Vizcaya
08.12.2016

Óleo de Umectação Salon Line É Vegetal?

Quando postei no Youtube o vídeo com uma receita para acabar com as pontas ressecadas e detonadas, usei um Óleo  de Coco da Salon Line, que contém na embalagem a informação 100% vegetal, e geral questionou se o óleo de umectação Salon Line era mesmo vegetal, se servia pra umectar e coisas do tipo.

Tô com um vídeo pronto sobre ele pra subir hoje, mas achei que seria melhor começar esclarecendo isso aqui.

O que é óleo vegetal?

Óleo vegetal é, simplificando, uma gordura extraída de plantas, geralmente das suas sementes, sendo constituído por blocos de ácidos graxos e glicerol, podendo conter pequenas quantidades de outros lipídeos.

Eles podem ser utilizados na área cosmética, terapêutica e, via de regra, ser ingeridos, como o óleo de coco, por exemplo.

óleo de umectação salon line é vegetal

Uma coisa importante sobre óleos vegetais é que eles são extremamente sensíveis  ao calor,  oxigênio e, sobretudo, a luz, por isso é tão importante que eles sejam mantidos protegidos da luz, que não fiquem expostos ao ar e estejam embalados em garrafas escuras e, preferencialmente, em temperaturas baixas para evitar que oxidem e estraguem.

Se for pra indicar um óleo 100% vegetal, que tem o grau de pureza adequado e tudo o mais, indico o da Laszlo. Até o momento desconheço quem tenha óleos, tanto vegetais quanto essenciais, melhores.

Óleo de Umectação Salon Line é Vegetal?

O óleo de umectação Salon Line contém, como primeiro ingrediente, o óleo de coco. O segundo é um conservante e todos os outros são, simplificando,  fragrâncias e agentes auxiliares da fragrância. Ou seja, o único ativo presente nessa composição é o óleo de coco, as outras coisas são para conservar e “dar cheiro”, porque, veja bem, ele é um produto de uso cosmético.

Se a função dele é o uso cosmético nos cabelos, e se seu único ativo é o óleo de coco, pra mim ele é sim um óleo vegetal, mas não um óleo vegetal na acepção pura da palavra, e sim um óleo vegetal de uso cosmético específico para cabelos.

Tem diferença? Tem, mas olhando a indicação e os resultados pretendidos, não vejo razão para não usá-lo em umectações, por exemplo.

Claro que, achando facilmente, prefiro o da Laszlo, já que ele pode ser usado na pele, pode ser consumido por via oral e não tem aromas artificias, coisa que é complicada para quem tem alergias, mas não sejo razão para não usá-lo em umectações.

Se vocês enxergarem algum motivo, me mostrem, porque né, pode ser que eu não esteja vendo.

Usar ou não usar?

Já fiz críticas a Salon Line por achar que eles focam muito mais no público mais jovem, o que é um direito deles, inclusive,  mas preciso ser justa, gente. Não posso chegar aqui e falar que o óleo não é vegetal e que não trata o cabelo porque, para uso cosmético, ele, pra mim, é sim um óleo vegetal e trata o cabelo.

Inclusive, acho louvável a iniciativa da marca em criar um produto que facilite o acesso, já que muita gente reclama da dificuldade de encontrar, em farmácias e mercados, óleos vegetais para cabelos.

Tenho usado e gostado muito desse óleo, que é barato, facilmente encontrado e entrega um resultado super bom no meu cabelo.

Mais tarde solto o vídeo sobre ele, então se inscrevam lá no canal pra conferir, tá? Ah, e já estão participado dos desapegos de Natal? São 5 ganhadoras e um monte de prêmios legais, é só clicar aqui, ó.

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo
O que você acha do JV?
Eu simplesmente amo esse blog!!! Já perdi a conta de quantos produtos comprei depois de ver resenhas daqui, porque sei que são reais. Bioextratus foi…