Vizcaya
28.12.2017

Superstições de Réveillon Para Um Ano Incrível

As "mandingas" Que Não Abro Mão!

Como estamos todas na vibe do ano novo, o post de hoje é com as superstições de réveillon, porque se tem uma coisa que eu sou, além de muito cismada, é supersticiosa! hahaha

Acredito muito em justiça e, consequentemente,  na lei do retorno, então óbvio que a nossa vida acaba sendo um reflexo de tudo o que somos, falamos, fazemos e sentidos.

Mas também acredito em energia, na forma como ela pode impactar o que a gente sente, fala e faz, e por isso minhas “superstições” estão muito ligadas a isso, sabe?

E como a energia precisa fluir pra que a vida possa “andar”, acho essencial aproveitar essa semana antes da virada do ano, que é tão simbólica, pra fazer uma faxina das boas.

superstições de réveillon simpatias ano novo juro valendo

Abrindo espaço para o novo!

Começo pela minha mesa de trabalho, quarto, banheiro e casa, finalizando na carteira, e jogo fora tudo que não serve mais, como papéis, revistas, coisas quebradas, produtos acabados e tudo o mais.

As coisas que estão em bom estado mas que não uso frequentemente ou que, por algum motivo, não me trazem alegria ou não refletem mais quem eu sou, separo pra doar, e sempre fico livre de tudo antes da virada.

Gosto de deixar limpo, organizado e cheiroso, com espaço de sobra para que o novo chegue.

Isso é coisa, aliás, que a gente deveria ter o costume de fazer todo mês, de evitar acúmulos, mas nem sempre dá tempo, né?

Aproveito essa faxina pra olhar ao redor e ver tudo o que preciso remover, e aqui tô falando de pessoas, sentimentos, comportamentos e situações. O que não for bom, o que não fizer mais sentido, o que não fizer mais bem precisa sair. É um momento de decisões, sabe?

Porque só com tudo “limpo”, sabendo o que não quero mais, posso, uns dias depois, analisar o que quero e “trazer” isso para os meus dias. Mas, falo disso detalhadamente em outro post!

Superstições de revéillon

No dia 31, antes do sol se pôr, tomo algum banho de folhas ou de sais, como o que mostrei ontem aqui no blog. 

Sinto uma leveza boa e gosto disso, assim como passar esse momento apenas com pessoas que gosto muito, que me fazem bem, a quem faço bem.

Calcinha e sutiã sempre novos, mas lavo antes com alfazema (aquele perfume de criança). Gosto de usar roupa nova e da cor do ano (esse ano é rosa, mostrei nesse post), não uso nada bege e, de jeito nenhum, coisas que me apertem.

E sempre amarro fitas de várias cores na calcinha pra “atrair” coisas boas! Pra quem quiser uma noção de quais cores escolher, basta olhar esse post aqui.

Ouro, muito ouro! haha

Como quase sempre viro o ano na praia, uso rasteira, preferencialmente dourada. Os orientais dizem que a energia entra pelos pés, e o dourado representa sabedoria e ouro, então tá tudo certo! haha

Falando nisso, gosto de “ouro na pele” pra virar o ano, então tô sempre com meus balangandãs. Tem até um post aqui, de uns 2 anos atrás, falando de bijus da sorte, e recomendo muito a leitura (inclusive parei pra reler hoje, porque né, bora garantir as coisas! hahaha).

Dinheiro no Bolso!

Ah, e grudo uma nota de R$2,00 ou de R$20,00 dentro da sandália, a que usa no pé direito, e aí depois da virada piso forte no chão e peço as coisas que mais quero (saúde, proteção, amor, trabalho, viagens, conquistas, etc). Só tiro a notinha quando chego em casa, daí coloco na carteira e gasto no dia 02, porque dinheiro precisa rodar!

Isso foi dica de Adriana Kastrup, tô seguindo direitinho e tem dado certo, viu?

Quando acaba a “muvuca” vou pra algum lugar onde possa ficar em silêncio, quieta, agradeço por tudo o que aconteceu durante o ano e faço 3 pedidos específicos, objetivos e bem detalhados, de coisas que quero conquistar durante o ano, sabe?

Sobre a ceia de ano novo, recomendo esse post aqui!

E vocês, têm algum ritual, alguma simpatia, alguma superstição de réveillon? Divide com a gente!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Vizcaya
Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
5 comentários
  1. Daniele Van Lume  28/12/2017 - 14h45

    Eu faço uma oração e entrego o ano que chega a Deus. Peço força, saúde, sabedoria para conduzir minhas decisões pessoais e profissionais e só. Nada de pular ondas, fitas, cores específicas ou comidas para atrais sei lá o que… Não acredito nessas simpatias/mandingas.
    Já acreditei nisto quando era mais nova e quando não era cristã. Hoje não mais.

  2. Daniele Van Lume  28/12/2017 - 14h46

    Eu faço uma oração e entrego o ano que chega a Deus. Peço força, saúde, sabedoria para conduzir minhas decisões pessoais e profissionais e só. Nada de pular ondas, fitas, cores específicas ou comidas para atrais sei lá o que… Não acredito nessas simpatias/mandingas.
    Já acreditei nisto quando era mais nova e quando não era cristã. Hoje não mais.

  3. Claudia Oliveira  29/12/2017 - 13h48

    Olha eu tinha parado de fazer , mas agora eu vou voltar a fazer principalmente a do dinheiro.

  4. Rosana  31/12/2017 - 14h05

    Oi Ju

    Eu tb tenho uma dúvida/curiosidade, as suas peças de roupa e sapato no réveillon são sempre novos ou vc acha q o importa mais é a cor

    Bjo

    • Ju  03/01/2018 - 10h20

      Eu me importo mais com a cor!

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…