Vizcaya
30.05.2017

Mechas Loiras: Preparação e Passo a Passo da Minha Cor

E esse vício chamado cabelos loiros, hein? Todo dia quero uma coisa diferente, e umas duas semanas atrás, quando fui retocar a raiz, resolvi fazer uma coisa um pouco diferente… Um ombré hair “do meu jeito”, com mechas loiras em todo o cabelo, só que em maior quantidade e mais claras nas pontas, com a frente bem iluminada e as mechas da raiz começando de locais diferentes, pra não ficar muito marcado.

Não gosto de raiz escura, então o ombré “normal” não daria certo pra mim. Mas, ao mesmo tempo, queria algo que, mesmo com os fios bem claros, não me deixasse escrava do retoque, sabe? O Cleiton entendeu certinho como eu queria, jogou duro e gostei muito do resultado, muito!

mechas loiras

Cabelos com mechas loiras: a preparação

Já fiz muitos posts aqui falando da importância de preparar o cabelo para o processo de descoloração, já que ocorre uma perda grande de massa capilar, e o básico é reconstruir muito antes pra que o cabelo aguente no “durante” e não sofra tanto no depois.

Comecei a pegar pesado na reconstrução 30 dias antes, usando a cauterização de aminoácidos, mas a cauterização caseira dá conta do recado muito bem também. Usei muito Salva Fios nesse período, tanto que o cabelo ficou mais rígido, e um dia antes da descoloração fiz uma mistureba com o Salva Fios e o Novex Óleo de Coco, de Embelleze, apliquei no cabelo todo e sequei com o secador.

A coisa ficou “pesada” e só retirei no dia seguinte. Aí lavei os fios, apliquei bastante Salva Fios e fui fazer a descoloração.

Como fazer

Há anos faço as mechas “no papel”, e o Cleiton começou pela parte de baixo do cabelo. Uma coisa interessante é que dessa vez ele separava as mechas e usava uma espécie de pente pra “bagunçar” as mechas e só depois aplicar o descolorante, pois assim, segundo ele, a coisa não ficaria “marcada”, sabe?

É só separar as mechas e, com um pente mais fininho, puxar um pouco do cabelo pra cima, deixando meio “farofado”. Achei a coisa estranha, mas funcionou! rs

As pontas ficaram quase que completamente descoloridas e da metade pra cima a coisa foi suavizando mais, com a raiz um pouco mais escura, mas ainda loira, e com mechas que começavam lá de cima e não alguns dedos abaixo da raiz como é feito no ombré tradicional.

mechas loiras

Pra raiz ficar como eu queria, ele alternou a altura das mechas, sempre com aquele truque do pente, e quantidade de mechas aqui foi menor, e elas foram mais finas. A parte da frente ficou bem iluminada, com muitas mechas, alternando entre mais finas e mais grossas.

Além do descolorante, o mesmo de sempre, que tem que ser bom (faz toda diferença, já falei disso aqui!), ele usou o oxidante de 30 volumes, porque não queria abrir muito o tom.

E o Cleiton não remove o descolorante todo de uma vez. Ele vai por partes, começando pelos locais que receberam a mistura primeiro, então fico um tempão no lavatório, porque a diferença de tempo, por exemplo, da remoção da parte de baixo e da parte da frente foi de mais de 50 minutos.

Meu tom de loiro

Depois de remover o descolorante e lavar o cabelo,  o Cleiton “fez a cor” com a coloração 12.01 de Maxton, da Embelleze, que é o loiro extra claro platina.

Como meu cabelo é castanho escuro e “puxa” para o alaranjado com o tempo, optamos por um tom que, além de platinado, tivesse um fundo acinzentado (01) pra ajudar a neutralizar isso e manter a cor mais bonita por mais tempo, sabe?

No salão ele fez a tonalização da seguinte forma: misturou 1 tubo da tintura Maxton com o oxidante de 10 volumes, deixando agir 5 minutinhos e enxaguando em seguida. Se o loiro tivesse ficado alaranjado com a descoloração, ele usaria o oxidante de 20 ou de 30 volumes, mas aí dependeria do tom do cabelo, mas como a cor abriu bem, bastou o oxidante de 10 volumes.

banho de brilho para manter as mechas loiras

Para manter as mechas nesse tom, a cada 20 ou 30 dias, a depender do grau de oxidação, vou fazer um banho de brilho em casa com essa mesma coloração, e ele é super simples de fazer. Vou, inclusive, fazer com vocês lá no canal, tá? Não fiz ainda porque o cabelo não precisou,  (boa essa Maxton, viu? A cor continua bem intensa, mesmo lavando quase todo dia!).

