14.06.2019

Perfume Pure Romance Phytoderm: Delicioso!

Na primeira borrifada do perfume Pure Romance, da Phytoderm, ouvi Vinícius, o de Moraes, recitando baixinho no meu ouvido:

“E posso te dizer
que o grande afeto que te deixo
Não traz o exaspero das lágrimas
nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras
dos véus da alma…
É um sossego, uma unção,
um transbordamento de carícias…”

Se seu nome é romance, o sobrenome é ternura.

Perfume Pure Romance Phytoderm

Perfume Pure Romance

Uma ternura quase etérea, que começa, veja só, com o êxtase de uma imensidão de morangos maduros, frescos, suculentos, cheios de dulçor… E mesmo aqui, quando explode em morangos mergulhados em vinho rosado adocicado, ele continua delicado.

Talvez seja ela, a leve bruma de mandarina cristalizada, e, ainda assim, fresca e aerada, sobreposta por camadas e mais camadas de uma amêndoa aveludada e balsâmica, mas suave e saborosa, que permanece latente do início ao fim.

Nos bastidores, um tapete orvalhado de peônias, que mais parecem luvas rosadas de cetim, em meio a cestas e mais cestas de flores de laranjeira luminosas adoçadas sob vapores frutados de um cálido jasmim.

Lá no fundo, a fumaça cremosa de um sândalo quente e moderninho, com arzinho de cumaru atabacado e docinho parece estar todo voltado pra uma baunilha em flor, daquelas em que a gente se sente protegido e acarinhado em braços (e abraços) de amor.

Do alto surge um cedro doce e amadeirado, rodopiando vaporoso e delicado, até pousar no vestido de tule plissado da dona de toda a ternura dando piscadelas maliciosas com sorriso de terna astúcia.

Perfume Pure Romance Phytoderm

Por fim, um musk limpo e almiscarado, daqueles bem comportados, chega pra dosar o doce com o amadeirado, resultando num cheiro suavemente dulcificado, tão fresco quanto quente, que emana uma sensualidade jovem e despretensiosa, mas persistente.

Feito de encanto e delicadeza, Pure Romance deixa no ar aquela sensação de pureza de quando o coração rebenta em flor.

De baixa projeção, tem fixação e durabilidade bem boas pra uma deo colônia. O cheirinho fica na pele por bastante tempo, e é uma delicinha pro dia a dia.

Vem com 100 ml, num frasco delicado e bonito, e tem um excelente custo-benefício: o preço médio é R$49,90, e tá saindo por R$42,40 na Época Cosméticos (compre aqui).

Confesso que me surpreendeu pelo cheiro ( muito gostosinho!) pela qualidade, pelo preço e pela quantidade, porque a imensa maioria dos perfumes nacionais das marcas mais conhecidas custam mais de R$100,00 e contam com menos de 100 ml né?

Ah, pra quem quiser conferir de pertinho, tem nas lojas físicas da Renner e da Riachuelo!

Alguém já testou o perfume Pure Romance? Indicam algum outro perfume deles? Aproveitem e deixem sugestões de perfumes para os próximos #Perfumando!

E se quiser ver mais resenhas de perfume é só clicar aqui.

Beijos, Ju♥

Vamos prosear nas redes sociais ⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

25.04.2019

Perfume Dama da Noite L´Occitane Au Brésil

A nova versão do Dama da Noite, da L´Occitane Au Brésil, é o tipo de perfume que precisa ser convencido do que é, como Geraldo Azevedo quando canta “eu digo e ela não acredita, ela é bonita, demais, digo e ela não acredita, ela é bonita, é bonita…”

Dama da Noite abre com uma tangerina doce e cristalizada em um fundo floral frutal de frescor marcante de bergamota madura que, junto com uma pera graciosa, de doçura verde perfumada, iluminam uma profusão de flores de inocência maliciosa, que mais parecem um convite…

Um convite doce e tímido, sem a cremosidade untuosa das flores brancas nem a nuance animálica e fescenina que tanto amo no jasmim e, mais ainda, na dama da noite, mas ainda sim um convite.

Perfume Dama da Noite L´Occitane Au Brésil

Aqui, a leitura do jasmim é delicada, equilibrada e suave, muito suave, mas, em leves traços, ele está enlaçado em todas as notas até o fim.

O gerânio rosa chá pouco aparece, e a dama da noite vem com uma doçura balsâmica que é bonita sem fazer esforço. Não arrebata, é verdade, mas tem contornos de uma feminilidade cheia de ternura que é linda demais.

O adocicado floral se remodela no meio do caminho, respingado por um patchuli escorregadio que cede facilmente o lugar para o patchuli de java, esse sim, mais suntuoso, emergido em vapores mornos de uma fava tonka amendoada, um pouco de sândalo, talvez, e muitas doses de baunilha, mas uma baunilha cremosa, fervida e, talvez, mais comedida, digamos assim.

E foi aqui que, ao invés de uma densidade maior, com um tom oriental mais acentuado e resinoso pra dar solidez às notas mais efêmeras, o Dama da Noite, descambou pro “agora eu quero doce, doce, doce, doce…” e perdeu boa parte da interessância pra mim.

O doce não é enjoativo. É floral e adulto. Também não perde a pose ou exagera. Não é isso. É só que ela fica ali, sempre pronta, sempre doce, sorrindo sem sorrir, em cima do muro…

Dama da Noite continua bonita. É bonita sim. Mas poderia ser mais, ser bonita e interessante demais…

É um desodorante colônia de projeção serena, fixação razoável e boa durabilidade.

Vem com 75 ml e custa R$135,00 na loja virtual da marca.

Já testou? Me conta o que achou!

E pra ver mais resenhas de perfumes é só clicar aqui em Perfumando.

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos prosear nas redes sociais ⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

17.12.2018

Perfume Desobediente Quem Disse Berenice

Chega a ser engraçado que o Desobediente abra com flor de violeta, talco frutado retrô, e pera, frutal verde brilhoso, porque, insurgente que só, já na primeira borrifada sinto um bitter de bergamota embaçado, com o amargo adocicado, picante, amadeirado e quase seco, numa mistura louca de cheiros, de sabor… Lembra Campari com Babaloo.

Mas ele vai mudando, usando um atalho, digamos, transgressor…

Subversivo de alma resinosa, tem um jasmim amplo, animalesco, mas ainda assim divertido, que ganha mais e mais densidade ao se entrelaçar com um pêssego caudaloso e, curiosamente, quente. A frésia, que delícia, não é adolescente insossa, e de romantismo não vive essa rosa.

Oriental de contornos sensuais, tem um ambar brasa absolutamente tentador. É aqui, com vapores abafados, calda quente escorrendo num  esfumado feminino e misterioso que ele dá seu recado.

Desobediente, Quem Disse Berenice

perfume desobediente

É aveludado sim, amendoado também e tem uma maciez deliciosa. E tem dulçor, daqueles pra maiores. Mas não faz rodeios… É, quando quer, mais que afrontoso. É abrasador. E, divertidamente, abre botão por botão, espalha a roupa no chão, sem nenhum pudor.

E se o musk é “limpo”, o patchouli é deliciosamente “sujo”, suado, provocador…E não esperem que a tonka, a baunilha e o caramelo sejam docinhos morninhos de confeiteiro. O doce aqui é convidativo, é brasa de fogueira, meu amor!

E sim, ele lembra o La Nuit Tresor, uma versão menos pungente e arrebatadora, mas mais jovem, travessa, gáudia e cheia de gracejo.

É um eau de parfum que fixa bem, projeta moderadamente e dura umas 5/6 horas na pele. A versão de 30 ml custa R$119,90 e a de 100 ml sai por R$199,90 na loja virtual da marca (compre aqui).

Alguém já testou? Conta aí o que achou! E pra conferir dos demais #Perfumando é só clicar aqui!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…