29.04.2014

Não é o Dinheiro Que Está Saindo, É a Beleza Que Está Entrando!

Escutei isso (é a beleza entrando) anos atrás de uma médica que tive em Salvador, Analuzia Moscoso, e nunca esqueci, porque isso me libertou da canguinhagem, sério mesmo! rs

É que eu queria ter a pele bonita, queria ter o cabelo bonito, mas tinha dó de gastar com bons produtos. Pior, às vezes até comprava os produtos mas tinha dó de usar pra não acabar logo, e quando usava era bem pouquinho, e aí nada fazia efeito.

juro valendo

Sentia uma certa “culpa” em gastar dinheiro com essas coisas, sabe? Até que um dia, numa sessão de carboxi, ela me disse que eu deveria esquecer a dor, porque era a “beleza entrando”, aí eu adaptei a coisa pro meu problema maior, a canguinhagem, e por mais bobo que seja, esse é meu mantra de beleza.

Ahh, você trabalha o mês inteiro, dá um duro danado e ainda sente culpa de comprar um creme, uma máscara ou coisa do tipo? Absurdo isso! É absurdo porque mimar a si mesma é pressuposto básico pra felicidade (podem dizer que é raso, mas é verdade!), e eu sou a favor de qualquer coisa que melhore a autoestima, porque ninguém merece o peso que é passar por essa vida insatisfeito com coisas que podem ser facilmente resolvidas.

A gente precisa se cuidar, precisa fazer o melhor por nós mesmas, tanto por dentro quanto por fora, e se um creme vai te ajudar a se sentir melhor, porque vai reduzir suas manchas, deixar a pele mais bonita ou algo do tipo,  qual o problema em comprar? Se o cabelo não tá agradando e você quer uma máscara top ou um tratamento bacana, porque não bancar?

beleza

Tenho uma amiga (Carol, você disse que podia contar!rs) que vivia me dizendo que isso era  muito raso, que cosmético não fazia diferença na vida de ninguém, até o dia em que, após um final de semana na praia (usando um filtro solar de quinta categoria, porque ela não queria gastar dinheiro com isso), ela voltou com o buço manchado e não queria sair de casa. Daí ela pagou o melhor dermato que encontrou e pediu pra que  ele receitasse o creme mais potente porque ela estava muito incomodada com a mancha.

Ou seja, é raso até o momento que nos atinge, porque aí se transforma em problema, certo?

O que eu quero dizer é que, pagando caro ou não, não precisamos nos sentir culpadas de gastar com nós mesmas, porque se forem os produtos certos ( e se gastarmos de acordo com as nossas possibilidades, claro) não é gasto, é investimento, e investimento na pessoa mais importante das nossas vidas: nós mesmas!

E, se o investimento é em nós mesmas, “não é o dinheiro que está saindo, é a beleza que está entrando”!rs

Beijos

Ju

20.02.2014

Você é Incrível… E Precisa Descobrir Isso!

Acho engraçado como a maioria de nós não faz a menor noção do quanto é incrível. Sim, incrível. E porque não sabemos, porque não enxergamos, não damos o devido valor a nós mesmas, ao que somos, a história que construímos, a vida que vivemos.

Incrível é sempre o outro, porque a vida do outro parece ser perfeita, ao contrário da nossa. Mas o outro, não raras vezes, também acha  que algum outro é que tem a vida maravilhosa, é que é maravilhoso, e não ele.

tumblr_lk9v97PuqA1qbdqo5o1_500

E nisso a gente perde tanto, a gente gasta tanta energia tentando ser o que já é, mas não sabe, que o tempo passa, não nos damos conta de tudo o que nós somos e deixamos de viver muitas coisas por isso.

Cada uma é bonita de um jeito, e é justamente nisso que reside a beleza, porque que graça teria se todas fôssemos iguais? E que graça teria se fôssemos “perfeitas”? Perfeição cansa, perfeição é óbvia demais pra ser bonita de verdade.

Bonita  mesmo é aquela covinha que aparece quando ele ri, a barba por fazer, o olho pequenininho, o nariz meio torto, o riso rasgado e tantas outras “imperfeições”. Sim, bonito é enxergar a beleza onde ela parece não existir, bonito é ver mágica no simples, no comum, no esquisito, no que é imperfeitamente perfeito.

mulher incrível

O que faz de você uma mulher incrível não é a ausência de celulites, o corpo malhado, o cabelo liso ou o rosto de boneca. O que te faz incrível é aquela gargalhada fora de hora, o sorriso largo, a alegria que contagia, o humor que desarma, o olhar que deixa o outro sem chão…

Perfeição é um padrão, e ninguém se apaixona por padrões. Nos apaixonamos por pessoas, inclusive pelas suas imperfeições, e é nisso que tá a mágica da coisa.

Uma pessoa linda pode até chamar mais atenção (e chama!), mas ninguém ama uma pessoa porque ela é linda, assim como ninguém ama uma pessoa só porque ela é perfeita. A gente ama aquela faísca que surge do nada e faz a “cabeça virar’. A gente ama a certeza nos olhos do outro. A gente ama mesmo o que a gente sequer consegue explicar.

tumblr_lukbhlmXEt1qghb5to1_500_large

E quem disse que “faísca” tem a ver com beleza? Tem nada! Isso é pele, é química, daquelas que quanto mais a gente mata a vontade, mais forte ela fica.

