15.05.2017

Foliculite no Couro Cabeludo: Como Tratar?

Tempos atrás fiz um post aqui sobre foliculite, e recentemente uma leitora comentou que tem foliculite no couro cabeludo e queria dicas de cuidados e tratamentos.

Expliquei que o correto é procurar um dermatologista para analisar o problema, porque todo tratamento precisa ser individualizado, mas prometi que faria um post sobre o assunto.

Mas o que é foliculite, afinal? É a inflamação, aguda ou crônica dos folículos pilosos, que estão espalhados por todo o corpo, exceto na palma das mãos, da “planta” dos pés e nos chamados locais de transição entre a pele e as mucosas. Ou seja, a foliculite pode surgir em qualquer lugar do nosso corpo onde existam pelos.

Mas, o mais comum é que ela apareça no rosto, nas axilas, no bumbum, nas costas, nos braços, na virilha e no couro cabeludo, que tende a melhorar com cuidados básicos de higiene, mas pode, em alguns casos, levar à perda definitiva dos pelos, além de cicatrizes que ficam pra sempre.

foliculite no couro cabeludo

É importante ressaltar que o problema pode acontecer com qualquer pessoa, em qualquer fase da vida, mas que é mais comum quando a nossa imunidade está baixa, quando estamos acima do peso e em negros e asiáticos.

Causas e fatores de risco

São muitas as causas da foliculite, e a principal delas é a infecção pelo Staphilococcus aureus (estafilococos), mas muitas outras bactérias, vírus e fungos podem ocasionar o problema.

Os folículos do couro cabeludo são mais densos, e quanto mais eles forem danificados, mais sujeitos a foliculite eles ficam. A transpiração excessiva no couro cabeludo (eu passo por isso!), as dermatites e outras condições inflamatórias no local, bem como feridas e uso contínuo de antibióticos podem afetar os folículos e, consequentemente, ocasionar a foliculite no couro cabeludo.

No caso da foliculite superficial, as causas estão relacionadas a falta de higiene, ao atrito causado pelo uso de chapéus e bonés, bem como o uso de algum produto, geralmente pomadas e cremes para tratar outros problemas no local. A foliculite profunda, por outro lado, é causada por uma infecção intensa nos folículos pilosos.

Como tratar foliculite no couro cabeludo

O tratamento da foliculite no couro cabeludo passa por cuidados básicos de higiene e uso de antibióticos tópicos ou orais, a depender da gravidade do quadro.

Na foliculite superficial, quando a infecção está localizada na região de saída do pelo e os sintomas são pequenos pontos de pus com vermelhidão ao redor e bastante coceira, o mais comum é tratar com uma limpeza no couro cabeludo e aplicação de pomada antibiótica. Em alguns casos é indicado o uso de antibiótico de uso oral, mas essa é uma avaliação que somente um dermatologista pode fazer.

São recomendados os cuidados de higiene, como lavar os fios com regularidade e evitar o uso de bonés e chapéus, sobretudo quando há muita transpiração no local. É que esse ambiente quente, úmido e abafado é o palco perfeito para a proliferação de fungos.

foliculite no couro cabeludo

Imagens: Reprodução

O uso de compressas de água morna no local, usada várias vezes ao dia, ajuda na drenagem da pústula e acelera a recuperação. A higiene local geralmente é feita com água morna e sabonete antisséptica, e a região deve ser enxuta com uma toalha descartável.

No caso das foliculites profundas, como as decalvantes, onde é comum a presença de crostas, bolhas de pus, vermelhidão, edemas, dor, queloides e alopécia (o cabelo cai no local), o tratamento envolve, geralmente, a limpeza local e o uso de antibióticos, que vai variar a depender da bactéria que causou a infecção.

Esse tipo de foliculite pode destruir o folículo piloso, por isso a alopécia, e deixar cicatrizes. Existem casos, quando os nódulos são maiores, de drenagem aspirativa da secreção e intervenção cirúrgica.

Foliculite Dissecante

Esse é um tipo mais raro de foliculite, é crônico e apresenta um processo inflamatório intenso. É comum aparecerem nódulos, abscessos e fístulas que ocasionam a queda dos fios e o surgimento de cicatrizes hipertróficas, o famoso queloide.

O tratamento é feito com antibióticos, que serão determinados pelo antibiograma, e em alguns casos a associação com a isotretinoína apresenta bons resultados. Em alguns casos, os mais graves, há a indicação de excisão cirúrgica, drenagem e radioterapia. Aqui, a cicatrização com alopecia definitiva é, infelizmente, a regra.

O importante, em qualquer dos casos de foliculite no couro cabeludo,  é procurar ajuda médica assim que os sintomas surgirem  para evitar problemas maiores.

Alguém já passou por isso? Divide aí com a gente!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

30.03.2016

Esfoliação do Couro Cabeludo é Tudo de Bom!

Meu cabelo agradece!

Desde que minha raiz resolveu dar piti e jorrar óleo eu não paro quieta atrás de alguma coisa que dê jeito, que minimize esse fuê, e foi aí que lembrei da esfoliação do couro cabeludo, uma técnica simples, mas tudo de bom para cuidar dos cabelos.

Esfoliação do Couro Cabeludo

Eu sei que a coisa parece estranha, porque né, já fico imaginando pequenos grânulos grudados no meu cabelo, mas a coisa não é o que parece e os resultados proporcionados são bem bons, já que a esfoliação do couro cabeludo ajuda a eliminar as células mortas, remove resíduos de produtos finalizadores que ficam acumulados na raiz e ajuda a combater a oleosidade excessiva, estimulando o crescimento dos fios.

A esfoliação pode ser feita no salão, com produtos profissionais, e também em casa, tanto com produtos “prontos”, como o Pré Shampoo Esfoliante Capilar, da Natura, o Pré Shampoo Purificante Argiloterapia, de O Boticário, o Peeling Hair, da Vita Derm, dentre outros, como com receitas caseiras.

Uma receita que muita gente usa é a que leva iogurte natural e açúcar, e tem ela explicadinha no post sobre esfoliação capilar, mas resolvi testar uma outra coisa, numa mistura de esfoliação com argiloterapia e deu super certo pra mim.

Esfoliação do Couro Cabeludo: Pra Fazer Em Casa

Numa cumbuca plástica, misturei o equivalente a 2 colheres de shampoo (use o Shampoo Detox TRESemmé), 1 colher de sopa de açúcar, que dissolve mais facilmente na água, e 1 colher de chá de argila verde, que é ótima pra combater a oleosidade.

Queria, na verdade, a argila preta, que é ainda mais eficaz contra a oleosidade, mas não encontrei aqui e me joguei na verde, que já tinha em casa.

Apliquei essa mistura no cabelo úmido (antes de lavar com shampoo e condicionador “normais) e massageei bastante, mas com suavidade, pra estimular a circulação local e, assim, melhorar a oxigenação e limpar direitinho minha raiz.

Deixei agir por 10 minutos, depois enxaguei bastante com água fria, retirando o máximo possível da máscara. Em seguida lavei os fios com shampoo e apliquei uma máscara nas pontas.

Deixei secar naturalmente e senti o couro cabeludo muito mais leve, como se tivesse tirado trocentos quilos de sujeira, com exagero e tudo, sabe? Só fiz uma vez, porque a recomendação é usar a cada 8 ou 15 dias, a depender das necessidades do cabelo, mas vou repetir essa semana, porque senti uma leve, bem leve,  melhora na oleosidade.

Mas, como são coisas que já tenho em casa, qualquer melhora é lucro e eu tô me jogando fácil!

Esfoliação do Couro Cabeludo

Pode ser feita em qual cabelo?

A esfoliação pode ser feita em qualquer tipo de cabelo, exceto nos que acabaram de passar por procedimentos químicos ou quando o couro cabeludo estiver irritado, e aí tem que escolher uma argila que seja adequada ao seu tipo de cabelo, e já falei de todas nesse post aqui: Qual a Argila Certa Para Cada Tipo de Pele.

Quero testar outras receitinhas, incrementar essa, mas com certeza é um “tratamento” que continuarei a fazer, porque meu cabelo tá gritando por “refresco” haha.

Alguém já fez? Conhece algum outro produto “pronto” que seja bom? Conta aí!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo
08.03.2016

Como Tirar Oleosidade do Cabelo

5 Dicas certeiras para cabelos oleosos!

Em algumas fases da vida, já tive a raiz oleosa, e sempre quando retoco as luzes noto que a oleosidade aumenta um pouco, mas umas duas semanas após suspender o uso do anticoncepcional minha raiz passou a, com exagero e tudo, jorrar óleo, e aí o tal do como tirar oleosidade do cabelo virou questão de primeira necessidade, né?

Como Tirar Oleosidade do Cabelo?

A oleosidade excessiva é, em alguns casos, genética, mas também pode ser causada por alterações hormonais, por questões fisiológicas, por lavar os fios com água muito quente, pelo uso de produtos capilares não compatíveis com o seu tipo de cabelo, pelo uso do secador com a temperatura muito alta, pelo estresse, pela exposição contínua a ambientes muito úmidos e também pela higienização inadequada, dentre outras coisas.

É importante falar isso porque pra cada causa existe um tratamento específico, então primeiro a gente tem que saber o que está causando a oleosidade pra só depois tratar direitinho. Pra isso é importante procurar um dermatologista, que, após avaliação do couro cabeludo, vai indicar a medicação (sim!) e os produtos apropriados. Mas, algumas dicas são bem certeiras, e separei as 5 que mais têm me ajudado nesse momento, bora conferir!

1. Opte por um shampoo para cabelos oleosos

Se o seu cabelo é ou está oleoso, é essencial procurar um shampoo específico para cabelos oleosos, que tenha uma ação mais adstringente, ativos que ajudem a controlar a oleosidade e limpar sem agredir. Opções existem aos montes no mercado, de todos os preços, e pra quem quiser opções, olhem esses aqui:

Se, como eu, a sua oleosidade se concentra na raiz e as pontas tendem a ficar mais ressecadas, a dica é usar o shampoo para cabelos oleosos apenas na raiz e usar a espuminha que vai escorrendo para higienizar os fios, isso evita que que as pontas ressequem ainda mais. Pra quem acha que essa espuminha não é suficiente, vale, no momento do uso, dissolver um pouco do shampoo na água e aplicar no comprimento e nas pontas.

Como Tirar Oleosidade do Cabelo

2. Mantenha o couro cabeludo limpo

A sua prioridade é manter o couro cabeludo limpo pra evitar que a oleosidade se acumule na raiz e acabe obstruindo os folículos, impedindo a correta oxigenação, atrapalhando o crescimento capilar, causando caspa e, em alguns casos, favorecendo a queda dos fios.

Portanto, assim que notar que a raiz está mais oleosa, lave o cabelo. Eu, por exemplo, tenho lavado todo dia há tempos, porque minha raiz tá muito oleosa, aqui está muito quente (como sempre rs) e transpiro muito, então não dá pra deixar a oleosidade e o acúmulo de suor, que prejudica os fios, ali por muito tempo, né?

3. Nada de lavar com água quente

Pois é, água quente não é legal, e quanto mais quente pior, principalmente para quem tem fios oleosos. Não precisa ser gelada, em temperatura ambiente já tá de bom tamanho, sabe? Isso faz diferença porque a água quente piora o problema, porque remove excessivamente a oleosidade natural, o que causa efeito rebote e estimula ainda mais as glândulas sebáceas a produzirem óleo, e aí a coisa vai sair do controle.

4. Aposte no detox capilar!

Detox capilar é amor pra vida e ajuda muito a manter o couro cabeludo limpinho, o que é essencial sempre. Além de remover as impurezas ali depositadas, ajuda a melhorar a oxigenação do couro cabeludo e a reduzir a oleosidade, ou seja, vale investir pra tirar oleosidade do cabelo!

Como-Tirar-Oleosidade-do-Cabelo

Dá pra fazer o tratamento no salão ou em casa, e já testei alguns produtinhos bem legais aqui com esse intuito, ó só:

Aqui vale lembrar que o uso de shampoos esfoliantes também é bem legal, e tem um post bem completo aqui com as diferenças entre shampoo antirresíduos, detox, esfoliante e pré shampoo, além de dicas de uso e sugestões de produtos.

5. Proteja sua raiz!

Sabe condicionador? Não aplique na raiz! Sabe máscara capilar? Não aplique na raiz, a menos que ela seja específica para isso. Sabe finalizador? Passe longe do topo da cabeça! Tudo isso vai piorar ainda mais a oleosidade, deixar o cabelo sebento, com aparência de sujo, sem movimento e opaco. Corra longe disso!

Pra quem quiser mais dicas, no post sobre cabelos mistos tem outras coisinhas que a gente pode seguir e se dar bem, viu?

Vocês têm mais alguma dúvida sobre cabelos oleosos, querem mais posts sobre o assunto? Têm alguma dica pra tirar oleosidade do cabelo? Contem aí!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

O que você acha do JV?
Ju, flor, descobri seu blog faz poucos meses mas já estou fã! Suas receitas e dicas de beleza são maravilhosas. Sinto que estou conversando com…
As leitoras mais incríveis da vida
  • Antes e Depois 😍😍😍 #amomeutrabalho #delineado
#maquiagembh #inxtalove
#amomaquiagem #instagood
#makeupslaves #maquiagemdenoiva
#makebasica #makeupartist
#kryolanmakeup #kryolancosmetics
#amobatom #madrinhadecasamento
#catharinehill #lehpequenomakeup #blogueiras #blessed🙏 #automaquiagem #tutorialmakeup #hudabeauty #maccosmetics #bitarrabeauty #mk #jurovalendo #maqbellamakeup #makebyme
  • HIDRATAÇÃO POWER 💪🏻
Depois de platinar o cabelo novamente, é preciso cuidar muito! Hoje fiz uma super hidratação com o Tarja Preta da @lolacosmetics é com o Salva Fios desenvolvido pela @jurovalendo. Depois finalizei com o BB Cream da Lola antes de secar. Meu cabelo está brilhante e super macio. Esse trio é tão power que vai rolar até post no blog com detalhes!
.
.
.
.
#jurovalendo #lolacosmetics #hidratação #hidratacaocapilar #cabelos #cabelo #platinadas #loiro #vaidosa #rapunzel #dicasdecabelo #cuidadoscomocabelo #beleza #produtos #soscabelos #instago #instagram #instalike #cabelobonito
  • Eu pedi um sorriso e ela deu uma gargalhada😂😂😂😍😍 #felicidadecontagia #maquiagemdenoiva #maquiagemdebutante #catharinehill #esfumado #delineadoesfumado #amobatom #amomeutrabalho #batommate #bitarrabeauty #blogueiras #blessed🙏 #justdoit✔️ #jurovalendo #inxtalove #inxtabloggers #lehpequenomakeup #ppf #brutaveresppf #pausaparafeminices #maqbellamakeup
Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
Poste no instagram uma foto com a hashtag
#JuroValendo