🌺 Amo e uso florais há anos, cês sabem, mas me surpreendi especialmente com a ação desse aqui, pra coragem e segurança, que comecei a usar em um momento de maior fragilidade e vulnerabilidade, coisa que contei por aqui e no blog também.

Acredito demais em energia, de todas as coisas, vivo rodeada de plantas e cristais, e florais sempre me ofereceram suporte em momentos diferentes da vida, sabe? 
Pra quem também gosta, a @ignisvmarques , que é minha leitora, terapeuta floral e filha dos fundadores dos @floraisdeminas , disponibilizou para todas vocês uma consulta floral completa, é só falar com ela que é minha leitora!❤️ Obrigada por isso, Ignis!✨ #dedentroprafora #jurovalendo #florais #FloraisDeMinas #Securitat
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo