Vizcaya
05.07.2013

Aprenda a Aceitar Opiniões Diferentes das Suas!

Dia desses fiz um post aqui sobre a “arte da convivência”, e uma seguidora “das antigas” enviou um e-mail falando uma coisa bem interessante, que é o fato de que a grande maioria das pessoas não aceita sequer que a outra tenha uma opinião diferente, e nem passa pela cabeça da maioria entender e respeitar aquela opinião.

Isso é um problema, e é grave, porque se você não consegue aceitar que o outro é diferente, que todos os outros são diferentes, que pensam de forma diferente, sentem de forma diferente e vivem de forma diferente, você não é apto a conviver com quem quer que seja.

Aprenda a Aceitar Opiniões Diferentes das Suas!

Acredito muito em uma frase erroneamente atribuída a Volteire, mas que foi dita na verdade por  Evelyn Beatrice Hall,que diz assim: “Eu não concordo com uma palavra do que você diz, mas defenderei até a morte o direito de dizê-la”. Isso é civilidade, isso é tolerância, isso é respeito ao próximo.

Não aceitar opiniões diferentes, sequer tentar ouvi-las, é abrir as portas pra arrogância e pra estagnação, porque é na discordância que a gente aprende e cresce. É preciso ouvir o que o outro tem a dizer, tentar entender o ponto de vista dele e absorver o que, de tudo o que foi dito, for interessante pra você.

Aprenda a Aceitar Opiniões Diferentes das Suas!

Eu nunca gostei de conviver com pessoas que concordam em tudo comigo, porque é evidente que isso está errado, já que, perdoem-me o clichê, toda unanimidade é burra. Eu não quero “amigos” que sempre me digam sim, que pensem exatamente como eu e que jamais discordem de mim. Eu quero que eles sejam o que eles são, que expressem isso,  e peço todos os dias aos céus  que eu tenha  a sabedoria de aprender com eles, porque é assim que a gente cresce, que a gente evolui.

Todos os dias  recebo opiniões diversas por aqui, e se não conseguisse lidar com quem pensa diferente de mim, “fecharia” o blog.

Existem opiniões “pesadas” e desnecessárias? Existem, claro, mas essas a gente releva, não leva em conta, porque quem agride o outro injustificadamente precisa é de compaixão, isso sim. É fácil? Não, mas é necessário.

Aprenda a Aceitar Opiniões Diferentes das Suas!

Tem gente que entra aqui só pra criticar, e eu aceito os comentários, e respondo. Dia desses disseram aqui que minha boca era horrorosa. Aceitei e respondi, educadamente, que a minha função era passar informações, não ter a boca bonita, mas que, apesar disso, eu estava bem satisfeita com a minha. Já teve gente que “entrou” aqui e me mandou ficar quieta porque “nordestino não pensa”. Sim, isso acontece, e só me resta relevar.

Mas também tem as discordâncias geram coisas boas, e essas são maioria, e também são as melhores, claro!!

Essa semana uma seguidora, no post sobre a minha sobrancelha, falou pra que eu pegasse mais leve, fizesse um meio termo pois, pra ela, estava um pouco carregada. Eu adoro minha sobrancelha, mas fui tentar como ela falou, e não é que ficou bom? Se eu tivesse batido o pé e falado que eu gostava assim e pronto, poderia ter perdido a oportunidade de tentar uma coisa que, no fim, ficou ainda melhor.

Aprenda a Aceitar Opiniões Diferentes das Suas!

Não, isso não é ser influenciável, é estar aberto às possibilidades, e isso eu tento estar sempre, porque eu não sei tudo, eu sei muito pouco, aliás, e aprender é sempre um prazer.

Claro que ninguém é perfeito, mas aceitar opiniões diversas é o mínimo necessário pra conviver com os outros, porque ninguém aqui é dono da verdade ou o centro do mundo, e por mais que machuque o nosso ego, a nossa vaidade, precisamos entender isso.

Beijos

Ju

 

Vizcaya
Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
18 comentários
  1. Nivea  05/07/2013 - 13h29

    Boa, Ju!!!!
    É essa tal intolerância, fruto do desrespeito às diferenças, que tem causado tanta dor e tantas guerras pelo mundo afora, a começar nas nossas próprias relações. Bjs

  2. Karen  05/07/2013 - 13h31

    Oi Ju!!!! Tudo bem?

