Ju LopesPost por Ju Lopes
24
abr
14

#Pechincha: 5 Óleos Capilares Bons e Baratos!

Cabelos

Eu não vivo sem óleo de cabelo, tanto pra tratar, e aí uso os óleos vegetais (post aqui), quanto pra finalizar. Já testei muita coisa, e, sendo bem sincera, a grande maioria é dos óleos proporcionam resultados bem parecidos, com raras exceções.

Fui olhando aqui meu arquivo de produtos testados (sim, eu faço isso, senão me perco!rs) e achei alguns óleos mais em conta que dão conta do recado, e como a gente ama uma pechincha, fiz o post!

óleos capilares bons e baratos

1. Super Óleo 8, Garnier

Dos óleos mais baratos, esse é um dos que mais gosto! Ele ajuda a controlar o frizz e a doar brilho (não é muito, mas ajuda!), além de dar uma controlada e uma alinhada boa no meu cabelo. No meu cabelo ele não pesa, mas em cabelos finos é melhor usar uma quantidade menor. Custa, em média, 20 Dinheiros.

A Sabrina, lá do Coisas de Diva, fez uma comparação bem bacana dele com o óleo extraordinário, da Elseve, vale conferir!

2. Óleo de Tratamento Ox Oils Nutri Essence, Ox

Esse óleo é muito bom e tem um preço melhor ainda (sai por uns 20 Dinheiros). Gosto do tanto de brilho que ele deixa nos fios, gosto da maciez que ele proporciona, gosto que ele dá conta de controlar o frizz, gosto do fato de disfarçar o ressecamento e gosto mais ainda de como ele alinha o cabelo.

Aviso: use pouco, bem pouco, porque ele pesa!

3. Óleo Extraordinário, Elseve

óleos capilares

Da primeira vez que usei não achei grande coisa, porque estava acostumada com o da L´anza, mas depois que fui comparando com os mais baratos, achei bem bom! Ele dá uma disfarçada boa no ressecamento,  deixa o cabelo mais macio e é um dos que menos pesa nos fios, sendo uma opção interessante pra quem tem cabelo mais fino e ralo.

Comparando, acho o da Garnier bem melhor e mais barato! A versão de 100 ml sai por 29,90 Dinheiros.

4. Óleo de Argan Advance Techniques, Avon

Não sou de usar produtos de cabelo da Avon porque tenho poucas referências, mas testei esse na casa de minha prima e gostei. Não posso avaliar o resultado a longo prazo porque só usei uma vez, mas achei que deu uma segurada boa no frizz, disfarçou o ressecamento e deixou o cabelo mais macio. Ele custa coisa de 17 Dinheiros.

5. Argan Oil, Avora

Outra marca que conheço pouca coisa é a Avora, e achei esse óleo bem bonzinho! Ele não pesa, não deixa o cabelo com aparência oleosa e dá um brilho legal. A versão de 60 ml sai por 30 Dinheiros.

E vocês, conhecem algum óleo bom e barato?

+ Pechincha

Beijos

Ju

 

Ju LopesPost por Ju Lopes
24
abr
14

Meu Cabelo: Corte e Cor

Cabelos

Semana passada postei algumas fotos do meu cabelo lá no insta (segue lá: @JuroValendo)  e no Face e muita gente perguntou da cor e do corte, daí resolvi fazer um post bem explicadinho, certo?

Começando do Começo

A cor natural do meu cabelo é castanho escuro mas faço descoloração (Pó Descolorante + Ox de 40 vol) e matizo com o Biocale há muitos anos. Acontece que anos de descoloração, retocando a cada 60 dias, acaba estragando o cabelo, e depois do corte químico que ele sofreu no final de 2012 a coisa complicou, porque ele afinou muito, e mesmo já tendo acabado de tirar toda a parte que tinha progressiva (sim, eu usava e defendia, até que quase fiquei careca…), o cabelo mudou e nada melhorava de forma significativa a questão do “afinamento”.