Basta misturar 2 colheres de hidratação branca (tem que ser branca!), 2 colheres da coloração 12.01 Maxton (use o tom que você usou pra tonalizar) e 1 colher (das de sopa, em todas as medidas aqui) de oxidante de 20 volumes, e aplicar nos fios úmidos, após a lavagem com shampoo.

Aqui a gente vai aplicando de mecha em mecha, e como meu cabelo está mais claro na parte de baixo, vou começar por baixo (pontas, depois comprimento) pra deixar agir mais tempo (5 minutos), e só no final espalho na parte de cima, esfregando como se fosse shampoo por 1 minutinho, no máximo, e enxaguando em seguida.

Aqui é preciso ter o cuidado de não aplicar o banho de brilho na raiz escura e deixar agir, por isso o Cleiton orientou a usar apenas no final do processo e ir esfregando, sem pausar. Pra quem não tem muita habilidade com banho de brilho ou está com o cabelo mais danificado, é só usar o oxidante de 10 volumes (e aí dobra a quantidade para duas colheres).

mechas loiras

Feito isso, é só enxaguar, aplicar alguma máscara mais emoliente e que, preferencialmente, tenha alguma ação reconstrutora e pronto, o cabelo fica com o tom “vivo” novamente.

Ah, vale lembrar que essa receita é a “base”, mas se o seu cabelo for maior, menor, mais cheio ou menos cheio, as quantidades variam, tá?

Eu não fico sem banho de brilho, já falei por aqui várias vezes, inclusive, justamente porque o loiro oxida muito facilmente, sobretudo no meu caso, que moro numa cidade super quente e escovo o cabelo sempre, sabe? E o banho de brilho devolve aquele tom mais radiante de quando saímos do salão.

Cês gostaram da cor? Achei incrível, garrei amor nessa 12.01 da Maxton! E amei o efeito, bora ver como vai ficando com o passar do tempo, né?

Ainda essa semana mostro tudo que tô usando pra cuidar dos fios, e se tiverem alguma pergunta é só deixar nos comentários!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Vizcaya
10.05.2017

Ombré Hair: Os Mais Lindos e Pinados do Pinterest!

O Pinterest fez um levantamento pra nós das fotos de ombré hair mais pinadas aqui no Brasil, e a coisa veio na melhor hora, porque ando pensando em fazer umas mudanças nesse cabelo… rsrs O mais legal é que tem ombré de vários tons diferentes: platinado, perolado, caramelo, para morenas, em cabelo preto, em cabelo curto e por aí vai.

Ou seja, é uma técnica muito versátil, que mostra que o loiro é sim para todas, independente da cor, da textura e até do tamanho do cabelo.

Mas, o que é exatamente o ombré hair? O ombré é, basicamente, o “sombreado”, quando o cabelo mantém a raiz escura, na cor original, e os fios vão sendo clareados gradativamente a partir da orelha, em um degradê suave até chegar nas pontas, que ficam bem mais claras.

A grande diferença entre o ombré e as californianas, que também tem como característica as pontas claras e fez sucesso por aqui, é o efeito degradê. Nesse sentido, gosto mais ainda do Sombré Hair, que faz uma transição de cores ainda mais suave, com mechas que começam bem perto da raiz.

O mais legal dessas técnicas, além do efeito mais natural e bonito, é que tendem a ser menos agressivas (em alguns casos nem é necessário descolorir os fios), então não estragam tanto o cabelo,  e não precisam de uma manutenção tão constante quanto as luzes.

ombre hair

Pode em cabelo preto? E para Morenas?

Pode sim! O ombré é muito democrático e fica lindo não só em quem tem fios mais claros, mas também nas meninas de cabelo preto e castanho, bem como nas morenas e negras.

