16.08.2018

*Bepantol Derma Spray: Um Bálsamo Para Sua Pele!

Já falei dezenas de vezes por aqui do uso do Bepantol, mas sabia que o Bepantol Derma Spray é um super aliado da pele e maravilhoso para usar na rotina facial?

Incorporei esse “danado” nos cuidados com a pele e, gente, como faz diferença!

Perguntei pra Dra Clessya, minha dermato, que vocês já conhecem, a razão disso. Ela explicou que “o Bepantol é rico em dexpantenol, também conhecido como pró vitamina B5, que quando aplicado topicamente é convertido em ácido pantotênico, substância natural da pele, que hidrata de forma bastante eficaz, reparando a barreira natural, suavizando a textura, acelerando o processo de restauração e epitelização da pele após a descamação.”

bepantol derma spray resenha

E o mais legal disso é que todos esses benefícios são proporcionados, no caso do Bepantol Derma Spray.  Com uma textura aquosa, super leve e oil free, ele hidrata, acalma e suaviza sem deixar a pele  pegajosa!

O melhor? Funciona em todos os tipos de pele: oleosas, mistas, normais, secas e sensíveis!

Ah, e não esquece: é importante sempre consultar o seu dermatologista!

Bepantol Spray Solução: Apresentação

De acordo com o rótulo, “o Bepantol Derma Spray contém dexpantenol (pró-vitamina B5) que, na pele, através da sua propriedade higroscópica, mantém a água no interior das células e ajuda no processo de renovação natural.”

bepantol derma spray resenha

Não possui corantes, álcool ou perfume. Para usar na pele, basta borrifar o produto delicadamente na área desejada. Fácil e prático, não é?

Resenha do Bepantol Derma Spray

A embalagem é plástica, vem com 50 ml de produto e conta com tampa em formato de spray.  Com apenas uma borrifada, alcança todo o rosto.

A textura é aquosa, bem líquida mesmo, ele é transparente e não tem perfume. Parece uma águinha, só que daquelas cheias de poder!

bepantol derma spray resenha

Na rotina de cuidados faciais, tenho usado após limpar a pele, de manhã e de noite. Aí dou uma borrifada e aguardo secar.

A pele absorve rápido e não deixa nenhum tipo de vestígio pegajoso ou oleoso. O que fica é uma sensação de maciez, que aumenta à medida que a gente vai usando o produto.

Amei, porque não irritou nadinha. Ao contrário, suavizou e acalmou muito minha pele que, além de super oleosa, é sensível e reativa.

O resultado é uma pele mais hidratada, bem cuidada e saudável, do jeito que a gente gosta!

bepantol derma spray resenha

Como tenho usado ácido no rosto, o Bepantol tem me ajudado demais! Primeiro, porque hidrata. Segundo, porque ajuda na restauração da pele.

Outra forma de uso que fez muita diferença foi na praia. Estava em Arraial D´ajuda mês passado, e vocês sabem como é aqui na Bahia, né?

Mesmo protegendo direitinho, o combo sal do mar, água da piscina, vento, areia e sol pode acabar desidratando e irritando a pele, não tem jeito.

bepantol derma spray resenha

Em casa, na praia, na rua, em qualquer lugar o Bepantol Derma Spray salvaaa a pele!

Aproveitei que ele estava na bolsa  e comecei a usar no rosto ali mesmo. Resultado? A pele não ficou sensível , não ficou ressecada (pele oleosa resseca, gente!) e, milagre dos milagres, tudo isso ajudou a não descascar! 

Tenho gostado muito, usado demais e vale muito a pena, pois é um produto super bom e que faz diferença toda diferença para a saúde da pele.

Preço e onde comprar

Ele tem várias utilidades, rende muito e é vendido em todas as farmácias. Encontrei em Salvador por R$27,90.

Ou seja, tá acessível pra todo mundo!

bepantol derma spray resenha

Já tinha tentado incorporar o Bepantol Derma Spray na rotina de cuidados faciais? Tente e volte aqui pra me contar o que achou, quero saber!

Ah, e não esquece de passar lá no Instagram (@jurovalendo), nos destaques, pois todo dia tem dica nova de como usar Bepantol!

E já falei uma vez no início do post, mas não custa repetir: consulte sempre o seu dermatologista, sempre!

Beijos, Ju♥

*Publicidade

23.07.2018

Cuidados Com a Pele no Inverno: Minha Rotina

Meus cuidados com a pele mudam muito, e quem está acompanhando pelos Stories já deve ter notado isso, né? Mas, pra esse mês estabeleci um rotina básica de cuidados com a pele no inverno.

Isso porque, como trabalho com beleza, recebo bastante produto e acabo usando muita coisa. E muitas de vocês pediram um exemplo de rotina com poucos produtos, que seja prática, rápida e eficaz.

Já tinha feito um post para o Peles Que Contam Histórias falando de cuidados com a pele, daquele básico que vale investir. E hoje vou mostrar o que estou usando, a função de cada coisa e os resultados obtidos até o momento, combinado?

cuidados com a pele no inverno juro valendo

1. Cuidados Com a Pele no Inverno: Limpeza

Pele limpa é tudo e essa é uma tecla na qual eu bato há anos por aqui, né?

Já expliquei que “a pele deve lavada, em regra, duas vezes ao dia, com água em temperatura ambiente, para remover as impurezas e o excesso de sebo (no caso de peles oleosas), o que garante que a barreira existente entre a pele e os produtos usados para tratá-la seja a menor possível.

Isso é importante porque só com a pele limpa o aproveitamento dos ativos de tratamento será adequado. Simplificando: não adianta investir os tubos em um produto maravilhoso se a sua pele está suja, porque ele não vai conseguir agir de forma adequada.”

E pro inverno escolhi voltar a usar o Glycare Duo, da Mantecorp, um produto que gosto bastante por vários motivos. É sabonete e máscara facial ao mesmo tempo, tem ácido glicólico, que amo, niacinamida, óleos e manteigas vegetais, e consegue limpar a pele profundamente sem irritar ou ressecar.

Age super bem nos cravos, melhor ainda nos poros, entrega um resultado rápido, não dá efeito rebote, rende horrores e custa R$ 47,40 nas farmácias (compre aqui). Um verdadeiro achado!

Fiz resenha dele meses atrás, pra conferir é só clicar aqui.

2. Hidratação leve e eficaz

Como o inverno é a temporada dos ácidos (amooo), que tendem a sensibilizar mais a minha pele, que já é sensível e reativa, comecei a usar, após o sabonete, o Bepantol Derma Spray no rosto para hidratar e, gente, como faz diferença!

Tem dezenas de posts aqui sobre o Bepantol, e já tinha inclusive dado a dica de usá-lo antes do ácido retinoico, mas quando incorporei na rotina, usando todos os dias, percebi que ele faz muito mais que apenas suavizar a pele, sabe?

Dou uma borrifada no rosto, espero secar e, em seguida, aplico o ácido.

Além de hidratar, deixando a pele com viço, e sem melecar, deixar resquícios ou algo do tipo, anulou qualquer possível desconforto, como vermelhidão e irritação, por exemplo, que os ácidos geralmente causam na minha pele.

Não fico mais sem, e indico muito!

3. O rejuvenescedor tudo em um

Ao invés de usar vários produtos, cada um com uma função, apostei em um que é super completo: o Sérum Glycare, da Mantecorp!

É um rejuvenescedor com ácido glicólico nano e niacinamida que reduz os poros, melhora rugas e linhas de expressão, melhora a textura, maciez, firmeza e elasticidade da pele, estimula a renovação celular, auxilia na uniformização e no controle de oleosidade, ajuda a proteção contra o fotoenvelhecimento e pode ser usado no rosto, pescoço e colo.

Ou seja, é um produto curinga, que faz tudo de uma só vez, né?

E tudo isso com uma textura super leve, que espalha fácil e “some na pele”, deixando apenas uma suave sensação de sedosidade.

Ácido glicólico funciona demais pra mim, inclusive já falei sobre ele nesse post aqui, mas esse sérum tá me surpreendendo muito! Em pouco mais de 20 dias de uso já vejo muita diferença na pele, coisa que contei aqui ó.

Ele custa R$177,00 (compre aqui), mas rende muito e dura, por baixo, uns 3 meses ou mais, viu? Já faço uma resenha completa!

4. Proteção

Minha rotina de proteção varia muito e depende do meu grau de exposição solar durante o dia.E sim, não importa se é inverno ou verão, tem que usar protetor solar, viu?

No geral uso o Anthelios Airlicium Antioleosidade FPS 30, que é super sequinho e maravilhoso, e complemento com uma camada de cor pra proteger a pele da luz visível.

Vinha usando, há meses, como última camada, o Anthelios Airlicium Antioleosidade FPS 70 com cor, da La Roche-Posay, mas desde a última semana tô usando a base Dermablend, da Vichy, que tem uma cobertura super alta.

Com essa rotina minha pele tem respondido bem demais: a oleosidade está sob controle, os poros estão bem mais fechadinhos, ela está com a textura suave, mais uniforme, viçosa e luminosa.

Pra minha surpresa, também está menos sensível que nos últimos 3 meses.

A única coisa que tem me incomodado é a região abaixo dos olhos, que amanhece super inchada e demora mais da metade do dia para voltar ao normal.

Mas, vou resolver isso com minha dermato!

Agora contem aí quais os cuidados com a pele no inverno que vocês não abrem mão e os produtinhos que têm usado!

Já testou algum dos que falei aqui? Conta aí o que achou!

Pra acompanhar todos os posts do Peles Que Contam Histórias é só clicar aqui. E se quiser ver tudo em tempo real é só ficar ligada nos stories lá do Instagram. Inclusive, tô salvando tudo nos destaques, em Peles, tá?

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥  Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

18.07.2018

Protetor Solar no Inverno: Precisa?

Aquela dúvida básica de sempre: precisa mesmo usar protetor solar no inverno ou é frescura? Precisa, precisa sim, precisa sempre, precisa muito! rs

O hábito de aplicar protetor solar, aliás, deveria ser encarado como o de escovar os dentes, que a gente já vai no automático todos os dias porque sabe que tem que fazer, sabe?

Isso porque a coisa vai muito além do cuidado com a pele, mas com saúde mesmo.

O câncer de pele é o de maior incidência no Brasil, representando 30% de todos os tumores malignos registrados no país. E a Sociedade Brasileira de Dermatologia  já declarou que a maioria dos casos desse tipo de câncer pode ser evitado com medidas simples de fotoproteção diária.

protetor solar no inverno precisa usar

Espero que vocês não vivam essa experiência na família de vocês, mas meu tio (e padrinho) teve câncer de pele, e, gente, câncer não é “brincadeira”. Perdi meu pai e minha avó pro câncer e sei exatamente como a coisa é pesada, pra dizer o mínimo.

Então, correr o risco de ter esse tipo de doença quando podemos, na maioria dos casos, evitá-la com o simples uso de um produto, me acaba, sabe?

Precisa usar protetor solar no inverno?

E não importa se é inverno ou verão, se o sol tá “rachando”,  a chuva tá caindo ou tem neve pra tudo quanto é lado: tem que usar protetor solar todos os dias.

A gente sabe que os raios UVB, que são um dos maiores responsáveis pelo câncer de pele e pelas queimaduras solares, deixando a pele avermelhada, ardida e “queimada” são mais fortes no verão, sobretudo entre as 10h e as 16h.

Mas, a intensidade dos raios UVA não muda muito com as estações, se mantendo praticamente a mesma. E os raios UVA conseguem, por exemplo, “atravessar” os vidros das janelas e dos carros, o que significa que estamos expostos a eles o tempo todo.

E eles são perigosos, pois penetram mais profundamente na pele e,  além de causarem manchas e contribuírem para o envelhecimento precoce, causando danos às fibras de colágeno, que estão relacionadas com a firmeza e sustentação da pele, também aumentam o risco do surgimento do câncer de pele.

protetor solar no inverno precisa usar

Ou seja, não dá pra vacilar. Ignorar o uso do protetor solar diariamente é, pra mim, brincar de roleta russa com a própria saúde, com a própria vida.

Pesado isso, eu sei, mas tenho todos os motivos do mundo pra bater nessa tecla, e enquanto eu estiver na internet escrevendo, vou continuar falando sobre isso com vocês.

Então, sim, tem que usar protetor solar no inverno também, esteja você em casa ou na rua.

Na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê!

Quando estou em casa, uso o Anthelios Airlicium Antioleosidade FPS 30, finalizando com alguma camada de cor, geralmente um protetor com cor, mas pode ser maquiagem, por exemplo, pra proteção da luz visível (expliquei nesse post aqui),

Já quando me exponho diretamente ao sol, como aconteceu semana passada, que estava em Arraial D´ajuda, espojada na praia, me jogo na versão com FPS 70, sem e com cor.

Amo essa linha de protetores da La Roche-Posay e venho usando desde setembro do ano passado, mas existem muitas outras opções (vejam aqui os que já resenhei), pra todo tipo de pele, com todo tipo de preço, então não tem desculpa, né?

Bora manter a pele protegida todos os dias, tá? E pra quem quiser ver mais do nosso especial proteção solar é só clicar aqui.

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…
As leitoras mais incríveis da vida
    Quer ver a sua foto publicada aqui no blog?
    Poste no instagram uma foto com a hashtag
    #JuroValendo