21.10.2017

pH Balancer K.Pro: O Acidificante Poder!

No #JuTodoDia de ontem, lá no Instagram, falei do pH Balancer K.Pro, um acidificante super bom, e quis trazer a resenha completa pra cá porque assim dá pra falar tudinho sobre esse mocinho!

Como é um produto um pouco diferente, com uma função diferente do que estamos mais acostumadas no dia a dia, vou começar explicando o que é, pra quê serve, como e quando usar, tá?

O que é o pH Balancer K.Pro?

O pH Balancer é um acidificante profissional, indicado para selar as cutículas e balancear o pH, restabelecendo o equilíbrio dos fios.

Ele é especialmente indicado após procedimentos químicos, como coloração, descoloração, relaxamento, progressiva, dentre outros, e também nos tratamentos capilares, como hidratação, nutrição e reconstrução.

ph balancer kpro resenha juro valendo

Seu pH vai  de 2.2 a 2.8, extremamente ácido, e ele só vai entregar o resultado esperado quando usado da forma correta.

E não, ele não é um condicionador ou uma máscara de tratamento, e funciona melhor em cabelos quimicamente tratados, em cabelos porosos ou quando fazemos algum tratamento mais profundo, como uma reconstrução, cauterização ou queratinização, por exemplo.

Vale lembrar que o produto não tem óleo mineral, parabenos nem corantes, e que a marca não testa em animais.

Como usar o pH Balancer K.Pro?

No rótulo constam duas formas de uso, uma para manutenção em casa e outra para uso em salão.

Para manutenção, a marca indica usar um pouco do produto entre o shampoo e o condicionador, removendo o excesso de umidade, e deixando agir por 3 minutinhos.

E sim, tem que condicionar depois, porque a função desse produto é acidificar, não é condicionar. O condicionador é essencial para finalizar o processo.

ph balancer kpro resenha juro valendo

Para uso profissional, no pós química, o produto deve ser aplicado após o enxágue, removendo o excesso de água e deixando agir entre 3 e 5 minutos. Em seguida é preciso enxaguar o cabelo novamente, e aplicar o condicionador ou máscara para finalizar o processo.

Em caso de descoloração a marca recomenda lavar os fios com shampoo antes de aplicar o pH Balancer.

Uso com máscaras, reconstruções e cauterizações

Também pode ser usado antes das máscaras, sobretudo as reconstrutoras, o que faz com que o fio absorva melhor os ativos, que não saem tão facilmente com o enxágue, o que a gente nota mais facilmente em cabelos porosos.

É aqui que muita gente tem dúvida, porque como o ativo vai penetrar na cutícula selada? Bom, os cabelos porosos não conseguem segurar o produto e nada parece fazer efeito justamente por causa do desequilíbrio do pH.

Se ajustarmos isso, reequilibramos a coisa toda e o fio consegue absorver melhor o produto, coisa que foi explicada pela Camila Cerdeira, química da K.Pro.

ph balancer kpro resenha juro valendo

No caso das cauterizações, eu só vi diferença quando usei o pH Balancer antes, enxaguando. Já vi algumas receitas de cauterização com ele, mas nem a pau que passaria prancha no cabelo ensopado com um produto de pH tão baixo!

Muita gente mistura nas máscaras, mas no meu cabelo o efeito é melhor quando aplico antes da máscara, então isso depende de cada cabelo mesmo.

resenha do pH Balancer

Existem 2 versões, a de 50 g e a de 230 g, e comprei a menor dessa vez. A embalagem é de bisnaga, do tipo que dá pra usar até a última gota, e a tampa é de flip-top.

A textura é cremosa, ele é branco, então não interfere na pigmentação dos fios, e o cheiro é ácido e suave.

Vinha usando muito o vinagre de maça no cabelo para acidificar, que adoro, e a função é a mesma, só que esse é um produto mais completo, que vem com proteínas, extratos e óleos vegetais, e, além disso, tem o pH mais baixo e é mais fácil de levar na mala (comprei pra levar nas férias rs).

ph balancer kpro resenha juro valendo

É muito fácil de usar, como expliquei acima, e como já tinha usado anteriormente, quando pintei de castanho uns 2 anos atrás, resolvi comprar novamente porque sei que na praia meu cabelo desbota ainda mais fácil, até porque estava muito loiro, e percebo que ele ajuda a reter não só os tratamentos, mas também os pigmentos de cor, aumentando a durabilidade da coloração, sabe?

Acho maravilhoso, assim como o acidificante caseiro, para aqueles casos onde o cabelo não melhora de jeito nenhum, onde nenhuma máscara faz muito efeito, assim como em casos de cabelos super porosos e com muita química.

Ele vai reequilibrando os fios, ajudando na absorção dos ativos de tratamento e, de cara, dá um brilho enorme ao meu cabelo.

Quando usar, preço e onde comprar?

Tudo depende do estado do seu cabelo, e já vi indicações de uso 2 vezes na semana, o que pode ser bem interessante logo após a química ou quando os fios estão num grau muito auto de porosidade.

Na praia, por exemplo, uso quase todos os dias, mas de modo geral prefiro usar de 1 a 2 vezes ao mês.

ph balancer kpro resenha juro valendo

Como a quantidade a ser usada é pouca, ele rende bastante, e tá saindo por R$55,40 na Época Cosméticos (compre aqui), loja que adoro e é super segura!

Comprei na Beleza na Web, mas me arrependi: mesmo com uma compra alta, paguei mais de R$40,00 de frete e quase R$50,00 de taxa interestadual.

Alguém já usou? Conta aí o que achou!

Beijos, Ju♥

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

13.10.2016

Vinagre de Maça no Cabelo: 5 Formas de Usar!

Já falei bastante por aqui dos benefícios do vinagre de maça no cabelo, e, pra facilitar,  resolvi reunir as formas de uso em um único post, além de esclarecer algumas dúvidas.

Vou falar especificamente do vinagre de maça porque é o mais comum, mas uso também o de arroz e meu cabelo gosta!

Vinagre de maça no cabelo: o PH do Vinagre

Pra entender porque o vinagre de maça é tão legal para o cabelo, a gente precisa falar do pH, tanto do cabelo como do vinagre.

O pH ideal do cabelo varia entre 4.5 e 5.5 (alguns autores dizem que o ideal está entre 3.8 e 5.6), de forma que quanto mais o pH sai dessa faixa, mais a estrutura do cabelo fica prejudicada.

Quanto mais alto (alcalino) for o pH de um produto, mais as cutículas se abrem, o que deixa o córtex do fio muito mais vulnerável.

vinagre de maça no cabelo como usar

Colorações, por exemplo, possuem um pH mais alto, geralmente entre 8 e 9, enquanto alisamentos vão ainda mais longe, com produtos que possuem um pH de 9 a 13, que danificam muito os fios.

Shampoos também possuem um pH um pouco mais alto, entre 5 e 7, pra abrir levemente as cutículas e remover as impurezas.  O cloro, usado nas piscinas e também na água que a gente usa pra lavar os fios, também possui um pH alcalino.

O ideal, então, seria usar produtos bastante ácidos? Não, e produtos com o pH muito baixos também danificam os fios, sobretudo a longo prazo, porque, como o Felipe Restine explicou no livro ” A verdade sobre o seu cabelo”, quanto mais ácido for o produto, mais a queratina se desprende.

Queratina é o “cimento capilar’, e quanto mais a gente perde, pior o cabelo fica, então o ideal é apostar em produtos que trabalhem com um pH que fique entre 3.8 e 5.6.

Vinagre de maça é bom pro cabelo?

Como não dá pra saber o pH de todas as coisas, porque ninguém tem tempo pra ficar testando, a gente precisa, vez ou outra, usar produtos acidulantes ou acidificantes pra reequilibrar o pH dos fios, e é aí que entra o vinagre.

O pH do vinagre é ácido, e varia entre 2.5 e 4.5, a depender do produto, o que significa que ele ajuda a devolver aos fios a acidez ideal e a selar as cutículas, o que é essencial pra saúde e beleza dos cabelos.

Então, é importante acidificar os fios após alisamentos, colorações, banhos de piscina e no dia a dia mesmo, porque são muitos os produtos que possuem o pH mais alto, e isso sem falar dos resíduo metálicos da água, que detonam o cabelo, mas sobre isso a gente fala já!

vinagre de maça no cabelo como usar

Como Usar Vinagre de maça no cabelo

Existem várias formas de usar vinagre de maça nos cabelos, e não existe isso de forma certa ou errada, existe a forma que mais funciona em seu cabelo, ponto.

A gente precisa entender que cada cabelo é único, possui características e necessidades diferentes, e, justamente por isso, o que funciona em um cabelo pode não funcionar no outro. Portanto, faça testes e fique com a forma que o seu cabelo escolher.

Vinagre de maça como acidificante caseiro

O acidificante caseiro é um curinga, e é sempre a minha primeira aposta, a que recomendo testar primeiro, porque funciona bem na maioria dos cabelos, já que sela as cutículas, alinha os fios e doa brilho.

Ele é usado como último enxágue e expliquei tudinho nesse post aqui: Receitinha de Acidificante Caseiro.

Vinagre de maça antes da máscara ou condicionador

Já vi gente brigando em grupos no Facebook por causa da ordem de aplicação do vinagre, porque enquanto uma parte usa pra selar as cutículas, como último enxágue, outras dizem que só pode usar antes do condicionador ou da máscara.

Meu conselho? Faça o teste, o que seu cabelo gostar mais é a forma certa.

O uso antes da máscara ou do condicionador faz sentido sim, porque alguns cabelos estão com um nível tão alto de porosidade que o cabelo não consegue reter os tratamentos e nada funciona.

Nesse caso, usar o vinagre como acidulante, pra devolver acidez ideal e fazer com que, consequentemente, a porosidade seja reduzida e, aí sim, o fio consiga absorver os ativos de tratamento da máscara logo depois é indicado.

Mas Ju, selar as cutículas antes não impede o cabelo de absorver os ativos? Nesse caso não, porque a função dele, aqui, vai além de selar, porque se o cabelo está tão poroso a ponto de não conseguir reter um tratamento, me parece lógico que a gente precise, primeiro, melhorar essa porosidade.

vinagre de maça no cabelo como usar

Vai funcionar em todo cabelo? Não. No meu só dá certo quando a porosidade está muito mais alta, mas isso varia de cabelo para cabelo.

E usar dessa forma é simples: após lavar os fios com o shampoo, misture 30 ml de vinagre com 150 ml de água e jogue no cabelo para, em seguida, aplicar a máscara, deixar agir pelo tempo ideal e enxaguar.

Eu não retiro o vinagre pra aplicar a máscara, só enxáguo depois da máscara, mas tem que retire o vinagre antes. Ah, e várias vezes, depois e remover a máscara com água, usei vinagre no último enxágue. Adoro!

Vinagre de maça como banho de brilho

O cabelo tá sem brilho? Vinagre de maça ajuda!

É que, como ele sela as cutículas, o cabelo fica mais alinhado, a luz reflete mais e, por causa disso, o brilho aparece. A primeira receita, do acidificante, já faz isso, mas o Spray de Brilho com Vinagre e água termal ajuda ainda mais, e pra ver como fazer é só conferir esse post: Receita caseira pra dar brilho aos cabelos.

Condicionador com vinagre

Postei essa receita no início da semana, e é uma ótima forma de ter um condicionador mais ácido, que vai selar melhor e doar mais brilho. É a forma que mais tenho usado, acho fácil, prática e entrega o resultado que preciso nesse momento.

Pra conferir a receitinha e os benefícios, veja esse post aqui: Condicionador com vinagre.

Vinagre pra remover resíduos metálicos dos fios

Fiz um post aqui tempos atrás sobre o tanto que a água pode prejudicar os fios (Cabelos destruídos pela água: isso acontece!), e essa é uma coisa que vocês precisam prestar atenção.

O que acontece é que tanto os tratamentos que são feitos na empresa de distribuição de água, como a limpeza das caixas de água e os canos de ferro e cobre podem, em muitos casos, afetar bastante o cabelo.

É que os resíduos metálicos, comuns quando se trata de canos de ferro, cobre e alumínio, possuem um peso molecular super baixo, o que significa que eles conseguem penetrar facilmente no cabelo, e aí, quando a água entra em contato com o oxigênio, esse metal oxida e enferruja dentro da fibra capilar.

Isso vai deixar o cabelo frágil, quebradiço e poroso, podendo levar a destruição da fibra capilar, coisa que já foi alvo de matéria no The International Journal of Cosmetic Science. Ou seja, não dá pra ignorar!

A parte boa é que o vinagre, assim como os outros acidulantes, ajuda nesses casos, pois ele ajuda a remover esses resíduos metálicos, regular o pH dos fios e selar as cutículas.

A melhor receitinha pra isso é a do acidificante caseiro, e recomendo muito que vocês leiam esse post sobre a água, muito!

Essas são minhas formas preferidas de usar vinagre de maça no cabelo, e se você conhece alguma outra que seja só amor, divide aqui com a gente!

Beijos, Ju♥

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

 

28.10.2014

Cabelos Destruídos Pela Água: Sim, Acontece!

Tempos atrás uma leitora veio conversar comigo sobre o cabelo dela, que não melhorava nunca, e eu desconfiei logo da água, porque ela pode sim detonar o cabelo. Existem vários problemas relacionados a água, e muitos deles têm a ver com os tratamentos que são feitos pela empresa de distribuição de água, com a limpeza das caixas de água ou com os canos de ferro e de cobre.

O “xis” da questão são os tais dos resíduos metálicos, e nesse casos os mais comuns são os derivados de ferro, de cobre e de alumínio. Como possuem um peso molecular bem baixo, esses resíduos penetram facilmente nos fios, de modo que o contato com a água e o oxigênio leva, como bem disse o visagista Felipe Restine, a oxidação do metal, que enferruja dentro da fibra capilar.

água pode estragar cabelo

Isso, aliás, já foi alvo de matéria no The International Journal of Cosmetic Science, e em muitos casos esses resíduos ficam, inclusive, impregnados como manchas azuladas ou esverdeadas logo abaixo da torneira da pia ou do chuveiro.

E não para por aí, porque dentro da fibra capilar esses resíduos vão “expandir”, o que resulta em um cabelo frágil, danificado, poroso e quebradiço, levando, em último caso,  a destruição da estrutura dos fios. Em alguns casos, e isso é fácil de notar nos fios mais claros, o cabelo vai ganhando uma tonalidade esverdeada.

Em relação aos tratamentos feitos na empresa de distribuição de água e nas limpezas das caixas d´água não temos muito como “prevenir” (mas tem como remediar!), mas no caso dos canos de ferro ou mesmo de cobre  sim, e não se deve usar essa água aquecida (água quente) para lavar os cabelos.

cabelos destruídos pela água

Imagem do livro “A verdade sobre o seu cabelo”

Em todo caso, é recomendado usar a cada 10 dias um shampoo que tenha um maior poder de limpeza, e se você não pode usar um shampoo antirresíduos (post aqui sobre eles), use um shampoo pra cabelos oleosos, que é um pouco mais adstringente e possui um maior poder de limpeza (tem opções nesse post aqui).

Outra dica bem importante é apostar nos acidificantes, também conhecidos como acidulantes, pois eles vão ajudar a remover o metal do cabelo, além de regular o pH dos fios, selando as cutículas em seguida.

Já deixei aqui a receita do acidificante caseiro, que é feito com vinagre (post aqui), mas também existem as versões comerciais, e desses o que mais gosto é o da K.Pro, o pH Balancer, que custa uns R$50,00 e pode ser encontrado em lojas de cosméticos e em lojas virtuais.

São muitos os  problemas causados pela água (como a presença de calcário, por exemplo), mas como são casos mais pontuais a gente papeia sobre eles em outro post, tá?

Beijos

Ju

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…