20.05.2015

O Homem Perfeito

Ahhh, os contos de fada, confundindo nossas cabeças e criando ilusões desde mil novecentos e antigamente, e nos fazendo desejar e, o pior, acreditar em príncipe encantado, aquele que chega num cavalo branco e faz o “felizes para sempre” acontecer.

E, acreditando nisso tudo, a gente passa anos procurando pessoas perfeitas e histórias de cinema. Só que elas não existem, porque o mundo não é, ainda bem, um conto de fadas, e porque relacionamentos envolvem duas pessoas imperfeitas que jamais serão para o outro o tal do “felizes para sempre”, porque felicidade é interna, é individual, não depende de ninguém. Pois é, se você está esperando que alguém te traga a tal da felicidade, pode esperar sentada, e pro resto da vida!

Mas, somos insistentes e continuamos procurando o que muitas vezes, na verdade, sequer sabemos exatamente do que se trata. Duvida? Então me responde: o que você você procura em um homem? O que seria um homem perfeito? O que você espera de uma relação?

homem-perfeito

Eu já meti o pé pelas mãos muitas vezes, já namorei por “carência”, vivia insatisfeita e não tinha a menor ideia do que estava procurando. Aliás, eu buscava o ideal da Disney, trocando, claro, o cavalo branco por um carro potente e o príncipe loirinho por um moreno, porque, como diz Tati Bernardi, o gênio da raça, “a testosterona é escura”! rs

Até que um dia resolvi fazer a lista do príncipe encantado, listando primeiro tudo o que ele não poderia ser ou ter. Minha lista do “não” foi enorme e incluía coisas como “não pode ser arrogante, ter a mente “fechada”, ser grosso, não gostar de bichos, ser machista, preconceituoso, preguiçoso e por aí vai.

Ficou enorme sim, mas tinha tudo que eu não queria em uma pessoa, e ela serviu como um “farol” pra mim, do que eu não queria na minha vida,  e a lista do que o suposto príncipe tinha que ter/ser ficou bem menor e simples… E libertadora, aliás!

O meu homem perfeito não é o mais bonito, o que tem a barriga de tanquinho (detesto!), o mais rico, o que faz todas as minhas vontades e me enche de presentes. Ele é uma pessoa que, assim como eu, se sabe imperfeito, aceita isso e não cobra perfeição de ninguém. É alguém que erra, e até se acha o dono da razão às vezes, mas pede desculpas depois.

Alguém que goste de trabalhar, que se realize com a profissão escolhida, que sonhe em ir mais longe, acredite nesse sonho e impulsione os meus também. Alguém que dê valor as pessoas e as respeite, sem distinção de nenhum tipo. Que seja sabiamente simples. Que queira viver muitas experiências e esteja aberto para o novo.

Alguém que jogue no mesmo time que eu, que torça por mim, que saiba estar perto e se afastar, sem dramas ou chantagens emocionais, quando eu precisar de espaço, porque todo mundo precisa.

Alguém que respeite o ser humano que eu sou, com todos os defeitos e qualidades, e escolha olhar sempre o lado bom, mas tenha coragem de me dizer que estou errada no momento certo. Alguém que não use minhas fraquezas, erros e defeitos contra mim.

Alguém que seja de verdade, que fale, sem “dedos”, do que não gostou, do que quer e não quer. Eu não quero um personagem pra me agradar, quero uma pessoa de verdade, com vida e gostos próprios. Uma pessoa que, diante de milhões de possibilidades, escolha estar ao meu lado e construir uma história real, com altos e baixos, de coração aberto.

O meu homem perfeito não é um príncipe encantado, e não é só “um cara”, é um homem que aprendeu a ser homem.

Beijos, Ju♥

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…