O legal aqui é observar não só a cor do cabelo, mas o tom da pele. Para peles mais escuras os tons amadeirados, caramelo, mel, amêndoa, cobre e dourado funcionam muito bem, já que deixam o cabelo iluminado com naturalidade.

Pode usar tons de loiros mais claros? Pode tudo, desde que você queira, mas sugiro mesclar mais cores para evitar que o contraste seja muito forte, já que a ideia é “sombrear”, é fazer um degradê de cores.

Ouvir a opinião de um visagista também é uma boa ideia, porque ele vai analisar também a “temperatura” da sua pele. Se ela for mais quente, os loiros mais quentes funcionam melhor. Já quem tem o tom de pele mais frio precisa de cuidado redobrado, sob o risco de ficar com a expressão “apagada”.

As meninas de fios pretos e castanhos escuros podem começar o sombreamento com cores que estejam dois tons acima do tom da sua raiz e, a partir daí, clarear gradativamente pra alcançar a cor desejada.

Ombré hair platinado e perolado

Acho o ombré platinado lindo, e uma opção muito mais natural e prática que a versão total platinada, sabe? Já deixei os fios completamente platinados umas 2 ou 3 vezes e a manutenção sempre me fez desistir, porque a raiz cresce muito rápido e o contraste fica gritante (meu cabelo é castanho escuro), o que me incomoda.

Pra fazer o ombré platinado é preciso, na imensa maioria dos casos, descolorir os fios, o que danifica bastante, então os cuidados são redobrados. E pra manter esse platinado os matizadores ajudam muito, e ainda tem a vantagem de não precisar ficar retocando a raiz com tanta frequência, né?

Já o ombré perolado geralmente precisa de descoloração ou, se o cabelo não tiver coloração, tintura super clareadora. Já vi ser feito de várias formas, mas na maioria o cabelo ou é matizado com um tom perolado ou recebe um banho de brilho perolado. Quando usei esse tom, que amo, partia para as variações de tinta  com final 89 (8.89/9.89/10.89/11.89 e por aí vai), mas acredito que existam outras.

ombre hair

Em cabelo curto e cacheado pode?

Já me questionaram muito por aqui sobre o ombré em cabelo curto, e não só dá pra fazer como fica incrível!  O degradê começa a dois ou três dedos da raiz, e tanto os pontos de luz ao redor do rosto como as pontas mais claras deixam o semblante mais “iluminado”, sabe? Amo! Meu ombré preferido, aliás, é o da foto 9 da seleção do Pinterest, acho incrível!

E quem tem cabelo cacheado, ondulado ou crespo também pode fazer o ombré. A dica aqui é fazer um degradê ainda mais suave, com mechas bem esfumadas pra evitar um efeito muito “marcado”.

Como fazer ombré hair em casa?

Existem kits, desses que vendem até em mercado, com tons diferentes, como o Kit Ombré Hair L´Oréal, mas tenho lá meus receios, viu? É preciso saber se o cabelo está em condições de “aguentar” o processo, e qualquer erro pode resultar em fios manchados, e aí é mais gasto, porque tem que correr pro salão pra ajeitar, né?

Mas, já vi na internet várias meninas que fizeram e a coisa deu certo. Que bom!

Uma coisa que já notei em relação ao ombré é que o efeito fica mais bonito quando o corte é em camadas ou levemente repicado. A coisa fica ainda mais natural, as cores não ficam marcadas e a transição parece ainda mais natural, sem que a gente consiga identificar onde começa um tom e termina o outro. Aliás, corte em camadas é vida! rs

E vocês, gostam do ombré? Aproveita e me conta qual das fotos mais pinadas lá no Pinterest é a sua preferida!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

10.04.2017

Shampoo Clareador e Condicionador Nick Vick

Semanas atrás recebi o Shampoo Clareador e o Condicionador Nick & Vick  e fui logo curiar (do baianês: olhar) a textura e a cor pra saber do que se tratava. Imaginei que fosse uma duplinha iluminadora pra cabelos loiros e, lógico, comecei a testar.

Amo shampoos iluminadores, que intensificam a iluminam o tom do loiro, destacando as mechas e entregando um um loiro mais “vivo”,  coisa que os desamareladores e matizadores raramente fazem, e estava precisando exatamente disso depois que meu Sheer Blonde, do John Frieda, acabou.