Ju Lopes

Por causa disso, decidi, em dezembro, que iria escurecer os fios pra poder tratar sem ter que me preocupar com descoloração e seus danos. Aí vem a pergunta: escurecer trata os fios? Claro que não, escurecer significa dar um tempo na descoloração, que agride muito o cabelo, e nesse tempo tratar de forma intensa.

Também estava bem agoniada pra mudar a cor do cabelo (já tive váriasss cores, e mostrei nesse post aqui), mas não conseguia decidir o que queria, sabe? Daí achei que começar de novo, partindo do “zero”, com a base neutra.

A Cor

A cor que uso quando preciso escurecer ou fazer inversas é a 6.7, mas não tinha ela em casa e sou ansiosa, daí joguei a 7.0 da Soft Color (da Wella). Nesse post aqui expliquei todo o processo, inclusive de pré- pigmentação.

Ju Lopes

Acontece que comecei a ficar com a “mão coçando” pra dar uma iluminada, mas sem tinta nem descolorante, só uns reflexos mais naturais, sabe? Pra fazer isso usei a Biondina, um clareador natural, algumas vezes. Já expliquei tudo sobre esse processo nesse post aqui, e é bom dar uma olhada pra entender melhor.

A Biondina não “pega” na minha raiz, mas ilumina bastante o comprimento e, principalmente, as pontas, daí o efeito é de californianas. Como meu cabelo, por baixo da tinta, era descolorido, ele vai desbotando um pouco, e até por isso as pontas ficam ainda mais claras, mas lógico que a Biondina fez uma diferença boa.

O Corte

Quero muito deixar meu cabelo enorme novamente, mas não vejo sentido em ter o cabelo grande e feio, e as pontas do meu cabelo estavam bem finas e feias, daí achei que deveria logo cortar, já que era o restinho da progressiva (achei que já tivesse cortado tudo da última vez, mas o cabeleireiro disse que não…).

Ju Lopes Juro valendo

Tirei coisa de “5 dedos” do comprimento e ao invés de fazer só o degradê na lateral, pedi umas camadas bem suaves, em pouca quantidade, e só na lateral, pra dar movimento, sabe? A “franja”começou na altura dos lábios, porque assim não tenho muito trabalho pra ajeitar.

No post de amanhã explico certinho tudo o que usei e fiz pra tratar os fios e recuperá-los nesses quase 4 meses, tá? Agora em maio vou clarear de novo, mas ainda tô procurando uma cor que me agrade!rs

Fico estranha de cabelo escuro, né? Eu acho!

Beijos

Ju

 

Ju LopesPost por Ju Lopes
23
abr
14

Meu Criado/Penteadeira

Decoração, Organização

Já  comentei por aqui, tempos atrás, que meu quarto é um ovo (3×4, juro!) e não cabe nada. Por causa da falta de espaço, todos os meus móveis foram planejados, mas mesmo assim não cabe tudo aqui dentro, então tento deixar só as coisas que uso com mais frequência, sabe?

Os cosméticos ficam no armário do banheiro,  e algumas roupas, bolsas, sapatos e tranqueiras ficam no quarto de minha mãe, que dá uns 5 do meu. Acho justo!

penteadeira

As maquiagens e besteirinhas que usava no dia a dia ficavam na parte aberta do meu armário, numa espécie de penteadeira improvisada, só que apertou porque muitas das minhas bolsas estavam mo maleiro e isso estava me chateando, porque não via e acabava esquecendo de usar.

Daí, quando chamei o marceneiro pra encomendar uma nova bancada, tive a ideia de fazer um “carrinho de apoio” pra ficar ao lado da cama e da bancada. O que eu queria é que ele guardasse as coisas que uso o tempo todo, como as makes de uso diário, meus remédios, as amostrinhas e coisas que uso na pele.

penteadeira

Quando fui desenhar, achei que seria legal o carrinho, que mais parece um criado, ter um tampo que abrisse pra cima, e nesse tampo um espelho, porque aí seria tipo uma mini penteadeira.

Quando abre o tampo tem uma espécie de gaveta não muito alta onde coloco algumas paletas, pós, cílios postiços, álcool gel e tranqueirinhas de maquiagem.

Desenhei também 3 gavetas, sendo que as duas primeiras possuem divisórias, e elas são bem fundas pra caber as coisinhas mais altas.

penteadeira funcional

Na primeira consigo organizar as bases e tranqueiras de pele que mais uso, os cremes que tenho usado, máscaras de cílios, lápis de olhos, batons que quero usar (não acerto usar batom gente!), algumas coisas de unhas, demaquiantes, disquinhos, cotonete de maquiagem e algodão.

Na segunda coloco meus florais e remédios que todo todos os dias (tomo muitos remédios por dia, porque tive um piripaque ano passado e descobri várias falhas no organismo, lembram?), as coisinhas da Aura Soma, alguns pincéis, um demaquilante que não coube na parte de cima, algumas miniaturas, pomadas (vitanol, hipoglós, bepantol, etc) e também amostrinhas, que eu adoro!

Sabe quando a gente sai com a bolsa pequena mas não quer deixar de levar um hidratante, um óleo finalizador ou sei lá o que? Então, eu levo as amostrinhas, porque são fininhas e não ocupam espaço. São ótimas também pra carregar em viagens de 1 dia, porque aí não pesa na bolsa.

penteadeira

Eiii, o certo é “demaquilante” e não “demacolantes”! Montei ontem de madrugada e só agora vi que tá errado! :(

A terceira gaveta não tem divisórias e uso pra guardar os “papéis de fundo” que uso pra fotografar os produtos, e também os produtos que vão pra resenha nos próximos dias.

Pedi que tivesse rodinha porque assim posso puxar pra qualquer canto, e não queria puxadores “externos”  porque ocupa espaço. Daí ele colocou puxadores embutidos de alumínio porque não encontrei branco por aqui.

Quem fez foi Nei, o marceneiro que mais gosto aqui de Jee e que trabalha lá na Uesb. Ele trabalha super bem, já fez muitas coisas aqui em casa e nunca enrolou, exceto dessa vez porque teve uns problemas pessoais meio confusos. Mas é uma ótima pessoa, é de confiança, faz tudo direitinho e tem muita paciência.

penteadeira

Ela tem 55 cm de largura, 45 de profundidade e 65 cm de altura. As 3 gavetas possuem 15 cm cada uma, a parte de cima tem 9 cm e o resto fica pro tampo e pras rodinhas. Paguei 450 Dinheiros e fiquei MUITO satisfeita!

Pra quem tem pouco espaço é uma boa inspiração, e aí é só adequar o uso às suas necessidades. A minha maior necessidade era um “carrinho de apoio” onde eu pudesse colocar as coisas que preciso o tempo todo ou com mais frequência, mas dá pra fazer como penteadeira, organizador de bijus (aí as gavetas precisam ser mais finas, e ainda essa semana mostro o meu) e por aí vai.

penteadeira

 

Até o final do ano meu quarto novo ficará pronto (oremos! rs), daí terei bem mais espaço e vou precisar fazer tudo de novo, mas por enquanto meu carrinho de apoio tá me quebrando o maior galho! Ele não é lindo, mas é funcional e me ajuda a manter as coisas organizadas no dia a dia!

Ah, vou tentar colocar amanhã o post da bancada e do organizador de bijus, tá?

Beijos

Ju

Ju LopesPost por Ju Lopes
23
abr
14

5 Livros Que Não Saem da Minha Cabeceira

Livros

Eu não consigo dormir sem ler algo antes, parece “canção de ninar”, sabe? Daí sempre ficam alguns livros do lado da cama, e são livros que já li e reli algumas vezes, mas que gosto de ter por perto pra ler mais um pouquinho todos os dias.

Até pouco tempo atrás eram só 4, mas aí comprei um livro com as crônicas da Danuza (amo!) e quero ler o tempo todo, daí coloquei ele do ladinho da cama. Olhem só meus 5 “companheiros”:

livros

1. O Livro de Mirdad

Esse é, com certeza, o livro mais importante da minha vida. Sério!

Tenho esse livro faz muitos anos, já li algumas vezes e não consigo tirá-lo de perto, porque volta e meia tô dando uma “pescadinha”. É um livro espiritual, mas no sentido amplo da palavra, e não está relacionado com nenhuma religião, mas transmite uma religiosidade profunda porque mostra, de forma muito clara, que a “verdade”, que a “fé” tem muitas “casas”, e o que realmente importa  são os seus atos, é o que está no seu coração.

Um trecho que gosto muito é esse:

livro

“Para orardes não precisais de língua nem de lábios. Mas antes necessitais  de um coração silencioso e vigilante (…). Não precisais de templos para neles  orardes. Quem não pode encontrar um templo no coração, jamais encontrará seu coração em qualquer templo.”

É um livro que me toca profundamente e me “guia” de diversas formas. Indico muito e já fiz “resenha” dele aqui.

2. Autobiografia de Um Místico Espiritualmente Incorreto

Eu amo o Osho e esse livro é muito bom! O Osho foi retratado de muitas formas, foi condenado por muitos e acho tudo isso uma grande bobagem, sabe? A mídia pinta o que ela quer, o que for interessante naquele momento, e o que me importa de verdade é o que eu sinto quando leio o que ele “escreveu”, aliás, falou, porque todos os seus livros são, na verdade, “palestras” suas.

Os livros do Osho despertaram o meu senso crítico numa idade em que a gente tende a ser facilmente manipulado, e o fato dele nunca tentar convencer ninguém de nada, nunca tentar impor nada, me dá uma confiança enorme, porque não confio em quem tem o intuito de me doutrinar. Acho uma invasão, sabe? As pessoas precisam ter liberdade pra acreditarem no que quiserem, de acordo com suas experiências… Mas o que me conquistou mesmo no Osho, e nesse livro, foi o humor!

livros

A vida dele  é retratada desde a infância até a morte, e são muitos os fatos curiosos, engraçados e divertidos. No mais, ele era uma pessoa profundamente inteligente e lógica, e lutou de muitas formas pra que as pessoas pudesses ser mais conscientes.

É bem saber mais sobre a infância, a iluminação, as dificuldades e tudo o que ele passou e viveu. Indico muito!

3. Danuza e Sua Visão de Mundo Sem Juízo

Vocês acompanham as crônicas da Danuza? Eu adoro, acho-a divertidíssima e fiquei super feliz em ter achado esse livro, que é uma coletânea de crônicas.

Já falei mais sobre ele aqui ó.

livros

4. O Poder do Agora

Li esse livro pela primeira vez em 2006 e desde então vou lendo e relendo um pouquinho por semana, sabe? É, basicamente, uma manual da consciência, de como se tornar consciente, de como chegar a iluminação, de como viver no presente, coisa que quase ninguém vive, porque é fato que passamos grande parte da vida preocupados com o futuro e remoendo o passado!

Pra quem tem interesse no “acordar”, é um livro essencial.

5. Osho Todos os Dias: 365 Meditações Diárias

livros

Ei, isso parece um livro, mas é uma caixa de doces! rs E é, eu tenho uma “leve” obsessão com Paris, cidade que mais amo no mundo!

O livro conta com 365 pequenos textos sobre inúmeros assuntos, de amor a trabalho, passando por iluminação, sentimentos (bons e ruins) e por aí vai. Esse é um livro que leio todos os dias de manhã, porque os textos são curtinhos, mas nunca leio  ”na ordem”, sabe? Abro numa página qualquer e vejo qual é a “mensagem” do dia.

Tem muitos insights legais do Osho e é um bom ponto de partida pra quem quiser conhecer um pouco do que ele falava, pensava e acreditava.

Vocês têm algum livro de cabeceira? Contem aí!

Beijos

Ju

Up