Vizcaya
01.02.2016

Umectação Reversa: Seu Cabelo Vai AMAR!

Muito mais nutrição pro seu cabelo!

Acho que quase todo mundo aqui já conhece a umectação, né? Eu, que sou louca por óleos vegetais (e óleos essenciais também!) não abro mão de usá-los nos fios e já falei disso por aqui diversas vezes, mas a Umectação Reversa é novidade, e quem criou e me apresentou foi uma leitora, a Lo Yonekura, que é Química  (valeu, Lo!), lá no Facebok hoje.

umectação reversa juro valendo ju lopes

A umectação é, basicamente, o bom e velho banho de óleo que, provavelmente, sua avó usava e, dizem, as francesas até hoje não abrem mão, só que com o nome repaginado pra “agregar valor” ao procedimento, sabe? hahaha Pra quem quiser entender melhor como funciona e as várias formas de usar óleos vegetais nos cabelos, sugiro a leitura desses posts aqui:

Umectação Reversa

Na umectação “tradicional”, a gente aplica o óleo no cabelo, deixa agir e depois lava com shampoo e condicionador/máscara. Já na umectação reversa a coisa é diferente: primeiro você vai lavar bem o cabelo com shampoo, pra remover as impurezas e oleosidade, e aí sugiro o uso de um pré shampoo, um shampoo detox ou mesmo de um antirresíduos (falei deles nesse post aqui).

umectação-reversa

Feito isso, é preciso remover o excesso de umidade do cabelo com a toalha,  deixando-o bem “enxuto”. Aí você vai aplicar em todo o cabelo a máscara de sua preferência e, em seguida, nas partes onde o cabelo está mais danificado, você aplica algumas gotinhas de óleo vegetal (bem pouco!), preferencialmente o de pracaxi (mas pode ser o de coco, o de abacate, jojoba etc), que é super leve e não pesa nos fios, deixando agir por uns 30 minutos e enxaguando em seguida (não usa shampoo novamente!)

Umectação reversa com óleo de pracaxi é vida!

A Lo explicou que mistura o óleo de pracaxi (falei dele nesse post, é maravilhoso!) com óleo de damasco e manteiga de shorea, mas como não tinha esses dois últimos aqui, usei só o óleo de pracaxi e fiquei apaixonada com os resultados!

A máscara que usei foi a de Murumuru, da Natura (resenha aqui), e logo depois apliquei exatamente 4 gotinhas de óleo de pracaxi na palma da mão, espalhei bem e distribuí nas pontas. Deixe os 30 minutos e enxaguei, mas com aquele medinho do cabelo ficar oleoso ou murcho, sabe? Que nada, o cabelo ficou super sedoso, soltinho, com movimento, alinhado e definido, nada pesado, nada melequento!

umectação reversa ju lopes juro valendo

Acho que é uma ótima opção pra tratar o cabelo, principalmente as partes mais detonadas, como as pontas, por exemplo, com a vantagem de ser mais rápida que a umectação tradicional, mais fácil e simples de fazer.

Usando óleos mais leves, como o de pracaxi, dá pra usar em qualquer tipo de cabelo, já os mais pesados, como o de coco, por exemplo, sugiro para os cabelos mais grossos, ressecados ou porosos, mas é uma receitinha que todo mundo pode se beneficiar!

Gostei tanto que venho fazendo sempre que uso uma máscara mais poderosa, porque aí já faço um “tratamento completo”, sabe como é? Agora vou providenciar o óleo de damasco e a manteiga de shorea pra ver como eles funcionam no cabelo, daí volto pra contar pra vocês. E se testarem voltem pra contar, tá?

Beijos, Ju♥

Ei, vamos ficar juntinhas nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

Vizcaya
27.07.2015

Pontas Ressecadas: como tratar o cabelo?

