12.09.2016

Lavagem Reversa: Menos Oleosidade e Tratamento Intenso!

Novidade das boas, meu povo!

Lembram que tempos atrás falei por aqui da umectação reversa? Pois nesse final de semana conheci a lavagem reversa, um conceito bem interessante de limpeza e tratamento capilar que faz todo sentido.

Antes de começar, preciso dizer que não abandonei vocês nos últimos dias, viu? Fui pra Beauty Fair com a Embelleze, então embolou um pouco aqui, mas voltei cheia de novidades pra vocês!

Ah, e aproveito pra agradecer a cada uma que veio falar comigo e me encheu de carinho. Vocês são as melhores!♥

Lavagem reversa: que troço é esse?

lavagem reversa embelleze novex juro valendo ju lopes

A Embelleze apresentou um tantão de produtos interessantes, mas  fiquei curiosa mesmo foi com essa tal de lavagem reversa.

A questão é que a gente aprende desde cedo que primeiro vem o shampoo e depois o condicionador, né? Só que isso pode não ser a melhor opção para todos os tipos de cabelo, sobretudo para os mais finos e oleosos, e também para  quem deseja mais volume.

É que a grande maioria dos tratamentos,  sobretudo os muito nutritivos, pesam nos fios mais finos e deixam os cabelos murchos, inclusive a umectação com óleos mais pesados, como o de coco e o de abacate.

Mas, se a gente for observar direitinho o conceito, a própria umectação, sobretudo quando usado como pré shampoo (Óleo pré shampoo: o cabelo agradece!), já funciona como um tratamento reverso, pois primeiro a gente trata pra só depois lavar.

A Proteína Detox, da Cadiveu, age da mesma forma, pois o tratamento é aplicado antes do shampoo, lembram?

Lavagem Reversa: funciona?

Analisando o efeito desses tratamentos nos meus cabelos, pois ainda não testei o lançamento da Novex (se quiserem resenha falem nos comentários!), o que pude perceber é que eles não só tratam e protegem antes do shampoo, que tende a ressecar, mas também, dependendo do tratamento usado, ameniza a oleosidade da raiz e também do comprimento.

Porque, raciocinem comigo: você vai tratar, o cabelo vai absorver toda aquela carga pesada de ativos, que, em muitos casos, acabam pesando nos fios e causando oleosidade, e depois vem o shampoo, que deve ter o pH mais ácido, pra limpar sem agredir e sem ressecar as pontas,  ajudando, ainda,  a remover o excesso de oleosidade  da raiz e a selar as cutículas, pra evitar que os fios fiquem porosos.

E se remove bem a oleosidade, se não deixa os fios murchos, o volume aparece, né? Acho que faz sentido!

Claro que isso não vai funcionar com qualquer tratamento, e muito menos com qualquer shampoo, acredito que para ter um efeito satisfatório a coisa precise ser bem específica, com produtos que se complementem, sabe?

Da mesma forma, não é pra todo tipo de cabelo. É pra quem quer mais volume, e pra quem tem fios mais finos e oleosos.

Achei a ideia bem legal, gente, e vou testar direitinho a Lavagem Reversa Embelleze pra ver como funciona, aí depois conto pra vocês aqui e/ou nas redes, combinado?

Ah, falando nisso, acompanhem tudo lá pelo Instagram, porque dicas mais curtinhas não têm como aparecer por aqui, né? Lá nós somos @Jurovalendo!

Beijos, Ju♥

Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…
As leitoras mais incríveis da vida
    Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
    Poste no instagram uma foto com a hashtag
    #JuroValendo