27.11.2015

Perfume Savana Style Pleasures, Mahogany

O dupe do La Vie Est Belle. Será?

Semana passada mostrei por aqui algumas coisas que chegaram no #CorreioDaJu (veja aqui), inclusive esse perfume da Mahogany, o Savana Style Pleasures, e algumas meninas pediram pra resenhar, principalmente depois que falei lá no Snapchat (jurovalendo, segue lá!) que uma leitora avisou no Instagram que ele era o dupe do La Vie Est Belle, da Lancôme.

perfume-mahogany-savana-style-pleasures

O Savana Style Pleasures é descrito pela marca como uma “fragrância feminina fashion de notas especiais e um caminho olfativo floral oriental”. As notas de saída são bergamota, pomelo e flor de laranjeira, as notas de corpo são a íris de Firenze, jasmim, coeur de patchouly e praline, e as notas de fundo são o âmbar, o musk e a baunilha.

A embalagem é preta e pink, com toques de dourado,  mais “fashion” mesmo, e acho que a semelhança  com o La Vie Est Belle se restringe ao “primeiro cheirinho”, as notas de saída, não bem como se fala, sabe?

Não tenho o La Vie Est Belle aqui, mas lembro bem do cheiro e acho que ele, mesmo sendo um “doce mais quente”, tem um toque frutal que diferencia muito do Savana Style, que é um floral oriental um pouco mais “fechado”.

perfume-mahogany-savana-style-pleasures

Mas, vamos falar sobre o Savana Style, né? Já falei por aqui que meu tipo preferido de perfume é justamente o floral oriental, e gosto muito do Savana no começo porque ele é “doce” na medida, um doce que não enjoa, um intenso que não é invasivo.

Só que, com o passar do tempo, o cheiro me lembra amêndoa caramelizada e baunilha, e aí já não gosto tanto, mas é coisa de gosto mesmoo e quem é fã de baunilha ou de perfumes com um toque mais forte de “caramelo”, vai gostar, porque ele não fica doce nem enjoativo.

De qualquer forma, é um perfume bem gostoso, e, pra mim, mais indicado pra noite ou pro inverno, porque nesse calor eu gosto de coisas mais leves e frescas, mas ainda assim docinhas rs.

perfume-mahogany-savana-style-pleasures

Tem uma fixação boa pra um desodorante corporal (a marca descreve assim), e mesmo não durando horrores, fica na pele por um bom tempo, mesmo que de forma mais suave, mais, inclusive, que vários perfumes nacionais que já testei.

Ele vem com 100 ml e tá saindo por R$98,00 no site da marca. Alguém já usou? Acha parecido com algum outro? Conta aí!

Tô querendo trocar de perfume faz tempo, mas ainda não achei nada pra substituir o Le Parfum (falei dele aqui)! Já olhei vários, arrisquei alguns e ó, nada! Tô chata, viu? rs

perfume-mahogany-savana-style-pleasures

+ Perfumes

Beijos, Ju♥

27.11.2015

Cabelos Mistos: 8 Dicas pra Raiz Oleosa e Pontas Secas

Pra equilibrar os fios!

Cabelos mistos dão um trabalho danado, sabia, meu povo? O problema é que uma parte do cabelo é exatamente oposta a outra, ou seja, a raiz é oleosa e as pontas são secas, o que torna a rotina de cuidados muito mais complicada, né? Aqui, é preciso cuidado redobrado na escolha e no uso dos produtos, na lavagem e também no tratamento dos fios.

Pra dar uma ajudinha extra, preparei 5 dicas das boas, coisa que aprendi na época que fazia progressiva, anos atrás, e ficava com ” raiz de boi lambeu” e com as pontas esturricadas, e que se repete sempre que retoco as luzes. Ah, sim,  a descoloração tende a deixar a raiz mais oleosa e as pontas mais ressecadas, viu?

1. Mantenha a raiz limpa

Priorizar o cuidado com o couro cabeludo, pra manter a raiz limpa, é fundamental!

O motivo é simples: se a oleosidade começar a se acumular é comum o surgimento de caspa e, com isso,  os fios podem começar a cair, já que a excesso de oleosidade e a caspa podem acabar obstruindo os folículos e impedindo a correta oxigenação.

Quando isso acontece, o crescimento fica comprometido e, em muitos casos, o cabelo cai.

cabelos mistos raiz oleosa e pontas secas

Por isso, o cabelo deve ser lavado sempre que a raiz começar a ficar mais oleosa. É preciso evitar  água quente, já que o calor vai piorar a oleosidade, e investir em um detox capilar pelo menos uma vez por mês.

Ah, e essa história de que não pode lavar o cabelo todos os dias é mito, gente. Tudo vai depender das necessidades do seu cabelo, sabe?

2. Escolha o shampoo certo para cabelos mistos

Gosto bastante de, primeiro,  usar um pré shampoo, que é um shampoo mais adstringente, em todo o cabelo, e em seguida uso um shampoo de tratamento no comprimento e nas pontas. Sei que muita gente que tem cabelo misto usa shampoo para cabelos oleosos na raiz e outro para cabelos secos no comprimento e nas pontas, e isso funciona sim. Mas, acho que vale  apostar em um shampoo específico para cabelos mistos, sobretudo pra quem não tem muito tempo.

Esse tipo de shampoo vem com a promessa de hidratar a parte ressecada sem deixar a raiz oleosa, já que faz uma limpeza suave, que remove o excesso de oleosidade, e hidrata sem pensar.

E se você tiver apenas um shampoo em casa, e ele for pra cabelos oleosos, o truque é aplicá-lo apenas na raiz, preservado as pontas. Assim, a higienização das pontas é feita com a “espuminha” que vai escorrendo, o que ajuda a evitar que elas fiquem ainda mais ressecadas.

3. Use o condicionador da maneira correta

Shampoo, via de regra, resseca os fios, e shampoo para cabelos oleosos resseca ainda mais, coisa que complica quando o comprimento e, principalmente, as pontas, já estão bastante ressecadas. Então, você vai sim usar o condicionador, e um condicionador potente, mas vai usar do jeito certo!

cabelos mistos raiz oleosa e pontas secas

É essencial que o produto seja aplicado apenas no comprimento e nas pontas (eu aplico do pescoço pra baixo), e que se tenha o cuidado de não passar a mão com resíduo de condicionador na raiz, coisa que já fiz muitas vezes! rs

Já falei mais sobre lavagem dos fios nesse post aqui, e recomendo a leitura porque ela interfere demais na aparência dos fios, sabe?

4. Combatendo o ressecamento

Como qualquer outro cabelo, o cabelo misto precisa de uma rotina de tratamento que envolva máscaras com ativos hidratantes, nutritivos e reconstrutores pra devolver aos fios o que foi perdido na química capilar e o que é perdido no dia a dia.

A questão, aqui, é muito mais a forma de usar: jamais deixar que a máscara encoste na raiz. Evitar abafar os fios também é indicado, porque o abafamento vai gerar “calor” e piorar a oleosidade da raiz.

5. A escolha dos finalizadores para cabelos mistos

Cabelos mistos precisam sim de creme de pentear e podem usar óleos capilares, desde que a raiz seja preservada. No caso dos óleos, é essencial que eles sejam leves. Pra quem usa defrizantes, é preciso ter cuidado na escolha, já que eles tendem a pesar mais nos fios e, mais uma vez, preservar a raiz.

Isso é mais importante pra cabelos mistos e oleosos, mas acho válido pra quase todo tipo de cabelo: evite, sempre que possível, usar finalizadores na raiz!

Porque? Bom, porque sempre fica um resíduo, que vai se acumulando e se misturando com as impurezas, o que acaba obstruindo os folículos, sabe? Por isso, aliás, é tão importante fazer a correta higienização do couro cabeludo!

cabelos mistos raiz oleosa e pontas secas

5. Cuidados com o uso do secador

Seu cabelo é misto e você não abre mão do secador (e da chapinha)? Então senta aí que a gente precisa conversar! rs O calor térmico vai estimular a oleosidade, e se a raiz é oleosa a coisa vai piorar. Mas, piora também o ressecamento das pontas, porque, estando ressecadas, ele vai “potencializar” a desidratação.

