16.07.2019

De Mãe pra Filha… de Filha pra Mãe

Já parou pra pensar no tanto de coisas que você aprendeu com sua mãe e com as figuras maternas na sua vida? Nos cuidados, rituais e produtos preferidos? Eu já, e isso é tão marcante pra mim que montei o “De Mãe pra Filha… De Filha pra Mãe”!

A ideia é mostrar o que a minha mãe me ensinou, o que aprendi vendo as coisas que ela usava, como usava, onde passava, qual sensação eu sentia vendo aquilo e como esses rituais impactaram a forma como aprendi a cuidar de mim mesma e, tempos depois, a dividir com ela esses cuidados, a, também, ensiná-la, e como se deu essa troca, sabe?

Mainha sempre cuidou muito do corpo, então o ritual de banho, cremes e unhas, por exemplo, é dela, aprendi com ela. E com produtos bem específicos, que já falei muitas vezes aqui no blog, porque passei a usar também por causa dela.

de mãe pra filha davene

Por outro lado, ela cuidou pouco dos cabelos e da pele do rosto ao longo da vida.

E esses foram cuidados que ela passou a ter por minha causa, que, de certa forma, “aprendeu” comigo. O primeiro protetor solar facial, por exemplo, foi na marra, 6 anos atrás, e hoje ela “tomou gosto”, tem o maior cuidado, frequenta a mesma dermato que eu e, inclusive, fez recentemente uma plástica na pálpebra (escondido hahahaha).

De mãe pra filha…

O primeiro produto que pensei pra esse projeto foi o Leite de Aveia, da Davene, que tem o cheiro do colo, do abraço quentinho, do aconchego da pele da minha mãe.

Lembro muito nitidamente dela saindo do banho de roupão (o vício em roupão também veio dela! hahaha) e aplicando o Leite de Aveia no corpo todo, e eu ali, pequenininha, querendo fazer igual.

Lembro da primeira vez que usei escondido (quem nunca?), de quando, já mocinha, ela passava em mim.

E eu, que ficava hipnotizada vendo ela sentada no banquinho da penteadeira (a dela era maravilhosa!) aplicando os cremes, comecei a ter preguiça, e aí ganhei meu primeiro potinho de Leite de Aveia junto com um roupão branco de cetim, nunca vou esquecer hahahaha.

de mãe pra filha de filha pra mãe

É um produto que me traz as melhores lembranças, que fez história, deixou uma marca e, literalmente, marcou minha vida.

E quando mostrei lá nos stories os vários produtos da marca (tem várias coisas legais, vou mostrando pra vocês), choveram comentários cheios de lembrança e saudade (olha lá nos destaques do instagram!).

E que delícia que é isso, né? Um produto que não só fez e faz parte dos cuidados com a pele, mas que também é um contador de histórias, a história das nossas vidas.

De filha pra mãe…

de mãe pra filha

Pele, e isso eu aprendi com mainha, é preciosa. E o que a gente faz com algo que é precioso pra gente? Protege, cuida.

Com o que? Com o que é valioso, importante, com o que traz as melhores sensações, e, porque não, com um produto que vem cuidando e protegendo a pele de quem amei (saudade, Vó! ♥ ), de quem amo (Mãe ♥ ) e de quem sempre vou amar (eu mesma ♥ ), e contando suas histórias há muito tempo…

E ajuda a contar também a minha, da forma mais bonita, macia, delicada e suave que for capaz… contar e celebrar a beleza da minha pele, e do que ela, dia a dia, vai se tornar, com um cheiro que é pra sempre e uma suavidade que não tem igual.

de mãe pra filha

Agora me conta: qual a tua história com o Leite de Aveia Davene? Quais rituais e cuidados passaram de mãe pra filha e de filha pra mãe?

Divide com a gente, todo mundo que saber!

Beijos, Ju♥

Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

04.07.2019

Sérum Antioxidante A-Oxitive Avène: Vitamina C Poderosa!

Uso vitamina C na pele há quase 20 anos, cês sabem, e é amor pra vida, o tipo de produto que nunca fico sem. Sempre testo novas opções, e meu xodó atual é o Sérum Antioxidante A-Oxitive Avène.

