23.02.2017

#Pechincha: Paletas de Sombras Boas e Baratas

Hoje é dia de #Pechincha e, seguindo a sugestão de uma leitora, vamos falar de paletas de sombras boas e baratas!

Como vocês sabem, sou fã das cores mais neutras e, de preferência, sem muito brilho. Já tive muitas paletas, inclusive daquelas enormes (quem lembra? rs), mas hoje mantenho apenas duas, uma da Dior, que é um estojinho com 6 sombras, iluminador, batom e rímel, e uma da Natura, que chegou por aqui recentemente.

Mas, nenhuma das duas tem exatamente todas as cores que eu gosto, então vou providenciar uma terceira que seja exatamente como quero, porque aí fica tudo numa paleta só, e quando achar mostro aqui pra vocês, tá?

As melhores paletas de sombras boas e baratas

PALETAS DE SOMBRAS BOAS E BARATAS JURO VALENDO

Pra nossa sorte, hoje dá pra achar facilmente paletas de sombras boas e baratas para todos os estilos, e das que já testei essas foram as que mais gostei, ó só:

1. Paleta Diva, Vult, R$29,00

São várias versões desse quinteto da Vult, e só testei a Diva, que é bem legal, mas interessei na Matte Nude e na Lovely Nude, que também têm cores mais neutras, que consigo usar em todos os momentos e fazer desde maquiagens mais basiquinhas até as mais elaboradas.

A Diva tem uma sombra “quase preta”, acho que chumbo, com brilhinhos, uma marrom café opaca, uma marrom claro, com o fundo rosado, uma bege opaca e uma champanhe cintilante.

A pigmentação é razoável, a textura é aveludada e pra fixar bem tem que usar um primer antes. Elas também esfarelam um pouquinho, mas o custo-benefício é dos melhores.

2. Paleta Natural Ways, Ruby Kisses by Kiss NY, R$15,90

Se você gosta de sombras cintilantes, as paletas da Ruby Kisses By Kiss NY são bem legais! A que testei foi a Natural Ways com 12 cores (acho que tem a de 8 cores também!), e As sombras são super pigmentadas,  macias e têm ótima durabilidade, sobretudo as cintilantes. As opacas (são duas) são menos pigmentadas, mas, pelo preço, o estojinho compensa muito!

3. Paleta Marrom Glacê, Toque de Natureza, R$26,90

Com quatro tons opacos e um cintilante, me apaixonei assim que vi, uns 3 anos atrás, porque ela é neutra, mas um neutro com fundo meio rosado, sabe? Amo!

Pena que não encontrei mais por aqui, e a que eu tinha Alice (filha de Bel, meu anjo da guarda) quebrou. Já achei outras versões dela (vejam na Encanto Cosméticos), mas gostei mesmo foi da Marrom Glacê!

As sombras esfarelam um pouco, mas são bem pigmentadas, aveludadas e fáceis de espalhar.

4. Paleta Magic Koloss, R$69,90

De todas as paletas da Koloss, essa foi a que mais gostei, e acho, inclusive, que a qualidade das sombras melhorou em relação as versões anteriores.

São 12 cores mais neutras, com fundo rosado (3 opacas e 9 cintilantes), sendo que algumas são mais pigmentadas que outras, mas, no geral, a pigmentação é boa. Elas são macias, têm boa durabilidade (aplica um primer antes que a coisa melhora!), espalham direitinho e não esfarelam tanto.

É a mais cara da lista, mas é, também, um ótimo investimento!

5. Paleta de Sombras 01, Bitarra Beauty, R$54,90

São 12 sombras, a maioria opaca, do jeito que eu gosto, e as cintilantes têm brilhinhos bem sutis, sabe? Têm  boa pigmentação e durabilidade, não são “macias”, nem “soltam” com tanta facilidade, mas também não esfarelam tanto.

É uma paleta versátil, com tons bem usáveis (só não gosto do laranja rs) e ótima qualidade. Vende na Maquiadoro.

No geral, a única coisa que reclamo das paletas de sombras boas e baratas é a embalagem. Acho que são mais frágeis, principalmente pra quem, como eu, é desastrada. As tampas “soltam” e quebram muito facilmente, mas, fora isso, gosto muito de todas essas.

E vocês, indicam alguma outra? Quero saber! E se quiser conferir mais #pechinchas é só clicar aqui.

