Vizcaya
03.08.2013

Vacina Contra a Leishmaniose Canina: Um Ato de Amor!

Essa semana postei no face o ” Atestado de Vacinação Contra Leishmaniose Visceral Canina”  de Ozzynho e a maioria absoluta das pessoas não sabia do que se tratava e nunca tinha ouvido falar dessa vacina, o que é um pena, porque vacinar o cão contra a leishmaniose, também conhecida como calazar, é absolutamente fundamental, já que essa é uma doença que vem se disseminando cada vez mais e que leva, aqui no Brasil,  ao sacrifício dos animais.

Ou seja, se o seu cachorro for picado pelo mosquito que transmite a doença, ele precisará, de acordo com a orientação oficial,  ser sacrificado. Então, a vacina contra a leishmaniose, além de um ato de responsabilidade que TODA pessoa que se dispõe a ter um animal precisa ter, é um ato de amor.

vacina contra o calazar, Calazar, leishmaniose canina

A vacina contra a leishmaniose não é gratuita (mas deveria!), infelizmente, e está disponível em clínicas veterinárias. Antes de vacinar o animal é preciso fazer um exame sorológico. Se o exame der negativo ou não regente, o animal poderá ser vacinado. Daí são necessárias três doses da vacina, com intervalos de 21 dias entre uma dose e outra, e anualmente você precisa revacinar o cão (1 só dose) .

Aqui em Jee não faz esse exame, então o sangue do Ozzynho foi “colhido” e enviado pra um laboratório lá em Vespasiano, Minas Gerais, e demorou uns vinte dias para que o resultado chegasse. Assim que chegou, ele tomou a primeira dose e agora, após as três doses, ele está protegido contra a doença (índice de proteção varia entre 92% e 95%), mas continuo usando a coleira que também ajuda a combater o calazar, que é a Scalibor.

vacina do calazar

Não dei essa vacina antes porque fiquei com medo depois que mais de 200 cachorros morreram aqui em Jee após tomar a vacina da raiva… A coisa nunca ficou bem explicada e ninguém nunca assumiu a responsabilidade, mas acho que teve algum problema na conservação do produto, sabe?

Só sei que fiquei com medo,  daí as vacinas principais, como a da raiva,  a  V10 (protege da cinomose, hepatite infecciosa, parainfluenza adenovirose, coronavirose, parvovirose e leptosprose) e a da giárdia eu fazia aqui com a veterinária dele, a Dr. Roberta (Fofa!), mas enrolava com essa, e seguia usando a coleira e uns  pour-ons repelentes, mas esse ano me senti segura e ele foi vacinado.

vacina leishmaniose canina

Me senti muito culpada de não ter vacinado antes, mesmo mantendo-o protegido de outras formas, porque, na verdade, a melhor forma de prevenir é vacinando. Agora ele já está devidamente vacinado, mas continuo usando a Scalibor (é a coleira branquinha), só porque eu sou neurótica e quero que ele fique o mais protegido possível.

Em relação ao sacrifício de cães infectados, eu só tenho a lamentar e me envergonhar, porque é sacrificar um animal inocente por um erro nosso, porque a partir do momento em que a gente sabe que existe a doença e que existem meios de prevenção, a única atitude aceitável é lançar mão desses meios de prevenção.

Ozzynho2

A “orientação” oficial do Ministério da Saúde e o Conselho Federal de Medicina Veterinária é a proibição do tratamento de animais infectados, o que é inaceitável, porque o animal não pode pagar pela omissão do dono e do Estado Brasileiro, que, aliás, concentra 90% dos casos da doença na América Latina. Ou seja, ao invés de implementar políticas públicas para acabar com a epidemia, o que é o mínimo esperado,  o Estado  simplesmente “manda matar”. Simples, não?

Enfim, o post foi só mesmo pra orientar vocês a procurarem um veterinário de confiança e vacinar seus cães o quanto antes!

Beijos

Ju

Vizcaya
Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
15 comentários
  1. Dani  04/08/2013 - 12h29

    tbm vacinei minha Lola contra esta doença terrivel…. vc acredita q ouvi de dezenas de pessoas “ignorantes” que era bobeira vacinar, q o medico queria era dinheiro !!!

    • Ju Lopes  04/08/2013 - 12h36

      Nossa Dani, que horror… Não entendo isso não gente, sinceramente!

  2. Jaque Freire  05/08/2013 - 18h00

    Oi Juh! Olha eu já fiz um minicurso sobre Leishmaniose lá na faculdade e eles explicaram sobre as vacinas que existem. O que os veterinários disseram lá é que ainda nenhuma delas é 100% eficaz e que o cachorro ainda corre o risco de ser contaminado. Depende da empresa que faz a vacina também é sempre bom saber como foram os testes algumas empresas mais conhecidas disponibilizam esses dados. Talvez por isso muitas pessoas não realizam a vacinação. Eu também acho que a vacinação deveria ser gratuita, pois isso também é uma questão de saúde pública. Um cachorro contaminado mesmo não apresentando os sintomas (quando faz tratamento) continua sendo um reservatório da doença, pois os remédios que existem não matam o parasita, na verdade, eles so fazem os sintomas desaparecem.

