Vizcaya
07.04.2014

Top 6 Reconstruções Capilares

Penei pra escrever esse post sobre reconstruções capilares porque não é fácil lembrar de tudo o que já usei, daí fico com receio de esquecer de algum (é a idade chegando!), mas se isso acontecer me lembrem aí, tá?

Pra começar acho que não existe “O Melhor Reconstrutor”, o que existe é o melhor reconstrutor para cada caso, porque se você coloca o Extreme Up, um super reconstrutor, em um cabelo com danos não tão grandes, é certo que os resultados não serão tão bons, por exemplo. Da mesma forma que um reconstrutor leve pode ser excelente, mas não em caso de corte químico, entende?

Nesse primeiro post tem as 6 melhores reconstruções capilares caras, daí nos próximos faço as de preço intermediário e as baratinhas, e depois faço um comparativo entre elas, tá?

Reconstruções capilares

1. Extreme Up

Se o cabelo estiver em petição de miséria, quase morto, é ele que dá jeito, porque esse aí levanta até defunto! Geralmente é aplicado em salões, porque é bem forte e não pode ser usado “ao gosto do freguês”, sabe? Sai por umas 200 Dilmas e rende, em média, 12 aplicações.

2. CPR, Senscience

Esse tratamento da Senscience é tipo a coisa mais maravilhosa da vida, sério mesmo! É um kit de 2 passos e vem uma quantidade pouca (dá pra 1 ou 2 aplicações), mas o suficiente pra fazer uma diferença absurda nos fios, porque além de ser um potente reconstrutor, ele hidrata muito, melhora bastante a porosidade e proporciona mais sedosidade que qualquer outra máscara reconstrutora que eu já tenha usado.

O preço médio é de 90 Dilmas e existe um sério risco de você viciar e não querer usar outra coisa!

3. K-Pak Deep Penetrating Reconstruct, Joico

Foi considerado por 13 anos seguidos o melhor reconstrutor do mundo, e é mesmo um dos melhores. O cheiro é meio enjoado, tem dias que amo, tem dias que detesto, mas o efeito fortalecedor dele é excelente. Não morro de amores, mas é um excelente reconstrutor, um daqueles “curingas” que sempre funcionam. Custa, em média, 120 Dilmas e não rende muito.

Reconstruções capilares

4. Age Recharge,  Kerástase

Essa é uma excelente máscara de reposição de massa, que fortifica bastante o cabelo, mas só vejo um efeito realmente bom em quem precisa muito de reconstrução, porque, não sei exatamente o motivo, nos cabelos que não precisam tanto o resultado não é tão bom, sabe?

É cara, custa umas 200 Dilmas, mas o rendimento é bom.

5. Penetraitt Masque, Sebastian

Não acho que seja uma reconstrução das mais potentes, mas é muito boa e possui uma excelente ação fortalecedora. O único porém é que deixa o cabelo “duro”, ao menos no meu caso. Caso queiram tentar alguma máscara da marca, podem se jogar na Laminates Masque Reconstrutive, que é maravilhosa!

 6. Bonacure Repair Rescue Treatment, Schwarzkopf

Eu amo essa máscara, e amo essa linha toda, mas já vi muita gente reclamar. A questão é que o produto é bem forte, e se o cabelo não estiver precisando tanto, acaba ficando duro. Outra coisa que vale lembrar é que não pode usar com tanta frequência nem deixar por muito tempo nos fios, senão o efeito “duro” é certo!

Custa umas 100 Dilmas, mas vi hoje na Beleza na Web por 84 Dilmas (não tenho nem nunca tive vínculo com a loja).

Todas essas máscaras são muito bons, mas você precisa escolher de acordo com a necessidade do seu cabelo. Se o cabelo estiver muito detonado, sugiro o Extreme Up ou a Repair Rescue, que acho muito boas pra casos de corte químico e pra “salvar” o cabelo em momentos de “crise”. A Age Recharge é excelente pra manutenção de cabelos detonados, sabe? A CPR é incrível pra cabelos porosos e enfraquecidos, a Penetraitt responde bem em danos médios, assim como a K-Pak, que eu indico mais pra manutenção dos danificados e muito danificados.

+ Reconstruções capilares

Indicam outras reconstruções capilares? Avisem aí, quero saber!

Beijos, Ju

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Vizcaya
10.09.2013

Não É O Que Você Quer, É O Que Seu Cabelo Precisa!

Ô troço difícil é mulher, viu? Basta surgir um tratamento novo que a gente “desembesta” logo a  querer  fazer sem sequer ter noção do que se trata realmente, do que o tratamento oferece, promete e proporciona, e, principalmente, se o seu cabelo precisa, naquele momento, daquele tratamento.