Já fiz vários posts por aqui falando de cabelos secos e ressecados, mas algumas meninas pediram dicas específicas  pra tratar as pontas ressecadas, porque em alguns casos o cabelo nem está tão ressecado, mas as pontas mais parecem palha de milho! rs

As meninas de cabelos cacheados ou afro tendem a sofrer muito com o ressecamento das pontas, já que o próprio formato do cabelo impede que a oleosidade natural chegue até as pontas. O mesmo vale para quem faz químicas capilares, já que, nesse caso, o cabelo perde muitos nutrientes. E sim, isso vale pra qualquer tipo de química capilar!

Mas, não se enganem! Nesmo quem tem cabelos lisos e/ou oleosos também pode sofrer com o ressecamento nas pontas! E pra quem acha isso meio esquisito (eu achava! rs), já expliquei nesse post aqui que cabelo ressecado é  diferente de cabelo seco.

pontas ressecadas como tratar

Como Tratar Pontas Ressecadas

Quando as pontas estão ressecadas é essencial hidratar e nutrir os fios. A hidratação vai repor a água perdida. Já  a nutrição, sobretudo se usarmos óleos vegetais pra nutrir, vai fazer a reposição lipídica e, principalmente,  garantir que a água que foi reposta não se perca tão facilmente.

Ou seja, o óleo vegetal vai formar uma camada de proteção que reduz a perda de água, o que garante que as pontas (e o cabelo todo, claro rs) não ressequem tão facilmente.

Então, nutrir e hidratar semanalmente é “de lei”, tanto pra evitar que as pontas fiquem ressecadas quanto para combater o ressecamento.

Umectação e Hidratação para Pontas Ressecadas

Eu sou muito fã das umectações, que não passam daqueles banhos de óleos que as vovós faziam e que, dizem, as francesas não abrem mão, e já expliquei tudinho sobre elas nesse post aqui. Umectação é vida, meu povo, juro valendo!

No caso das pontas ressecadas,  elas são extremamente úteis e, de verdade, ainda não encontrei nada melhor pra reverter o estrago! Quando as minhas estão muito ressecadas, aplico óleo vegetal nelas antes de lavar os fios, em todos os dias em que lavo. Aí deixo agir por 1 hora e lavo depois.

Isso aí é um tratamento de choque e recupera rapidamente as pontas ressecadas. E a medida que o ressecamento for melhorando, vá dando um “espaço” maior entre uma umectação e outra pra não sobrecarregar o cabelo, como falei nesse post aqui. Isso faz diferença, viu?

Os óleos que mais gosto são o de coco,  abacate,  jojoba e pracaxi, e falei deles nesse post aqui Mas, existem muitos outros óleos vegetais, então escolha o que mais te agradar. Muita gente se deu bem com o óleo de amêndoas, vale testar!

pontas ressecadas como tratar

Aposte nos Óleos Finalizadores!

Os óleos finalizadores quase nunca tratam efetivamente o cabelo, isso é fato. Contudo,  a capinha de proteção que eles formam ajuda muito a evitar que as pontas ressequem ainda mais. Então, é bom aplicar umas gotinhas nas pontas, sempre após o leave-in ou creme de pentear.

Pra quem quiser opções boas e baratas, é só clicar aqui.

5 Dicas Certeiras de como recuperar pontas ressecadas

1. Calor térmico? Cuidado dobrado! O uso do secador, chapinha e babyliss resseca muito o cabelo, sobretudo as pontas, então capriche no protetor térmico, o grande protetor das dependentes da escova rs! Nesse post aqui tem 5 ótimas opções, confere aí!

2. De olho na temperatura da água! A água muito quente resseca ainda mais os fios, sobretudo as pontas, então tenha o cuidado de usar a água mais morninha quando for lavar os fios.

3. Shampoos e condicionadores com ativos hidratantes e nutritivos são os mais indicados pra combater o ressecamento nos fios, opte por eles!

4. Cuidado com os raios solares! Eles danificam bastante os fios, e eu não tô falando de “sol de férias” não, tô falando do dia a dia mesmo. Então,  dê preferência a produtos que ofereçam proteção solar, principalmente os cremes de pentear ou o leave-in, que são os produtos que mais ficam em contato com os fios.