Os produtos da Avène sempre funcionam bem na minha pele, que além de muito oleosa, é sensível e reativa, já que além de muita qualidade e eficácia, eles são de uma suavidade, no sentido de não irritar nem agredir, acalmando a pele, que nunca vi em outras marcas.

E quando, no final do verão, voltei a usar ácidos mais leves pra ir preparando a pele pro retinoico, voltei a usá-la.

 A-Oxitive Avène vitamina C

É que minha pele já é reativa, então o uso de ácidos deixa a coisa toda bem mais sensível, e vitamina C que funcione na pele sensibilizada é coisa rara!

E A-Oxitive nunca deu problema em minha pele, um verdadeiro curinga!

A-Oxitive Avène: O que é e para que serve

De acordo com a marca, “A-Oxitive é o único sérum antioxidante com Vitamina C que reage diretamente às necessidades da sua pele: quando você é exposta aos fatores que aceleram o envelhecimento, como poluição, radiação UV e estresse, a sua pele manda um sinal que aciona a tecnologia Smart Release, que transforma a Pré-Vitamina C presente na fórmula em Vitamina C pura e ativa nas camadas mais profundas da pele.

Essa tecnologia inovadora e exclusiva de Avène garante 100% da estabilidade e eficácia da Vitamina C pura para que você possa ter o máximo da proteção antioxidante que a sua pele precisa.”

Sérum  A-Oxitive Avène vitamina C

A fórmula conta com:

• Pré Vitamina C, a forma precursora e 100% estabilizada de Vitamina C,
que sofre uma ação enzimática gradual conforme a pele vai sendo
exposta às agressões externas, desta forma, quebrando a molécula de
Pré-Vitamina C e liberando a Vitamina C pura e ativa na pele.
• Pré-Vitamina E, a forma precursora e 100% estabilizada da Vitamina E,
que assim como a Pré-Vitamina C, também vai sendo liberada de acordo
com a necessidade da pele
• GP4G, booster energético celular, que dá energia celular para que a
liberação de Vitamina C e E puras e ativas na pele aconteçam durante 24
horas.

Essa associação de ativos proporciona uma pele luminosa, com o tom mais uniforme, melhora nas rugas e linhas finas, além de defender a pele das agressões externas.

Ou seja, A-Oxitive Avène age na prevenção e correção, sendo indicada para peles sem viço, cansadas, desidratadas, com rugas e poros dilatados.

Pode ser usada em todos os tipos de pele, inclusive a oleosas e sensíveis.

Como usar A-Oxitive?

A-Oxitive Sérum pode ser usado 1 ou 2 vezes ao dia (manhã e/ou noite) no rosto pescoço e colo após a limpeza habitual da pele, entregando resultados visíveis a partir do 21º dia de uso.

Em minha rotina de cuidados uso apenas 1 vez ao dia, pela manhã, após limpeza a tonificação. E é sempre o primeiro produto que aplico na pele, sempre!

Acho essencial usar vitamina C pela manhã porque ajuda a reforçar a proteção contra a radiação, fazendo uma dupla perfeita com o protetor solar pra prevenir os sinais do envelhecimento.

A-Oxitive Avène: Resenha

A embalagem é bem rígida e resistente. Conta com válvula pump com trava e tampa transparente.

Falando em embalagem, a minha foi aberta no segundo semestre do ano passado, acho que em setembro, e o produto não oxidou (não mudou a cor nem o cheiro), coisa rara de se ver em vitamina C.

 A-Oxitive

Vem com 30 ml, e usando apenas no rosto basta um “pump”. Quando uso no colo e pescoço, dobro a quantidade e ele rende bem.

O sensorial é dos melhores, com textura super leve, como se fosse um sérum aquoso, sabe, e cheirinho delícia.

Na pele ele espalha fácil e absorve rapidamente, sem deixar qualquer resquício de oleosidade, brilho ou algo do tipo.

Uma coisa que me chamou atenção é o tanto que ele é confortável de usar, deixando a pele bem hidratada, sedosa e suave ao toque, sem pesar, sem irritar e sem deixar nada melequento.

