Vizcaya
03.04.2019

Baguá E Feng Shui:Como Aplicar Na Sua Casa?

Venho falando bastante sobre Feng Shui no Instagram, pois tenho aplicado muito aqui em casa, e a dúvida mais comum é justamente por onde vou começar a falar mais detalhadamente sobre o assunto: como aplicar o baguá na nossa casa, quarto ou local de trabalho?

É essencial saber aplicar o baguá pra identificar em qual lugar fica cada coisa e como podemos ativá-la e/ou corrigí-la.

E depois que a gente entende onde fica cada área, muita coisa vai no “olho” mesmo, sabe?

baguá como aplicar feng shui
Imagens do livro Feng Shui – O poder de atrair harmonia e prosperidade, da Silvana Occhialini.

Mas, vamos por partes!

O que é o baguá?

O baguá é um octógono, uma figura de 8 lados (+ o centro), que, quando aplicada na planta baixa de um local (casa, terreno, cômodo, etc), define as áreas relacionadas a todas as facetas da nossa vida.

Essas facetas são: carreira, sabedoria, família, prosperidade, sucesso, relacionamentos, criatividade, amigos e saúde.

A forma mais comum de aplicar o baguá aqui no ocidente é colocando-o sobre a planta do local tendo como referência a porta de entrada principal da casa.

baguá como aplicar feng shui

Como aplicar o baguá

A parede onde está a porta principal sempre será alinhada com a parte inferior do baguá, o que significa que ela estará sempre na área da Sabedoria (espiritualidade e novos conhecimentos), Carreira ou Amigos (bem-feitores e viagens).

Pra deixar mais fácil, você pega a planta (ou desenha com as medidas certinhas) da casa e coloca dentro de um retângulo/quadrado e divida a altura em 3 partes iguais e a largura em 3 partes iguais, resultando em 9 áreas.

Muitos ambientes/casas/terrenos possuem áreas faltantes e/ou excedentes, porque o formato ideal é o retangular/quadrado. Isso não impede a aplicação do baguá, e identificar essas áreas é super importante, sobretudo no caso de áreas faltantes, para realizar as “curas”.

baguá como aplicar feng shui

O importante é conseguir identificar onde fica cada área na sua casa e/ou no seu quarto/local de trabalho, pois assim conseguimos aplicar o Feng Shui.

Claro que o ideal é contratar um profissional especializado, mas não custa aprender um pouco e começar usar algumas dicas, né?

Mais dicas de Feng Shui

Aqui no blog já tem alguns posts sobre o Feng Shui, mas começamos hoje um especial abordando o máximo de coisas possível. E fiquem tranquilas que vou explicar tudo detalhadamente, combinado?

Lá no Instagram (@jurovalendo, segue lá!) tem um destaque com o nome Feng Shui cheio de dicas, e semanalmente teremos posts sobre o assunto aqui.

Como aplicar o baguá
Plantas com áreas faltantes e excedentes.

Se tiverem dúvidas ou sugestões deixem nos comentários, tá? Pra quem quiser um livro muito bom e fácil de entender, sugiro o 108 Dicas do Feng Shui, maravilhoso (compre aqui).

E vou deixar aqui uma listinha de posts bem legais sobre o assunto, mas tem muito mais coisas clicando aqui:

Beijos, Ju♥

Vamos prosear nas redes sociais ⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

Vizcaya
14.03.2019

Arrume a Sua Bagunça e Transforme a Sua Vida

Um dos livros mais legais que li nos últimos tempos, e que tem muito a ver com o momento que tô vivendo, foi o Arrume a Sua Bagunça e Transforme a Sua Vida, da Karen Kingston.

Vi a indicação, lá no Instagram da Barbara (@livinggazette) e comprei no mesmo dia na Amazon.

Falando isso, desisti da Cultura e da Saraiva depois de muitos problemas (na Saraiva até hoje não resolveram!) e demora na entrega. E fiquei bem surpresa com a rapidez da Amazon, viu?

Mas vamos pro livro… e pra bagunça!

arrume a sua bagunça e transforme a sua vida livro

Até alguns anos atrás não tinha ideia de como manter as coisas organizadas. Era a rainha da bagunça, e isso não só refletia muito do que estava acontecendo por dentro como atrapalhava a vida e me fazia perder tempo, muito tempo.

Por causa do TDAH, entendi que precisava de organização pra conseguir render no dia a dia. Hoje vejo que preciso de organização pra viver. E meu Mercúrio em Virgem agradece! rs

Não tinha muita noção de como as coisas chegavam ao estado de caos. Na verdade eu nem percebia, e todos os dias era uma agonia para encontrar minhas coisas.

Isso refletia muito na organização financeira, porque não tinha controle de absolutamente nada, e da minha vida como um todo.

Lembro que em 2015 escrevi um post aqui, falando do livro da Marie Kondo, em que falei que era a desorganizada mais organizada de todas, e que achava que os duendes da bagunça tiravam minhas coisas do lugar rsrs.

Coloquei em prática muitas coisas que aprendi nele e as coisas melhoraram bastante. Mas quando vim morar sozinha percebi que era uma oportunidade de ter uma vida realmente organizada, com tudo no seu devido lugar.

arrume a sua bagunça e transforme a sua vida livro

Daí pra me tornar o que eu mais temia, uma viciada em organização, foi um passo!

E quando Arrume a Sua Bagunça E Transforme a Sua Vida chegou, pude entender e confirmar muitas coisas, além de aprender coisas simples pra manter tudo em ordem no dia a dia, que é a parte mais difícil.

E o legal desse livro é que ele também tem noções básicas de Feng Shui, coisa que uso faz tempo e tenho aplicado muito aqui em casa.

Livro Arrume a Sua Bagunça E Transforme a Sua Vida

O livro é dividido em 3 partes: Entenda a bagunça, Identifique a bagunça e Elimine a bagunça.

1.Entenda a Bagunça

Nessa parte a autora começa falando um pouco do Feng Shui e explicando a importância da limpeza do espaço onde vivemos/trabalhamos, que é essencial para melhorar o fluxo de energia nos ambientes e, consequentemente, na nossa vida.

Sujeira e bagunça fazem a energia estagnar, e isso atrapalha a vida de formas que a maioria sequer imagina.

Depois de explicar o problema da bagunça e tudo o que ela causa, além da eficiência da sua eliminação em cada categoria (são basicamente 4 categorias de bagunça: o que a gente não usa e/ou não gosta, coisas desarrumadas/desorganizadas, excesso de coisas em pequenos espaços e coisas inacabadas), o livro explica como tudo isso pode nos afetar.

Nesse ponto específico é dito que a bagunça pode:

Fazer com que você se sinta cansado e letárgico

  • Retê-lo no passado
  • Congestionar seu corpo e afetar seu peso
  • Impedir que você enxergue as coisas com clareza
  • Afetar a forma como as pessoas o tratam
  • Fazer com que adiemos as coisas
  • Causar desarmonia nos seus relacionamentos
  • Travar a sua vida e muitas outras coisas

Ela explica as razões pelas quais acumulamos tanta coisa e não conseguimos organizá-las e ensina a se desfazer não só do que não faz mais sentido, mas se desfazer do medo que nos mantém apegados a todas essas coisas.

2. Identifique a Bagunça

Essa é a parte onde há informações mais interessantes do Feng Shui, mostrando como a bagunça, em casa local da sua casa, afeta a sua vida.

Tem muita informação pra ajudar a identificar todo tipo de bagunça e a organizar o que precisa ser organizado de forma que essa organização seja mantida facilmente, o que nos leva para a terceira parte do livro.

3. Elimine a Bagunça

Depois de entender e identificar o que é a bagunça, é hora de eliminá-la, e aí a autora praticamente pega a gente pela mão e vai mostrando como fazer com cada coisa, dando opções das melhores formas para cada caso, como um passo a passo mesmo.

arrume a sua bagunça e transforme a sua vida livro

Nisso ela vai relacionando com os inúmeros aspectos emocionais envolvidos, aborda a bagunça no uso do nosso tempo e como estabelecer prioridades diariamente, a procrastinação, como ficar livre da bagunça e se organizar definitivamente.

Tem também a parte onde ela aborda a desordem no nosso corpo e no nosso emocional especificamente. E, sem sombra de dúvidas, é não só o melhor livro sobre organização que já li, mas o que, no meu caso, se mostrou mais eficaz.

Libertador, aliás!

Estou relendo tudinho novamente e, dessa vez, focando em organizar o meu tempo. Indico demais, demais, demais!

O livro tem 244 páginas, custa R$33,00 na Amazon (compre aqui).

Alguém já leu? Conta aí o que achou! Indicam algum outro? Querem posts sobre organização por aqui? Avisem nos comentários!

E pra ver mais posts com dicas de livros é só clicar aqui.

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

24.01.2019

Minha Sala Vermelha!

#JuDeCasa

E já que agora temos uma casa sendo decorada, vamos falar um pouco de decoração, né? E pra começar, vamos pra minha sala vermelha, que é o cômodo que está mais ou menos pronto.

Digo mais ou menos porque acredito que casa a gente monta como vive a vida. É aos poucos, com o passar dos anos, pra que cada canto tenha uma história.

E essa sala ainda precisa de muitas histórias pra contar, assim como eu tenho muitas coisas pra viver rs.

Mas, vamos pra história da sala vermelha, né?

sala vermelha parede vermelha

Sala Vermelha? Sim!

Nunca tinha pensado em uma sala vermelha, e estava muito em dúvida das cores de cada ambiente. Só sabia que queria muita cor, que cinza não entraria aqui e que ambientes totalmente brancos estavam fora de cogitação.

Paredes brancas me dão uma sensação de vazio enorme, falta vida, sabe?Paredes cinzas também, e sempre me lembram dias cinzentos, não gosto rs.

Por outro lado, amo cores fortes, mas sóbrias. Sou louca por aquele verde mais fechado, púrpura, amarelo ocre, laranja, preto e vermelho, aquele que é quase cor de ameixa.

A questão é que o forro de todos os cômodos é de madeira, o que escurece, e essa sala, que é a de jantar, fica exatamente no centro da casa, então não tem nenhuma janela.

Ou seja, o ideal era optar por tons mais claros pra deixar a coisa mais iluminada.

sala vermelha juro valendo

Mas, por algum motivo, cismei que ela teria paredes vermelhas, além de luzes quentes, branco, dourado e madeira.

Paredes vermelhas e feng shui

Ah, vale ressaltar que fiz uma consultoria de Feng Shui logo que mudei (já faço um post sobre), porque gosto muito da ideia de harmonizar a casa de acordo com os 5 elementos.

E, pela análise do Feng Shui, a parte de trás da sala, que é bem pequena, pega o Guá que é regido pelo elemento fogo, então seria legal colocar ali algo dourado, vermelho, laranja ou verde, que é a cor do elemento madeira, que alimenta o fogo.

Aí baixei o aplicativo da Coral e da Suvinil e fui testando as cores. Escolhi o Veludo Clássico, da Coral, um vermelho fechado lindo, que fica mais quente ou mais frio a depender da iluminação.

Pintei as duas paredes do fundo de vermelho, e no restante da sala usei o tom base da parte interna da casa, o Algodão Egípcio, da Suvinil, que é um bege bem clarinho.

As paredes parecem amarelinhas, mas não bege, é por causa das luzes, que são quentes!

No Feng Shui o bege representa o elemento terra, que traz uma maior sensação de aconchego e, dizem, estabilidade. Também tem a ver com novos começos, o que acho maravilhoso.

Antes de mandar fazer os móveis (e comprar outros), já tinha muito claro que, apesar de desejar um ambiente mais aconchegante, intimista e quente, não teria nada além do necessário, porque luz e espaço são essenciais pra mim.

E foi aí que começou a minha saga de desenhar móveis (tu reparaaaa hahaha) e descobrir formas de baratear as coisas, porque, meu povo, tudo de casa é caro!

Mesa planejada? Temos!

Queria uma mesa redonda, com tampo branco leitoso e a base triangular. Achei várias lindas, mas todas estavam fora do meu orçamento.

sala vermelha juro valendo

Sério, sem as cadeiras, a mesa mais em conta que achei, do jeito que eu queria, custava R$1800,00.

Aí fui na marcenaria ( a Moreira, foi Ney quem fez tudo aqui em casa, recomendo de olhos fechados!), fiz um desenho daqueles que menino de 3 anos faz melhor hahaha, e com o tampo branco lacca, que é aquele mais brilhoso, ela saia por R$600,00.

Mandei fazer e fui orçar o vidro branco leitoso, do mais fininho, só pra cobrir mesmo, e quase caí pra trás: mais de R$400,00! Resolvi “deixar de querer” o branco leitoso, né?

Quase 2 meses depois fiz um novo orçamento, junto com outras coisas, e ele saiu por R$200,00. Aí eu mandei fazer! rs

Na base da mesa usei o Larnaca, da Duratex, e o diâmetro é 1.18 (amo esse número rs).

As cadeiras comprei aqui em Jee, na Allure, e são da Pollus. O tom da madeira é lindo, o forro é linho, parecido com o meu sofá, e elas são bem confortáveis.

sala vermelha juro valendo

Buffet com base de metal dourada

Aproveitando minha “vocação” (muitos risos!) pra desenho, decidi, depois de olhar em todas as lojas da cidade, encomendar o buffet/aparador na marcenaria, porque, novamente, os preços não cabiam no meu orçamento.

A Mari, uma leitora e arquiteta maravilhosa, que fez o projeto do meu quarto (foi a única coisa aqui que teve projeto, gente, depois mostro tudo e explico direitinho), deu a ideia de fazer a base em metal dourado e eu amei!

Mandei fazer a base na serralheria e pintar com tinta automotiva num dourado mais fechado, e a parte de cima tem a frente ripadinha, todo em linhas retas, sem puxadores aparentes, com 3 portinhas.

Por dentro ele é todo naquele branco tradicional, que é o mais barato (mas a qualidade é a mesma), e por fora é Nogal Málaga. E sim, uso tons diferentes de “madeira” no mesmo ambiente, mas que “conversem”, porque não gosto de “conjuntinho”, de tudo combinado, me dá agonia rs.

Por dentro ele é dividido em prateleiras e é meu xodó, acho lindo de viver!

Espelho e luz, muita luz!

Acima dele tem um espelho bisotado, que vai até a altura da porta, porque apesar de amar espelhos enormes, sou louca por simetria e não queria, de jeito nenhum, que nada ficasse mais alto que a porta hahaha.

E não levei o espelho até o final da parede porque ele acabaria refletindo o muro que fica depois da cozinha, e não queria que ele refletisse isso, ué!

E no Feng Shui é ótimo que o espelho reflita a mesa de jantar, viu?

O pendente, que fica acima da mesa, comprei na liquida de uma loja aqui de Jee. Ele é de vidro branco leitoso e amei o “caimento” das bolinhas, achei delicado, apesar de “grande”.

Por último, a luminária de chão, que foi comprada para a sala de estar, mas que ficou muito melhor na sala de jantar!

Minha sala vermelha tem muita luz, claro, sempre tem alguma planta (quando é orquídea pequena que tá com flor, coloco o vaso na mesa, quando é da grande coloco na buffet), e a “árvore” que aparece em algumas fotos é o bambu mossô da da sala de estar, porque é óbvio que eu colocaria plantas em todos os lugares, né?

Falando em bambu, amoooo, e, olha que sorte, aqui no fundo tem uma plantação!

No fim, mesmo sem ter muita noção do que estava fazendo, ficou “muito eu”: é aconchegante, acolhedora, iluminada, quente e, mesmo pequena, espaçosa e ventilada, sabe?

Se vocês quiserem posso fazer posts com detalhes e coisas mais explicadinhas do Feng Shui e também de como baratear, sem perder a qualidade, nos móveis, sobretudo na marcenaria!

Pra quem se interessa por Feng Shui, aqui tem várias dicas. E vou postar muita coisa no Ju de Casa, combinado?

Cês gostaram? Várias meninas me disseram lá no Instagram que acharam que não daria muito certo essa parede vermelha, mas que depois de tudo “pronto” mudaram de ideia, e acho que tudo é a forma como a gente compõe, né?

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

O que você acha do JV?
Eu simplesmente amo esse blog!!! Já perdi a conta de quantos produtos comprei depois de ver resenhas daqui, porque sei que são reais. Bioextratus foi…