22.05.2018

Cabelos Danificados: Coisas Que Você Precisa Saber!

No Por Um Fio desse mês estamos falando muito de produtos para cabelos danificados, e acho importante esclarecer algumas coisas, já que existem níveis diferentes de danos e nem tudo o que parece é.

Quando a gente fala de cabelos danificados pensamos logo em fios elásticos, quebrados, frágeis, que passaram por procedimentos químicos, né?

Só que os danos podem ter outras causas que não as químicas capilares, e fases diferentes, o que demanda cuidados diferentes.

É por isso, também, que sempre digo que cada cabelo é uma sentença, que o que é maravilhoso pra uma pessoa pode ser péssimo pra outra, e que a gente precisa começar a sentir, “ouvir” e entender o nosso cabelo.

As fases dos Cabelos danificados

A princípio existem basicamente 5 fases  dos danos ou desgastes capilares, e em cada uma dessas fases existem graus diversos.

cabelos danificados como tratar juro valendo

A primeira fase dos danos

Na primeira fase o cabelo, inicialmente, está saudável. O que significa que, ou ele não sofreu dados ou esses danos foram sanados.

Nesse caso, uma raridade, ele é visualmente forte, tem brilho, maciez e elasticidade preservadas.

Teoricamente é um cabelo que nunca passou por nenhum procedimento químico, só que mesmo nesse caso ele pode estar danificado.

Claro que em um grau bem mais leve, mas pode, pois o calor térmico (secador, chapinha, babyliss), os raios solares, o cloro da piscina, a poluição, a água (tem post sobre isso aqui) e inúmeros outros fatores podem danificar os fios.

E se danificou, é preciso repor nutrientes, inclusive proteínas, porque, só pra citar um exemplo,  os raios solares não só atingem a queratina, matéria base do fio do cabelo,  como  afetam diretamente as propriedades físicas e mecânicas da fibra capilar, vez que causam a degradação das ligações de enxofre, responsáveis pela formação das cutículas, o que resulta em ressecamento, perda do brilho, porosidade e comprometimento da elasticidade.

Tudo isso eu expliquei detalhadamente aqui e aqui.

A rotina de cuidados aqui é básica, e uma máscara bem balanceada, com ativos que atuem na reconstrução, hidratação e nutrição, usada na frequência que o seu cabelo “pedir”, é o suficiente.

Ah, e não custa avisar que usar protetor térmico, finalizador com proteção e coisas do tipo fazem parte do pacote de cuidados, até pra evitar mais danos, tá?

A segunda fase dos cabelos danificados

Quando o ressecamento se torna visível e persistente, não melhorando facilmente com o uso de máscaras hidratantes de boa qualidade (qualidade não é, necessariamente, sinônimo de preço), passamos para a segunda fase de desgaste da fibra capilar.

Os desgastes diários, sejam mecânicos, ambientais ou de qualquer outro tipo, afetam a cutícula e contribuem para a perda de massa capilar. Então, a coisa não tem a ver só com hidratação, vai além.

É fácil de acontecer com quem, tendo um cabelo sem química, por exemplo, acha que não precisa de maiores cuidados. Com quem, por ter o cabelo “virgem’, não protege quando usa secador, chapinha e/ou babyliss, se expõe ao sol sem proteção adequada para os fios, dentre outras coisas.

cabelos danificados como tratar juro valendo

Essa é uma fase facilmente reconhecível pelo toque: ao invés de suavidade, ele é áspero, e até o barulho quando “esfregamos” é diferente, é só de palha, rugoso, diferente do som emitido por um cabelo hidratado, que é bem suave.

Aqui, além dos cuidados básicos, é preciso investir em produtos que ajudem a repor e manter a hidratação, com máscaras de hidratação nutritiva, umectações esporádicas e, sim, reposição proteica com proteínas e aminoácidos, mas em uma frequência menor.

a terceira fase dos cabelos danificados

Quando o ressecamento não é tratado, ele fica mais e mais intenso, sobretudo quando associado a algum tipo de química capilar, como a coloração, por exemplo.

A cutícula, além de “aberta”, fica desalinhada, o que resulta num cabelo com alto nível de aspereza, opacidade e pontas duplas (e) ou ainda mais ressecadas.

Essa é a fase crucial, porque se o cuidado aqui não for feito da forma correta e os danos continuarem, é muito mais difícil conseguir, depois, recuperar o cabelo.

Shampoos mais suaves, condicionadores de tratamento, máscaras que tenham ação hidratante, nutritiva e reconstrutora mais potentes, umectações e finalizadores que ajudem a manter a umidade no interior do fio e, ao mesmo tempo, protejam e tratem são essenciais.

A quarta fase dos danos

Quando chegamos nessa fase o nível de desgaste já é bem grande e inclui, com algumas variáveis, muito ressecamento, perda do brilho, porosidade e perda de massa, do cimento intercelular, responsável maior pela estrutura, força e saúde dos fios.