O nível de hidratação é tão bom que dispensei o hidratante facial, porque ele além da ação antioxidante e de todos os benefícios proporcionados pela vitamina C, ele hidrata bem, mesmo no inverno, mesmo com o uso do ácido retinóico.

 Avène vitamina C

Em poucos dias de uso comecei a observar melhora na textura da pele, que fica bem sedosa e com aquele viço bom, sabe? Aos poucos fui notando a pele mais luminosa, uniforme, revitalizada e com poros refinados.

A médio prazo os benefícios são ampliados e é visível que a pele fica mais “lisa”, com linhas de expressão e aquelas rugas finas suavizadas.

Isso acontece porque a vitamina C incrementa e estimula a síntese de colágeno, aquele que dá firmeza à pele.

E quanto mais a gente usa, e por isso bato tanto na importância da constância da rotina de cuidados, melhor a pele fica!

Outra coisa que vale pontuar é que vitamina C tende a piorar a oleosidade e causar irritações em peles mais sensíveis, o que não aconteceu com A-Oxitive em nenhum momento.

É um produto bem completo, que me surpreendeu bastante. Garrei amor total! E, pelos comentários lá nos stories, várias leitoras tiveram resultados bem parecidos com o uso.

Sérum Antioxidante avéne

Ou seja, é amor! Minha pele, de quase 37, garante!

Preço e onde comprar

Custa R$169,00 na Época Cosméticos (compre aqui), com frete grátis e brinde!

Pra quem procura uma vitamina C de excelente qualidade, que entregue resultados rápidos, funcione em todos os tipos de pele e seja confortável pra peles sensíveis, A-Oxitive é o produto certo!

Quem aqui já usou? Me conta o que achou!

Beijos, Ju♥

Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

*Publicidade

27.06.2019

Festa Junina: O Primeiro São João da Jujuland

Amo festa junina e, até por isso, o mês de junho é, pra mim, o melhor dos meses!

Santo Antônio é o padroeiro da minha cidade, então de 1º a 13 de junho tem as barraquinhas de Sto Antônio, com comidas típicas, as ruas cheias de bandeirolas e o parque de diversões.

Ou seja, desde quando era criança o mês de junho era sinônimo de alegria e diversão.

festa junina decoração

O clima continua até o São João, com festas de todos os tipos, e só acaba no São Pedro, dia 29.

E aqui existe uma tradição muito forte, sobretudo no interior, e mais ainda “na roça”.

Digo isso porque cresci na roça de Vó Nete, e enquanto ela viveu a fogueira queimou do São João ao São Pedro, com direito a pau de sebo, quebra pote, muitas bandeirolas (que a gente fazia de papel e colava com goma), fogos, muito milho, licor, forró, todo mundo reunido e portas abertas pra todo quem quisesse entrar.

Depois que Vó foi pro céu, fui pra festas de São João no Nordeste todo, mas nunca mais senti a mesma alegria, sabe?

Então decidi que esse ano teria um São João “de verdade”, aquele das minhas lembranças mais felizes, e fiz aqui em casa.

O Fogueira de São João

Minha fogueira começou a queimar no solstício de inverno, dia 21 de Junho, pra celebrar a luz, e vai continuar queimando até o São Pedro.

É a noite mais longa e escura do ano aqui no hemisfério sul, o início do inverno, e nos tempos antigos, sobretudo nos lugares mais frios, celebrava-se esse como um dia de renascimento, de confiança no futuro, porque se essa é a noite mais longa, é o ápice, o que significa que daí pra frente, pouco a pouco, os dias se tornarão mais longos, haverá mais luz, que trará calor e fertilidade à terra.

fogueira de são joão

Então, é dia de fazer fogueira, dançar, cantar e celebrar com alegria, pedindo coragem pra enfrentar os obstáculos que porventura apareçam, confiando na primavera, que logo chega.

Minha fogueira ficou na área do fundo de casa, perto da piscina, e preparei tudo direitinho para que a “quentura” não estrague o piso.

E, bom, eu amo fogueira, amo!

Decoração de Festa Junina

Além da fogueira, item principal do São João, decorei tudo como fazia quando era criança.

Espalhei bandeirolas coloridas, balões, decorei com chita as cestinhas (que já tinha em casa) pro amendoim e pro milho, fiz toalhas de chita para as mesas, coloquei esteira com almofadas pra sentar perto da fogueira, preparei mudinhas de flores em garrafas pequenas de cerveja pra cada um levar pra casa, comprei muita chuvinha (amooo), amarrei fitas nas árvores e fiz as rodas das fadas.

Todo esse preparo virou um reality a parte lá nos stories (tá tudo salvo nos destaques São João), e fiquei tão surpresa quanto emocionada com a empolgação e alegria de vocês nas centenas de mensagens que recebi.

Uma coisa que chamou muita atenção de vocês foram as fitas e as rodas das fadas, coisa que era bem típica do São João lá na roça de Vó.

comidas de são joão

As “fitas” das árvores, na verdade, fiz cortando TNT colorido, que tava por R$0,85 o metro. Comprei de várias cores e fui cortando, com aquela mesma tesoura de criança que cortei a franja, inclusive hahaha .

As rodas das fadas fiz com fitas de cetim coloridas, das mais finas, e bastidores de bordado, que já tinha aqui em casa.

A gente faz de tamanhos diferentes e espalha nas plantas maiores e em lugares onde tenha vento. Fica lindo!

Na verdade, quase tudo que usei já tinha em casa, só comprei mesmo a chita, o TNT, balão, bandeirosas e fitas.

Comidas de Festa Junina

Comida de festa junina, aqui, é feita com milho, aipim, puba e amendoins, tudo simples, feito em casa. Inclusive, já fiz um post aqui com várias receitas, clica aqui pra ver.

Mainha fez o bolo de aipim maravilhoso dela e dois tipos de bolo de milho, o cremoso e o fofo (tem receita aqui!).

Cozinhamos amendoim e milho, deixamos outros pra assar na fogueira, e também assamos carne.

De bebida tinha cerveja, gin (amo!), vinho quente (só que gelado hahaha), água aromatizada e licor, que não tomo por motivos de… trauma de infância! hahaha

festa junina como fazer

Inclusive, festa junina aqui sempre tem docinhos e licor de jenipapo, mas aqui em casa não pode, passo mal de verdade.

É que minha avó fazia licor de jenipapo, e quando eu tinha, sei lá, uns 7/8 anos, tava vendo ela fazer, daí ela saiu e, como eu adorava jenipapo, peguei uma concha e coloquei na caneca.

Achei docinho e fui botando mais. Foi o primeiro porre da minha vida, fiquei mallll rs, e mais nunca cheguei perto de jenipapo. Deus me livre! hahaha

Um São João de Verdade

A festa aqui começou dia 23 de noite, foi até dia 24 de manhã, recomeçou no almoço, deu pausa no meio da tarde e voltou no início da noite, finalizando dia 25 de manhã.

Teve forró das antigas, como eu gosto, com sanfona, portas abertas, conversas e gargalhadas “na beira” da fogueira, muita chuvinha colorida, gente que eu amo e muita, muita alegria.

Tenho certeza que, lá de cima, minha avó viu tudo, feliz, e ficou orgulhosa por eu não ter esquecido…

E jamais esqueceria, porque, como ela sempre disse, aqui São João é uma festa que não diferencia ninguém: na mesa do rico e do pobre tinham as mesmas comidas (tudo de milho!), a mesma bebida (licor), a mesma fogueira, a mesma chita.

são joão na Bahia
Um pouquinho dos comentários de vocês <3

Aqui, pra gente, não tem a ver com essas festas enormes. Tem a ver com estar todo mundo junto, igual, celebrando a mesma coisa, da mesma forma, de portas abertas pra acolher todos que chegarem.

Sei que na imensa maioria dos lugares não é assim e que muito disso se perdeu no tempo, mas fiquei muito, mas muito feliz de comemorar meu São João como queria, e de ver tantas de vocês contando, com tanta alegria, as própria lembranças.

Minha fogueira continua queimando, e sábado tá todo mundo aqui de novo pro São Pedro.

E pode deixar que posto tudinho nos stories, tá? É @jurovalendo, segue lá!

Beijos, Ju♥

Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…