12.01.2021

Rotina de Pele: Só os Produtos Caros Funcionam?

Os últimos dois anos foram dominados por posts e vídeos sobre rotina de pele, e uma coisa que percebo é que muita gente tem a falsa percepção de que só dá pra cuidar bem da pele com produtos caros.

E, gente, isso é uma falácia!

Mas, vamos começar pela pergunta óbvia:

Qual a diferença de um produto caro pro barato?

A resposta pra essa pergunta é bem ampla e envolve um mundo de “poréns”, mas a gente precisa levar em conta algumas coisinhas:

O preço de um produto não tem a ver apenas com sua qualidade e eficácia.

Existem inúmeras variáveis nessa equação, como o quanto foi gasto com a tecnologia por trás do produto, quanto tempo, e aqui tempo é dinheiro, levou pra desenvolver determinado ativo/tecnologia, a oferta ou escassez desse ativo, a embalagem, o preço da celebridade que estrelou a campanha e por aí vai.

É sempre assim? Não, cada produto tem suas particularidades, mas muito mais coisas além de qualidade e eficácia estão na balança sempre.

Ou seja, preço alto nem sempre é sinônimo de qualidade. Assim como preço baixo não é, necessariamente sinônimo de “coisa ruim”.

Ao longo de todos esses anos já vi inúmeros produtos super caros com fórmulas imensamente simples e resultados pifios serem vendidos a preço de ouro.

Assim como vi produtos caros que entregaram resultados incríveis e valeram cada centavo.

Por outro lado, o que não faltam são produtos acessíveis de excelente qualidade, inclusive já falei de centenas aqui no Pechincha.

Mas, também tem muito produto baratex com resultados sofríveis.

Rotina de Pele e Qualidade dos Produtos

Via de regra, o que é determinante na qualidade de um produto são os ativos utilizados na sua composição, a concentração desses ativos, bem como a tecnologia envolvida.

O que será determinante na qualidade de um produto são, via de regra, os ativos, a concentração desses ativos e a tecnologia envolvida.

Só pra dar um exemplo: vitamina C, nem de longe, é tudo igual. Depende da concentração, do veículo, da estabilidade, de várias outras coisas.

E não é só isso.

Não basta o produto ser bom, ele precisa ser bom pra sua pele, pro que ela precisa naquele momento.

MELHOR QUALIDADE PELO MENOR PREÇO

Esse é um mantra pra levar pra vida: “ quero o produto que tenha a melhor qualidade pelo menor preço possível!”

Isso significa o quê?

Significa que você vai pesquisar dentre os produtos indicados pra sua pele naquele momento qual é o que tem o melhor custo-benefício, o que tem ativos que, potencialmente, beneficiem sua pele, porque dinheiro não aceita desaforo!

O preço de um produto deve ser proporcional ao benefício que ele proporciona, e aí existe o que chamo de “escala valorativa”, onde determinados produtos, como a Vitamina C (caso você use), por exemplo, precisam de um investimento maior, já que boas vitaminas C não são baratas por diversos motivos.

Já um simples hidratante, que não prometa benefícios adicionais, não precisa de grandes investimentos.

E existem também produtos que entregam um resultado sensacional, como o ácido retinoico, que é vendido em farmácia como medicamento tópico a depender da concentração, que entrega resultados excepcionais e tem preço bem bom.

Rotina de pele com produtos acessíveis funciona?

Na rotina de pele o mais importante é a constância nos cuidados.

É cuidar todos os dias com os produtos que você consegue manter, que funcionam pro seu tipo de pele.

Isso, a médio e longo prazo, é o que realmente faz diferença!

Então, não cai nessa de que só pode começar a cuidar de verdade da pele quando puder comprar o produto x.

Você pode começar agora, com o que tem em casa, mantendo a constância, insistindo nos cuidados.

Sua pele vai agradecer, garanto!

Ah, e aproveita pra dar uma olhadinha nesse post: Rotina Facial – Precisa de Tudo Isso Mesmo?

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

12.03.2020

Rotina Facial: Precisa de tudo isso mesmo?

De uns meses pra cá só se fala em rotina facial, o que é ótimo por um lado, já que dissemina a importância do cuidado com a pele, mas também pode levar a exageros diversos.

Nesses quase 10 anos de internet já vi isso acontecer com várias coisas, de cabelo a maquiagem, e a onda da vez são os cuidados com a pele.

E aí são trocentas rotinas diferentes, dezenas de produtos “essenciais” e uma ansiedade enorme em quem não tem tempo, dinheiro e/ou disposição pra tudo isso.

Porque sim, cuidar da pele é importante e sempre defendi isso, mas existem outras coisas na vida, né?

Na escala de prioridades não dá, pra imensa maioria dos casos, que o produtinho da vez seja mais importante a feira da semana, o material escolar, as despesas médicas e por aí vai.

E se cheguei ao ponto de fazer um post aqui sobre isso é porque além das dezenas de mensagens que recebo no instagram (@jurovalendo, segue lá!) todos os dias, me deparei com coisas que pra mim são inaceitáveis.

Então, vamos conversar direitinho aqui desde o começo, tá?

rotina facial

Rotina facial é importante?

Sim, a rotina facial é importante. A constância nos cuidados básicos com a pele é o que faz diferença, sobretudo a longo prazo.

Mas aqui precisamos pontuar umas coisinhas básicas:

1. A única pessoa que pode te indicar uma rotina de cuidados específica para sua pele é o seu dermatologista.

2. Cada pele é uma sentença. Ou seja, nenhuma pele é igual a outra. E cada uma possui necessidades diferentes.

E essas necessidades mudam de acordo com as circunstâncias.

3. Ninguém precisa de trocentos produtos pra cuidar da pele.

4. Produto caro não é sinônimo de produto bom assim como produto acessível não é de produto ruim.

Dito isso, vamos para o próximo ponto

De quais produtos sua pele realmente precisa?

Fazendo a ressalva de que a sua rotina só pode ser montada pelo seu dermatologista, o básico da rotina de pele tem 3 passos: limpeza, tratamento/hidratação e proteção.

1.Limpeza

O uso de um sabonete/gel de limpeza ou outro produto específico para o seu tipo de pele é o primeiro passo e, pra mim, dos mais importantes.

Mas você não precisa (precisar é diferente de querer) de 3 ou 4 produtos pra limpar a pele.

O que você precisa é de um bom higienizador facial. O restante funciona como um “plus” a mais. Em alguns casos um plus que faz diferença, que facilita a vida, que dá mais viço e tal.

Mas, esse plus não é essencial.

Adoro as escovas de limpeza facial e sou bem viciada na minha porque noto diferença.

Assim como amo usar tônicos ou água micelar pra complementar a limpeza.

Mas faço, e com louvor, a minha rotina sem eles tranquilamente.

2. Tratamento e Hidratação

Com a pele limpa, a gente segue pra hidratação e/ou tratamento.

Aqui as possibilidades são infinitas e vai depender das necessidades e características da sua pele e do seu bolso.

Você pode usar apenas um hidratante, pois hidratação é essencial, inclusive para peles oleosas. Ou pode ser um hidratante com ação anti-idade. Assim como pode usar vitamina C, clareadores, ácidos e por aí vai.

Tudo depende das necessidades da sua pele.

Produtos que costumo usar

Durante anos usei apenas vitamina C (manipulada, que era mais barata) e ácido retinoico ( o de farmácia, vendido com receita, e extremamente eficiente) e minha pele respondia super bem.

Com o melasma veio a necessidade de usar clareadores mais potentes (a vitamina C tem leve ação clareadora, mas não é exatamente um clareador).

Com a idade comecei a sentir uma necessidade maior de hidratação, mesmo tendo a pele super oleosa, e aí apostei no ácido hialurônico.

Pelo mesmo motivo vi que a pele da região abaixo dos olhos já não era a mesma, e aí comecei a usar um produto específico para essa área.

Uso sempre tudo isso? Claro que não.

No verão, que aqui não é só de dezembro a março rs, não uso ácido retinoico nem clareadores. Esses ficam para os meses frios.

E o clareador uso pra ajudar no controle do melasma mesmo, mas se não tivesse não usaria.

Retinoico uso há 20 anos porque na minha pele é o ativo que mais funciona e é um “anti-idade” maravilhoso, que tem várias funções.

Da vitamina C também não abro mão. Mas, quem é leitora antiga sabe que por anos usei a versão manipulada, inclusive junto com outros ativos pra servir de “tudo em um”.

Na maioria das vezes uso produtos mais caros ou porque, por causa do meu trabalho, recebo das marcas ou porque posso e quero comprar.

Mas se não pudesse cuidaria da pele do mesmo jeito, procurando produtos multifuncionais, apostando nos manipulados e encaixando tudo no meu orçamento.

produtos pra cuidar da pele

3. Proteção

Aqui eu não negocio: tem que proteger, e bem!

E uso protetor “normal” e finalizo com a versão com cor pra proteger da luz visível e “segurar” meu melasma.

E sim, já temos nas farmácias vários protetores com sensorial bom e preços acessíveis, como os da Nivea e Darrow, por exemplo.

Os Extras da rotina facial

Fora o básico, uso bastante a água termal porque aqui é muito quente, minha pele é reativa e tenho brotoejas até hoje.

Mas não é algo essencial. Assim como as máscaras, brumas, óleos, cremes calmantes, antioxidantes (isso é importante, e é bom que já venha no hidratante ou anti-idade), redutores de poros, águas hidratantes e tantas outras coisas que que amo não são essenciais.

E se não são essenciais, não têm obrigatoriamente que fazer parte da rotina de pele.

E é claro que você pode usar o que quiser (e sua dermato indicar), ter quantas rotinas quiser e fazer a festa com dezenas de produtos.

A questão não é essa. A questão é “venderem” tudo isso como se essencial fosse para todas as pessoas.

É ficar frustrada sem a menor necessidade, achando que a pele não vai “ficar boa” porque não tem trocentos produtos.

Ou se sentir culpada por não ter tempo pra, em meio a tantas outras coisas, fazer uma rotina facial de 15 minutos, com 10 produtos cada, duas vezes ao dia.

Rotina facial é pra ser prazerosa

O que tô querendo dizer é que rotina facial é pra ser uma coisa legal. Um ritual de cuidado, sabe?

Aquele momento do dia em que a gente para, se olha no espelho e cuida da pele enquanto tá ali pensando na vida.

E esse ritual prazeroso independe do preço dos seus produtos muito menos da quantidade deles.

Portanto, mais leveza nisso aí que você só tem a ganhar!

E se quiser mais dicas de cuidados com a pele é só clicar aqui.

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

04.03.2020

Melhor Creme Com Ácido Hialurônico: Hyalu 6 Adcos

Hoje vamos prosear não só sobre o melhor creme com ácido hialurônico, que é o Hyalu 6, da Adcos, como também da importância desse ativo pra pele.

Até alguns anos atrás a minha trindade de produtos faciais era composta por vitamina C, ácido retinoico e protetor solar.

São coisas que uso há 20 anos (já tenho 37, migas! rs) e que sempre entregaram um resultado excelente.

E como minha pele sempre sempre foi oleosa, demorei a dar a devida atenção aos ativos mais hidratantes.

Só que a idade, ela chega. A pele muda. E quando comecei a notar isso e fui conversar com minha dermato, ela acrescentou ácido hialurônico na minha rotina.

melhor creme com ácido hialurônico adcos hyalu c

Desde então ele entrou pro rol dos que não mexo, junto com os 3 amiguinhos de 20 anos hahaha.

O que é e para que serve Ácido Hialurônico

Fiz post aqui em 2015 falando do ácido hialurônico, mas vamos atualizar as coisas, né?

Produzido naturalmente pelo nosso organismo, ele possui propriedades hidratantes e estimulantes de colágeno, aquele que é o melhor amigo da pele.

Basicamente, como já expliquei antes, o ácido hialurônico “possui a capacidade de atrair, reter e fixar a água na pele, preenchendo os espaços existentes entre as células, o que garante uma pele mais firme, hidratada, viçosa e com textura mais homogênea.

Como preenche os espaços entre as células, é muito utilizado para ajudar na redução de rugas e linhas de expressão.

 creme com ácido hialurônico

A questão é que, assim como o colágeno, a sua produção começa a diminuir a partir dos 25 anos, o que deixa a pele com aparência mais ressecada e com sinais de envelhecimento.

É a partir desse momento, principalmente, que o uso de cremes com ácido hialurônico devem começar a ser usado pra ajudar a manter a hidratação (que é muitoooo potente), melhorar o viço e ajudar a retardar o aparecimento de linhas, rugas e flacidez.

Ele sozinho, em creme, faz milagre? Não. Nada faz. Mas ajuda muito!

De todos os que venho usando nos últimos anos o que mais entregou resultado na minha pele foi o Concentrado Hyalu 6 Adcos, que basicamente é o melhor creme com ácido hialurônico que já usei na vida!

Concentrado Hyalu 6 Adcos

Comecei a usar o Hyalu 6 Adcos em junho e só consegui resenhar agora porque preciso de mais tempo pra avaliar esse tipo de produto, sabe?

Mas, venho mostrando e falando dele no instagram (@jurovalendo, segue lá!) desde essa época!).

hyalu 6

De acordo com a Adcos, o Hyalu 6 “é um sérum que promove maior diversidade de estímulos para aumentar os níveis de Ácido Hialurônico, devido à combinação de 4 tipos de Ácido Hialurônico e 2 bioestimuladores presentes em sua composição.

Esse sérum com ácido hialurônico ajuda a inibir a perda do ácido hialurônico e a melhorar a aparência das rugas e linhas de expressão, hidrata profundamente, o que melhora o viço, a textura e a beleza da pele.

Além disso, o Hyalu 6 Adcos também estimula a produção de colágeno em 152% e aumenta a produção de ácido hialurônico em 98%.

Tem ação anti poluição, anti estresse (normaliza e estimula a síntese de AH) e promove maior hidratação e preenchimento devido a proteoglicanas presentes em sua composição.

Não contém perfume e é dermatologicamente testado.

A composição é super rica e os resultados dos testes me deixaram animada.

embalagem

Como usar

O Hyalu 6 Adcos deve ser aplicado na pele limpa e seca pela manhã e a noite.

Após a aplicação, sempre em pequenas quantidades, faço uma leve massagem facial.

Ah, no uso diurno tem que usar protetor solar, viu?

Uso o Hyalu 6 depois da vitamina C e antes do protetor solar, que é sempre o último produto a ser aplicado.

Resenha do Hyalu 6 Adcos

A embalagem é bonita, resistente e funcional. O pump é do tamanho ideal pra evitar desperdícios.

Vem com 30 ml de produto, que rende muito.

Possui textura é cremosa e bem leve, de sérum mesmo. Ele é branquinho e não tem perfume.

textura

Fácil de espalhar, tem um sensorial maravilhoso e é rapidamente absorvido pela pele.

Em segundos parece que não tem produto nenhum ali. O que fica é a sensação de maciez e sedosidade.

Resultados do ácido hialurônico Adcos

Tenho 8 meses de uso e o que notei no final do primeiro mês, além de uma pele muito mais hidratada e suave ao toque, foi mais viço e só.

Vi muitos relatos de resultados super bons em 30 dias de uso, mas comigo a coisa só começou a dar show mesmo no quarto mês de uso.

Senti uma melhora muito grande na textura da pele, que ficou mais “lisa”, sabe como é?

Minhas linhas de expressão também estão mais suaves e menos visíveis, e isso deve-se ao alto poder de hidratação.

A pele foi ficando mais radiante, como se eu tivesse acabado de fazer uma máscara revitalizante, entende?

O interessante é que foi de dezembro pra janeiro, ou seja, de 6 a 7 meses de uso, que senti mais diferença. E isso me surpreendeu.

composição

Como Jequié é muito quente e tenho tomado sol (em pequenas doses) quase todos os dias, o normal seria a pele ressecar, né?

E, nos períodos de exposição intensa, descascar, como já aconteceu inúmeras vezes e postei aqui.

Melhor creme com ácido hialurônico do mercado!

Só que além de ser um anti-idade, o Hyalu 6 tem uma ação hidratante muito profunda.

No mais, esses 2 biostimuladores, 4 tipos de ácido hialurônico, vitamina E, Gingkgo biloba e colágeno têm algum borogodó dos fortes, porque só isso explica! hahaha

É que a pele não descascou, não irritou, não ressecou, não ficou, por conta do ressecamento (que não existiu), com marcas mais evidentes e permaneceu com muito viço, radiância e uma melhora considerável no estado geral.

Outra coisa: ele tem um ótimo e imediato efeito tensor, adoro pra usar antes da maquiagem.

E, gente, é muito leve, não interfere em nada na oleosidade, não causou nenhum tipo de desconforto ou irritação e dura uma vida.

Tô no segundo pote e ainda tem produto pra uns 2 meses, pelo menos.

resultado na pele

Já fiz preenchimento com ácido hialurônico na região abaixo dos olhos e no bigode chinês duas vezes, e já passou do prazo pra aplicar de novo (to atrasada 8 meses hahaha).

Também já apliquei botox 3 vezes. E também já tá vencido. Mas a pele, pra 37 anos, tá ó, sucesso!

Claro que envolve uma rotina (simples!) de cuidados, mas senti bastante diferença com o uso do Hyalu 6.

E, comparando a todos os outros que já usei, esse é o melhor creme com ácido hialurônico pra minha pele.

Preço e onde comprar com desconto

O Hyalu 6 custa R$245,00 na loja virtual da Adcos (compre aqui).

Mas, a Adcos é nossa parceira no Peles Que Contam Histórias, então em qualquer compra na loja virtual deles vocês têm frete grátis e desconto, é só usar o código JUROVALENDO .

melhor creme com ácido hialurônico

Alguém já usou? Me conta o que achou! E se tiver algum produto da Adcos que vocês queiram resenha avisem aqui nos comentários!

E pra ver mais posts do Peles Que Contam Histórias é só clicar aqui.

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos papear no Instagram ♥⇒   @jurovalendo

Publicidade

O que você acha do JV?
Eu acho esse blog maravilhoso. A Ju fala de tudo com muita emoção, muito carinho e ao mesmo tempo muita verdade, muita seriedade. Isso é…