22.09.2015

A sua moda não me representa

não mesmo!

Dia desses estava conversando com uma amiga, dona de loja, e ela começou a reclamar da crise, da queda nas vendas e da concorrência, e resolvi fazer uma pergunta que martela na minha cabeça faz tempo: porque 99% das lojas só vendem roupas pra um tipo específico de “corpo”?

Ela respondeu que o nicho dela não era plus size, e eu disse que não estava falando disso. Expliquei, então, que na maioria das lojas que entrava não existiam roupas pra quem não fosse do “tamanho certo” e com medidas que se encaixem no, supostamente, ideal.

Ela me disse que isso não existia, que era coisa da minha cabeça, e como achei que ela não estava entendendo, resolvi exemplificar com amigas em comum: falei da Sara, que é magra, mas bem alta, e tem a maior dificuldade do mundo em encontrar uma calça que não fique “no meio da canela”, um vestido que fique no joelho e não na coxa, uma camisa social que consiga “chegar” ao punho. Ela é advogada e faz roupas sob medida, pois raramente encontra alguma coisa que sirva.

a sua moda não me representa

Falei da Daiane, pequena e magrinha, que só encontra jeans em lojas para crianças e adolescentes. Falei da irmã dela, a Larissa, que, assim como eu, tem o quadril bem grande, as coxas grossas e a cintura fina, corpo que, aliás, é comum por aqui. A Larissa tem a maior dificuldade em encontrar calças ou shorts, e a solução é comprar 2 números maiores e mandar ajustar na cintura.

Esses são apenas 3 exemplos de uma realidade muito maior, de uma parcela gigante da população que não se encaixa no que é vendido nas lojas. Só pra dar uma noção mais exata, os dados oficiais apontam que mais de 52,5% da população está acima do peso,  o que significa que mais da metade das pessoas do país, logo de cara, não cabem, via de regra,  no que é vendido nas lojas, que raramente vai além do 46.

Mas ó, nem é preciso fuçar dados e pesquisas, é só sair do automático e olhar para os lados pra perceber que a grande maioria simplesmente não se encaixa no tal do padrão, da modelagem ou de sei lá o quê que é vendido.

E sabe o que é mais engraçado? É que essa parcela gigante de mulheres é tão (ou mais) consumista que as que “se encaixam”. Essas pessoas estão sedentas por ter o que nunca tiveram: roupas que lhe sirvam. Só que elas não acham.

E nem venham me falar em lojas específicas para as magrinhas, para as pequenas, para as altinhas ou para as gordinhas, porque na minha cabeça loja de mulher tem que vender roupa de e para mulher, e uma mulher não deixa de ser mulher por ser mais ou menos alta, mais ou menos magra, mais ou menos gorda e por aí vai.

Sim, eu sei que é impossível que em uma única loja a gente encontre peças que caibam perfeitamente em todo tipo de corpo, até porque são dezenas de particularidades, mas é preciso ampliar o leque de opções, mudar as fórmulas e criar coisas novas, porque a forma como a coisa funciona hoje não representa grande parte da população.

A mim, pelo menos, não representa, e o que parece é que, implicitamente, estão me dizendo que a menos que eu me adeque a “modelagem ideal”, eu simplesmente não o direito de escolher o que vestir, eu tenho que me contentar com o que achar, com o que der, porque simplesmente não tenho outra opção.

Tem coisa mais cafona e limitada que isso? Tem não!

Beijos, Ju♥

Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
32 comentários
  1. Eliana  22/09/2015 - 14h15

    É exatamente por isso que eu tenho roupa de várias numerações porque dependendo do modelo,não cabe mesmo sendo do tamanho supostamente “adequado” pra mim.E comecei a comprar mais online porque em lojas físicas cansei de procurar e não achar nada.Mas mesmo nos sites com tabela de medidas é complicado porque tem as limitações deles para cada medida e cada loja tem uma tabela que é diferente da outra,ou seja,tem que procurar muito e ainda casar o tamanho com modelos mais legais ,qualidade de tecido e preço,quase uma maratona!!!!

    • Ju  22/09/2015 - 14h15

      Li, sei exatamente o que é isso, passo pela mesmaaaaa coisa!

  2. Juhh Dias  22/09/2015 - 14h30

    Jogouuu Ju. Eu tbm tenho um problema imenso de encontrar uma calça ou short que fico bom…pq tenho quadril e cintura fina, e sempre a cintura fica folgada :(

    • Ju  22/09/2015 - 15h59

      Um sacoooo isso, né Ju? :(

  3. Ana Sales  22/09/2015 - 14h56

    Boa tarde flor do dia!!!me pareceu minha filha falando..rsrsr…e que diga de passagem concordo com tudo..sou uma gordinha alta, e ou algo não tá do meu tamanho ou algo não tá na minha altura, porque a roupa é feita para aquela que pode até ser alta, mas não pode usar 42,44 ou 46, pois estás estão acima do peso” ideal”…me poupe sim???..E EU COMPRO MAIS QUE MUITAS DESTAS IDEIAS!!!!.

    Boa tarde filha….

    • Ju  22/09/2015 - 15h59

      Pois é Aninha, pois é!

  4. Letícia D.W.  22/09/2015 - 14h57

    Ju, amo esse tipo de post… Você representa claramente meus pensamentos. Realmente os tamanhos a partir do 46, é algo muito escasso. Como tenho uma amiga que por sorte conhece meus gostos e corpo, traz roupa e vende para mim. Quando compro, compro de “sacolada” , me passo mesmo, chego a ter uma peça de cada cor, quando veste bem, porque pra quem tá no”padrão”, encontra roupa BBB em qualquer lugar. Eu chego a ter vergonha de entrar numa loja pra perguntar se tem daquele modelo da vitrine, no meu tamanho. É constrangedor… Dia desses vi uma saia branca, lindíssima, numa loja que é caminho meu de todo dia, pergunta se eu fui lá? Não, claro. Chega… queremos estar na moda, com acesso fácil, roupas de qualidade e também não tão caras, que é o que acontece na maioria das lojas Plus Size. E vou te dizer mais uma coisa… o próprio nome plus size me incomoda… roupa para mulher, é roupa pra mulher… certas nomenclaturas que diferenciam, elas também segregam. A loja vender roupas de um determinado estilo Ok, mas restringir em tamanhos, aí é perder dinheiro.

  5. Michele  22/09/2015 - 15h07

    Oi linda! Acesse rede.natura.net/espaco/micheleribeiro e aproveite para comprar produto natura com ótimo preço e continuar ainda mais linda.

  6. Alini  22/09/2015 - 15h29

    Olha Ju, eu sou outra que sofro também, todo mundo diz que quer ser magrinha e tals, pois bem!, eu sou tão magrela que como vc comentou acima, pra achar uma calça que preste tenho que ir na seção adolescente, achar PP é uma saga!, eu já briguei com uma revista de moda, não é só de gente que precisa perder peso que existe neste mundo não!, eu vivo em guerra para ganhar, tem uma parcela de gente magrela como eu que também sofre!! As roupas não são feitas para seres humanos não…sei lá, nosso país é difícil seguir padão, prq é muito miscigenado até em tamanhos.
    Obrigada por expor este lado da MODA, porque a maioria das bloguers só quer vender seus jabas das marcas e deu!

    • Ju  22/09/2015 - 15h56

      Alini, acho tudo isso muito complicado, parece que querem te encaixar num padrão e que você ou segue ou tá “fora do jogo”. Fico louca com isso!

  7. Cle Mari  22/09/2015 - 15h38

    Bem isso, eu nem vou a lojas, compro das minhas amigas que revendem e me trazem roupas que elas sabem que vai ficar bem pra mim…

    • Ju  22/09/2015 - 15h55

      É péssimo isso, né?

  8. Iasmin Melo  22/09/2015 - 15h56

    Um descaso isso realmente! Não tenho problemas com calças, mas com blusas, sempre compro maiores e mando apertar. Tenho seios grandes e é sempre um sufoco! Nunca acho blusas, só acho “sacos” que dêem. Quando acho, é plus size e tenho que mandar apertar embaixo. Custo e irritação que podiam ser evitados! No dia que eu achar lojas que blusas para peitudas, me fidelizo forever!

    • Ju  22/09/2015 - 15h58

      Eis uma palavra que bem descreve isso, descaso! E é uma burrice também, porque eu, por exemplo, deixo de comprar porque simplesmente as coisas não ficam boas… Já parou pra pensar quantas milhões de pessoas deixam de comprar pelos mesmos motivos?

  9. Adriana RML  22/09/2015 - 16h15

    Querida,boa tarde!
    Amo seu blog,entro aqui todos os dias,mas nunca comentei.
    O seu texto é verdadeiro,maravilhoso e muitoooooo real.
    Eu tenho 42 anos,1,70 M de altura e em dois anos eu perdi 24 quilos(engordei muito na segunda gravidez). Pois bem,eu usava GG e/ou 46. Hoje, eu uso G/M/42/44.
    Estava com 100 quilos em 2013,quando meu pequeno nasceu,e hoje tenho 76 quilos.
    Ainda sou sobrepeso,mas muitooooo mais magra,sem riscos de doenças coronárias e afins, mais saudável.
    Como pode usar ainda G se eu eliminei 24 quilos?
    Beijo e muitas felicidades sua linda.

    • Ju  23/09/2015 - 12h18

      Uma loucura isso, né Adri?

  10. Eliz  22/09/2015 - 16h33

    Juh você representou todas as mulheres brasileiras neste post,
    amei <3 :D

  11. Bruna Souza  22/09/2015 - 17h39

    Ju liiindaaaa!!!! Vi seu vídeo no insta da nova máscara da Elseve!! Sua voz e sotaque é lindo!!!! Fofa!!! Você achou ela boa mesmo flor???? Estou pensando em comprar. Qual foi o resultado??? Beijo.

    • Ju  23/09/2015 - 08h11

      hahahahaha
      Ela é ótima, já faço resenha, hoje ainda!
      Beijos

  12. Uêdna Reis  22/09/2015 - 23h53

    Ju, muito boa sua colocação! Nunca antes vi uma bloguer colocar isso em pauta. Parece que todas cabem nas roupas de todas as marcas, só eu não! Cansei de provar P e PP e ficar folgada em mim, agora levo qualquer numeração e passo na costureira pra fazer um ajuste logo, mas é triste, triste realidade ver que é quase uma obrigação consumir assim!

  13. Renata  23/09/2015 - 00h38

    Pois é! É de se indignar mesmo! Eu dificilmente encontro blusas de manga comprida que me sirvam, pq tenho braços de jogadora de basquete, kkkk. Nunca vão até o final. Dá uma raiva! Outra coisa que não acho legal é existir nomes do tipo: “plus size”. Poxa, só pq não se encaixa no padrão precisa ter uma loja que vende tamanho maior? Precisa ser modelo”plus size”? Não pode ser simplesmente modelo? Eu me achei feia dos 13 aos 20 anos pq uma tia me disse que não podia vestir 40 naquela idade, sendo que desde aquela época tenho quase 1:80 de altura! Todo ser humano é diferente, não pode ser tratado como igual. Jú, sou sua fã!

  14. ana gabriela  23/09/2015 - 03h01

    Ju isso acontece na casa de todo mundo e até mesmo quando não são lojas, tipo na minha cidade tem muita vendedora de casa em casa ainda, e aí você vai experimentar as roupas e já aconteceu delas falarem pra mim ” não tenho o seu número mas é só vc emagrecer um pouco que essa aí se ajusta!” fico me perguntando que hora que eu mencionei pra criatura que eu queria emagrecer! Outro caso complicado que acontece comigo é que vou fazer 23 anos esse mês então sou jovem e não suporto roupas longas a não ser que seja o propósito, gostaria de saber por que os shorts 48 tem que ser todos próximo ao joelho?! Gordo não pode mostrar as pernas então?! Eu fico muito mais revoltada quando vou comprar roupa que feliz, é uma tortura psicológica imaginar que vc vai lá e não vai ter nada que te sirva ou vai ficar feio. Que o mundo te ouça Ju e que lembrem que somos brasileiras e quadril largo é o que temos! Beijos

  15. Alana  23/09/2015 - 08h37

    Acertou no post eu sempre que vou a uma loja comento, poxa não vendem tamanho para pessoas normais??? O dificuldade, até hoje não sei que número de calça uso, porque cada lugar é um tamanho!

  16. Regiane  23/09/2015 - 08h58

    Nossa, vc está certíssima, tb tenho sempre esse problema, muito difícil achar principalmente calças pra mim, ou não sobe nas coxas, ou fica largo no bumbum, ou os dois!!! :(

    Ju.. gostaria de te pedir pra falar dos seus resultados sobre o Morosil + Actigym, vi no seu blog que vc falou sobre o produto, mas ficou de escrever sobre os resultados, e não achei falando mais sobre isso. Gostaria muito de saber se vale a pena, se é tudo aquilo que está prometendo.

    Obrigada

    • Ju  23/09/2015 - 12h16

      Regi, eles são bons sim, mas são complemento, se não seguir a dieta certinho, não dá resultado! :(

      • Regiane  23/09/2015 - 14h53

        Obrigada pela resposta rápida.

        Sim, quero complementar com dieta e exercício físico que já faço. Minha preocupação maior são os braços que é mto difícil de perder, mesmo com academia e dieta.

  17. Danni COUTTINHO  23/09/2015 - 11h04

    Bom dia!

    Oi Jú.
    Achei bem interessante esse post, me encaixo no exemplo de sua amiga Sara. Porque também tenho essa dificuldade em encontrar roupa que a calça não fique no meio a perna.Rsrsrrs
    E que quando me abaixar o vestido não mostre minha calcinha de tão curto.Rsrsrs (Desculpe)
    Mais é serio ta difícil mesmo.

  18. Regiane  23/09/2015 - 11h52

    Também não me encaixo no “padrão”, porque sou bem baixinha e ganhei até uma máquina de costura do marido pra poder fazer meus ajustes, já que não dá pra ir sempre na costureira. Já joguei dinheiro fora também comprando roupa pela internet, porque nem sempre me vestiram bem.

  19. Jo  23/09/2015 - 15h41

    Concordo plenamente ju…
    Meu caso é porque sou evangélica, é super dificil entrar em uma loja e achar o tipo de roupa que uso….
    vivo dizendo que vou montar uma rede de loja em moda evangelica com precinho digno(vamos sonhar rsrs) rsrs
    pq quando acho tem quase que vender o órgao pra poder comprar rsrs…
    Brincadeira a parte,infelizmente isso é realidade muito triste,ja que a maioria nao se encaixa nessa ditadura….
    bjs minha linda

  20. Karen  23/09/2015 - 22h44

    Ju, visto 34/PP, e, como você disse, é um sufoco mesmo achar roupa, viu? Principalmente nas fast fashion da vida. Quando entro nas lojas, geralmente só tem do M/38 pra cima! ><
    Quando muito, acho o 36.
    Orando por um mundo em que todas tenham oportunidade de comprar tudo o que querem em seus devidos tamanhos! Beijos!

  21. alessandra  31/10/2015 - 16h42

    oi Ju sou nova aqui e to adorandooooo.Bem 15 anos atras resolvi pegar meu primeiro pagamento bom e fui correndo para uma loja levis pois queria muito uma calça jeans.Cheguei na loja entrei toda contente pois ia comprar minha calça.A vendedora chegou e perguntou o que eu queria e eu disse que uma calça que tinha um numero como modeloque eu não lembro agora ,ela me olhou de cima em baixo e disse ._ aqui não tem calça pra voce.Sai chorando da loja e nuncaaaaaaaa mais voltei e ate hoje só entro em loja de departamentos.Renner,Riachuelo,Marisa,Cea,pernanbucanas,pois raramente preciso de ajuda com algo e graças a Deus as modelagens dessas lojas estão mais reais.

O que você acha do JV?
Acompanho há anos, é meu blog queridinho, com certeza ! <3 Não compro nada para cabelos ou pele sem antes ver se a Jú já…
As leitoras mais incríveis da vida
    Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
    Poste no instagram uma foto com a hashtag
    #JuroValendo