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

22.02.2017

10 Produtos de Beleza Que Marcaram a Minha Vida!

Tava conversando com mainha aqui em casa ontem e lembrando dos cosméticos que usava há mais de 20 anos atrás, e foram tantas coisas legais (e engraçadas!) que separei os 10 produtos de beleza que marcaram a minha vida, porque lembram muito a minha avó, pra gente se divertir juntas. Vamos lá!

Eu tive uma influência enorme da minha mãe e da minha avó materna, que, como já falei por aqui, viveu a vida todinha na roça, ou, como se diz nas novelas da Globo, na “fazenda”. E, se aqui em Jequié já era difícil achar alguma coisa lá em meados dos anos 80, imagine na “feira do 100”, que era onde vovó fazia as compras pro armazém, de onde saia os produtos que ela e as mulheres lá da região usavam?

Quando estava em casa, em Jequié, usava produtos infantis e, vez ou outra, as coisas de mainha, mas vovó, que não tinha vaidade nenhuma, era minha ídola, e as pouquíssimas coisas que ela usava eram, pra mim, tudo de melhor o mundo.

Então, hoje vou mostrar os produtos que ela usava que mais me marcaram, mas prometo fazer um com os que mainha usava, combinado?

Os produtos de beleza que marcaram a minha vida!

produtos de beleza que marcaram a minha vida

1. Óleo de glostora

O óleo de glostora, com colesterol (sim! hahaha), lanolina e cheiro e lavanda era a riqueza da riqueza, e o meu sonho era ter, além do óleo, a brilhantina e o fixador da mesma linha. E sim, todas as minhas bonecas tinham óleo de glostora no cabelo, e já tomei muita palmada por isso! hahaha

2. Talco cashmere Bouquet

Tinham vários produtos da Cashmere Bouquet, mas o que mais me recordo é do talco, que sempre ficava na cômoda de vovó, pra usar de noite. Amiga, aquele talco era, pra mim, pó de pirlimpimpim, e quando vovó me deixava usar, me sentia a criança mais especial do mundo! hahaha

Vem daí a minha mania de talco, que uso até hoje (os infantis)! Tinha um outro talco que vó usava, que tinha uma esponja bem felpuda, mas não consigo lembrar o nome, só sei que ele “tem cheiro de vó”.

3. Pó de Arroz Promesa Myrurgia

Amigas do pó compacto, meu sonho de maquiagem aos 5 anos de idade era o pó de arroz Promesa (com um “S” só rs) Myrurgia, que vovó usava apenas em ocasiões ilustres, porque né, na roça não precisa de pó. Aquilo, pra mim, significava que o pó era uma preciosidade, sabe? Impossível esquecer!

4. Pomada Trim para cabelo

Essa pomada existe até hoje, vocês já viram? Vende em mercado e vovó, que tinha o cablo bem liso, grosso e pesado,  usava pra “lustrar” o cabelo, mas todas as vezes que tentei fazer o mesmo, usei muito e o cabelo ficou um sebo, todo grudado no couro cabeludo.

Pouco antes de morrer, ela mudou pra um outro produto que tinha cheiro de coco, branquinho com tampa marrom,  e a logomarca tinha algo como uma coroa, mas não consigo lembrar o nome. O cheiro, contudo, reconheceria em qualquer lugar do mundo1

5. Óleo de licuri

Sabe minha paixão por óleo de coco? É por causa de vó Nete! As mulheres lá na roça faziam óleo de licuri, que é uma espécie de coquinho, no pilão, e todo mundo usava! Lembro de Nice, que tá forte e valente até hoje, com o cabelo, as pernas, os braços e os pés lustrados com óleo de licuri hahaha. Que saudade!

6. Pond´s

Cadê o Pond´s, gente, cadê? Vovó usava o da tampa verde, e futucando em sites gringos achei versões novas, com embalagens “atualizadas”, mas não sei se a fórmula é a mesma, sabe? O que sei é que Pond´s era o melhor creme facial por aqui, e eu jurava que se usasse ficaria jovem para sempre. Ô inocência, meu Deus!