E muitos cabeleireiros, seja por desconhecimento, seja por esperteza ($$$), fazem qualquer coisa que o cliente queira, o que é um erro enorme, porque se o cabeleireiro não é de confiança, ele não é pra você! É, infelizmente, o bom cabeleireiro acaba sendo meio que babá de mulher velha, como diz Vivi por aqui, porque o que mais acontece é a gente querer o que não pode.

o que o cabelo precisa

É muito comum, e isso acontece com tudo mundo, querer os tratamentos mais potentes, porque, supostamente,  se é mais potente, funciona melhor e mais rápido. Só que a lógica não é essa. A lógica é que os tratamentos mais potentes são indicados para os cabelos mais fragilizados, e  fazer esse tipo de tratamento em cabelos que não estejam tão sensibilizados é sobrecarregar o cabelo do que ele não precisa, e isso causa problemas, e não são poucos! A Lu, aliás, já falou sobre isso no blog dela (aqui).

Um cabelo que não precisa de procedimentos mais potentes, como as reconstruções e cauterizações mais fortes, e são submetidos a esses tratamentos, acaba acumulando ativos, sobretudo a queratina, na cutícula dos fios, levando o cabelo a endurecer , a ficar áspero e, consequentemente, a quebrar.

cabelos progressiva

Mesmo os fios que precisam desses procedimentos possuem um limite, claro, e o processo de reposição de proteínas no interior do fio deve ser gradativo. Não dá, por exemplo, pra aplicar Extreme Up três vezes na semana e achar que está tudo certo porque não está, já que o cabelo vai ficar sobrecarregado e o efeito será inverso.

É preciso tomar muito cuidado com o uso desenfreado desse tipo de produto, sabe?  Muitas vezes o cabelo sequer precisa de reconstrução, mas sim de uma boa máscara de nutrição ou de hidratação, só que antes de hidratar a pessoa vai logo reconstruir ou cauterizar, porque esses procedimentos são “melhores”.

Podem até ser melhores, desde que o seu cabelo precise deles, porque o melhor tratamento para um cabelo é aquele que ele realmente necessita!

Posts que podem ajudar a “clarear as ideias”:

Beijos e juízo!

Ju

 

16.05.2013

Extreme-Up Reconstrutor: Como usar?

Eu falo muito do Extreme-Up e muita gente questiona qual  a melhor forma de usar. Bom, cada um usa como quer, e eu já usei de várias formas, mas hoje uso como a Vivi ensinou, porque foi a forma que mais deu certo no meu cabelo, o que não significa que é a única forma certa, entenderam?

O kit básico, que é tudo o que vocês precisam, vem com três produtos que agem de forma instantânea, hidratando, nutrindo e, principalmente, reconstruindo, devolvendo ao cabelo a resistência e a elasticidade perdidas nos processos químicos.

Pra mim, Ju, é a melhor reconstrução que existe, mas alerto logo que é muito potente e que deixa os fios “duros”, o que é absolutamente normal e sai na lavagem seguinte.

Extreme-Up é vida!

como usar o extreme-up

1- Regenerador Instantâneo

Após lavar os fios com um shampoo de limpeza profunda (pode ser também um shampoo para cabelos oleosos), aplica-se o Regenerador Instantâneo, que é o passo 1, e deixa agir por cinco minutos.

Esse produto é um concentrado de colágeno, queratina, seda e trigo quaternizado que possui ação instantânea e pH de 4,0.

A função dele é fortalecer os fios, recuperar a estrutura da fibra capilar, garantindo mais resistência, elasticidade, hidratação e condicionamento.

2- Nutrição Intensiva

O passo 2 é aplicado por cima do passo 1, ou seja, o regenerador instantâneo não é retirado do cabelo e  a nutrição intensiva  é aplicada “por cima”, deixando agir por mais dez  minutos.

Esse produto, que também é de ação instantânea e possui pH 4, nutre profundamente, reduzindo a porosidade, reparando o fio do cabelo por dentro, fortalecendo, doando maciez e selando as escamas.

extreme-up

3- Cristal de Queratina

Sem enxaguar os produtos anteriores, aplique o Cristal de Queratina e deixe agir por quinze  minutos. Aqui o ideal é colocar uma touca no cabelo, daquelas que parecem alumínio, pra potencializar o efeito e facilitar a absorção do produto.

O passo 3 também é de ação imediata, possui pH de 2,5 e é tão potente que, em comparação aos demais produtos de uso profissional, é 20 vezes mais forte.

Ele age preenchendo os espaços vazios e danificados da cutícula capilar, aumentando a resistência e a elasticidade, e formando um filme protetor sobre essa fibra, o que garante um cabelo mais forte, hidratado, nutrido e brilhoso.

Somente após os quinze minutos de ação do passo 3 é que o cabelo deve ser enxaguado, e isso é MUITO importante, porque em nenhum outro momento do procedimento deve haver enxague, entendeu?

Feito isso, o correto é escovar e pranchar, pra selar as cutículas e potencializar os efeitos. O cabelo vai sim ficar durinho e deve permanecer sem ser  lavado por 48 horas. Após esse período, é só lavar normalmente.

Se vocês tiverem mais dúvidas sobre o Extreme-Up, deixem nos comentários que junto  tudo e faço um vídeo, tá?

Beijos, Ju

Quer mais dicas como essas? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

O que você acha do JV?
Bom dia , eu não conhecia o blog mais entrei hoje e adorei , tem muitas dicas , orientações, e as explicações não são pela…