18.06.2014

Oi Férias!

Avisei no Face um tempinho atrás que sairia de férias agora em Junho/Julho, lembram? É por isso que as coisas estão um pouco lentas aqui, principalmente em relação aos comentários,  ao Face, ao Insta e ao e-mail, porque são muitos (ainda bem! rs) e eu tô tão cansada que não tô conseguindo dar conta.

férias

É que eu tenho muitas “obrigações” que vão bem além do blog e tô acumulando tudo há uns 3 anos e sem ter tempo pra nada, mas nada mesmo, sabe? Não reclamo porque adoro tudo o que eu faço, agradeço aliás, mas chega uma hora em que a cabeça não aguenta e é preciso parar pra recuperar as energias.

Por isso decidi dar uma pausa pra mim mesma e no meio dessa pausa dar uma viajada pra Chapada, um lugar que sempre me faz bem, que me reenergiza e que amo muito!

Férias

A internet lá não é das melhores (ops, aqui também não é rs), principalmente porque vou “pro meio do mato”, vou fazer trilha, e também quero evitar postar porque o intuito é descansar, né? Então nos  dias que ficarei por lá peço que tenham paciência com o atraso nas respostas, tá?

Já está atrasado porque precisava colocar minha vida em ordem, e isso inclui médico, dentista, salão (voltei pro loiro, já mostro!), casa, bicho e tudo mais, mas aos poucos vou organizando tudo, então se você não teve resposta ainda ou se o comentário não foi aprovado, tenha um pouquinho de paciência que em pouco tempo tudo se normaliza.

fériasPrometo que a partir do segundo semestre terei MUITO mais tempo para o blog, vou conseguir enfim aceitar os convites que chegam pros eventos (aleluia!), vou conseguir ter mais contato com vocês e vou produzir mais conteúdo, com mais qualidade, com fotos bacanas e coisa bem diferentes, tá?

Ah, e também terei mais tempo pra fofocar com vocês, porque essa é uma das partes que mais gosto nessa coisa toda de blog!

E se tiver alguém aqui que esteja indo pro Vale do Pati e pro Capão nos próximos dias, bora marcar de tomar um vinho quente, né?  Ahhh, e já tô com o endereço de 3 leitoras aqui anotado pra filar um café com bolo (promessa é dívida e eu não esqueci! kkkk), porque eu sou dessas!

chapada

Isso aqui é Chapada, tá? Amoooo!

Enfim, tem posts programados pra todos os dias porque não quero  ninguém sem a “dose diária de beleza”, então vocês nem sentirão a minha falta (mas eu sentirei de vocês, com certeza! ♥)

E pra quem quiser conhecer um pouquinho da Chapada é só acompanhar o Insta (@JuroValendo, segue lá!) e a Fan Page que vou postando tudo por lá, tá?

Beijos e até a volta!

Ju

 

02.10.2013

Redescobrindo Sua Cidade: Que Tal?

Dias atrás estava conversando com Dinho, meu amigo que mora na Austrália (apresentei ele nesse post aqui), e falávamos sobre viagens, do quanto é importante conhecer novos lugares, novas culturas e novas formas de “enxergar” a vida.

Eu acredito mesmo que existe um tipo de cultura que a gente só aprende em viagens (ops, não em viagem de compras, que fique claro), de forma que o dinheiro que se gasta numa viagem é sempre um investimento, o melhor deles, aliás.

redescobrir a cidade

Daí caímos no assunto de que muita gente não tem grana pra pra viajar, e Dinho rebateu dizendo que perto de qualquer cidade, em qualquer lugar do mundo, tem alguma lugar interessante a menos de 1 hora de distância. Seja uma praia, uma cachoeira, uma serra, alguma coisa do tipo.

Mas, além disso, ele me alertou pro lógico, porque o fato é que a grande maioria, e digo isso por mim, sequer conhece a cidade que mora. Tá, nem todas as cidades têm pontos turísticos dignos de cartão postal, mas toda cidade tem algo legal a oferecer, e muitas vezes nem nos damos conta disso. Ou seja, precisamos redescobrir a nossa cidade, porque ela pode – e deve – ser também uma fonte de divertimento e prazer!