7. Leite de Rosas

Ah, Leite de Rosas era desodorante, perfume, produto de pele e tudo mais que vocês puderem imaginar. E em toda casa que entrava lá na roça, tinha um, lindo e bonito, em cima da cômoda! hahaha

8. Minancora

Quero dizer que Minancora foi um importante produto de beleza dos anos 80/90, e que eu tenho até hoje no banheiro, tá? Apego emocional, gente! hahaha

Era usado como desodorante por muita gente, mas via Vovó usando nos pés pra evitar chulé, e até hoje, quando vou lá na roça, vejo nas cômodas das mulheres mais velhas. Ah, e já falei das utilidades da Minancora nesse post aqui, ó.

9. Sabonete Phebo

Lembro do cheiro até hoje, e minha avó adorava! Além desse, tinha também o Alma de Flores e um que eu detestava, o “Vale Quanto Pesa”.

10. Shampoo Opus

Lá no armazém tinha de várias cores diferentes, e eu, que me achava o máximo por usar “Vital Ervas” (hahaha), desdenhava do Opus, mas ele com certeza marcou a minha infância porque lembra muito da minha avó, muito!

E vocês, já usaram algum desses produtos? Conhecem? Contem aí quais produtos de beleza marcaram a vida de vocês, quero saber!

Beijos, Ju♥  

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

21.02.2017

10 Coisas Para Fazer no Carnaval Se Você Não Vai Cair na Folia

Sempre fui de fases, num eterno ciclo de vai e vem, e se 10 anos atrás pulava os 5 dias de carnaval querendo mais, nos últimos anos não tenho me animado, sabe? Mas, como, por aqui, é um “feriado” mais longo, porque a festa começa praticamente amanhã e só acaba na próxima quarta, já organizei várias coisas para fazer no carnaval ao invés de cair na folia!

Adoro o carnaval de Salvador, mas vivi tanto aquilo que cansei um pouco. Tenho vontade de experimentar uma coisa mais light, tipo os bloquinhos com fantasias divertidas e muita maquiagem, coisa que nunca vivi por aqui, ou então conhecer o carnaval e Olinda e o do Rio, mas esse ano tô no meio de várias mudanças e não me programei, então fica pro próximo, né?

10 Coisas para fazer no carnaval e aproveitar bem o feriado!

coisas para fazer no carnaval juro valendo

Olha só a minha listinha do que fazer nos próximos dias:

1. Organizar o escritório

Ainda não falei disso por aqui, mas quem acompanha lá no Instagram sabe que transformei meu quarto em um escritório, ou seja, nesse momento eu não tenho mais quarto! hahaha

Mas, em compensação, ganhei um lugar só pra trabalhar e gravar vídeos, e eu precisava disso, porque sou metódica e só consigo fazer as coisas direito com tudo organizadinho, sabe? Então, vou aproveitar os próximos dias pra planejar direitinho tudo o que preciso fazer nesse espaço, como vou adaptar os móveis, o que vai sair, o que vai ficar e coisas do tipo.

Porque aí, na quarta-feira de cinzas, quando o ano finalmente começar, tudo estará encaminhado! rs

2. Baixar a Marie Kondo

Lógico que com essa história de transformar quarto em escritório vou me desfazer de muitas coisas, né? Então, vou baixar a Marie Kondo aqui por uns dias, reanalisar tudo o que tem nos armários, nas gavetas e nas prateleiras,  e ficar só com o que é necessário e, mais que isso, com o que me faz feliz.

Já fiz isso outra vez (veja nesse post) e tirei sacos de coisas, mas faxina e organização nunca são demais, tá?

3.  Fazer a limpa nos livros

Livro é a coisa que mais compro na vida, e sim, muitas vezes compro pela capa, e aí acabo tendo em casa livros que não amo, e se tem uma coisa que não quero mais em minha vida é ter o que não amo, então preciso liberar essa energia aí e abrir espaço pra livros novos e incríveis entrarem.

coisas para fazer no carnaval juro valendo

4. Organizar os cosméticos

Meu armário, que é grande, ganhou um espaço enorme só para as coisas do blog, que quero organizar direitinho com os recebidos, os que já testei e amei, os que testei e não gostei e os que vão para os desapegos, mas tudo por categorias, tipo assim: uma área só com máscaras de cabelo, com divisórias (ou cestinhas) para cada tipo de máscara e por aí vai, porque assim fica mais fácil ver tudo o que tem aqui e trabalhar melhor esse acervo, inclusive em vídeos.

