17.02.2016

Sobre Assumir o Cabelo Natural

Só se você quiser!

Desde que cortei o cabelo e comecei a usá-lo natural, algumas meninas pediram pra falar um pouco mais sobre isso, sobre assumir o cabelo natural, e o post demorou a sair porque precisei parar um tiquinho pra pensar qual era a minha real opinião sobre isso, e talvez ela não seja exatamente o que algumas pessoas desejam ouvir.

Cabelo natural? Só se você quiser!

Passei a vida brigando com meu cabelo e, controladora que sou, sempre achei um absurdo que ele não me obedecesse, porque, veja bem, o que custava ficar liso e lindo como eu queria heim? Custou caro, custou meu cabelo quase todo, que caiu pela metade num corte químico, custou um couro cabeludo queimado e uma alergia absurda (falei disso nesse post aqui).

Como ele, menino birrento, não quis ficar liso e lindo na marra, ou seja, com química, eu, leonina teimosa, decidi que seria na mão mesmo, com secador, escova e chapinha, porque é desaforo demais ele ter vontade própria, ora!

E assim, com secador, chapinha e dezenas de produtos passei os últimos anos tentando fazer com que o meu cabelo ficasse como eu queria, como eu achava bonito, e não vejo nada demais nisso. Era um desejo meu, era legítimo, e isso tem que ser respeitado.

assumir o cabelo natural

 

Acontece que chegou um momento em que eu cansei dessa trabalheira toda, cansei de cabelo comprido, cansei de escova, de secador, de chapinha… Cansei de gastar tanto tempo pra cuidar do cabelo e decidi que queria uma coisa mais prática, queria acordar com o cabelo pronto,  coisa que, aliás, expliquei nesse post aqui.

E aí eu decidi cortar e assumir o tal do cabelo natural. Mas, eu já tinha cortado curto antes e não deu certo. Eu já tinha tentado o cacheado antes e também não deu certo. Porque o corte não era o certo? Provavelmente. Porque não usei os produtos certos? Pode ser. Porque não cuidei como deveria? É um ponto interessante… Mas também porque, em outros momentos, eu não gostava do meu cacheado, do meu ondulado, do meu volume e o que eu queria era um cabelo liso e sem volume.

Então, acho que isso de que “tem que assumir o cabelo natural” a qualquer custo, você querendo ou não, gostando ou não, como já vi em vários posts e comunidades pela net, é invasivo e ditatorial demais pro meu gosto. Você tem que assumir o que você quiser, o que te deixa confortável, o que te faz bem, o que te faz sentir poderosa.  P O N T O  F I N A L.

Se é o liso que te faz bem, corra atrás dele e segure as consequências. Se é o cacheado que você quer, que maravilha. Quer longo, ele é curto e tá afim de um alongamento? Se joga, amiga! Quer um curtinho poderoso? Vamos cortar já! O cabelo é seu, as vontades suas suas, quem decide é você, só você, sabe?

Essa história de que “você tem que o que quer que seja” é um saco, e isso de que a menos de que você assuma seu cabelo natural você não está se aceitando é absolutamente falacioso, fosse assim ninguém poderia colocar aparelho nos dentes, por exemplo, ninguém poderia fazer luzes ou qualquer outra mudança no próprio corpo, porque isso seria não se aceitar. Ou seja, a coisa toda é um absurdo, pra dizer o mínimo.

Então, assuma o que você quiser, do jeito que você quiser, no momento em que você achar que deve, se é isso que te faz bem. Pra mim tem feito, e muito! Tô me sentindo livre, tô me sentindo outra pessoa. Não porque “assumi o cabelo natural” ou porque cortei o cabelo, mas sim porque isso tudo veio a calhar com outras mudanças que já vinham ocorrendo, e que eram internas, e acabaram refletindo aqui fora.

Enfim, natural ou não, assuma o que te faz bem. Simples assim!

Beijos, Ju♥

Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
26 comentários
  1. Débora Rodrigues  17/02/2016 - 16h43

    Ju,
    Super me identifiquei. Você falou exatamente tudo que eu penso… Eu já fui criticada várias vezes por não ‘assumir’ meu cabelo crespo. Mas eu gosto dele liso, gente!!
    Enfim, temos que assumir é o que realmente nos faz sentir bem.
    Um abraço de uma leonina que compartilha do mesmo pensamento.
    Débora.

  2. IASMIN MELO  17/02/2016 - 17h26

    Tô querendo voltar ao virgem, tô cansada do trabalhão que o loiro dá.

  3. Nil  17/02/2016 - 19h12

    Te acompanho faz tempo e não senti a necessidade de comentar. Só torcer por VC em meu íntimo e sorrir por saber que uma pessoa tão bacana como VC fala de estética de uma forma simples, sem o apego e sem se tornar artificial. Este não resisti parabéns pelas palavras. Meninas o importante é ser feliz e se sentir bela por dentro. Isto é se assumir natural!! Simples assim…

    Muita luz pra VC!! Fica com Deus.

    • Ju  17/02/2016 - 22h01

      Nil, linda, muito obrigada, muito mesmo, fico muito feliz em ler isso! <3

  4. Débora Elisa Ruiz  17/02/2016 - 19h21

    Oi, Ju!

    Uma coisa que sempre digo é que cabelo existe para ser usado. Um novo cabelo, uma nova pessoa. É mais uma oportunidade de se reinventar e se redescobrir, olhando para si mesma por novas perspectivas. O importante é ser feliz a cada novo encontro consigo no espelho. ;)

  5. ivanete nogueira  17/02/2016 - 20h34

    ju desculpe a rasgação de seda kkk, mas como não amar essa pessoa tão coração, que está sempre incentivando a gente a fazer aquilo que nos deixa feliz.

  6. Maíra  17/02/2016 - 21h40

    Ju, eu gostaria muito de me livrar da escova progressiva, mas o meu grande problema é a minha raiz. Meu cabelo é cacheado, daqueles que a raiz nasce igual miojo! Me dê uma luz mulher, eu preciso me libertar, mas quando deixo a progressiva por uns meses a raiz ja fica toda alta novamente :(
    Beijinhos.

  7. Nil  17/02/2016 - 22h23

    Oi escrevi um comentário e não foi.

  8. Rita dos Santos Nunes  17/02/2016 - 22h32

    Oi, Ju Seu Cabelo está Lindo! atualmente estou deixando o meu natural, me desapeguei da chapinha, estou hidratando, e acredite estamos vivendo uma história de amor.

  9. Flávia  18/02/2016 - 08h25

    Olá! Adoro seu blog parabéns.
    Passo pela mesma situação, foram anos e anos de escovas progressivas. Era lindo mas o que me incomodava era o fato de ao lavar o cabelo tinha que secar com secador, porque ao natural não ficava bom, (as pontas eram as que mais me incomodavam porque ficavam espigadas e não parecia nada natural). Então, após secar, vamos na pranchinha modelar a ponta pra ficar com cara de que nasci com aquele cabelo. Isso já estava me estressando. Imagina isso tudo todos os dias, pois é, quando viajamos pra praia era assim. Adoro dar aquele mergulho, me molhar inteira mas depois … , passa o creme e faz um coqui ate sair da praia. Chegava em casa e aí a maratona: lavar, secar, pranchar. Cansei literalmente desse ritual. Hoje me sinto LIBERTA, vou a praia passo o protetor e creme nos cabelos e ele seca com meus cachos tão fofos. Chego em casa, lavo, passo meu inseparável creme rsrs e estou pronta.

  10. sara correa martins  18/02/2016 - 08h56

    amei juh, estou doida pra voltar pro meu natural *-*

  11. Danni Couttinho  18/02/2016 - 09h16

    Olá jú!
    Amo seu blog e suas postagens não comento muito mais sempre to lendo as novidades por aqui. <3
    Concordo com esse post e to vivendo a mesma fase que você.
    Na verdade foi bem como você falou mudanças de dentro que refletirão por fora.
    Só sei de uma coisa to amando meu cabelo agora,me sinto mais livre não tenho que ficar me preocupando em escovar o cabeelo semprree que for sair porque ele já está pronto.
    E a melhor parte é que ele tá ficando mais saudável porque parei com a inteligente e vou ficar só com uma química as mechas que são minha paixão.<3
    #Apaixonadaporloiroooo <3 <3 <3

  12. Andrea  18/02/2016 - 11h32

    Que bom alguém falando da liberdade que temos com nosso corpo.
    E o bom senso sempre ajuda na hora das dosagens. E viva!! A todas
    que buscam o que lhes trás harmonia. Bjão parabéns, curto muito a
    minha descoberta das férias sua página. ;-)

  13. Vanessa  18/02/2016 - 11h43

    Nossaaaa falou tudo!!