Essa é a Barragem daqui de Jee, e é linda!

Essa é a Barragem daqui de Jee, e é linda!

Assim, esqueça o cinema de fim tarde e os locais badalados só por um dia e vá “turistar” na sua cidade. Geralmente no site da Prefeitura tem informação sobre os “pontos importantes da cidade”, então comece por aí. Veja, caso tenha, opiniões de turistas sobre sua cidade, o que eles mais gostaram, mais acharam interessante, e vá anotando tudo.

Vista roupas confortáveis, roupa de “turista” mesmo, pois é isso que você será por um dia.

Aproveite e encare aquele “boteco” que tem alguma iguaria deliciosa e que você nunca deu muita atenção, compre um daqueles sorvetes gigantes que você não toma desde que era criança e fique observando as pessoas, como a gente faz quando viaja pra outros lugares, vá ver aquela exposição que está em cartaz essa semana no museu que você entrou quando era “quarta série”, ou aquele lugar que acabou de ser restaurado ou aquele que não era aberto para visitação e agora é. Caso sua cidade tenha lojinhas para turistas, passe por lá, mas não pra comprar, e sim pra ver como a sua cidade vem sido vendida, sabe?

jequié

Não tem nada disso? Vá para os arredores da cidade, que sempre tem uma cachoeira, um rio, uma barragem ou montanhas pra fazer trilha. Vá ver o pôr-do-sol em algum desses lugares e acabe o dia em algum restaurante legal, comendo algo diferente do que você costuma comer (eu sou do tipo que repete às mesmas coisas por anos seguidos…).

Descubra novos sabores,  coisas novas, lugares novos e, principalmente, pessoas novas.

É uma experiência que vale à pena!

Beijos

Ju

29.09.2013

Festival de Holi: Dando Boas Vindas à Primavera!

Eu sou bem apaixonada pela Índia e por seus rituais e festivais, e um dos que mais gosto é o festival de Holi, também conhecido como festival das cores, que acontece pra celebrar a chegada da primavera.

festival de holi

Nesse dia, as pessoas jogam toneladas de pó colorido umas nas outras como uma forma de dar boas vindas à estação das fores. Em muitos lugares há também comida, bebida e música típica.

festival de holi

Dinho (já falei sobre ele nesse post aqui) estava na Índia durante o festival de Holi desse ano, e cedeu as fotos pra que eu mostrasse aqui pra vocês.

festival de holi

A coisa é tão legal que o Brasil “lançou” sua própria versão, que  aconteceu em São Paulo em 17 de agosto e passou por mais 11 países.

festival de holi

Pense numa “brincadeira” gostosa? É essa! Super quero ver isso de perto, sabia? É muito a minha cara!

festival de holi

festival de holi

festival de holi

festival de holi

festival de holi

Gostaram? Eu amei! Bom restinho de domingo e uma primavera cheia de cor e vida pra todas nós!

Beijos

Ju

*Todas as fotos desse post (exceto a primeira) são de Waldyr Júnior.

 

15.09.2013

Índia: A Explosão de Cores de Varanasi

Queria muito trazer pra vocês dicas de  viagens pra lugares “diferentes”, e hoje um dos grandes amigos que fiz na vida, o Waldyr, que é uma das pessoas mais incríveis que conheço e que mora lá na Austrália (mas é brasileiro, baiano e publicitário), me deu o aval pra compartilhar um pouco das viagens que ele anda fazendo pelo mundo.

viagens pelo mundo , índia, varanasi

Já adianto que Dinho  não é “turista”, não viaja como turista e muito menos como “comprador”… Ele é um viajante que mergulha e vive as culturas que conhece, o que resulta em viagens pra lá de incríveis!

viagens pelo mundo , índia, varanasi

Espero que vocês gostem, porque eu babo, e aos poucos vou compartilhando as viagens dele, que são muitas e bem interessantes. Vou começar com Varanasi, na Índia, porque fiquei pra lá de apaixonada pela exuberância das cores.

viagens pelo mundo , índia, varanasi

Varanasi, também conhecida como Benaris, é uma das cidades mais antigas do mundo, localizada as margens do Ganges, sendo considerada a cidade mais sagrada para os hindus (e também para os budistas), sendo ponto de peregrinação para centenas de milhares de fiéis anualmente.

