24.09.2014

6 Dicas Pra Ter Um Armário Incrível

Dia desses tava folheando um dos livros da Nina Garcia quando, falando em quantidade de roupas, havia a seguinte citação: “Quanto mais se sabe, de menos se precisa”.

Chamou a minha atenção porque, “por natureza”, nós sempre queremos e achamos que precisamos de mais, né? E mesmo com um armário lotado sempre dizemos que não temos nada.

Daí voltei uma página e tinha essa frase da Andrée Putman: “Adoro os Estados Unidos e as mulheres norte-americanas, mas existe uma coisa que me deixa revoltada… Os armários norte-americanos! Não dá pra acreditar que é possível vestir-se bem quando se tem tanta coisa.”

Quem já leu “Madame Charme”, um livro que já falei aqui e que mostra bem o estilo de vida das francesas com certeza entende fácil o que ela quis dizer, porque as francesas são mestras no “poucos e bons”.

Pensando nisso resolvi partilhar aqui as dicas da Nina, mas já faço um post com algumas dicas legais de “Madame Charme”, tá?

armário incrível

Eu, Ju, acho que a coisa mais importante num armário é só ter o que me cai bem, sabe? Não importa se a peça é linda, cara, do estilista tal ou se é a “peça do momento” (acho tãooo cafona…), o único critério pra ter uma roupa no armário é “ela fica incrível em você ou não”?

Tomei consciência disso tempos atrás e me desfiz de quase metade do meu armário. Com dor no coração, é verdade, mas me desfiz! Ah, e aqui tem um post com 10 dicas bem legais pra organizar o armário!

Outra coisa que não abro mão é “respeitar o meu gosto”, porque se eu não gosto de saia curta, pra que diacho vou usar uma saia curta? Só porque está na moda, é tendência ou algo do tipo? Não funciona, eu jamais me sentiria confortável, e quando a gente não se sente confortável com uma peça não tem como a coisa funcionar.

Ter uma boa “base” de peças básicas, como mostrei nesse post aqui, também é essencial porque esse tipo de peça combina entre si e sempre funciona com qualquer outra coisa que você compre.

Por fim, tem os acessórios. Eu compro mais acessórios que roupas e acho que eles são muito mais interessantes porque transformam qualquer roupa, fazem o igual ficar diferente, dão charme, identidade ao look, sabe? Não vivo sem!

Vocês gostam desse tipo de post? Sempre fico em dúvida porque “moda” não é exatamente o foco do blog, mas acho que umas “pitadinhas”, de vez em quando, de coisas realmente úteis, podem ser legais… Cês concordam?

Beijos

Ju

P.S: Por causa da Velox estou sem internet em casa, então vai demorar um pouco pra aprovar os comentários!

07.08.2014

5 Mudanças Pra Fazer No Armário Já!

Não sei se isso acontece com vocês, mas o que uso revela muito de mim, de como  estou naquele momento, e como tenho mudado muito, o armário precisa mudar também, e fiz uma listinha das 5 mudanças mais importantes.

Desapegar geral!

mudanças no armário

Sempre faço “faxina” no armário e ele sempre fica lotado de novo, e mesmo tendo tirado muitas peças pouco tempo atrás, sei que ainda preciso “enxugar”. Não é fácil abrir mão de uma peça que a gente ama, e eu tenho tendência a ser mais apegada, mas é uma libertação tirar da vida o que não serve mais.

Isso abre espaço no armário e simplifica a vida, porque a gente passa a ter uma noção maior do que realmente tem, e tendo mais visibilidade, mais coisas são usadas (nesse post aqui tem 10 dicas pra organizar o armário de forma mais funcional).

Só o que amo!

Minha regra agora é bem simples: só quero no armário as peças que eu amo. Não quero peças “mais ou menos”,  só quero as que realmente sou apaixonada e que reflita quem eu sou nesse momento. Portanto, meu armário vai ficar muito mais enxuto, mas infinitamente mais fácil de usar, porque como só vai ter o que eu gosto muito, “qualquer coisa” serve.

Isso vai me fazer economizar também, porque assim como (quase) todo mundo eu também compro por impulso, e nisso gasto dinheiro em peças que depois sequer uso.

mudanças no armário

Roupa também é investimento

Sempre tive uma seleção boa de peças básicas, mas acabava investindo mais em quantidade que em qualidade, e já notei que a longo prazo esse é um investimento errado, porque mais vale uma peça que dure muito e permaneça “conservada” do que várias que duram pouco tempo, né?

Pois agora vou renovar meu estoque de peças básicas (falei delas nesse post aqui), priorizando a qualidade.

Mais cores por favor!

Sempre amei cores, brilhos e texturas, mas acabava optando por coisas (e cores) mais sóbrias por causa da minha profissão, de modo que meu armário é quase todo preto, branco, marrom, bege, marinho e cinza, minhas bolsas e sapatos são mais “profissionais”, assim como meus acessórios.

mudanças no armário

Acho sim que essa é uma “base boa”, porque tudo combina facilmente entre si, mas quero mais cores pra deixar a coisa toda mais interessante, sabe? Ah, mas jamais esperem me ver “colorida” (acho lindo, mas não funciona pra mim)… Eu gosto do básico, do clássico, do neutro com “toques” de cor.

Muitos acessórios!

Quando eu estudava era meio cigana: adorava brincos maiores, pulseiras e anéis (nunca gostei muito de colares…). Só que quando comecei a estagiar mudei o estilo pra adequar ao ambiente e acabei “incorporando” isso, mas ando muito abusada de tanta sobriedade. Quero brincos maiores, braceletes e acessórios mais interessantes, com mais personalidade!

Quando conseguir adequar tudo isso volto pra mostrar, tá?

Beijos

Ju

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…