08.07.2013

Cabelo elástico : O que fazer?

Nessa semana do cabelo vamos falar sobre cabelo elástico, frágil e emborrachado!

O Que é um Cabelo elástico?

O cabelo emborrachado, elástico ou “chiclete” é um cabelo em que a fibra perdeu a elasticidade natural, além da umidade, o que o deixa muito fino, seco e frágil, sendo que essas características são mais visíveis quando ele está molhado.

Um cabelo saudável, ao ser esticado, sem forçar,  volta ao estado normal, pois tem resistência e elasticidade para isso. Já o cabelo emborrachado não, ele parece mesmo um elástico velho, e ao ser esticado ele fica “engrunhado” ou, se estiver muito fraco,  se parte.

Porque o Cabelo Fica Emborrachado?

O cabelo pode ficar emborrachado por vários motivos, mas quase sempre os motivos estão  relacionados as  químicas capilares.

cabelo elástico, o cabelo emborrachou, como tratar cabelo elástico

Descolorações, relaxamentos, alisamentos, químicas mal feitas e químicas incompatíveis são os maiores responsáveis pelo emborrachamento dos fios, assim como a nossa mania de querer fazer várias químicas no mesmo dia (é preciso um intervalo de, no mínimo, 20 dias) e de insistir para descolorir ou alisar um cabelo fragilizado.

É muito importante que o profissional que vá fazer o procedimento químico no seu cabelo saiba o que está fazendo realmente, que faça testes para verificar se o seu cabelo vai resistir ou não ao procedimento e utilize sempre os melhores produtos.

Cabeleireiro que não faz teste da mecha não toca no meu cabelo, porque isso é o básico do básico. Já vi cabelo “virgem” partir todo e cair aos bolos após uma selagem. O cabelo da menina não tinha nenhum tipo de química, então não ocorreu incompatibilidade com outros ativos, assim como era um cabelo forte, resistente e saudável.

cabelo elástico

O que aconteceu, então? Aconteceu que, por algum motivo, o cabelo dela não regia bem ao princípio ativo presente na selagem, e isso pode acontecer com qualquer pessoa. Então, não importa se você usa ou não química, não importa qual seja o procedimento: teste da mecha é obrigatório e ponto final.

Incompatibilidade Química deixa o cabelo elástico

É preciso que você saiba, ainda, o que aplicam no seu cabelo, porque, dependo dos ativos, pode ocorrer o que chamamos de incompatibilidade química.

Via de regra funciona assim:

  • O  tioglicolato é incompatível com a guanidina e o hidróxido de sódio.
  • A guanidina é incompatível com o hidróxido de sódio e com o tioglicolato
  • O hidróxido de sódio só é compatível com ele mesmo, e não aceita colorações ou descolorações.
  • Colorações e descolorações devem ser analisados individualmente, pelo teste da mecha, pois há ressalva em relação às compatibilidades e é preciso verificar o grau de resistência do cabelo ao procedimento.

cabelo emborrachado

Cabelo elástico: o que fazer

No mais, qualquer cabelo que passe por um procedimento químico precisa repor o que foi perdido durante esse procedimento. E o que se perde? A matéria do qual ele é feito, o “cimento” capilar. E se não tem “cimento”, o cabelo não se sustenta.

Então, ao fazer qualquer tipo de química saiba que o seu cabelo não será mais o mesmo e que você vai precisar recuperá-lo, caso contrário vai chegar uma hora em que ele não vai aguentar.

Além disso, se o cabelo, por algum motivo, está frágil, ele não deve passar por nenhum procedimento químico até ser recuperado, justamente para evitar que os fios fiquem elásticos.

Esse foi um post “geral”, e no próximo post explico como evitar que os cabelos fiquem elásticos e o que fazer se eles ficaram elásticos!

Quem quiser mais dicas de como tratar um cabelo elástico é só clicar aqui.

Beijos, Ju

Quer mais dicas de cabelo como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…