29.03.2016

Quem Disse Que Tem Que Ser Pra Sempre?

Não, não tem...

Já falei por aqui ( O pra sempre sempre acaba) que não acredito em para sempre, porque as pessoas mudam, e aí mudam as vontades, os sonhos, as preferências, os projetos de vida, e não tem nada de errado nisso. Errado, pra mim, é cobrar do outro que ele continue sempre o mesmo, querendo sempre o mesmo, quando nós, se formos bastante honestas, também mudamos um pouco a cada dia.

E acho tão, tão injusto quando um culpa o outro por isso, sabe? Como culpar alguém por algo tão natural, gente? Como cobrar do outro que ele tenha, por toda a vida, que gostar de você, que estar com você? Não, não tem, e ele não é o pior cara do mundo por causa disso, sinto muito.

Quem disse que tem que ser pra sempre?

Tive esse conversa dia desses com uma amiga que “terminou” uma história longa, e ela ficou bem chateada comigo. Achou que eu estava do lado dele, que estava acobertando erros, que não estava sendo justa. E eu entendo que ela se sinta assim, porque quem é “deixado para trás” não se conforma e entra mesmo no jogo de culpa, mas isso está errado em tantos, tantos níveis…

Ninguém é obrigado a ficar com ninguém e, no terreno dos sentimentos, não existem garantias, não existe o seguro do amor eterno. Sentimentos mudam, relacionamentos acabam e errado, pra mim, é ser desleal, é ficar sem querer estar.

Mas, se a pessoa é leal, se ela fala a verdade, porque ela tem que ser crucificada por isso? Ah, tá, é o tal do compromisso… Compromisso de que vai ficar junto custe o que custar, mesmo que custe a felicidade dos dois. Mesmo que isso signifique, na prática, duas pessoas que mal conseguem dialogar, que não se respeitam mais, que se culpam por tudo, que não proporcionam mais alegria e felicidade ao outro. Mesmo que não exista,veja só, amor…

Consegue entender o quanto isso é triste? Consegue ver o quanto isso é cruel com você e, principalmente, com o outro? É isso mesmo, é esse tipo de compromisso, que você quer pra você e pra alguém que você diz amar, um compromisso com a infelicidade, com a tristeza, com a amargura?

Esse compromisso não quero pra mim, Deus me livre! O meu é só com a felicidade, só com o que me faz bem, e não entra na minha cabeça querer que alguém que já não me ama mais fique comigo simplesmente porque eu quero, porque um dia eu acreditei que seria pra sempre.

Acreditei não, fingi que acreditei, porque o pra sempre, pra mim, (quase?) sempre acaba. Mas pode acabar de forma bonita, com duas pessoas que viveram uma história incrível e que, por algum motivo, em algum momento, decidiram que era a hora certa de viver outras coisas.

E isso não significa, acho bom deixar claro, que eu não acredito no amor. Acredito demais, principalmente no que não prende, no que não obriga, no que não exige. Acredito em encontros profundos e em amores que surgem disso e que devem continuar enquanto fizer sentido, enquanto fizer feliz.

Deixou de fazer? É hora de dizer “fim”, porque nada precisa ser pra sempre, mas tudo pode ser bonito, tão bonito que, mesmo chegando ao fim, acaba sendo eterno dentro da gente.

Beijos, Ju♥

Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
12 comentários
  1. Cristiane Castilhos  29/03/2016 - 15h28

    Juuu… Que texto lindo . Achei incrível .
    Só acho que, acrescentando a tudo que você escreveu , as pessoas devem lutar por um amor, lutar e tentar tudo que for possível para ficar junto , depois de esgotada a última tentativa , ai sim … “bora” ser feliz numa vida nova .
    Sabe por que ? Acho que se não for assim, os relacionamentos viram um troca-troca, na primeira briga, primeiro desentendimento ” a , não estou mais feliz , vamos terminar logo “.
    Nunca seremos completamente felizes, se estamos com alguém que não é mais feliz ao nosso lado, mas podemos tentar tudo que estiver ao nosso alcance pra mudar isso.
    Entra ai , o bom senso de cada um , de saber quando parar de tentar, antes de virar , quem sabe até “raiva “.

    • Ju  29/03/2016 - 16h20

      Exatamente, Cris! O problema, pra mim, é quando a pessoa vê que esgotou, mas não deixa o outro ir, sabe? Isso me acaba!

  2. Isa  29/03/2016 - 16h06

    Fiquei depre com o texto!!!
    Triste!!!

  3. Barbara  29/03/2016 - 18h17

    Oii Ju! Esse texto hoje foi para mim t-o-d-i-n-h-o, estou passando por um término, e decidimos de forma madura nos separar, mesmo o “amor” permaneça. Digo amor, mas no sentido de que não deixamos chegar ao extremo sabe? De se saturar e acabar brigado, já havíamos chegado nessa situação antes, e decidimos tentar ficar separados, que era a única coisa que faltava e assim aconteceu.
    Volte e meia, ainda penso que mais pra frente, quem sabe pode dar certo, o que for pra ser vai ser!
    E concordo com a minha mãe em achar que este que é o verdadeiro amor, que deixa livre, que quer o bem do outro independente se for ou não contigo.
    Uns dias para cá estava/estou meio para baixo, tenho em minha cabeça que esta foi a opção correta para ambos, mas sabíamos que não seria fácil.
    Hoje seu texto me fez sorrir, e entender mais uma vez o motivo de todas essas atitudes que decidi.
    Mas saiba que não é de hoje que te acompanho, morro de ri contigo no SNAP pela sua espontaneidade. E por isso me deu vontade de compartilhar! Muito sucesso sempre :**

  4. Leticia Prado  29/03/2016 - 19h24

    AMEI SEU TEXTO!!!!

    Poderia dizer o contrário, pois tem 6 meses que tomei um “chute”, posso dizer isso sem medo, porque foi assim que me senti, pois o cara se mostrava ser aquele que idealizei, companheiro, cúmplice, amigo mesmo, até porque éramos amigos antes de namorarmos.
    Infelizmente, não terminou de forma amigável, e não digo isso porque três semanas após ele terminar já estar com outra, mas pela maneira como foi, terminou o relacionamento, mas para amigos próximos, os quais ele sabia que iam me contar algo, dizia que ainda gostava de mim, que era só um tempo e isso enchia meu coração de esperança, até felizmente eu descobrir todas as traições que existiram quando estávamos juntos, todas as mentiras contadas quando não estava comigo, isso sim fez com que eu perdesse toda confiança nele.
    O pra sempre, sempre acaba isso é verdade, mas quando acaba de forma tranquila resta a história que foi vivida, e quando não há mais a cumplicidade, o carinho, poderia ter sido assim, mesmo que eu ainda gostasse muito dele, mas não dá pra ser.
    Quando alguém trai o que tem de mais frágil, a confiança, e você sente seu coração ser pisado por aquele que se dizia ser seu, pois foi muito rápido para que o “amor pra sempre” dele virasse outra…
    Não deixo de acreditar no amor NUNCA, sou leonina, me apego fácil, mas também me desapego fácil daquilo que me faz mal.
    Hoje ele tenta saber como estou, se tenho alguém, não suporta me ver feliz, mas já passou, não tenho ódio, raiva, pois esses sentimentos só fazem mal a mim. Sigo minha vida em frente, feliz e esperando, do verbo esperançar, o que o futuro me reserva.

  5. Sandy  29/03/2016 - 20h09

    Lindas,reais palavras .. Realmente nao tem como obrigar alguem a ficar com a gente pq onde nao ha amor nao ha felicidade.. E temos q deixar partir por mais que seja doloroso! Mas tbm ju as vezes quando a pessoa ama muito nao consegue aceitar igual sua amiga nao esperava isso acontecer nem estivesse preparada.. Era alguem q ela achava q era pra sempre! E nao foi.. E como isso doí! Mas q bom q o mundo gira a vida continua e o amanha nos reserva novas felicidades!!

  6. TiDeiah  30/03/2016 - 06h53

    Lindo texto Ju, é assim que tem que ser… simples e civilizado, sem posse. Mas a gente vê e convive com tantas histórias/ casamentos que já foram lindas e que se transformaram em pesadelos porque as pessoas são covardes em tomar as atitudes que devem tomar, acho que ao contrário de ti, não se comprometeram nem com a felicidade, nem com nada. Vivem infelizes e empurrando isso com a barriga. É triste de ver.

  7. mariana  30/03/2016 - 10h00

    Olha, Ju, A Cris disse uma coisa bem verdade… estamos na época do troca troca. Eu sempre fui de me envolver somente com uma pessoa, viver aquilo intensamente do início ao fim. Se isso é bom? Não sei mais.. Aí, resolvi experimentar esse troca troca, entrei nesses aplicativos e comecei a conhecer um moonte de gente. Eu tava fazendo praticamente um processo seletivo, eu resolvi decidir a vidaamorosa da maneira q eu achei mais prática , nem eu me reconhecia.Teve um defeito? desagradou em uma so coisinha? TROCAVA, fiz isso várias vezes. Eu posso te garantir uma coisa: vc, desse jeito , não sofre por amor. Quando vc se decepciona com algo, não dá tempo doer, pq ja aparece outro. Mas o lado esquisito é… os sentimentos parece que são, a todo momento, abortados, não dá tempo se entregar, não dá tempo sentir a paixão, mas tb não dá tempo pra doer, nem a dor vc sente direito. É meio esquisito. Se tudo isso é ? sinceramente não sei… mas na modernidade é mais ou menos assim q as coisas estão caminhando. No fundo, acho q não muito disso, mas.. to acompanhando o ritmo dos amores modernos :/

    • Ju  30/03/2016 - 10h05

      Mari, concordo plenamente, as pessoas não investem mais nas relações, e isso é lastimável…
      Eu só acho que existem momentos em que o sentimento acaba, muda, e aí não tem o que fazer, não tem como ajeitar, sabe?

  8. Paula  31/03/2016 - 08h10

    Oii Juzinha!!

    Acho que sua amiga a interpretou de maneira errada.. entendi o que você disse sobre não insistir no que já se acabou, mas, nessas horas procuramos onde errados ou se realmente a culpa foi nossa ou do outro.
    Sou exemplo clássico, vivo num relacionamento acabado por medo de deixar partir, medo de me arrepender.. seila.

    Adorei o post, beijos sua linda

  9. Flávia  05/04/2016 - 20h26

    Ju, obrigada pelo texto… depois de cinco anos de namoro meu ex terminou comigo e hoje, um mes e meio depois, ainda estou magoada, com raiva, culpando-o como a sua amiga. O sentimento de rejeicao doi demais, preciso aprender a supera-lo. Suas palavras cairam como uma luva. Vou seguir em frente. Mais uma vez, muito obrigada. Um beijo querida

    • Ju  05/04/2016 - 20h55

      Fau, meu amor, já passei por isso e sei BEM como é. Mas, o melhor que você pode fazer por você é seguir em frente, é apostar em você, sabe? Quem sabe o que a vida te reserva… Quem sabe?

O que você acha do JV?
Amo as dicas, resenhas...enfim, tudo aqui no JV é um serviço público e de grátis rsrs , sigo as dicas da Ju e até hoje…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Conhecem o blog de minha amiga, @jurovalendo ? Passem lá... Escrevi algo legal... @isadorabacelar.r #amizade #jurovalendo #julopes #amor #meueuloiro #fidelidade #gastronomia #amando #mudanca #salvador #unifacs
  • Mudar de profissão nunca é fácil, bem sei como é difícil lidar com as dúvidas, as angústias e, também, com o julgamento alheio.

Mas acredito, também, que fazer algo que a gente ama não tem preço. Que alegria, felicidade e realização não têm preço.

A @isadorabacelar.r também acha, encarou a mudança e contou tudo pra vocês lá no blog. 💕
#MulherDe30 #MudeiDeVida #JuroValendo
  • Esse deveria ser o jeito certo de dar “valor” às pessoas! Não devíamos dar tanta importância ao quanto de dinheiro fulano tem, ou o status social de sicrano, mas sim como eles tratam as outras pessoas! Bom sábado pra nós! #blogbellealmeida #empathy #empatia
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo