16.02.2018

Melhor Protetor Solar Para Pele Oleosa

Tem meses  (literalmente) que esse post tá pra sair, mas tenho testando tantas opções diferentes que fica difícil escolher o melhor protetor solar para pele oleosa, viu?

Minha ideia era fazer um Top 10, mas optei por deixar apenas os que tenho aqui, pois assim consigo comparar com mais rigor, sabe? Vamos lá!

Qual o Melhor Protetor Solar Para Pele Oleosa?

Vou começar pelas versões tradicionais, depois falo dos que têm cor, tá?

melhor protetor solar para pele oleosa

1. Bioré Bright Face Milk

Amo pra vida toda, é o que deixa a minha pele mais sequinha e tem um sensorial muito bom. O melhor, aliás. Além disso, protege muito bem, tanto no dia a dia como na praia/piscina.

Meu único problema com ele é que só consigo comprar pela internet, e aí tem que pagar frete e esperar chegar, coisa que não funciona muito bem pra uma pessoa ansiosa como eu, né?

Passei quase 1 ano sem comprar por isso, e também porque encontrei opções nacionais muito boas, mas, sem dúvida, é, pra mim, o melhor protetor solar para pele oleosa!

Tem resenha completinha dele aqui, ó.

2. Fotoprotector Isdin Fusion Water Oil Control FPS 50

Comparando, é o que tem o sensorial mais parecido (parecidooo) com os asiáticos. Ele é super leve, tem rápida absorção, não deixa resíduos, não esfarela e deixa a pele aveludada.

 

Tem o PPD (fator de proteção UVA, expliquei nesse post e é bem importante ler!) super alto e a proteção é das melhores.

Segura bem a oleosidade, e, depois do Bioré “rosinha”, é, junto com o da Vichy,  o que mais gosto!

Já fiz resenha dele aqui, é vendido em farmácias e custa, em média, R$80,00.

3. Idéal Soleil Anti-Idade FPS 50 Vichy

Esse é meu xodó atual, porque além de oferecer uma fotoproteção super boa, protege contra os danos infra-vermelhos, tem ação antioxidante e antiglicante, como expliquei na resenha dele.

O sensorial é ótimo, ele desliza fácil, tem rápida absorção e deixa a pele sequinha e, ao mesmo tempo,  sedosa, como se estivesse hidratada, sabe?

Comecei a usar na praia, que é uma situação mais extrema, e ele segurou bem a oleosidade e não deixou a pele melequenta.

Custa, em média, R$79,90, e é facilmente encontrado em farmácias.

4. Filtro Solar Fluid Tonalizante FPS 40 Adcos

Meu velho conhecido, faz é tempo que uso e indico por aqui!

Ele é líquido, fluido, espalha facilmente, não é absorvido tão rapidamente, mas quando seca deixa a pele “no ponto”, sem brilho, mas também sem deixar opaca, sabe?

Protege bem e uniformiza a minha pele, que não tem muitos problemas nesse sentido, e amo também a versão em pó, que uso muitooo!

Custa R$107,00 na loja virtual da marca, e tem 6 opções de cores (a minha é a Peach).

5. Protetor Solar Anthelios Airlicium FPS 70 Cores La Roche-Posay

Desenvolvido especialmente para a pele brasileira, está disponível em 3 cores (a minha é a pele clara), tem ação anti-umidade e dá uma uniformizada boa na minha pele.

A proteção é das mais altas, o que é imprescindível para quem, como eu, tem melasma, e é um dos poucos que possuem a quantidade ideal de óxido de zinco para proteger a pele da luz visível e infravermelho.

A textura é mais grossa, tipo um gel-creme mesmo, mas espalha facilmente e adere direitinho, o que garante um efeito natural.

Aplico em camadas, como expliquei na resenha dele. Não fica melequento e nem pesa, não derrete no calor intenso que faz aqui e não acrescenta oleosidade.

Dos três com cor dessa lista,  é o que menos segura a oleosidade, mas é o que mais tenho usado desde novembro por recomendação da dermato, e gosto bastante.

Daí, finalizo com um pouco do protetor em pó da Adcos e ele segura mais tempo, sabe? Custa R$89,90 e é vendido em farmácias.

6. Photoderm Nude Touch 50 + da Bioderma

Disponível em 3 cores (tô com o dourado aqui, que é uns 3 tons acima do meu), ele tem um sensorial bem diferente: quando aplico parece um primer bem leve, aí vai evoluindo na pele e fica parecendo um pó aveludado. Esquisito, né? rs

Não é completamente absorvido, então fica a sensação de que tem um pó ali, mas nada que me incomode. No início achei que, apesar de não acrescentar oleosidade ou brilho, ele não ajudava a controlar. Mas, depois que comecei a aplicar em camadas o brilho natural da pele demorou mais para surgir, então talvez o “segredo” seja esse, né?

A proteção é muito boa, a cobertura é baixa, mas uniformiza direitinho minha pele, e ele não adere tão bem na minha pele, como o da Adcos, por exemplo.

Mas, das versões com alta proteção (o PPD é 25!), é dos que mais funciona pra mim.

Custa R$89,90 e é vendido em farmácias e perfumarias.

7. Protetor Solar em Cápsulas

Esse é pra qualquer tipo de pele, e é um complemento, na verdade.

Uso há mais de 4 anos por causa do melasma, por indicação da minha dermato (falei nesse post aqui), e não fico sem de jeito nenhum. Ela faz muita diferença na minha pele, principalmente no verão, quando meu melasma, mesmo usando bastante protetor, tende a escurecer.

Das vezes que fiquei sem tomar, a mancha ficou pior, então ele não sai mais do “cardápio” rs.

Custa R$50,00 na Artvitta (compre aqui).

Sempre que tiver mais produtos que possam ser incluídos nessa lista, atualizei, tá? E indiquem aí os preferidos de vocês, quero saber!

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

31.07.2017

Photoderm Nude Touch 50+ Bioderma

Protetor solar para peles oleosas faz parte da categoria “busca eterna”, e quando o danado tem “cor”, promete alta proteção com aparência natural e toque aveludado, a gente não resiste, né? Pois essas são apenas algumas das promessas do Photoderm Nude Touch 50 + da Bioderma!

E a coisa não para por aí não, viu, gente? As promessas são muitas, de fazer babar!

Photoderm Nude Touch: As Promessas

De acordo com a marca, “trata-se de um protetor solar para peles mistas e oleosas com textura líquida que vira pó, garantindo aparência natural e efeito mate aveludado.

Photoderm Nude Touch 50+ Bioderma

É muito resistente à água, sem perfume, com textura ultraleve e alta proteção UVA (25) e UVB (FPS 62). Também não contém parabenos, é 100% mineral, hipoalergênico, oil control com ação anti-brilho de 8 horas e promete melhora na textura e uniformidade da pele em até 21 dias.”

No folheto informativo diz que, com o uso contínuo, dia após dia as imperfeições da acne são atenuadas (-74%) graças aos ativos que regulam a produção do sebo, melhoram a textura da pele e conferem ação antioxidante.

O Photoderm Nude Touch está disponível em 3 cores: muito claro, claro e dourado. A que recebi da marca foi a dourada, e ela é uns 2 ou 3 tons acima do tom da minha pele.

Photoderm Nude Touch 50+ Bioderma

Resenha do Photoderm Nude Touch Bioderma

A embalagem é plástica e durinha, tem tampa de rosquear e o biquinho dosador é do tamanho ideal, mas gostaria mais se tivesse algum “biquinho” ou pump, porque aí não encostaria na pele no momento da aplicação.

Vem com 40 ml, a textura é bem fluída e leve, e não tem perfume. Antes de aplicar é preciso agitar bem o produto até ouvir o barulho das bolinhas.

Espalha facilmente e o sensorial é interessante… Assim que aplico a textura parece a de um primer levinho, mas a coisa vai evoluindo e minutos depois a sensação é de um pó bem aveludado mesmo, um troço diferente! rsrs

Ele não deixa a pele oleosa, melequenta nem esbranquiçada, mas não é completamente absorvido nem desaparece na pele como o Bioré, por exemplo. A gente sente que tem “algo” ali, sabe?

Photoderm Nude Touch 50+ Bioderma

Não deixa a pele oleosa nem brilhando, mas também não controla, pelo menos até o momento, a situação. O brilho natural da pele começa a dar as caras umas 4 horas depois, mas como ainda não completei 21 dias de uso, não posso dar um parecer final sobre o assunto. Se notar algo de diferente volto pra contar, combinado?

O acabamento é semi mate e tem uma cobertura baixa, do tipo que adiciona cor a pele e uniformiza suavemente, mas nem de longe ele substitui a base, e nem se propõe a isso, então não podemos cobrar, né?

Acho que a cor ideal pra mim seria a Clara, e achei a Dourada amarelada demais.

Photoderm Nude Touch 50+ Bioderma

Para pele oleosa e melasma: compensa?

Gostei bastante do fator de proteção alto, sobretudo o UVA, que é de 25, excelente para quem, como eu, tem melasma, e é um dos poucos protetores de alta proteção que não melecam a cara toda nem deixam resíduos esbranquiçados.

Ah, também consigo usar tranquilamente com maquiagem por cima e não tive nenhum tipo de problema.

Dos protetores com cor para peles oleosas, ele fica um pouquinho atrás do da Adcos, que adere melhor a minha pele, mas é sim uma ótima opção!

Photoderm Nude Touch 50+ Bioderma

Custa R$89,90 e é vendido em farmácias e perfumarias.

Alguém já testou? Conta aí o que achou! Aproveita e me diz qual é o seu protetor solar com cor preferido para peles oleosas!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

28.02.2017

Protetor Solar Actine Antioleosidade FPS 30

Gosto muito do sabonete facial Actine pra peles oleosas, e ele, inclusive, já apareceu por aqui algumas vezes no Top 10 da Leitora, então quando recebi o Protetor Solar Actine Antioleosidade pra testar, larguei de mão o da Isdin e corri pra ver como esse aqui se “comportava”.

Minha pele, desde que parei com a pílula, ficou muito mais oleosa, e moro praticamente na esquina do sol, porque Jequié não é só quente, meu povo, Jequié é super quente, super seca e tá no limítrofe entre a caatinga e a zona da mata. Ou seja, aqui o bicho pega com gosto!

E pra alguma coisa funcionar bem na minha pele, com o clima daqui, não é fácil, e são raros os produtos que dão certo. Agora que já está tudo explicadinho, vamos pra resenha!

Protetor Solar Actine Antioleosidade FPS 30

Protetor Solar Actine Antioleosidade FPS 30: As Promessas

De acordo com a marca, “o Protetor Solar Actine Antioleosidade traz a solução para as peles oleosas e acneicas em 3 ações específicas: ampla proteção UVA e UVB, graças à presença dos filtros Tinosorb S, Octocrileno e Metoxicinamato de octila; possui PCA de Zinco e o complexo antibrilho que garantem o controle eficaz da oleosidade e do brilho,  e possui agentes hidratantes, glicerina e polímeros matificantes, que reforçam a barreira cutânea mantendo a hidratação natural da pele.”

A fórmula é oil free, sem parabenos, sem perfumes, hipoalergênica e não comedogênica. É indicado para peles oleosas e/ou acneicas.

A embalagem é plástica e em bisnaga, meu tipo preferido, já que dá pra usar até a última gota. A tampa é de flip-top e vem com 120 ml (tem a de 60 ml também).

Protetor Solar Actine Antioleosidade FPS 30

A textura é cremosa, fluída e leve. Ele é branquinho, e embora não tenha perfume, tem cheiro (são coisas diferentes! rs), mas é algo bem suave.

Protetor Solar Antioleosidade: os fatos

Ele espalha facilmente, graças a textura mais leve, não deixa a pele esbranquiçada, não é melequento ou gorduroso e nem deixa meu rosto brilhando feito perna de passista de escola de samba, o que é ótimo.

Tem um ótimo rendimento e demora um tiquinho pra absorver, mas quando absorve deixa a pele mais seca, só que não tanto quanto eu gostaria, e com um toque mais aveludado, sabe?

Gostei do fato de não obstruir os poros, de poder usar tranquilamente antes da maquiagem,  de não irritar a pele (um milagre!) e de ter um preço bem bom pra qualidade e quantidade de produto (R$69,90 por 120 ml, enquanto a maioria vem com 60 ml e tem essa média de preço).

Protetor Solar Actine Antioleosidade FPS 30

Contudo, apesar de não piorar, ele não segura a oleosidade da minha pele por muito tempo, e umas duas horas depois da aplicação já começo a notar uns “pontos de brilho” na testa e no queixo. Em locais com climas mais amenos acredito que segure mais tempo, até pelas resenhas que li sobre ele, mas aqui a durabilidade do “toque seco” não foi muito grande.

Outro problema é que não informa qual é o PPD e isso, pra mim, é essencial, já que tenho melasma e, por recomendação da minha dermato, só posso usar protetores com PPD maior que 12 pra realmente proteger a pele das manchas.

Como o FPS dele é de 30, acredito, de acordo com as regras aplicadas aqui no Brasil, que o PPD seja de 10, que é menos do que preciso.

Protetor Solar Actine Antioleosidade FPS 30

E aí, compensa?

Meu preferido continua sendo o Bioré rosinha, seguido pelo da Isdin Fusion Water Oil Control, mas, comparando com todos os outros que já usei, analisando os prós e contras, esse fica em terceiro lugar.

Alguém já usou? O que achou? Conta aí! E me diz qual filtro solar para peles oleosas você mais gosta, quero testar novas opções!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

O que você acha do JV?
Simplesmente o melhor blog! Única blogger que eu confio de olhos fechados, se Ju falou, tá falado, tem discussão não! maravilhosaaaaaa! Não compro nada sem…
Óleo de coco salva o cabelo! 5 Formas de usar Água Termal Cabelo Comprido em 5 dicas fáceis! Desodorante Natural de Cristal é tudo de bom! Pele bronzeada perfeita com 5 dicas infalíveis! Saiba qual argila é melhor pra sua pele! Cabelo Loiro No Verão: Como cuidar? Reconstrução Capilar: O Guia Completo!