31.05.2016

10 coisas que você precisa saber pra ter cabelos incríveis

É fácil, fácil!

Alegria na vida de uma viciada em cabelos é quando a amiga, que é tricologista, vem passar 1 mês todinho perto da gente, viu? A Li tá aqui e eu, que sou folgada mesmo, já pedi que ela desse várias dicas pra que eu repasse pra vocês, e no post de hoje a gente vai falar sobre 10 coisas que você precisa saber pra ter cabelos incríveis, bora lá!

A Li bate muito na tecla daquela rotina básica, muitas vezes negligenciada, e nos cuidados com o couro cabeludo, que, pra ela, é o mais importante, mas sobre isso a gente fala no próximo post. Nesse vamos conversar sobre dicas gerais, combinado?

10 coisas que você precisa saber pra ter cabelos incríveis

1. Cuidados na lavagem

Como o pH dos shampoos é, via de regra, mais alcalino, e isso deixa os fios muito mais vulneráveis, é preciso delicadeza na hora de lavar o cabelo, que está esticado ao máximo. Então, os movimentos precisam ser suaves, sempre feitos no sentido das cutículas (de cima para baixo, como expliquei nesse post aqui) e sem esfregar no comprimento, já que isso faz com que elas (as cutículas) se abram e sejam, em muitos casos, danificadas  pela força das mãos (cabelo é frágil, gente!).

Ou seja, não é pra lavar como se estivesse lavando roupa, basta deslizar os dedos com leveza e pronto, não esquecendo de, com a ponta dos dedos, massagear bastante o couro cabeludo para completa e correta remoção dos resíduos ali impregnados.

2. Nunca use muito shampoo. Nem pouco!

A quantidade exata de shampoo varia de cabelo pra cabelo, porque depende do tamanho e do volume, mas a média é de 10 ml por lavagem, e é muito importante não usar uma quantidade muito grande pois isso pode, ao invés de limpar mais, gerar uma saturação de resíduos nos fios.

Já quando a quantidade de shampoo é menor do que a necessária, os fios não ficam limpos, pois ele não consegue fazer a correta “ligação” entre a água e a sujeira e realizar a remoção das impurezas e oleosidade.

3. Água: tem que ser na medida certa!

Pois é, até a água tem que ser na medida certa, só que aqui o problema não é o excesso, é a falta! Pra que vocês entendam melhor, imaginem que a água é o cabo USB que liga o shampoo (telefone) aos resíduos e oleosidade (adaptador). Se não tem o cabo, ou seja, se não tem água suficiente, se o cabelo não está devidamente molhado, a ligação entre o shampoo e os resíduos não vai acontecer da maneira correta e os fios não ficarão limpos.

Então, pode caprichar na água, não precisa ter pena não, é pra molhar bastante mesmo!

10 coisas que você precisa saber pra ter cabelos incríveis

4. Espuma não é sinônimo de limpeza

A gente ama uma espuma, né? Eu, por exemplo, não acostumo com shampoo que não espume muito, porque, mesmo sabendo que não funciona desse jeito, sempre acho que quanto mais espuma, mais limpeza. Só que a verdade é que a espuma não tem nada a ver com a limpeza, a questão é mais sensorial mesmo.

Então, shampoos que não produzem espuma limpam da mesma forma que os que produzem. Mas aqui tem uma observação importante: se o seu shampoo é do tipo que espuma muito e, no momento da lavagem, não houver espuma, é porque os fios estão muito sujos, e aí vale repetir o processo pra que a sujeira seja completamente removida.

5. Shampoo sem sal é mito

Essa história é antiga, mas ainda hoje muitas meninas questionam isso por aqui e algumas alegam que não usam shampoo com sal porque eles fazem mal para os fios, o que é mito. Todos os shampoos, via de regra,  possuem sal, já que ele tem, no caso dos shampoos, função espessante e espumante, e não vai influenciar na qualidade do produto nem interferir na química ou saúde dos fios.