    A um tempo voltei ao meu cabelo natural e pesquisando como cuidar dos cabelos cacheados em alguns blogs por aí tomei até birra sabe? Comentários do tipo: cabelo de chapinha é horrível, cabelo alisado é horrível, em terra de chapinha quem tem cachos é rainha (isso também é uma forma de preconceito) entre outros comentários. Eu assumi meu cabelo natural e não critico quem não quer assumir.
    Você é demais!!

  14. Elidiane  19/02/2016 - 15h56

    Ju, concordo com você! Acho que devemos assumir o que nos faz bem, aquilo que nos deixa feliz, saudável. Eu gostava muito do meu cabelo liso, mas assim como você cansei de escova, chapinha e o trabalho que dava pra fazer! Aliado a isso, tenho alopecia e puxar com escova e passar chapinha piorava a queda. Então mesmo que por um lado eu ficava feliz por estar com cabelo liso, eu me entristecia porque não estava nada saudável. Desde novembro estou com o cabelo natural e me sinto livre, não fico mais horas suando no secador, posso lavar todo dia e sair sem fazer escova e o melhor de tudo, agora tenho um cabelo mais saudável!

  15. Diana Melo  19/02/2016 - 17h42

    Ju, é a primeira vez que leio seus artigos e confesso que estou adorando, uma amiga minha que indicou. Gostaria de um auxílio seu, em se tratando de produtos apropriados p/ cabelos loiro para fazer as regras do cronograma. Conto com sua atenção

  16. Mellissa Araujo dos Santos  20/02/2016 - 03h55

    Ju adorei a leitura. Essa ditadura do natural está chato demais.Eu estou em transição a 10 meses, em abril do ano passado foi a minha última progressiva, e quando já estava fazendo me arrependi, porque meses antes estava olhando as minhas fotos e não estava contente com aquele cabelo que eu estava vendo,com aquele semblante, talvez porque de uns anos pra cá, meus pensamentos, meu jeito de ver e encarar a vida mudaram,vi minhas fotos de criança , com cachinhos lindos e me dei conta que comecei a alisar, não por mim, mas pelas criticas, claro que depois me agradei do resultado e passei anos alisando, fui muito feliz nos meus relaxamentos e progressivas sim! Mas esse cabelo não tem mais a ver comigo hoje.Vivo na correria, faculdade, trabalho, cuidar de casa, adoro uma praia, cachoeira, odeio secar meu cabelo no secador nesse calor, juro, só no inverno que curtia, não tenho paciência pra passar chapinha sempre, e vi que eu sou bonita sim, tanto que mesmo sendo difícil a transição, não me imagino alisando de novo, mas isso partiu de mim. Assim como quando fazia as progressivas me sentia feliz e não gostava que falassem que era melhor deixar como era e tal, complicado, cada um sabe de si né.

  17. Janice  21/02/2016 - 10h15

    Oi, tudo bem? Estou tomando o luminushair, conhece? Também estou á fim de comprar o Nova Repair, prometem milagres, o que vc acha?

  18. Thaise  21/02/2016 - 22h55

    Ju, há um tempo eu acompanho seu blog, seu Face e Insta, leio bastante e venho sempre em busca de dicas, rs. Seu cabelo esta lindo assim, ao natural, e me inspirou a querer tentar deixar natural o meu tbm. Mas faço progressiva há um tempo, meu cabelo tbm não crescia, porem consegui deixar ele bem grandinho, com a selagem que fiz em Dezembro (a ultima) meu cabelo ficou lindo, porém parece um conto de fadas, da Cinderela, sabe?! Chega num determinado tempo e tudo volta ao normal (sqn). Na vdd ele nunca volta ao que deveria ser. Mas meu maior problema é a queda, essa me persegue. Tem uns dias q eu procurei ajuda com dermatologista que me aconselhou a tomar Selene, e ela me disse q provavelmente passara algum tônico ou vitaminas. Vou fazer exames tbm pra ver como está os horminos. Mas eu quero te pedir dicas pra fazer um cronograma capilar com máscaras de hidratação, nutrição, e restauração, pretendo cortar e recuperar toda cabeleira e deixar natural. Obrigada!!

  19. Lagielin  22/02/2016 - 14h00

    Ju muito obg pelas dicas! Será que VC pode indicar alguma coisa para meu cabelo? Ele tem frizz e é volumoso, eu cuido, porém ele continua do mesmo jeito, será que tem como me ajudar?

  20. Lagiélin Araújo  23/02/2016 - 12h37

    Oi Ju, obg pelas dicas! Gosto do seu site e queria saber florsinha se tem algo que possa melhorar minha jubinha, rs bricadeira Ju, é que ele é rebelde na vdd tem frizz pra chuchu e é volumoso então tem alguma dica?

  21. dany vargas  23/02/2016 - 15h15

    Oi Ju que libertação né, to amando seu cabelo e ver como vc ta curtindo!
    Sou loira (mechas), cacheada e escovo sempre, mas por motivo de L.E.R estou
    quase me rendendo a uma progressiva ou selagem mas não quero ficar lisa e to com muito medo de danificar meu loiro,
    to pesquisando as “milagrosas” que sabemos não ter milagre, me disseram de uma Selagem “sem formol” da Doctor Hair,
    quem me indicou é loira, e diz ser alérgica a formol e que a duração é de 2 meses…já ouviu sobre essa?

    bjim

  22. MARCELI SILVA  23/02/2016 - 15h32

    JU,

    Você cada vez esta mais linda e seu cabelo ficou maravilhoso com esse corte!!! Cortei o meu tamanho do seu…risos

    Preciso de uma dica sua, eu retoquei minhas mechas depois de mais de 4 meses e a raiz ficou com umas marcas laranjas, manchadas e comprimento esta lindo claro e mais cinza. O que devo fazer volto lá para ela consertar ou espero crescer?? Para tirar essa mancha ela vai ter que escurecer com tinta?

    Desde já agradeço!

    Desejo muita saude e sucesso!!!

    Amo seu blog

  23. Daiane  08/03/2016 - 15h04

    Ju, te acompanho desde lá o Patricinha Esperta, e quero dizer que somos tão parecidas, sua alma é tão igual a minha que muitas vezes venho aqui ler seu blog apenas para encontrar palavras para o q sinto. E assim como vc assumir meu cabelo natural ano passado, mas foi extamente assim, abusei de luzes, secador, chapinha, baby liss e tudo que me tomava tempo. As mudanças em mim tbm foram um pouco internas, e não só cabelo, mas a vida mudou, a forma de viver mudou. Quero dizer que vc esta linda, de cabelo curto ou longo, liso ou natural. A beleza vem de dentro e transborda para fora de nós. Beijos do coração. Dai

  24. Priscila  13/03/2016 - 12h42

    Ju…. tava lendo aqui e vi a propaganda da DOVE falando mais ou menos isso e te marquei.
    Eu fui questionada: PORQUE NÃO VOLTA SER MORENA? se vou passar o resto da vida descolorindo, SE EU QUISER, eu vou, se eu não quiser um dia, eu penso sobre. Sempre quis ser loira, sempre. Nunca pudi antes, POR N MOTIVOS… hoje posso e vou ser loira. Nem entendo sobre essas práticas novas de LOW poo, co wash e bla bla rsrsrs. Li e li, e não assimilei bem…. Enfim, to aprendendo e conhecendo meu cabelo, vendo a forma que me sinto melhor com ele. Hora me sinto melhor fazendo uma chapinha e usando secador, hora quero ele com as ondas naturais dele, quero lavar e sair, sabe? Já pensei mt em progressiva, selagem e afins, e você de certa forma me encorajou a tentar faze-lo me ” obedecer” tb e ficar bonito natural, como ele é, liso, mas poroso e com frizz, levemente ondulado…. lavei ontem, usei mel que você ensinou no ultimo enxague, usei o salon line que paguei 3,90 e to feliz aqui com minha Jubinha. VC TA LINDA, e obrigada por tudo que dedica seu tempo a fazer por nós. Pri aqui te adora!!

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…
Cabelo Misto: 8 dicas certeiras Dormir melhor Passo a passo! 4 Dicas pra organizar sua vida! Hidratação Capilar Que Funciona! Pés macios com 4 dicas fáceis!