Vizcaya
23.06.2013

Quando a TPM é Mais Que TPM: Atenção!

Já falei por aqui algumas vezes que eu não tenho TPM, o que eu tenho tido, nos últimos meses, é um descontrole absoluto, um estado de fúria, uma coisa que, mesmo pra mim, que sempre tive tensão pré menstrual, é altamente anormal, pra dizer o mínimo.

Pra começo de conversa, como utilizo anticoncepcional de uso contínuo, era pra, no mínimo, minha TPM ser bem suave, como vinha sendo nos últimos anos. Acontece que já faz um tempo que ela atingiu o nível máximo.

Eu perco cinco dias por mês porque não tenho coragem de “conviver” com as pessoas, já que de patada ninguém gosta (muito menos eu), e é a única coisa que sai de mim durante cinco dias. Eu fico MUITO irritada, sensível ao extremo, com MUITA dor de cabeça, intolerância a claridade e qualquer coisa, por menor que seja, me tira completamente do eixo.

Mas, vamos por partes, porque até hoje tem gente que acha que isso é frescura.

O que é TPM? Quais os Sintomas?

TPM, ou Tensão Pré Menstrual, é, simplificando, um conjunto de sintomas que algumas mulheres (a maioria) apresentam aproximadamente uma semana antes da menstruação. Em regra, os sintomas desaparecem ou amenizam no primeiro dia do fluxo menstrual, mas isso varia de mulher para mulher e em alguns casos eles são interrompidos junto com o fim do fluxo.

Os sintomas, que são variados, inclusive na intensidade, podem afetar o nosso corpo e cérebro, e a principal causa da TPM são as alterações hormonais comuns durante o período menstrual.

Dentre os sintomas emocionais da TPM os mais comuns são a irritabilidade, ansiedade, cansaço,  sonolência ou insônia, dificuldade de concentração, ansiedade, tristeza, vontade de chorar, fome em excesso ou, ao contrário, a falta de apetite.

Como se não bastasse tudo isso, temos os sintomas físicos, começando pelo inchaço, que é mais comum nas mamas, mas em mim sempre foi no corpo inteiro, principalmente na barriga. Dor de cabeça, gazes, espinhas e dores osteomusculares também são comuns.

Cada pessoa tem um “conjunto” de sintomas diferentes, e pra que seja caracterizada a TPM não é necessária a presença de todos os sintomas, tá?

Agora que já expliquei tudinho, vamos para a “minha TPM”!

A minha TPM

tpm

Como a coisa foi ficando cada vez mais violenta, procurei uma ginecologista, fiz todos os exames que ela pediu e, no fim, saí de lá acreditando que isso era por causa do uso contínuo do anticoncepcional.

Acontece que, como vinha apresentando muitos e repetidos problemas de saúde (já faço um post sobre isso) e queria voltar ao meu peso normal, procurei um nutrólogo, que me passou trocentos exames que eu, que andava de médico em médico, jamais tinha feito.

Dentre esses exames estava o que mede os níveis de progesterona, testosterona (são dois) e estradiol. Assim que entreguei os resultados, dentre muitas outras constatações não tão boas, meu médico perguntou, já em tom afirmativo, se eu tinha tensão pré menstrual. Respondi que “não, imagina, o que eu tinha não era  TPM, era um tsunami que me transformava  em  “bicho” por alguns dias”.

7-maneiras-amenizar-tpm

TPM pode ser mais que TPM

Risadas à parte, ele me explicou que isso estava acontecendo porque os meus níveis de estradiol estavam altos e os de progesterona estavam muito baixos, e essa discrepância causa uma TPM violenta, porque, pelo que eu entendi, ela está relacionada, dentre outras coisas, a predominância de estrógeno (estradiol) ou a deficiência relativa de progesterona. Assim, quanto maior a predominância de estrógeno e menor a quantidade de progesterona, pior a tensão pré menstrual.

A progesterona é a responsável  direta pela oposição aos níveis de estrógeno, e quando ela está baixa é  comum as dores de cabeça, as variações violentas de humor, a irritabilidade, a ansiedade, as cólicas e tudo o mais que acompanha a TPM.

mulher-tpm-600

No meu caso, estou fazendo reposição de progesterona (5%) de uso tópico, que é de melhor absorção, e a minha dor de cabeça e irritabilidade, que estavam comprometendo o meu dia-a-dia, reduziram bastante (falei mais sobre os resultados nesse post aqui).

Acho importante compartilhar esse tipo de coisa porque tenho certeza que, assim como eu, muita gente pode estar passando pelo mesmo problema e achando que é “normal”, quando, na verdade, é uma espécie de disfunção hormonal.

Beijos, Ju

O que você acha do JV?
Eu simplesmente amo esse blog!!! Já perdi a conta de quantos produtos comprei depois de ver resenhas daqui, porque sei que são reais. Bioextratus foi…