Varanasi

São nas escadarias de pedra, conhecidas como Ghats,  às margens do rio Ganges, chamado pelos indianos de Ganga Ma (a “mãe” que purifica o corpo e a alma),  que as pessoas fazem seus rituais, cremam seus mortos e tomam banho, sendo essa a principal atração da cidade.

varanasi

A cidade tem templos bem interessantes, como o Templo Dourado,  o Templo de Durga e o Bharat Mata, que foi inaugurado pelo Gandhi e é uma homenagem à mãe Índia.

viagens pelo mundo , índia, varanasi

No Centro Velho tem diversas lojas, escolas de músicas e restaurantes variados, sendo um ponto interessante pra observar um pouco mais da cultura local.

viagens pelo mundo , índia, varanasi

A melhor época para a visitação é no inverno, pois é, geralmente, a época em que a cidade está mais vazia, o que significa mais tranquilidade para visitar, observar e aproveitar os ghats.

viagens pelo mundo , índia, varanasi

Eu amo a Índia e acho que é um dos países, culturalmente falando, mais fantásticos do mundo!

varanasi

 Amo as cores, amo a vivacidade das pessoas, amo a beleza fora do padrão das mulheres, amo a alegria que parece brotar em todos os lugares, e amo muitas coisas mais, mas isso é, aliás, assunto para outro post.

viagens pelo mundo , índia, varanasi

Fico enlouquecida com a quantidade de cores e estampas simbólicas e cheias de significado que essas pessoas usam e, principalmente, com a forma com que essas cores, que deveriam “brigar” entre si, parecem tão harmônicas, sabe?

viagens pelo mundo , índia, varanasi

Isso me faz rever muito meus conceitos de “pode e não pode”, “combina ou não combina” bem como a força que as cores parecem ter, porque em meio a pobreza e a higiene precária, cada uma dessas fotos me remete a alegria, e só!

varanasi

Isso (a alegria) é uma coisa que me seduz muito na Índia, porque embora as pessoas tenham centenas de milhares de problemas de todos os tipos, essa alegria transborda e a beleza exala, e é uma beleza maior que a pele maltratada, que as roupas, maquiagens e acessórios diferentes do que estamos acostumados.

varonesi

É uma beleza que deriva do estado de espírito, e por mais clichê que isso pareça, é uma beleza que transborda.

Capturas de tela141

A impressão que tenho quando olho para as indianas é que parece que elas não têm  o estado de tensão que nós temos, parecem ser mais relaxadas, mesmo em meio ao caos e a pobreza, e mesmo não estando “na moda”, essas mulheres chamam a atenção, atraem, talvez por serem mais receptivas, mais abertas e, paradoxalmente, mais simples.

varanasi

No próximo post explico direitinho “esse tipo de beleza”, mas, resumindo, o meu conceito é exatamente o mesmo de Dinho , pois “não adianta você estar linda e combinando se não tiver  leveza no olhar, sorriso nos olhos e paz no coração”.

varanasi

varanasi

varanasi

mulheres da índia

varanasi

varanasi

Gostaram? Quero ir pra Índia já!

Beijos e bom domingo!

Ju

* Todas as imagens desse post são de Waldyr Júnior.

O que você acha do JV?
Acompanho há anos, é meu blog queridinho, com certeza ! <3 Não compro nada para cabelos ou pele sem antes ver se a Jú já…
As leitoras mais incríveis da vida
    Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
    Poste no instagram uma foto com a hashtag
    #JuroValendo