O que você precisa fazer é:

  1. Usar um protetor térmico que tenha a textura mais líquida e que não pese na raiz, já que ela também vai precisar de proteção. Ou seja, nada de protetor térmico “cremoso”.
  2. Como o calor do secador/chapinha piora a oleosidade da raiz, evite que seu cabelo fique por mais tempo sob o calor térmico. Como fazer isso? Simples:  removendo o excesso de umidade e esperando que os fios sequem um tiquinho antes de começar a usar o secador.
  3. Não encoste o secador na raiz, aumente a distância e evite que a temperatura esteja muito alta, ao menos quando for secar a raiz.

6. Aposte no detox capilar

Detox capilar é amor pra toda vida e quem não fez ainda, precisa começar a investir. Ele faz uma limpeza mais profunda do couro cabeludo, removendo todo o excesso de impurezas, resíduos e oleosidade.

E isso significa uma melhora enorme na oxigenação do couro cabeludo, redução da oleosidade e melhor absorção dos ativos de tratamento.

Esse é um tipo de tratamento que pode ser feito em salão, mas também em casa, com kits prontos ou com minhas receitinhas, ó só:

cabelos mistos raiz oleosa e pontas secas

7. Shampoo esfoliante: uma boa ideia!

O uso semanal de shampoos esfoliantes também podem ajudar no controle da oleosidade sem raiz, sem piorar o ressecamento das pontas. Pra quem quiser opções,  indico muito o Pré Shampoo Esfoliante da Natura ou o Pré Shampoo Purificante Argiloterapia.

8. Shampoo a seco: use com cuidado!

Shampoo a seco é uma opção pra quando a raiz está muito oleosa e não dá tempo de lavar o cabelo, mas ele deve ser usado com cuidado, como exceção e não como regra.

Além de não substituir a lavagem, o uso excessivo pode acabar gerando um acúmulo de resíduos no couro cabeludo. Pra quem quiser saber mais sobre ele, tem post aqui com um guia completo do shampoo a seco!

Cabelos Mistos: o que evitar

Além das dicas básicas sobre como cuidar dos cabelos mistos, tem uma listinha de coisas que vocês precisam evitar:

  • Evite usar qualquer coisa que abafe o couro cabeludo, como chapéu, por exemplo. Quando não der pra evitar, reduza o uso, pois esse abafamento piora a oleosidade da raiz.
  • Cuidado com o uso de produtos que tenham álcool, como os sprays de fixação, por exemplo. Eles tendem a ressecar os fios e causar efeito rebote, piorando a oleosidade depois.
  • Não deixe o cabelo sujo por muito tempo. A sujeira, somada ao excesso de oleosidade, não deixa o couro cabeludo respirar, o que causa queda, caspa e piora na oleosidade.

Gente, vou parar por aqui porque o post ficou imenso, mas se quiserem dicas mais específicas é só falar, tá? E compartilhem aqui as dicas de vocês!

Beijos, Ju♥

26.11.2015

#SiResponde: Perguntas Sobre o Japão

Eita que faz é tempo que tô atentando a Si pra que ela faça vídeos, viu? Mas sei como a vida dela é corrida lá no Japão, e sei também o tanto que é difícil começar a gravar… Sério, vocês não têm noção! Eu falo igual uma língua de trapo no Snapchat (jurovalendo, segue lá!), mas basta ligar a câmera pra gravar vídeos pro canal que as pernas tremem hahaha.

Mas, a Si começou a gravar, e o primeiro vídeo foi com perguntas sobre o Japão, sobre como é morar lá, se ela gosta ou não gosta, se pensa ou não em voltar, essas coisas… Espero que vocês gostem e que deixem muitas sugestões de vídeos pra ela, é?

E, gente, aproveitando que falo demais, “xô falar”: enquanto aqui eu demoro umas 6 horas pra subir um vídeo no Youtube, porque a internet é mais lenta que tudo, a Si subiu o vídeo em menos de 5 minutos. Fiquei passada! Eis, com certeza, uma coisa super boa de morar no Japão! haha

Beijos, Ju♥

 

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…
4 Passos Pra Uma Vida Mais Feliz Mãos Ressecadas? Acabe com isso já! Como tirar o frizz do cabelo? Cabelo Caindo: Resolva já! Melasma na pele: o guia completo!