    Eu estava lendo o post dos lencinhos caseiros e de repente olhei para o lado direito do blog, onde ficam as fotos do Instagram, e entrei na foto da make azul.. Notei que seu rosto estava mais delicado, mais leve.. Dai pensei: Ela fez algo.. Será que mudou um pouco a sobrancelha como sugeri? Ia até te perguntar, quando lendo esse post sobre opiniões diferentes me deparei com essa parte:
    “Essa semana uma seguidora, no post sobre a minha sobrancelha, falou pra que eu pegasse mais leve, fizesse um meio termo pois, pra ela, estava um pouco carregada. Eu adoro minha sobrancelha, mas fui tentar como ela falou, e não é que ficou bom? Se eu tivesse batido o pé e falado que eu gostava assim e pronto, poderia ter perdido a oportunidade de tentar uma coisa que, no fim, ficou ainda melhor.”
    Owwwnn… Que fofa! Que pessoa ímpar você é!
    Quando falei da sobrancelha, fiquei com receio de que me interpretasse mal… Mas ao contrário disso, além de ‘me ouvir’, ainda testou e gostou!! =D
    Fiquei contente!
    Beijoos!!! o/

    • Ju Lopes  05/07/2013 - 15h05

      Oi Karen!
      Ahhh, blog é pra trocar experiências, né? Cada um ensina um pouco e todo mundo ganha!
      Imagina flor, aqui pode falar o que quiser, eu quero mais é poder aprender e jamais interpretaria mal!
      Obrigada viu?
      Beijos <3

  3. Elaine Cristina  05/07/2013 - 14h05

    Amei o post Ju…eh isso msm aceitar e respeitar…e qnt a sua boca rs…ahh s/c…vc é linda e imagina se pensasse hein kkk…bjs

    • Ju Lopes  05/07/2013 - 15h56

      Cris, tem gente pra tudo né? rsrsr
      Obrigada meu anjo!
      Beijos

  4. Carol  05/07/2013 - 15h29

    Como ser intolerante com diferenças em um país onde somos todos “misturados” não é mesmo? Acho essa pluralidade de pessoas e pensamentos maravilhosa! Apesar de que eu não sou tão phina como você para lidar com gente sem educação… rsrsrs

    Ju, te acompanho ja faz um tempo e tu não sabe quantas vezes já salvou meu cabelo…hahahahaha
    Te adoro! [domo]

    • Ju Lopes  09/07/2013 - 19h17

      Né Rol?
      Que bom saber disso minha flor! :)

  5. Andrea Lucas Cople  07/07/2013 - 20h44

    Oi Ju!
    Primeira vez q visito o seu blog e achei de muita coerência e sensatez esse post sobre as diferenças. csdasadas
    Realmente é preciso aceitar todas as opiniões alheias, mesmo que não concordando como algumas.
    O q eu acho realmente desnessário é criticar a pessoa pela aparência física, raça, naturalidade, crença, etc….vai mudar o q?
    Recentemente com essas manifestações do mês de junho, uma amiga de anos postou uma frase no face q somos “o reflexo dos nossos políticos, q cidadão é todo aquele q paga imposto, não joga lixo no chão, etc”.
    Eu disse q não concordava com uma parte: “que somos reflexos dos nossos políticos”. Pq eu cumpo integralmente as minhas obrigações como cidadã, profissional, e não via o mesmo comportamento nos nossos políticos. Acrescentei q ninguém vota para posteriormente ser enganado, a não ser que já se conheça o passado do candidato e dei mais algumas explicações.
    Ela simplesmente me respondeu: ” Respeita a minha opinião”! [ops] No q eu não respondi nada.
    Eu não estava discordando DELA e sim de um post q nem era de sua autoria e em parte, com argumentos lógicos, sem ofender à pessoa dela.
    Dias depois foi meu aniversário e vi q ela não me parabenizou e simplesmente me excluiu ou me bloqueou, sei lá. [ops]
    Vai entender… uma divergência de opinião e uma má interpretação do q eu escrevi e lá se foram mais de 10 anos de amizade.
    Minha mãe me ensinou a fazer elogios quando merecidos, pq críticas gratuitas têm de sobra.
    Tb sou advogada como vc e já enfrentei em audiências situações q o advogado da outra parte, por não ter argumento jurídico e lógico, começou a ofender não só o meu cliente como a mim tb.
    Neste caso, espero a pessoa acabar de falar e digo q só discordo no q tange o Direito do cliente, e q as ofensas pessoais e gratuitas são desnecessárias.
    Ju, desejo sucesso com seu blog, vou ler com calma os outros posts e conhecer mais um pouquinho por aqui.
    Bjs e boa semana!
    Ah, se puder, visita o meu blog de crônicas e msgs…é bem simples e está um pouco desatualizado: http://www.infinitoessencial.blogspot.com.br
    Andrea.