5. Organizar as maquiagens

Eu sei exatamente o tipo de maquiagem que gosto, o que realmente uso, e por mais que receba coisas incríveis, não vejo sentido em ocupar espaço com algo que, definitivamente, “não sou eu”, sabe? Pretendo ficar com apenas uma gaveta de maquiagem (nesse momento são 3), com as coisas que uso muito, colocar outros itens que acho interessantes, mas que não são a minha cara, no acervo pra fazer posts ou vídeos específicos, e desapegar do restante.

6. Consultoria de imagem

Tá aí uma coisa que queria fazer faz tempo, mas nunca encontrei ninguém aqui que fizesse e também não conseguia me programar pra me deslocar e fazer isso fora, sabe? Por sorte, uma amiga minha de anos vai ficar 3 dias por aqui nesse feriado e combinamos de fazer isso!

Tô muito empolgada pra fazer a análise cromática, porque, na minha cabeça, só fico bem de preto, branco, bege, dourado e aquela cartela dos neutros (caramelo, marrom frio, etc), então só tenho peças dessas cores, é raro que compre algo de outros tons. Ah, e a análise cromática não vale só pra roupas, mas também pra maquiagem, cabelo, acessórios e tudo o mais.

Além disso, quero um armário com peças mais “curingas”, que combinem entre si, que funcionem bem em diversas situações e ambientes, e que sejam, ao mesmo tempo, clássicas e atuais, sabe? Tô animada!

coisas para fazer no carnaval juro valendo

7. Organizar  minha vida virtual e minha papelada

Gente, tenho mais de 1000 comentários pra responder só aqui no blog, preciso clicar unsubscribe em várias newsletters, responder muitos e-mails, e fazer um cronograma pra colocar em prática tudo o que aprendi até agora na consultoria de redes sociais (Instagram, Youtube, Facebook, Pinterest, etc) que comecei em janeiro.

Ah, e organizar a papelada acumulada na minha terceira gaveta é meta real! Aí, já proveito e começo a organizar o planejamento de março, né?

8. Plantas, cristais, reiki, óleos essenciais

Quero aproveitar pra arrumar minha hortinha, tentar colocar tudo em um canteirinho só, porque aí fica tudo organizado, sabe? E também dar um trato em minhas plantas, limpar e energizar meus cristais, fazer uma limpa nos meus óleos essenciais, ver o que acabou, o que tá pra acabar, o que quero comprar de novo, e aproveitar pra fazer umas sessões mais completas de reiki, porque só tenho feito o equilíbrio dos chakras, meditar um pouco, cuidar de dentro.

9. Livros, filmes e Youtube

No meio disso tudo, quero escolher um livro pra ler (ou reler), ver uns filmes, tomar uns vinhos e testar receitas novas, ouvir música, procurar coisas novas no Youtube pra achar formatos legais de vídeos e coisas do tipo.

coisas para fazer no carnaval juro valendo

10. Viver

No meio disso tudo, quero ir numa cachoeira, respirar ar puro, passear com Ozzynho, tomar sorvete, dançar, brincar com meus bichinhos, ficar perto das pessoas que gosto, “tomar sol”, falar besteira, dar risada, conversar muito com minha jabuticabeira (Namô me deu, tô bestinha, gente! hahahaha), fazer mais dessas coisas simples, mas que me fazem tão bem.

Ah, e tentar gravar vídeo disso tudo, vamos ver! hahaha

E vocês, o que estão pensando em fazer no carnaval?

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

20.02.2017

Mulher de 30: O Peso Do Que “Devemos Ser”

Essa semana uma leitora, a Gabi, fez um comentário em um tópico sobre autoestima lá no nosso grupo do Facebook, que, dentre tantos outros, colocou o dedinho na ferida e me fez lembrar do fantasma da cobrança social e do peso do que devemos ser, mas não somos.

Essa ideia toda de que devemos ser alguma coisa me incomoda profundamente, porque ninguém veio a esse mundo pra seguir script, cada um tem seu próprio caminho, tempo e forma de caminhar.

Mas, querendo ou não, fomos todos moldados nesse caldeirão que diz o que cada um deve ser, e quando. E, minha amiga, quando a nossa vida não sai exatamente como o esperado é difícil, muito difícil, não sucumbir aos gritos silenciosos das cobranças alheias.

Eu senti e sinto isso na pele de diversas formas, então entendo exatamente o que a Gabi está sentindo, porque já passei pelo mesmo.

o peso do que devemos ser juro valendo

A regra é que você, aos 30, esteja plena e realizada, mas da maneira tradicional: emprego “bom” e estável, casa própria, casamento e filhos, talvez. E quando você não tem uma dessas coisas aí, sobretudo um emprego rentável e “seguro”, parece que você fica de fora do mundo, sabe?

Seja porque você não conseguiu uma recolocação profissional, porque você, como eu, decidiu mudar de planos e precisou recomeçar, ou por qualquer outro motivo, o fato é que não é fácil lidar com a cobrança que vem de todos os lados, não é fácil não se deixar atingir psicologicamente e, como bem disse a Gabi, não se sentir incapaz.

Incapaz, frustrada, assustada, acuada, com medo, engolida por um turbilhão de dúvidas. Não é fácil, nesse contexto, continuar sendo positiva, acreditar em si mesma, ser forte, manter o foco e fazer o que precisa ser feito. Não é.

Tudo isso nos afeta de uma forma que só quem sentiu na pele (e na alma) pode mensurar. Chega um momento em que a gente não se reconhece mais, que entra em “modo de sobrevivência”, que, de alguma forma, se “desumaniza” mesmo. Que é engolida por uma avalanche de baixa estima e não consegue reagir, porque o peso, tanto das cobranças internas como das externas, é demais pra segurar.

E nesse momento, quando, psicologicamente, tudo desaba, quando os muros caem e todas as estruturas que nos sustentam desmoronam, surge, não sei como ou de onde, uma força que é a única coisa que vai te sustentar: a fé em si mesma.

Não me pergunte como, mas “na beira do abismo”, ela (quase sempre) vem, e vem com uma força violenta.

o peso do que devemos ser juro valendo

E aí a  gente tenta de novo, e de novo, e mais uma vez, e quantas vezes forem necessárias, e parece que nada mais é capaz de nos derrubar. Eu não faço ideia do que seja essa “força”, mas ela me fez tampar os olhos e ouvidos para o burburinho alheio e acreditar apenas em mim.

E me fez continuar, dia após dia, apesar de todas as coisas.

E sabe o que é mais engraçado? É que chega um dia, garanto, que a gente ri disso tudo. Chega um dia em que essas mesmas pessoas que te apontavam o dedo, que te faziam sentir tão mal, começam não só a te aplaudir, mas a se inspirar em você.

O meu dia, por incrível que pareça,  foi hoje, Gabi. Hoje, com uma paz de alma enorme, eu vi quem, primeiro, me ridicularizou, quem, não conseguindo,  tentou me puxar de volta, quem tentou me fazer parar de todas as formas possíveis, pedir, pagando, pra me ouvir. Porque o que antes era ridículo, hoje é motivo de orgulho, de inspiração, veja só…

E esse dia vai chegar pra você também, Gabi, e você vai voltar a ser mesma menina que “vai atrás daquilo que sonha e acredita”, só que muito mais forte. E vai realizar muito, vai ter altos e baixos, vai perder, vai ganhar, vai viver.

Viver sendo quem e o que você quiser ser, sendo maior e melhor do que era antes, porque a voz de dentro será tão, mas tão alta que o barulho de fora não terá mais importância.

O seu dia vai chegar, vai por mim. Enquanto isso, tenha força… Você consegue!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

Página 1 de 59412345
O que você acha do JV?
Antes de conhecer o JV eu não sabia que existiam máscaras com fins diferenciados ... Pra mim "hidratação" era uma coisa só .. Hj entendo…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Um pouquinho de brilho pra curtir o carnaval😂😂😂😂 #maquiagemcontagem #maquiagem #amomaquiagem #amobatom #makecarnaval2017 #delineado #delineadografico #inglot #glitter #makeupartist #maquiadoraprofissional #jurovalendo #universodamaquiagem_oficial #projetoupaunidaspelaarte #upaunidaspelaarte #pausaparafeminices #brutaveresppf #amobatom #maquiadoradesucesso #maqbellamakeup
  • Como consegui sobreviver até hj sem isso!!!! Rsrsrs
#apaixonada #pocompacto #protetorsolar #adcos #jurovalendo #julopes #pele #cuidadoscomapele #sol #verao #proteçao#protetor #melasma #makeup
  • Receita do dia #repost #jurovalendo #vinho #domingocomvinho
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo