Vizcaya
13.10.2014

10 Dicas Pra Fazer Uma Escova de Salão em Casa!

Nunca tive coordenação motora pra segurar o secador e a escova ao mesmo tempo, tanto que tempos atrás pensei em comprar uma escova rotativa (a minha já tá pra chegar !), porque aquilo facilita muito a vida.

Mas, enquanto fiquei na enrolação, me decidindo pela marca e modelo (ôoooo trabalho!), tive que “aperfeiçoar” minha escovação, porque a coisa era um desastre: a raiz ficava lisinha, mas o resto do cabelo parecia que eu tinha penteado seco, sabe como é? Ficava uma farofa! Fora que perdia muito tempo, o que também é um problema.

Pra que a coisa fique minimamente digna, olhem só as dicas que funcionam comigo:

escova de salão em casa

1. A lavagem

Pois é, a coisa toda já começa na lavagem! Se não removo todo o acúmulo de oleosidade, que no meu caso se concentra na raiz, a escova não dura e o liso fica esquisito, ensebado, sabe? Por isso gosto de usar um pré shampoo antes (falei dele aqui), e se não tiver nenhum uso o shampoo “normal” duas vezes, lavando bem a raiz.

Falando em lavagem, é essencial que o cabelo seja bem lavado e enxaguado, e isso significa enxaguar o shampoo e o condicionador até que a água “desça” cristalina, sem resíduos, senão o cabelo acaba ficando “pesado”.

2. A escolha dos produtos

Essa é uma dica que quase nunca consigo seguir porque preciso testar muitas coisas pro blog, mas faz muita diferença quando, antes de escovar, lavo o cabelo com shampoo e condicionador que garantem um efeito mais liso, tipo os que falei nesse post aqui.

escova de salão em casa

3. Encharcado não!

Ao terminar de lavar o cabelo é preciso remover o excesso de umidade com uma toalha. Depois disso sempre espero o cabelo secar um pouco ou seco com o secador “de longe”, mas sem escovar, porque já notei que se escovo com os fios muito molhados eles ficam oleosos mais rápido, e isso acontece porque o tempo de exposição ao calor térmico acaba sendo muito maior, e isso estimula a oleosidade.

4. O protetor térmico

Antes de começar a escovar é preciso usar um protetor térmico pra proteger os fios do calor térmico. A maioria dos produtos oferece benefícios extras, como o controle do frizz e maciez, e existem vários leave-in que já vêm com essa função. Pra quem quiser opções, tem um post aqui com os que mais gosto.

Aqui é preciso fazer uma ressalva: protetor térmico não é igual a produto termoativado, embora um mesmo produto possa ser as duas coisas ao mesmo tempo. O protetor térmico protege os fios do calor térmico, enquanto que o produto termoativado depende de fonte de calor pra agir.

5. O defrizante

Pra quem tem cabelo cheio, cacheado ou indomável, o defrizante é uma “mão na roda”! É que ele consegue relaxar os fios temporariamente (até a lavagem seguinte), e isso facilita demais a escovação, além de deixar o cabelo liso mais facilmente e ajudar no controle do frizz.

O ideal é que o defrizante ofereça proteção térmica, porque aí já vai o “pacote completo” em um só produto, né? Já falei mais sobre ele nesse post aqui.

escova de salão em casa

6. O milagreiro

Já testei muitos produtos pra ajudar na escovação, mas nenhum se compara ao Healing Smooth Smoother Straightening Balm, da L´anza! No meu cabelo ele faz milagre, porque é tudo ao mesmo tempo (defrizante e protetor térmico) e  ajuda absurdamente na escovação, deixando o cabelo mais liso, e por mais tempo. Tem resenha dele aqui.

7. O jeito certo de secar

Essa é uma dica boba, mas se você não faz certo o cabelo vira uma farofa, e eu, lerda toda, fiz errado por muito tempo! É o seguinte, o secador precisa ficar posicionado na diagonal, de cima para baixo e não o contrário, senão os fios secam desalinhados e “farofados”, sabe?

Outra coisa é que não pode “encostar” o secador no cabelo, tem que deixar um espaço de uns 15 cm, principalmente quando estamos secando a raiz, senão ela fica oleosa.

Ah, e separe o cabelo em partes pequenas, nada de pegar grandes porções de cabelo pra escovar de vez senão os fios não ficam totalmente lisos. Pra isso, primeiro separe os fios em 4 partes, duas superiores e duas inferiores, prenda todas todas e comece sempre a escovação pelas inferiores, que devem ser divididas em várias outras “partes”.

8. O jato frio

Quando a escova tiver pronta, com os fios já lisos, finalize com um jato de ar frio. É outra coisa que parece besteira, mas que faz diferença, já que ajuda a evitar os fios espetados e sela as cutículas.

escova de salão em casa

9. Escolha a escova certa!

Já faço um post sobre os melhores tipos de escova pra cada cabelo e pro efeito desejado, mas li uma vez numa matéria do cabeleireiro  Sérgio Yamashita que quanto maior a escova mais liso fica o cabelo, e desde então tenho usado uma escova grande e noto que o cabelo fica mesmo mais liso e com um efeito mais “solto”, entende? Isso só não funciona bem pra quem tem o cabelo curtinho, mas no próximo post explico tudo direitinho, tá?

10. Pra finalizar

Acabou tudo? Aplique umas gotinhas de óleo nas mãos e passe nos fios, preservando a raiz, pois isso ajuda a controlar o frizz.

Ah, já fiz um post aqui com 5 dicas pra escolher o melhor secador, e já que vou fazer da escova, pensei em fazer da chapinha e do modelador, o que vocês acham? Alguém tem mais alguma dica? Compartilhem aí!

Beijos

Ju

O que você acha do JV?
Bom dia , eu não conhecia o blog mais entrei hoje e adorei , tem muitas dicas , orientações, e as explicações não são pela…