    • Ju Lopes  06/08/2013 - 12h21

      Oi Jaque!
      Nenhuma é 100% mesmo, mas nem a da Raiva é, né? Pelo que eu li, a da raiva só protege 40%, então essa tá no lucro porque chega a 95%. Agora eu não sabia que tinham diversas vacinas não, só sabia da Leishmanian, que é a única que foi aprovada de forma definitiva pra uso. Pra Ozzy eu dei essa e graças a Deus ele tá bem… POis é, o cachorro não tem culpa, a responsabilidade é do governo que não vacina os cães! Fico louca com isso! Afff

  3. JULIA  08/08/2013 - 16h24

    Ju! Muito bacana seu post, como tenho 5 bebes tenho que cuidar né, só que como vou me casar e ganhei uma pit bull do meu noivo no dia dos namorados vou levar só ela, no próximo mês ela começa a tomar a vacina contra a leishimaniose (carinha né) e to contigo acho que deveira ser pública. E a questão da vacina de raiva, na época, lendo reportagens descobrir que a vacina foi feita aqui no Brasil e antes a mesma era importada, então não sei né! E uma curiosidade qual é a raça do Ozzinho ? Beijo grande

    • Ju Lopes  08/08/2013 - 16h32

      Oi Ju!
      Que bom que gostou!
      Pois é, ela acaba sendo cara, sobretudo pra quem tem mais de 1. Aqui cada dose custou 80,00, e o exame custou 100…Isso tinha que ser público!
      Hum.. Vou ver isso da Raiva.. Ah, Ozzynho é Staff Bull Terrier,é tipo um pit bull pequeno. Beijos

  4. Elisa  28/08/2014 - 17h14

    A vacina no meu cão venceu há 2,5 meses. Precisa dar novamente as 3 doses? Ou somente 1 dará certo?

    • Ju  01/09/2014 - 10h07

      Não flor, na primeira são 3 doses, depois é uma a cada ano!

  5. Raimundinhá Morais  20/10/2014 - 10h48

    Gostaria de saber se um cão que está em tratamento de calazar ainda precisa ser vacinado e com quantas doses por ano?

  6. Cynthia  24/03/2015 - 19h49

    Olá! Uma dúvida: minha cadela teve reação alérgica a vacina. Só pod tomar as doses seguintes c Prometazina (antialérgico) porém o veterinário alega q c demorei 5 dias a mais entre a primeira e a segunda dose o veterinário ker q eu vacine mais uma vez. Vc acha necessário? Já q ela tomou as 3 doses? Ela sofre muito. Fica muito dolorida. Ela n pesa nem 2 kg. É um pinscher. Obg

  7. Alessa  03/11/2015 - 15h10

    A minha cadela a Zara é filhote tem quase 5 meses, fez o exame sabádo , o resultado chega em 15 a 20 dias, e comprei a coleira Scalibor, mais muitas pessoas me falaram que não devo da a vacina pois sempre vai da positivo o resultado do exame,e se um dia ela obter a doença eu não saberei de primeira mão, vou procurar informações a respeito, se alguém puder ajudar agradeço!

  8. Manoel Miguel da Costa Neto  09/04/2016 - 12h36

    obrigado! fiquei satisfeito com as suas orientações.

  9. Quéssia Santos  10/05/2016 - 17h44

    Vacinei meu filhinho hoje, com a primeira dose contra a leishmaniose. Com certeza cuidar da saúde do seu animal, é um ato de amor. O meu já completou o ciclo das vacinas regulares, só faltava a da leishmaniose.
    O meu filhinho da raça pinscher faz um ano esse mês. Sou apaixonada por ele!!!

  10. Bruno Ferreira  06/02/2017 - 17h01

    Olá Ju, tudo bem?
    Um amigo está fazendo este processo de vacina contra calazar em sua cadelinha e já está na segunda dose. Conversando sobre o tema ficamos com uma dúvida que talvez você possa nos ajudar: depois das três doses é necessário fazer reforço? Abraços e grato pela atenção!

    • Ju  07/02/2017 - 09h30

      Oi Bruno, tudo bem sim, e você?
      O reforço é anual, no ano seguinte ele precisa dar mais uma dose!
      Beijos

O que você acha do JV?
Eu simplesmente amo esse blog!!! Já perdi a conta de quantos produtos comprei depois de ver resenhas daqui, porque sei que são reais. Bioextratus foi…