5. Trate, trate e trate! Cabelo precisa de manutenção, e isso a gente faz todos os dias, escolhendo os produtos certos, usando máscaras de tratamento e protegendo o cabelo. É muito melhor manter uma rotina de tratamento, evitando que o cabelo estrague tanto, que gastar os tubos pra recuperar depois, né?

Ah, pra quem quer um produto de efeito imediato, ainda não conheço nada melhor que o Repair Rescue Sealed Ends (resenha aqui)!  Ele é indicado pra pontas duplas mas dá uma boa maquiada no ressecamento. Custa R$92,90, em média, e vale cada centavo!

E vocês, conhecem algum outro produto? Uma dica das boas? Compartilha aí, menina! Por aqui a gente adora dicas novas! E se tiver alguma sugestão de post, deixa nos comentários!

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essas? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

30.06.2015

Umectação com Óleo de Rícino e Bepantol

Quando fiz o post falando dos benefícios do fedido óleo de rícino para os cabelos (post aqui), prometi uma receitinha mara, lembram? Pois vim cumprir a promessa! A receitinha é uma umectação com óleo de rícino e Bepantol, e ela tem feito maravilhas no meu cabelo!

Resolvi “misturar” os dois porque acho o óleo de rícino muito “preguento”, não gosto da textura, sabe? Daí tentei fazer um “mexido” com os dois e não deu certo, lógico, porque eles não se misturam direito (embora o D-Pantenol seja solúvel em óleo e em água), mas como sou insistente tentei de outro jeito e deu certo. Anota aí:

Você vai precisar de:

  • 10 ml de Bepantol solução
  • 5 ml de óleo de rícino
  • 1 borrifador (opcional)

umectação com óleo de rícino

A quantidade vai variar muito, porque depende do tamanho e do volume do cabelo, mas pro meu cabelo essa quantidade é o bastante.

Como fazer a Umectação com Óleo de Rícino e Bepantol

Com o cabelo seco, borrifo o Bepantol no cabelo, caprichando nas pontas e nas partes mais estragadas, mas se você não tiver borrifador em casa (vende em casa de cabeleireiro), coloca a medida na tampinha, vai derramando aos poucos na mão e passando nos fios.

Espera uns 5 minutinhos pra que o cabelo absorva melhor o produto e comece a aplicar o óleo de rícino nas pontas e no comprimento. Aqui vale lembrar que o óleo, assim como qualquer outro produto de cabelo, deve ser aplicado no sentido da cutícula, ou seja, de cima para baixo.

Deixe o produto agir por 1 hora, lave com shampoo (não pode ser antirresíduos!) e finalize com uma máscara, preferencialmente nutritiva.

Pra quem não tem problema com o cheiro (eu tenho!), vale fazer essa umectação de um dia pro outro, mas aí tem que proteger o cabelo com uma touca daquelas plásticas ou de alumínio pra não sujar a fronha, é que o máximo que consigo aguentar com o óleo de rícino é 1 hora, porque esse cheiro não é de Deus não! rs

Ah, e é legal dar uma “abafada” no cabelo com uma touca ou mesmo com papel alumínio, pois isso ajuda a potencializar o efeito, porque melhora a penetração dos produtos.

Resultados

No meu cabelo, que é quimicamente tratado e poroso, essa mistureba funciona muito bem, os fios ficam muito mais alinhados, sedosos e “controlados”, sabe? O efeito nas pontas é show de bola, e o melhor é que não pesa no meu cabelo, ao contrário, deixa o cabelo soltinho e leve. Puro poder!

Alguém já tentou algo parecido? Conta aí! E se quiser mais misturinhas, confere essas aqui, ó:

Beijos, Ju♥

P.S: Meninas, a Ju está descansando e, enquanto isso, eu, Larissa, estou cuidando aqui do blog e das redes sociais dela, e assim que ela tiver melhor os comentários serão respondidos. Ela já tinha muitos posts agendados, então o blog segue com 2 posts diários.

O que você acha do JV?
Bom dia , eu não conhecia o blog mais entrei hoje e adorei , tem muitas dicas , orientações, e as explicações não são pela…