Cabelos que passam por procedimentos químicos tendem a estar nesse estágio, que pode ser mais ou menos crítico a depender dos cuidados.

Nesse caso o interior da fibra capilar já está exposta, o que significa que o cabelo fica cada vez mais quebradiço, frágil e com a elasticidade comprometida.

cabelos danificados como tratar juro valendo

Como está muito mais vulnerável, o tratamento precisa ser mais intenso e constante. Reconstruções mais potentes, cauterizações, proteção, suspensão de qualquer outra química até que ocorra uma melhora, além de hidratação e nutrição para repor os nutrientes perdidos, todos eles, são indispensáveis.

Quinta fase: cabelos elásticos e corte químico

Esse é o estágio mais grave, começando com um cabelo sem elasticidade (parece chiclete, se desfaz ao toque), fragilizado, com o córtex totalmente vulnerável e uma grave erosão na fibra capilar, e indo até a destruição completa dos fios, onde o cabelo simplesmente parte e cai.

É típico de quem faz muitas químicas e não cuida e nem dá a pausa correta, de quem tem corte químico, de quem usa produtos de qualidade duvidosa parra descolorir ou alisar, por exemplo, e também de quem insiste em fazer química em um cabelo que simplesmente não aguenta.

Recuperar um cabelo com esse nível de desgaste requer muito cuidado, e cuidados intensos, paciência e persistência, porque não é fácil não!

Reconstruções poderosas, fortalecedores, cauterizações e tratamentos mais potentes são necessários com uma frequência bem maior, além de todo o cuidado básico com shampoos, condicionadores, finalizadores, muita proteção e, nos momentos certos, hidratações e nutrições.

Para cada um desses estágios existem produtos que são mais indicados, porque suprem aquelas necessidades, mas isso é assunto para o próximo post, tá?

Pra acompanhar os posts do Por Um Fio aqui no blog é só clicar aqui, e pra acompanhar as dicas e testes de produtos em tempo real é só seguir o blog no Instagram (@jurovalendo).

Ainda vamos falar muito sobre isso, mas se tiverem dúvidas é só deixar nos comentários, tá?

Beijos, Ju♥

Bora ficar mais juntinha nas nossas Redes Sociais? Segue aí ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
3 comentários
  1. Yasmin  22/05/2018 - 20h28

    Nossa gente que post explicativo!!! Ju muito obrigada! Ficou claro para identificar o estágio de dano do meu cabelo. Acho que essa etapa é crucial para conseguir dar o que o cabelo precisa né! Obrigada! Beijos!

  2. ZILANDRA  23/05/2018 - 10h13

    Mulher meu cabelo depois da bariatrica esta detonadooooo
    consegui tirar a tintura dele, mais ohhh o processo esta dificil
    beijos
    sempre aprendo coisas maravilhosas aqui

  3. Luiza  23/05/2018 - 14h44

    Como não pinto meu cabelo faz anos, e não utilizo chapinha e nem secador. O meu deve estar no primeiro estágio.
    Só preciso cuidar mais dele ao sair para o sol..
    Bem explicadinho o post, como sempre!

    Beijos de luz e amor.

O que você acha do JV?
Acompanho há anos, é meu blog queridinho, com certeza ! <3 Não compro nada para cabelos ou pele sem antes ver se a Jú já…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Saudades Ibiza... OPS... Rio de Janeiro... 😃🤣🇧🇷❤️ #tbt #barradatijuca #pareceibiza #jurovalendo #querodenovo
  • Os lábios de vocês também ficam mais ressecados, fragilizados durante o inverno?👄 Isso acontece porque, nessa estação, a pele fica mais sensível, seca e irritada por causa da perda da oleosidade causada pela alteração do clima. Uma das regiões que mais sofrem com isso são os lábios, que ressecam horrores. 
Mas, nada que o @bepantolderma Regenerador Labial não resolva, não é? 
Rico em ativos umectantes, hidratantes e nutritivos, ele não só hidrata, mas previne do ressecamento, protege, regenera e restaura o equilíbrio da pele sensível dos lábios, deixando-os macios e suaves ao toque. 
O melhor é que ele faz isso tudo sem deixar os lábios grudentos ou esbranquiçados, sabe? Também tem ótima durabilidade, espalha fácil, rende bem e é superhidratante. Não fico mais sem! 
Traduzindo: é pra “garrar amor”! [ Consulte sempre o seu dermatologista!😉] #Bepantol #BepantolDerma #AmoMuito #PelesQueContamHistórias #JuroValendo | Publicidade ✨
  • 3.6✨✨✨
Chegou, gente!🙌🏻💃🏻
Mas agora não tenho condição de escrever nada, sabe porquê? Porque acordei e corri pra tomar muito ☕️☕️☕️, e cês sabem que só como em silêncio, né? Inclusive mental!😂😂😂 Eu já volto, e amo vocês!❤️ #jurovalendo
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo