Vizcaya
22.05.2018

Cabelos Danificados: Coisas Que Você Precisa Saber!

No Por Um Fio desse mês estamos falando muito de produtos para cabelos danificados, e acho importante esclarecer algumas coisas, já que existem níveis diferentes de danos e nem tudo o que parece é.

Quando a gente fala de cabelos danificados pensamos logo em fios elásticos, quebrados, frágeis, que passaram por procedimentos químicos, né?

Só que os danos podem ter outras causas que não as químicas capilares, e fases diferentes, o que demanda cuidados diferentes.

É por isso, também, que sempre digo que cada cabelo é uma sentença, que o que é maravilhoso pra uma pessoa pode ser péssimo pra outra, e que a gente precisa começar a sentir, “ouvir” e entender o nosso cabelo.

As fases dos Cabelos danificados

A princípio existem basicamente 5 fases  dos danos ou desgastes capilares, e em cada uma dessas fases existem graus diversos.

cabelos danificados como tratar juro valendo

A primeira fase dos danos

Na primeira fase o cabelo, inicialmente, está saudável. O que significa que, ou ele não sofreu dados ou esses danos foram sanados.

Nesse caso, uma raridade, ele é visualmente forte, tem brilho, maciez e elasticidade preservadas.

Teoricamente é um cabelo que nunca passou por nenhum procedimento químico, só que mesmo nesse caso ele pode estar danificado.

Claro que em um grau bem mais leve, mas pode, pois o calor térmico (secador, chapinha, babyliss), os raios solares, o cloro da piscina, a poluição, a água (tem post sobre isso aqui) e inúmeros outros fatores podem danificar os fios.

E se danificou, é preciso repor nutrientes, inclusive proteínas, porque, só pra citar um exemplo,  os raios solares não só atingem a queratina, matéria base do fio do cabelo,  como  afetam diretamente as propriedades físicas e mecânicas da fibra capilar, vez que causam a degradação das ligações de enxofre, responsáveis pela formação das cutículas, o que resulta em ressecamento, perda do brilho, porosidade e comprometimento da elasticidade.

Tudo isso eu expliquei detalhadamente aqui e aqui.

A rotina de cuidados aqui é básica, e uma máscara bem balanceada, com ativos que atuem na reconstrução, hidratação e nutrição, usada na frequência que o seu cabelo “pedir”, é o suficiente.

Ah, e não custa avisar que usar protetor térmico, finalizador com proteção e coisas do tipo fazem parte do pacote de cuidados, até pra evitar mais danos, tá?

A segunda fase dos cabelos danificados

Quando o ressecamento se torna visível e persistente, não melhorando facilmente com o uso de máscaras hidratantes de boa qualidade (qualidade não é, necessariamente, sinônimo de preço), passamos para a segunda fase de desgaste da fibra capilar.

Os desgastes diários, sejam mecânicos, ambientais ou de qualquer outro tipo, afetam a cutícula e contribuem para a perda de massa capilar. Então, a coisa não tem a ver só com hidratação, vai além.

É fácil de acontecer com quem, tendo um cabelo sem química, por exemplo, acha que não precisa de maiores cuidados. Com quem, por ter o cabelo “virgem’, não protege quando usa secador, chapinha e/ou babyliss, se expõe ao sol sem proteção adequada para os fios, dentre outras coisas.

cabelos danificados como tratar juro valendo

Essa é uma fase facilmente reconhecível pelo toque: ao invés de suavidade, ele é áspero, e até o barulho quando “esfregamos” é diferente, é só de palha, rugoso, diferente do som emitido por um cabelo hidratado, que é bem suave.

Aqui, além dos cuidados básicos, é preciso investir em produtos que ajudem a repor e manter a hidratação, com máscaras de hidratação nutritiva, umectações esporádicas e, sim, reposição proteica com proteínas e aminoácidos, mas em uma frequência menor.

a terceira fase dos cabelos danificados

Quando o ressecamento não é tratado, ele fica mais e mais intenso, sobretudo quando associado a algum tipo de química capilar, como a coloração, por exemplo.

A cutícula, além de “aberta”, fica desalinhada, o que resulta num cabelo com alto nível de aspereza, opacidade e pontas duplas (e) ou ainda mais ressecadas.

Essa é a fase crucial, porque se o cuidado aqui não for feito da forma correta e os danos continuarem, é muito mais difícil conseguir, depois, recuperar o cabelo.

Shampoos mais suaves, condicionadores de tratamento, máscaras que tenham ação hidratante, nutritiva e reconstrutora mais potentes, umectações e finalizadores que ajudem a manter a umidade no interior do fio e, ao mesmo tempo, protejam e tratem são essenciais.

A quarta fase dos danos

Quando chegamos nessa fase o nível de desgaste já é bem grande e inclui, com algumas variáveis, muito ressecamento, perda do brilho, porosidade e perda de massa, do cimento intercelular, responsável maior pela estrutura, força e saúde dos fios.

Cabelos que passam por procedimentos químicos tendem a estar nesse estágio, que pode ser mais ou menos crítico a depender dos cuidados.

Nesse caso o interior da fibra capilar já está exposta, o que significa que o cabelo fica cada vez mais quebradiço, frágil e com a elasticidade comprometida.

cabelos danificados como tratar juro valendo

Como está muito mais vulnerável, o tratamento precisa ser mais intenso e constante. Reconstruções mais potentes, cauterizações, proteção, suspensão de qualquer outra química até que ocorra uma melhora, além de hidratação e nutrição para repor os nutrientes perdidos, todos eles, são indispensáveis.

Quinta fase: cabelos elásticos e corte químico

Esse é o estágio mais grave, começando com um cabelo sem elasticidade (parece chiclete, se desfaz ao toque), fragilizado, com o córtex totalmente vulnerável e uma grave erosão na fibra capilar, e indo até a destruição completa dos fios, onde o cabelo simplesmente parte e cai.

É típico de quem faz muitas químicas e não cuida e nem dá a pausa correta, de quem tem corte químico, de quem usa produtos de qualidade duvidosa parra descolorir ou alisar, por exemplo, e também de quem insiste em fazer química em um cabelo que simplesmente não aguenta.

Recuperar um cabelo com esse nível de desgaste requer muito cuidado, e cuidados intensos, paciência e persistência, porque não é fácil não!

Reconstruções poderosas, fortalecedores, cauterizações e tratamentos mais potentes são necessários com uma frequência bem maior, além de todo o cuidado básico com shampoos, condicionadores, finalizadores, muita proteção e, nos momentos certos, hidratações e nutrições.

Para cada um desses estágios existem produtos que são mais indicados, porque suprem aquelas necessidades, mas isso é assunto para o próximo post, tá?

Pra acompanhar os posts do Por Um Fio aqui no blog é só clicar aqui, e pra acompanhar as dicas e testes de produtos em tempo real é só seguir o blog no Instagram (@jurovalendo).

Ainda vamos falar muito sobre isso, mas se tiverem dúvidas é só deixar nos comentários, tá?

Beijos, Ju♥

Bora ficar mais juntinha nas nossas Redes Sociais? Segue aí ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

Vizcaya
16.01.2017

Máscara para Cabelo Elástico: Top 10

A Cris pediu indicação de máscara para cabelo elástico lá no nosso grupo do Facebook, e como sei que essa é uma dúvida comum, sentei pra fazer um post com as 10 que mais gosto, das mais baratas até as mais caras.

Meu cabelo já ficou elástico muitas vezes e já passei por alguns cortes químicos, coisa que quem acompanha o blog há mais tempo sabe, mas com o tempo (e os erros!) fui aprendendo o que funciona melhor no meu cabelo, os cuidados que preciso ter para evitar maiores problemas e o que fazer quando eles surgem, sabe?

Mas, se o seu cabelo tá elástico, tá frágil, tá muito danificado e você não sabe por onde começar, vou deixar 3 posts bem legais que, com certeza, vai ajudar!

  1. Precisa de socorro imediato? Aqui tem um guia rápido para recuperar os cabelos elásticos!
  2. Quer evitar que, da próxima vez seu cabelo fique elástico? Clica aqui!
  3. Quer opções de produtos para cabelos elásticos? Clica aqui!

Como escolher uma Máscara para cabelo elástico?

Existem graus diferentes de danos, e é claro que quanto maior for esse dano, mais potente deve ser a máscara. Acontece que nem todo mundo pode investir numa máscara poderosa e cara, e é por isso que sempre opto por dar dicas de produtos para todos os bolsos, sabe?

Existem sim muitas máscaras de reconstrução boas e baratas, mas é fato que quando o cabelo está extremamente danificado, quando está partindo, quando, simplificando,  a coisa tá feia, o melhor é pagar pelo tratamento mais potente, o que geralmente custa mais caro.

Tratamento para cabelos elásticos: melhores máscaras

máscara para cabelo elástico

Isso significa que as máscaras baratas não prestam? De jeito nenhum. Significa que elas são melhores para manutenção, já que seus efeitos são mais visíveis a longo prazo, e um cabelo com corte químico, por exemplo, não pode esperar 3, 4 semanas até que a máscara consiga entregar o resultado pretendido.

Então, se o seu cabelos está em petição de miséria, invista o máximo que puder pra evitar danos e gastos maiores depois, tá?

Ah, e pra quem tem dúvida sobre a eficácia dos produtos mais baratos, sobre como comparar com os caros, sugiro esse post aqui, ó.

1. Hair Growth Treatment, Lee Stafford

É, sem sombra de dúvida, o melhor custo-benefício dessa lista! É muito rica em aminoácidos, tem uma excelente ação fortalecedora e reconstrutora, encorpa os fios e sou completamente apaixonada por ela!

Vai bem tanto em cabelos com danos mais suaves como em cabelos super elásticos, é só dosar o intervalo de uso. Nos fios mais danificados dá pra usar até três vezes na semana, até o cabelo melhorar. Já nos fios com menos danos, vale usar uma vez na semana ou a cada 10 dias.

Custa R$83,00 (compre aqui)  e tem resenha completa aqui.

2. Máscara Repair Rescue

Essa linha inteira é muito boa, e a máscara é uma das preferidas da vida! Entrega um resultado reconstrutor muito bom, restaura em profundidade e devolve o “cimento capilar”. Indico de olhos fechados para todos os cabelos quimicamente tratados, e a resenha dela está nesse post aqui. Compre aqui.

3. KB2 Hair Repair Protein Reconstructor, L´Anza

Para cabelos com danos mais pesados,  esse reconstrutor é excelente e ajuda bastante nos casos de quebra. É bem fortalecedor, repara os danos de forma eficaz e entrega um ótimo resultado de reestruturação da fibra capilar.

É vendido em salões de beleza e lojas virtuais, custa R$96,90 (compre aqui) e falei dele nesse post aqui.

4. K-Pak Deep Penetrating Reconstruct, Joico

Essa máscara foi eleita, por 13 anos seguidos, a melhor reconstrução do mundo, e realmente é bem boa: fortalece, reconstrói e reestrutura a fibra capilar. Não é a mais potente, mas é curinga e funciona bem na grande maioria dos casos.

Já falei dela nesse post aqui.

5. Extreme-Up

É, pra mim, o melhor reconstrutor do mercado! Para casos extremos, quando o cabelo está profundamente danificado e elástico, assim como em casos de corte químico ele é a melhor opção e garante resultados instantâneos.

Não é exatamente uma máscara, mas sim um kit de tratamento para situações emergenciais, e se o seu cabelo está na UTI, vale investir! Falei mais sobre ele nesse post aqui.

6. CPR, Senscience

O CPR não é exatamente uma máscara, e também não é só reconstrutor, mas é maravilhoso para cabelos elásticos. É que, além de ajudar na reconstrução e fortalecimento, combate a porosidade, tem boa ação hidratante e deixa os fios muito sedosos. É o tipo de produto que a gente vê e sente a diferença assim que usa, sabe? Amo! Compre aqui.

7. Age Recharge, Kerástase

Essa máscara é tão boa quanto cara, mas vale cada centavo: fortalece, repõe massa e reconstrói bastante os fios. Ela só funciona bem em cabelos que precisam muito de reconstrução, caso contrário o efeito parece ser contrário. Então, só invista se o seu cabelo estiver muito danificado!

8. Máscara Forcefiber Tratamento Ultra Fortalecedor Anti-Quebra, Matrix

Não é uma máscara de reconstrução, mas sim uma máscara fortalecedora específica para cabelos com quebra que devolve a força e a resistência dos fios. Age preenchendo o interior da fibra capilar, e da última vez que usei (tem tempo!), com danos de média intensidade,  gostei bastante dos resultados. Compre aqui.

9. Reconstrução Caseira Poderosa

Essa reconstrução caseira é o poder! É focada, basicamente, na queratina e realmente fortalece muito, sendo bem útil para quando o cabelo está elástico. Contudo, não dispensa o uso de uma boa máscara com aminoácidos, que têm um peso molecular menor e conseguem penetrar (e tratar) mais profundamente os fios.

A receitinha está nesse post aqui.

10. Inoar Mask Cabelos Grossos

É comercializada como uma máscara nutritiva, mas o resultado em meu cabelo é de reconstrução, e das mais baratas (R$39,90, compre aqui) é uma das melhores opções para cabelos elásticos.

É que ela contém outras proteínas além da queratina,  conta com ativos que também nutrem e hidratam, e é bem balanceada. Se o cabelo estiver muito elástico ela não vai dar conta sozinha, mas se o caso não for tão grave e você não puder investir em uma opção mais potente, essa é uma boa escolha.

Se vocês tiverem alguma dúvida sobre cabelos elásticos e emborrachados, deixem nos comentários que providencio um post rapidinho, tá? Aproveita e me conta qual máscara para cabelo elástico é a sua preferida!

E se quiser opções boas e (mais) baratas, é só clicar aqui!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

27.05.2015

Trauma Treatment L´Anza: Meu Leave-in Preferido!