Os shampoos que se dizem sem sal contém sal, só que um sal diferente do NaCL, que é aquele sal de cozinha. Já são fabricados uns poucos shampoos sem nenhum tipo de sal, mas a vendagem acaba sendo baixíssima porque eles são muito mais difíceis de serem utilizados, pois são líquidos, tipo água mesmo, e também não produzem espuma.

6. Shampoo para cabelos com queda

Shampoo que promete ação contra a queda dos fios funciona muito mais como um “preparativo” para o tratamento, geralmente um tônico, que como tratamento em si, pois o que ele faz, na verdade, é limpar corretamente o couro cabeludo e, a depender dos ativos, ajudar no fortalecimento dos fios ou ativar a circulação local, por exemplo, mas não consegue, sozinho, fazer com que os fios parem de cair e voltem a nascer.

Isso acontece, sobretudo, devido ao pouco tempo em que ele fica em contato com os fios.

7. Cuidados ao desembaraçar

Essa dica me pegou de surpresa, porque sempre usei escova, tipo raquete, pra desembaraçar os fios, e sempre no cabelo molhado, mas a Li explicou que o cabelo molhado deve ser desembaraçado com um pente (os de madeira são ótimas opções), já que eles não possuem arestas e deslizam completamente nos fios, o que é importante no cabelo molhado, pois ele está no máximo da sua elasticidade (ele fica mais liso, “esticado”) e, portanto, mais vulnerável.

10 coisas que você precisa saber pra ter cabelos incríveis

Já no cabelo seco o pente não deve ser usado para desembaraçar, apenas a escova, e é importante que o processo, nos dois casos, seja feito com cuidado, separando os fios por partes, para evitar que eles se quebrem. Ah, e essas regrinhas valem pra desembaraçar os fios e não para pentear ou modelar, viu, gente?

8. Finalizadores com álcool

Muitos finalizadores possuem álcool na composição, mas é preciso ter cuidado principalmente com os fixadores, que, via de regra, não possuem ativos que tratem os fios ou que ajudem a reter a umidade, o que significa que, quando usados em excesso, pioram o ressecamento.

9. Ampolas não são iguais as máscaras

A grande maioria das ampolas, sobretudo as de uso comercial, não são tratamentos, já que agem apenas nas cutículas, enquanto as máscaras (e aqui a Li fala das de uso profissional) agem no córtex e possuem uma concentração muito maior de ativos.

Claro que isso é relativo e já sai um post explicando tudo, porque muitas ampolas de uso profissional são extremamente concentradas e agem mais profundamente, sendo um tratamento mesmo, mas, no geral, elas (principalmente as de mercado/farmácia) agem de forma mais superficial.

10. Não “abafe” o cabelo

O cabelo, sobretudo quando está molhado após a lavagem ou úmido de suor, jamais deve ser abafado com  chapéu, boné ou qualquer outra coisa, inclusive travesseiro (pra quem dorme de cabelo molhado), pois o couro cabeludo precisa secar completamente, evitando, assim, problemas com fungos, que causam caspa e queda dos fios, por exemplo.

O post ficou imenso, tem mais um montão de coisas pra falar (oba!) e se vocês tiverem alguma dúvida sobre cabelos, deixem nos comentários que a Li vai ficar por aqui até o final de junho, então dá pra gente aproveitar de montão! hahaha

Beijos, Ju♥

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

30.04.2015

Cabelos Lindos: 5 Cuidados Essenciais

Sempre dou dicas pra vários tipos de cabelos, porque cada tipo precisa de cuidados específicos, mas, independente da cor ou do tipo, se você quer ter cabelos lindos precisa ter esses cinco cuidados essenciais:

como-ter-cabelos-lindos

1. Boa Lavagem

Não tem como ter um cabelo maravilhoso se você não lava direito, porque isso é o básico do básico!

A água precisa estar na temperatura adequada, os produtos precisam ser os “corretos” pro seu tipo de cabelo, pro que ele precisa naquele momento, eles precisam ser utilizados na quantidade correta e do jeito certo e o enxágue precisa ser perfeito, porque resquício de produto detona o cabelo, seja shampoo ou condicionador, mas expliquei tudinho nesse post aqui, e recomento fortemente a leitura: O jeito certo de lavar o cabelo faz muita diferença!

Outra coisa em relação a lavagem que é bastante importante e que a grande maioria ainda desconhece é que a água pode, literalmente, destruir o cabelo, e pra entender melhor isso e saber como prevenir, vejam esse post: Cabelos destruídos pela água – Sim, acontece!

como-ter-cabelos-lindos

2.Bons Produtos

Não dá pra sair usando qualquer produto e esperar que o cabelo fique incrível, né? É essencial aprender a escolher bons produtos, que são aqueles que podem dar o que o seu cabelo precisa naquele momento.

Um bom produto é um produto indicado para o seu tipo de cabelo, e isso não tem a ver com preço, como expliquei nesse post aqui, porque o que não faltam são produtos bons e baratos pra todos os tipos de cabelo, né?

Falando nisso, aqui no blog tem a Tag #Pechincha, que tem uma seleção enorme de vários produtos bons e baratos, é só clicar aqui pra conferir!

3. O Tratamento Certo

Não adianta comprar uma máscara maravilhosa de hidratação se é de reconstrução que seu cabelo precisa, assim como não adianta fazer um tratamento incrível e super caro se ele não pode dar aquilo que o seu cabelo está pedindo, porque o tratamento certo é individual, vai depender de cada cabelo, em cada momento, não dá pra generalizar.

como-ter-cabelos-lindos

Fazer o tratamento certo, no momento certo faz toda diferença, e se você não sabe qual o tratamento certo pro seu cabelo ou de que ele precisa, esses posts podem ajudar:

4. Alimentação Adequada

É um porre, eu sei, mas a beleza e saúde do seu cabelo está relacionada com o que você come, e se existe deficiência de nutrientes o cabelo vai “refletir” isso.

O cabelo tem fome,  e você precisa “matar” essa fome todos com os dias. Ele precisa de proteínas e aminoácidos, precisa de vitaminas, precisa de minerais e nutrientes pra ficar forte e bonito, mas já falei disso nesse post e nesse vídeo, é só clicar!

como-ter-cabelos-lindos

Ah, e vale lembrar que sem uma alimentação adequada o cabelo fica fraco, caindo e quebrando, e não cresce, viu? Tem que cuidar direitinho disso!

5. Proteção das Boas= Cabelos lindos

Existem dois tipos básicos de proteção que o cabelo precisa: proteção contra os raios solares e contra o calor térmico, porque esses dois bonitinhos aí arrasam qualquer cabelo!

É fundamental usar um leave-in (creme de pentear) que ofereça proteção solar, e isso não é frescura, já que os raios solares dilatam as cutículas levando a perda de nutrientes essenciais para os fios, ressecamento, desbotamento e muito mais.

Já falei sobre isso nesses posts aqui, e também dei dicas de protetor solar pra cabelos, mas se o seu leave-in vier com esse “plus”, não precisa de um produto diferente:

Já o protetor térmico vai proteger os fios do calor do secador, da chapinha e do babyliss, evitando que o cabelo fique ainda mais desidratado e danificado. Expliquei nesse post aqui como esse tipo de produto age e o meu preferido é o Poker Straight, do Lee Stafford (resenha aqui), que é maravilhoso e baratinho, mas quem quiser mais opções, nesse post aqui mostrei os melhores (precisa ser atualizado!rs) e nesse aqui mostrei os bons e baratos.

Esses são, pra mim, os cuidados que mais fazem diferença, os mais importantes pro cabelo, pra qualquer tipo de cabelo!

Beijos, Ju♥

O que você acha do JV?
Adoro!! Sigo há muito tempo!!
3 Segredos Para Transformar a Energia da Sua Casa! Protetor solar para quem transpira muito: 3 dicas salvadoras! Azeite de oliva é tudo de bom pro cabelo! 4 Mitos sobre beleza da pele! Testamos: Perfume Shakira Dance Diamonds! Perfume Yes I Am Cacharel Perfume Idôle Lancôme: Elegância e Delicadeza! Pele madura: 3 Cuidados Essenciais!