O que eu quero dizer com tudo isso? Simples: olhe pra você, mas olhe com carinho, e se apaixone perdidamente por si mesma.. Redescubra a mulher maravilhosa e única que você sempre foi, e enxergue o quão incrível você é. Incrível com todas as suas imperfeições, aliás, incrível inclusive por causa delas.

Sim, por causa delas, e isso te torna tão especial que você não só aceita suas imperfeições, como  dá risada de cada uma delas. Mais leveza na vida, sabe? Mais humor, mais ternura e menos dureza ao olhar pra nós  mesmas: é disso que a gente precisa!

Beijos

Ju

 

 

29.11.2013

Ser Bonito Virou Obrigação!

Tava quase dormindo ontem quando o celular começou a vibrar e fui olhar o que era. Como era um aviso  do Face e o sono ainda não tinha tomando conta, fui ler e acabei passando a madrugada agoniada.

A Mi, uma leitora aqui do blog, me marcou no Face de uma outra blogueira que fazia um desabafo sobre uma leitora que enviou um e-mail falando que ela ficava feia sorrindo e que ela deveria usar aparelho.

Comentei lá e fiquei pensando nisso, mas não pela falta de educação de mandar um e-mail pra quem você sequer tem intimidade e pedir pra pessoa parar de sorrir (oi?), e sim pela patrulha infantil, burra e irresponsável da perfeição.

obrigação de ser bonito

Sim, hoje existe praticamente a obrigação de ser lindo e perfeito, e caso você não seja, e ninguém é, será digno de linchamento em praça pública, ou melhor, na Timeline do Facebook.

Que coisa mais feia  e vazia apontar  o outro e bradar  um “você é feio”! Posso aceitar isso de meninas na pré-escola, mas não de mulheres adultas.

Juro que o meu problema não são as críticas pesadas e grosseiras sem fundamento, porque sei que gentileza e educação são coisas que andam em falta (já falei sobre isso nesse post: Recalque e Grosseria: Os Dois Lados da Mesma Moeda). O que me preocupa, de verdade, é essa obrigação de ser lindo e perfeito 24 horas por dia, porque imagino o quanto de frustração as pessoas carregam dentro de si por jamais conseguirem o que desejam: a perfeição.

obrigação de ser bonito

Nós somos bombardeados de todos os lados, todos os dias, com imagens de mulheres supostamente perfeitas (e viva o Photoshop!), com dentes perfeitos, corpos perfeitos, cabelos perfeitos, rostos perfeitos e uma vida perfeita, e acabamos acreditando que aquilo é real. Pior, acabamos, inconscientemente, querendo aquilo pra nós e cobrando isso dos outros.

Uma pena, já que nada disso é real. Nada.

Portanto, para o seu próprio bem, caia na real e pare de buscar, em si e nos outros, o que não existe. Melhor, se aceite como você é, porque isso sim é incrível. Quer mudar algo ou quer melhorar algo? Não vejo o menor problema, desde que isso não seja encarado como pressuposto pra felicidade, porque não é.

tumblr_lqa66nhvgM1qhrs80o1_500

Nunca, em toda minha vida, quis ser perfeita, porque, na real, nunca fui a mais bonita (já fui bemmm esquisita, aliás…), e isso nunca fez a menor diferença na minha vida, porque o que sempre quis foi viver muito e viver bem. Eu sempre quis ter amigos, ter histórias, ser feliz, e isso não tem nada a ver com beleza.

Lido bem com o fato de ser bicuda,  de ter bochechas enormes, acho engraçado meus dois dentinhos de Cascatinha (eles são tortinhos embaixo!), dou risada do meu “pé de pato”, da minha “falta de jeito” e não me importo nem um pingo em ser super desastrada.

Nunca fui magra e isso já me incomodou muito  sim, e me incomoda um pouco, mas não é um problema e  nunca me impediu de viver e de ser  feliz, que é o que, pra mim, importa. Nunca. Eu vivi muito, e continuo vivendo. Eu amei muito, e continuo amando. Eu fui muito amada, e continuo sendo. Eu tive muitos amigos, e continuo tendo.

obrigação de ser bonito

Vivi coisas ruins? Várias, mas isso acontece com todo mundo. Todo mundo é rejeitado uma  vez na vida (ou várias!), todo mundo é traído, todo mundo é enganado, todo mundo tem perdas, todo mundo comete erros, e isso independe de beleza.

E se tudo o que é importante independe de beleza, pra quê essa neurose toda em torno disso? O tempo que se perde buscando o impossível, a perfeição, as pessoas deveriam estar “gastando” pra viver, porque quase nada é tão triste quanto uma vida pobre em experiências, em vivências, em amores, em histórias.

Ninguém precisa ser lindo pra ser incrível, ninguém precisa ser perfeito pra ser feliz, então pare de apontar o dedo, pra si e para os outros, e trate de fazer o óbvio: viver muito bem e ser, sempre que possível, muito feliz!

Beijos

Ju

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…