Quem acompanha o blog há mais tempo sabe que eu tenho a maior dificuldade da vida com leave-in, e que o Trauma Treatment, da L´Anza, é o meu preferido da vida, né? Já falei sobre ele nesse post aqui, onde listei os leave-in que mais gostava, e como achei ele aqui em Jee de novo, farei a resenha completinha!

Trauma-Treatment-L´Anza-melhor-leave-in

O Trauma Treatment faz parte da linha Color Care, indicada pra cabelos coloridos e super processados, e foi meu companheiro de corte químico anos atrás, junto com os produtos da linha Moi Moi, também da L´anza, que já falei muito por aqui. Ah, sim, ele é meu amor das antigas!

Diz no rótulo que trata-se de um tratamento sem enxágue protetor da cor para cabelos super processados e quimicamente tratados. Promete prolongar a cor em até 107%, restaurar a saúde dos cabelos e renovar os fios.

Trauma Treatment: Raio-X!

Trauma Treatment L´Anza: Meu Leave-in Preferido!

Pra explicar porque ele é tão bom, farei um “mini raio-x” da composição, que é da pesada, até porque ele é, na verdade, uma espécie de máscara sem enxágue.

Contém ceramidas, aminoácidos e queratina, que ajudam na reconstrução do cabelo, e aqui vale lembrar que a queratina da L´anza é de baixo peso molecular, ou seja, consegue realmente penetrar e tratar os fios.

É enriquecido com óleo de semente de kukui e de macadâmia, que são nutritivos e emolientes, e tem uma quantidade enorme de extratos botânicos que ajudam na hidratação e suavização do cabelo.

Possui, ainda, vários minerais essenciais para a saúde do cabelo e também do couro cabeludo, além de filtros solares que agem evitando o desbotamento e os efeitos nocivos dos raios Uv.

Trauma-Treatment-L´Anza-melhor-leave-in

Por fim, vem com 2 tipos de silicones que formam um filtro protetor e melhoram a penteabilidade. Muita gente não gosta de silicone, menos ainda dos insolúveis, mas acho que tudo vai depender da composição e do resultado no seu cabelo, e no meu cabelo esse produto faz milagres!

Ah, sim, também tem parabenos, e eu preferia que não tivesse, mas a verdade é que nenhum outro leave-in funciona tão bem em meu cabelo, então tá valendo!

Trauma Treatment: faz milagres!

Trauma-Treatment-L´Anza-melhor-leave-in

A embalagem é plástica, vermelha, vem com tampa de flip-top e 150 ml de produto. A textura é de gel creme e bem leve, ele é bege clarinho e não interfere na pigmentação dos fios, e o cheiro é super suave e nada enjoativo.

A quantidade aplicada deve ser pouca, mesmo a textura sendo leve, pois ele é super potente. Até por isso, aliás, só indico pra cabelos muito danificados ou mais grossos, com ou sem coloração.

Uso sempre no cabelo úmido e ele casa certinho com meu cabelo! O efeito imediato é de maciez, brilho, balanço e sedosidade, e ele consegue suprir perfeitamente a necessidade dos meus fios, não deixa faltar nem sobrar nada, sabe?

Os efeitos a longo prazo, contudo, são muito melhores, porque trata verdadeiramente o cabelo, repondo proteínas e hidratando os fios, e isso pra quem tem cabelos danificados e quimicamente tratados é tudo de bom!

Trauma-Treatment-L´Anza-melhor-leave-in

E sim, ele protege mesmo a cor! Não tenho como medir se são exatos 107%, claro, mas usei quando estava com o cabelo castanho, no platinado, no loiro claro e voltei a usar agora, então conheço bem e posso garantir que ele protege do desbotamento, o que, claro, faz com que a cor fique mais bonita por muito mais tempo e os fios fiquem mais iluminados.

Já vi muita gente usando como máscara ou condicionador, e algumas lojas até vendem como se fosse isso, só que, como é sem enxágue, classifico como leave-in, mas é, na verdade, um tratamento profundo sem enxágue.

Enfim, no meu cabelo é um produto maravilhoso, mas antes de comprar veja se é disso que o seu cabelo precisa, tá?

Trauma-Treatment-L´Anza-melhor-leave-in

Custa R$177,00 (compre aqui) e vale cada centavo!

Alguém já usou? O que achou? Conta aí! Ah, e se tiver com algum leave-in encostado porque não gostou do efeito, tenta potencializar como mostrei nesse post aqui ó!

Beijos, Ju♥

O que você acha do JV?
Eu simplesmente amo esse blog!!! Já perdi a conta de quantos produtos comprei depois de ver resenhas daqui, porque sei que são reais. Bioextratus foi…