E, mesmo a marca colocando os produto na categoria clareadora, apostei que eles fossem iluminadores e no meu cabelo o resultado foi exatamente esse, mas vamos começar do começo, né? rs

shampoo clareador nick vick

De acordo com a marca, os produtos da linha “combinam alta tecnologia e ativos naturais, desenvolvidos para clarear todos os tipos de loiros gradativamente. Podem ser aplicado em loiros naturais, coloridos ou descoloridos. Seus ativos, como Extrato de Camomila, Nano Link, Açafrão, Arginina e Serina, promovem alto poder antioxidante, clareamento de tom gradativo, aumento de luminosidade, proteção da cor e hidratação  dos fios. Além disso, previne os fios contra possíveis danos, reparando-os e fortalecendo-os de dentro para fora, doando um brilho extremo. “

Os produtos oferecem proteção UV, o que é super importante pra ajudar a proteger os fios do desbotamento e dos danos causados pelos raios solares, e possuem ativos que gosto bastante, como óleo de coco, arginina, cisteína, creatina, glicina, prolina, proteína de soja, proteína de trigo e pantenol.

shampoo clareador nick vick

O Shampoo Clareador Nick & Vick

A embalagem é plástica, conta com tampa de flip-top e vem com 250 ml de produto. A textura é, ao mesmo tempo, cremosa e perolada, e o pigmento é um pérola bem suave. O cheiro é suave e confortável e o pH fica entre 5.0 e 6.0. Adorei que essa informação veio na embalagem, facilita muito pra gente, né?

Ele limpa bem, mas de forma delicada, sem agredir os fios. Não deixa o cabelo embaraçado nem ressecado, mas também não é um shampoo hidratante, sabe?

shampoo clareador nick vick

Não tenho como saber como ele funciona sozinho, já que estou usando junto com o condicionador da linha, mas é fato que ele dá uma iluminada boa nos fios, destacando as mechas e deixando o tom do loiro mais “vivo” e bonito. As partes mais douradas ficam mais intensas, com um brilho bonito, e as mechas mais claras ficam bem destacadas.

Apesar de ter, assim como o condicionador, extrato de camomila na composição, ainda não notei a ação clareadora e, sinceramente, tô nem um pouco preocupada com ela, porque o tanto que ele realça o loiro e deixa a cor bonita já tá bom demais da conta! rs

shampoo clareador nick vick

Custa, em média, R$27,00 e é vendido em lojas de produtos capilares.

O Condicionador Iluminador Nick & Vick

A embalagem é igual a do shampoo e vem com a mesma quantidade de produto. A textura é cremosa, o tom é champanhe/perolado, e o cheiro é suave. O pH é de 4.0 a 5.0.

Ele espalha fácil nos fios e basta uma pequena quantidade pra que ele “derreta” o cabelo. Sério, o efeito “amaciante” e condicionante desse condicionador é show de bola! Os fios ficam muito molinhos quando em contato com o produto, e a sensação permanece após o enxágue.

shampoo clareador nick vick

O cabelo seca macio, sedoso, alinhado, com a textura mais suave, e com mais movimento e leveza, já que ele não pesa nadinha. E sim, ele ilumina os fios, realça o tom do loiro e doa um brilho bonito de cabelo bem tratado.

Fora isso, é um produto que tem aminoácidos, proteínas, óleos e extratos vegetais que tratam os fios de verdade, e isso a gente nota desde o primeiro uso.

O preço médio é o mesmo do shampoo e o resultado dessa duplinha é dos melhores! Realmente entregam um efeito iluminador dos bons, substituindo facilmente o meu amado Sheer Blonde, tratam mais e têm um preço bem melhor, né?

shampoo clareador nick vick

Garrei amor total e, com certeza, são produtos que continuarei usando por muito tempo! Ah, eles contém sulfatos e parabenos, o que pra mim não é um problema, porque, como já expliquei por aqui algumas vezes, observo a fórmula como um todo e o efeito no meu cabelo. Isso, pra mim, é o mais importante!

Indico muito para as loiras, inclusive as naturais,  que querem dar uma realçada no tom do cabelo, deixando o loiro mais iluminado e bonito.

Alguém já usou? Conta aí o que achou! Já testou algum outro shampoo clareador? Divide aí com a gente!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…