    • Ju Lopes  09/07/2013 - 19h37

      Oi Déa! Que bom que gostou!
      Nossa, que complicado, né? As pessoas andam cada vez mais intolerantes, mas sem noção…Absurdo isso!
      MUITO obrigada flor, seja muito bem vinda viu? Já vou olhar o seu blog, e adoro crônicas!
      Beijos

  6. Lói  08/07/2013 - 17h43

    Oi Ju, até que enfim vim comentar em seu blog, sempre passo aqui, leio, mas nunca comentava e hoje decidir deixar um “Oi”!
    Parabéns pelos belos posts, vc arrasa! Nunca saio daqui sem ter aprendido algo ou ter acrescentado algo em minha vida! Depois quero uma dicas, rs.

    Bju grande e Deus siga te abençoando!

    [pinkheart]

    • Ju Lopes  09/07/2013 - 19h29

      Loi, que bom te ter aqui!
      Obrigadaaaaa minha flor!
      Amém! :)

  7. rosae  14/04/2015 - 18h39

    Olá, amei o seu texto! Muito bom! Vc é uma pessoa iluminada. Felicidades! Um abraço.

  8. Willian  30/08/2015 - 11h23

    Perfeito! Era tudo que eu precisava. Basearei neste post para fazer um encontro com jovens sobre o tema Opinião. Parabéns Ju!

  9. Vanusa Galvão  20/04/2016 - 11h28

    Adorei seu texto Ju!

  10. THAY CASTRO  09/06/2016 - 16h27

    Jú me ensina a ser assim hahaha …

    Juro que tento todos os dias mas é extremamente difícil pra mim, filha unica sabe sempre foi tudo pra mim e eu tenho noção do quanto isso me prejudica =/

  11. Valmira Gonçalves Fernandes  01/09/2016 - 21h05

    Comentei e compartilhei sua página, tão necessária nesta hora em que o país está dividido numa polarização perigosa. O respeito à opinião alheia só existe, aqui, quando coincide com a opinião de quem falou. Como se nós só tivéssemos dois partidos políticos: O do SIM e o do SIM SENHOR. Como exemplo, entrei numa loja de um centro de compras e disse, depois do bom dia, “Querida, você tem…” e a moça me disse “Tenho não”. Eu nem sequer tinha dito o que era! Agradeci e disse que ia procurar noutra loja. Noutra perguntei à vendedora se ela tinha um maiô preto, discreto, para uma senhora como eu. Resposta, depois de um olhar e silêncio embaraçoso para mim:
    “Temos não. Aqui só vendemos roupa de praia para pessoas normais”. “Quer dizer que vestir 46 é anormal?” perguntei bem humorada. “Olhe, quer dizer, eu não queria, por favor…e eu a interrompi: “Querida, a amêndoa é sempre pior do que a sineta”. E fui embora. Nunca passaria pela sua cabeça que “a emenda é pior do que o soneto”. Então, como não tenho mais certezas (para eu estar certa é preciso que o Outro esteja errado), estou em pleno curso de Escutatória e me empresto aos falantes sem interrupção. Pareço ter uma antena que atrai gente que gosta de desabafar…Almoço, algumas vezes, na praça de alimentação e sempre alguém pergunta: “Posso almoçar com a senhora?”. Já sei que vem a história toda da Vida, desde 1900 e Afonso Pena. No fim a pessoa me diz: “Deus lhe abençoe. Eu precisava tanto de conversar com alguém”. Eu também. Converso escutando. Voltando ao respeito, você conseguiu colocar muita gente em frente ao espelho para perguntar: “Por quê acho a boca de Ju feia? Eureka! Acho a MINHA boca feia e aí projeto meu defeito nela…” Era tão bom que as pessoas descobrissem isso, ao julgar algo tão subjetivo como a Beleza, a Bondade e a Verdade.
    Sempre sofri com o problema de sobrepeso. Um dia, uma colega me disse: “Você está uma baleia! Precisa fazer regime urgente!”. Respondi: “Gostaria de ter sua coragem”. “Coragem como?”. “De magoar alguém por prazer. Ninguém gosta de ser gorda. Agora, o meu problema tem solução, se eu quiser. Já o seu, não tem. Você é uma pessoa feia e chata. Aposto que acorda pensando em quem vai infernizar mais tarde”. E fui embora.
    Precisamos usar esse meio poderoso das redes sociais, para mudar comportamentos e fazer as pessoas ficarem envergonhadas, ao sair da linha. Obrigada. Você nos faz bem.

  12. Núbia  08/08/2017 - 08h17

    Muito legal, adorei o que escreveu.

O que você acha do JV?
Eu simplesmente amo esse blog!!! Já perdi a conta de quantos produtos comprei depois de ver resenhas daqui, porque sei que são reais. Bioextratus foi…