08.04.2015

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

hanami sakura

A primavera é uma época maravilhosa aqui no Japão!  Período para apreciarmos o florescer do Sakura (flor de cerejeira), vivenciar e aprender um pouco mais dessa linda cultura e, também, deixar boa parte dos casacos em casa, pois finalmente a temperatura começa a subir e a coisa vai ficando um pouco mais agradável por aqui(como boa baiana que sou, não gosto nem um pouco do frio congelante daqui!).

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

1907519_810508635699819_3254578048940258266_n

Eu cheguei ao Japão com 11 anos de idade e, desde então, todos os anos que passamos aqui era tradição em casa, nesta época do ano, fazermos piqueniques aos pés da Sakura, costume que aqui no Japão é chamado de Hanami (na casa da minha mãe tem milhares de fotos desses momentos).

11133773_810505812366768_8779965062009378560_n

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

E agora, com a minha família ( a família que construí), não faço diferente, até porque, segundo os japoneses, esta tradição traz muita sorte, principalmente se durante o piquenique cair uma folhinha do Sakura dentro de seu prato! E eu sou aquele tipo de pessoa que acredita muito no trabalho duro, mas nunca acho demais contar com um pouquinho de sorte.

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

Os festejos com a Sakura duram, em média, de 7 à 10 dias, e por acontecerem em uma período de plena transição no Japão  (aqui o ano letivo e ano fiscal começam efetivamente no mês de abril, e o Sakura floresce entre final de março e começo de abril), têm um significado muito importante para eles, de renascimento, renovação, é quase que uma festa de boas-vindas, e é muito bacana ver uma cultura milenar, tão bonita, atravessando gerações e ainda presente nos dias de hoje. Não foi à toa que resolvi fazer um post sobre isto pra vocês!

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

Este ano meu Hanami foi, particularmente, especial, pois a convite da minha amiga, Karine Hara, que inclusive é a responsável por todos estes clicks, fui parar no Castelo de Okazaki (Okazaki jo ou Tatsu jo), que é praticamente do lado de casa, mas eu ainda não conhecia.

hanami

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

Tinha muita gente por lá, várias barraquinhas de comidas típicas e doces, tudo muito lindo, limpo e organizado, as crianças se divertiram muuito (Eu levei a Sarah e a Kah os dois meninos dela, o Felipe e o Diogo)! O castelo tem uma história maravilhosa (um dia faço um post só sobre a história deste castelo para vocês). Enfim, foi um dia de muito aprendizado e renovação, além da comilança (rs)!

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

Coisas do Japão: Festival Hanami no Castelo de Okazaki!

Espero que gostem do post e me contem o que acharam. O que mais vocês gostariam de saber sobre o Japão? Deixem suas dicas e curiosidades! Lá no insta @simoneyoko sempre que posso posto fotos de ¨coisas do Japão¨, segue lá pra ficar por dentro.

17663_810495595701123_8336675367190731130_n

Beijos

Si Yoko

28.12.2014

Coisas do Japão: As Principais Tradições do Reveillon no Japão

O final do ano está aí e eu quis fazer um post diferente para vocês! Já que tantas meninas comentam sobre as curiosidades que têm sobre o Japão, resolvi fazer um post falando um pouco sobre a cultura do reveillon aqui na terra do sol nascente!

E posso dizer para vocês que, de um modo geral, apesar dos diferentes costumes a intenção dos japoneses é a mesma que a nossa, virar o ano em paz, livre de pensamentos e ações negativas, e ao lado da família e amigos especiais.

O Reveillon no Japão

reveillon no japão

Os Rituais:

Um dos principais rituais para a chegada do Oshougatsu (ano novo) aqui no Japão é Oosouji (limpeza). Eles costumam limpar as residências, templos, escolas e até o local de trabalho, acreditando que desta maneira receberão o ano de alma limpa.

Outra forte tradição é o Hatsumode ( a primeira visita do ano ao templo), que ocorre a partir do dia 31 até o dia 3 de janeiro. As pessoas costumam ir vestidas com os trajes típicos japoneses para fazerem suas orações e também comprarem novos talismãs que tragam boa sorte. É de costume também deixar os talismãs antigos para serem queimados. Os templos sempre lotam durante este período!

No dia primeiro de janeiro tem a tradição do Hatsuhinode (o primeiro nascer do sol do ano), onde os japoneses se reunem com os familiares e amigos e vão para litorais ou montanhas para assistir o primeiro nascer do sol do ano.

reveillon-no-japão

A Decoração:

É comum vermos lindos arranjos de Kodomatsu (arranjo de bambu e ramos de pinha) em residências ou estabelecimentos comerciais. O bambu representa a força e o crescimento, e os ramos representam vida longa, já que o pinheiro tem as folhas verdes durante todo o ano.

O Manekineko (gato da sorte) também é muito tradicional em todo o país. Com tamanhos e cores variadas, eles são feitos de cerâmica ou porcelana japonesa e o seu objetivo é atrair fortuna às pessoas e aos seus negócios. Dizem que o melhor é quando se ganha o gato da sorte!

A Comida:

A refeição consumida tradicionalmente pelos japoneses no ano novo é o Osechi-ryori, um obento (marmita) especial que é servido em caixas também especiais chamadas jubako, com algumas das comidas típicas aqui do Japão. Além do Mochi (bolinho de arroz), preparado à partir de uma goma que eles fazem de arroz (o arroz é cozido apenas em água e posto em um pilão de madeira, onde é socado até virar goma), tem também o  Toshikoshi Soba (macarrão de trigo sarraceno).

reveillon-no-japão

Segundo a tradição, o Mochi deve ser oferecido aos deuses antes do seu consumo. Tradição essa que se originou de uma lenda chinesa que diz que quem comê-lo no ano novo estará comendo o espírito do arroz, enriquecido pelos deuses. E o Toshikoshi Soba garante longevidade e é uma forma de se despedir do ano velho e saudar o ano novo, portanto é um prato indispensável no reveillon japonês.

E ao invés dos fogos de artifício tradicionais no Brasil e em outros países pelo mundo, é mais comum ouvirmos por aqui, próximo à meia-noite, as badaladas dos sinos dos templos, mais precisamente 108 badaladas que representam os pecados dos homens. Eles acreditam que as badaladas afastam os pecados, nos purificando para receber o ano novo. Este é um ritual Budista e se chama Joya no Kane.

Meninas, tem muito mais informações, mas tentei fazer um resumo do que achei mais interessante para mostrar pra vocês. Espero de coração que vocês tenham gostado e que 2015 seja um ano iluminado para cada uma de vocês que nos acompanham aqui durante todo o ano. Muito obrigada pelo grande incentivo que vocês nos dão sempre!

Beijos e um Feliz Ano Novo!!!

Si Yoko

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…
Dicas para o perfume durar mais na pele! O Fim dos Cabelos Ressecados! Dicas de Beleza Rápidas Pro Inverno! Pontas estragadas nunca mais!