Vizcaya
11.12.2015

Como Evitar Que o Ácido Irrite a Pele?

Truquezinho tudo de bom pra suavizar o efeito irritante do ácido!

Como evitar que o ácido irrite a pele? E o que fazer quando ele, teimoso, cisma de irritar? Perguntinhas das boas, que eu, viciada em ácidos, sempre me fiz, e sei que quem começa a usar, seja no rosto ou nas estrias, também se faz.

Como vocês sabem, sempre fui fã de ácidos, sobretudo do ácido retinoico [falei dele nesse post aqui], porque eles fazem muita diferença na pele e dão um resultado mais rápido, mas, como moro numa cidade muito quente, a coisa complica e agora só tenho conseguido usar no inverno, pois com o uso constante minha pele foi “afinando”, ficando mais sensível e irritando facilmente.

Mas, existem sim algumas formas de minimizar essas irritações e deixar a coisa toda muito mais confortável, e é tudo coisa simples, prometo! rs

como evitar que o ácido irrite a pele

Como evitar que o ácido irrite a pele?

Pra começo de conversa, ácido tem que ser usado com indicação e supervisão de um dermatologista, e isso é sério, porque eles têm contra-indicações e, no caso do ácido retinoico, por exemplo, a pele pode irritar, pode descamar, pode queimar, literalmente, então tem que ter acompanhamento, tem que saber como usar, tem que ter a indicação da concentração certa pro seu rosto e tudo o mais, sabe?

Já usei ácido no rosto e nas estrias, e pretendo voltar a usar quando o verão passar, e no início do tratamento tenho minhas “técnicas” pra evitar problema, porque, como aqui é mais quente e minha pele já está mais fina, tudo coça, tudo arde, tudo irrita.

Usando ácido nas estrias

No início do tratamento, pra que a pele vá se acostumando e não irrite, misturo, em partes iguais, o ácido retinoico (geralmente uso o Vitacid) com Bepantol e espalho nas estrias, porque aí a coisa fica menos irritante e mais hidratante. Já vi a dica de misturar com o Hipoglós também, mas entre o cheiro do Hipoglós e do Bepantol, sou muito mais o do Bepantol! hahaha

Outra coisa que ajuda é, no início, usar o produto em dias alternados, sempre com essa misturinha, mas converse antes com o seu dermatologista, que é a pessoa mais indicada pra te orientar.

Se a pele já está irritada, suspendo o uso do ácido por alguns dias e vou usando Bepantol e água termal até que ela fique “bem”, e só depois volto a usar do jeito que falei acima, mas a minha indicação, se isso acontecer é: fale com o seu dermato! É que isso tanto pode ser uma reação normal do ácido como uma alergia, e isso só seu médico vai poder identificar, né?

Usando ácido no rosto

Já quando estou usando o danado no rosto, no início do tratamento misturo a quantidade que costumo usar do ácido com 2 borrifadas de água termal ou de Bepantol Solução e aplico na pele, sempre em dias alternados, assim a pele vai se acostumando.

Claro que dá pra usar a versão Bepantol pomada no rosto, assim como dá pra usar a versão “solução” e a água termal nas estrias, mas minha pele, tanto do rosto quanto do corpo, reage melhor as misturas do jeito que falei aí, deixando o efeito do ácido mais suave, o que evita irritações, vermelhidões e coisas do tipo.

Sem esquecer, claro, que ácido deve ser usado, via de regra, de noite, e que o udo do filtro solar durante o dia é obrigatório, viu? Juízo, meu povo, rai ai! rs  Pra quem quiser saber mais sobre o Bepantol e suas formas de uso na beleza e nos cabelos, é só clicar aqui. E nesse post aqui tem mais 9 formas de usar a água termal na beleza.

E se você tiver alguma dica pra suavizar o efeito do ácido na pele, “faz favor” e divide aí, tá?

Beijos, Ju♥

Vizcaya
17.10.2013

Ácido Retinoico: Faz Maravilhas na Pele!

Postei no insta (@JuroValendo) uma foto com umas tranqueiras que comprei na farmácia ontem, e no meio das coisas tinha a treinoína (tretinoína = ácido retinoico), e como eu disse que ela era “vida pra pele”, muita gente perguntou o que era e pra que servia, daí resolvi fazer um post explicando.

Uso ácido retinoico fez bastante tempo e não dispenso de jeito nenhum porque foi o que transformou minha pele, que era muito mais oleosa, tinha mais manchas e era bem mais  grossa.

Testei todos os ácidos que vocês puderem imaginar, só que minha pele sempre foi grossa e, por isso, só senti mudanças mesmo quando “ataquei” a pele com ácido retinoico 0.05%.

O que é Ácido Retinoico tretinoina, retinoides

Depois que fiz isso consegui alternar com outros ácidos, como o ácido azeláico e o ácido mandélico, e e a coisa funcionou bem, mas o milagre foi feito com a tretinoína/ácido retinoico mesmo.

Para que serve Ácido Retinóico

O ácido retinoico é, com certeza, o queridinho dos dermatologistas, pois ele funciona pra muita coisa e é bastante eficaz pra potencializar o clareamento da pele, estimular a produção de colágeno, melhorar a irrigação da derme, melhorar a firmeza, reorganizar as fibras elásticas e ajudar na renovação celular, controlar a oleosidade e tratar a acne e reduzir rugas e linhas, dentre outras coisas.

Fora isso, é o melhor renovador que existe e deixa a pele viçosa e bonita. Pra tratar e evitar o envelhecimento esse ácido é “babadeiro”, porque faz tudo de uma vez e, melhor, rápido.

Melhor ainda: dá pra usar no rosto, nas mãos, no colo, no pescoço e também nas estrias (tem um post aqui sobre o tratamento da Lilly com esse ácido nas estrias).

cuidados-uso-acido-retinoico1

Ácido retinoico para o rosto: meu tratamento

Ácido retinoico  tem que ser indicado por um dermatologista, pois existem efeitos colaterais e se os devidos cuidados não forem tomados a pele fica pior, muito pior.

Sim, mas farmácias dá pra comprar esse ácido livremente na concentração de 0.025% e 0.05%, mas ele é um medicamento, não é um creme que você usa de “qualquer jeito”.

Quando comecei a usar esse ácido, foi na concentração de 0.05% em gel (tem em gel e em creme), que é intermediária, até a minha pele se acostumar.

Depois fui pra concentração de 0.1%, e hoje eu alterno, pois no inverno uso uma concentração maior, já que moro em um lugar muito quente, e no resto do ano fico na concentração mais baixa, que é de 0.025%.

Logo no início do tratamento é comum que a pele fique vermelhada, descamando e “ardendo”, por isso é importante ter acompanhamento de um dermato pra que ele veja qual a melhor forma de uso pra você.

No início eu usava três vezes na semana e misturava com algum hidratante  ou um pouco de água termal até que a pele “acostumou”.

ácido retinoico

Ele só deve ser usado no período noturno, e assim que você acordar corra pra lavar o rosto e se entupa de filtro solar pois ele aumenta a sensibilidade ao sol, o que pode, literalmente, queimar a pele, mas é queimar mesmo, de formar bolhinha. Ou seja, não dá pra brincar e nem pra esquecer!

Outra coisa que é bom falar é que, sendo  fotossensível, ele estimula a produção de melanina em contato direto com o sol, e se você não proteger a pele muito bem vai acabar cheia de manchas.

Coisas que aprendi usando ácido retinoico

Como já uso esse ácido faz tempo, tem umas coisinhas que fui aprendendo, como, por exemplo, a não usar nenhum produto que contenha álcool, enxofre ou ativo irritante (inclusive esfoliantes) enquanto estou usando o ácido, pois a pele irrita absurdamente e, em alguns casos, “queima”, e isso já aconteceu comigo.

ácido retinoico

No início do tratamento não use o ácido na pele úmida pois ele é forte e a pele úmida absorve muito mais, o que pode causar irritações.

Além disso, cuidado com a quantidade e cuidado com a concentração, que deve ser sempre a menor pra ver como a pele vai reagir ao produto. Se a pele estiver irritada, sensibilizada ou machucada não use ácido, porque o quadro vai piorar!

Tem muito mais coisas pra falar sobre esse ácido, mas tudo que lembrei agora coloquei aqui.

Onde comprar ácido retinoico?

Ah, ele pode ser manipulado e na maioria das vezes uso assim, já que minha dermato insere ele nas minhas fórmulas, mas nas farmácias vende (Vitanol A, Vitacid, etc) e ele não é caro.

Comprei o Vitacid (0.025%) ontem por 15,50 Dilmas, e ele rende muito pois só pode usar pouquinho, sabe?

Enfim, é o meu ativo preferido (também amo argila, mas aí é outra coisa!), e mesmo sendo um ativo bem antigo, é imbatível!

Quando não uso o de farmácia, que mostrei no Top 10 Produtos de Farmácia Para o Rosto, uso manipulado, como na fórmula passada pela minha dermato (post aqui).

Outros Ácidos Que Salvam a Pele

Beijos

Ju

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

09.04.2013

Como Acabar Com As Bolinhas na Pele?

Vocês têm bolinhas na pele? Eu tenho no inverno, e detesto! E como o inverno está chegando e a pele, consequentemente, fica mais seca e coça mais, a coisa acaba piorando e aquelas  malditas bolinhas começam a surgir no bumbum, nos braços e nas pernas.

Como ter aparência de ralador de coco não é meu ideal de beleza (e nem o de vocês), achei melhor fazer um post explicando do que se trata, como evitar e qual o “kit de sobrevivência” pra lidar com o problema.

Bolinhas na pele ou queratose pilar!

Essas bolinhas são conhecidas como queratose pilar e resultam do excesso de queratina nos poros.

A causa é genética, mas alguns hábitos, como  o uso de roupas apertadas ou de tecidos sintéticos, podem piorar o problema. Sabe-se, ainda,  que pessoas que apresentem problemas de rinite alérgica, alergias e asma são as mais propensas a desenvolver a queratose.

Como Acabar Com As Bolinhas na Pele?

A queratose pode ser discreta, quando a pele fica áspera e com uns pontinhos pequenos, ou mais intensa, onde a pele fica bastante áspera, com bolinhas endurecidas, que parecem espinhas ou foliculite e, em alguns casos, avermelhada e  manchada.

Não é contagiosa, mas também não tem cura. Contudo, o  fato de ser crônica não significa que não exista tratamento. Existem inúmeros tratamentos e eles são bastante efetivos.

Como evitar as bolinhas na pele?

A primeira coisa a fazer é deixar a pele hidratada, pois o ressecamento piora o problema. Hidratantes potentes, com ativos como ureia, manteigas vegetais, lactatos ou alfa hidroxiácidos são os mais indicados.

Sabonetes com ácido salicílico ou, para quem tem a pele mais sensível, sabonetes neutros são os mais indicados. A minha dermato me indicou um sabonete com ácido salicílico, mas já vi muita gente indicando sabonetes mais suaves porque a queratose tende a aparecer em locais propensos ao ressecamento.

Como Acabar Com As Bolinhas na Pele?

Um tema polêmico aqui é a esfoliação. Quase nenhum dermatologista recomenda, porque a esfoliação, segundo alguns, aumenta o ressecamento da pele. Bom, posso falar por mim, e eu uso sim, com recomendação da dermatologista,  e ainda uso aquelas buchas vegetais (escondido da dermatologista!) e, no meu caso, ajuda muito, porque a minha pele é oleosa, inclusive nos locais onde a queratose ataca.

Como Acabar Com As Bolinhas na Pele?

Esses cuidados, aliados a banhos de sol, apresentam resultados, pois equilibram a queratinização da pele. Entretanto, nos casos mais intensos, é possível lançar mão de cremes à base de ácido glicólico, ácido retinóico, ácido salicílico, resorcina ou ácido láctico.

Em alguns casos, são indicados cremes à base de corticoides (que eu jamais usarei! #trauma), isotretinoína oral, tratamentos com imunomoduladores ou  peeling de cristal.

Como Acabar Com As Bolinhas na Pele?

Por mais que a tentação seja grande, NÃO” CUTUQUE”, porque cutucar piora o problema e causa manchas, e isso ninguém quer, né?

 Meu kit de combate a queratose pilar é composto por:

  • Bucha vegetal ( para esfoliar, mas só use qualquer coisa esfoliante, inclusive a bucha, com conhecimento do dematologista)
  • Sabonete com ácido salicílico ( Salisoap, Dermax, etc)
  • Ácido Retinoico ( Vitanol A)- Noite
  • Hidratante com Ureia ou Ácido salicílico (Eurecin 10% Ureia, etc)

Alguém aqui conhece algum produto que combata a queratose pilar?

Beijos, Ju

Quer mais dicas como essa?Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

O que você acha do JV?
Bom dia , eu não conhecia o blog mais entrei hoje e adorei , tem muitas dicas , orientações, e as explicações não são pela…