Vizcaya
07.05.2015

Buço Manchado: Como clarear o buço?

Todo mundo já deve ter percebido que eu tenho o buço manchado, né? Já falei disso por aqui e, juro valendo, é uma das coisas mais chatas de tratar, porque essa mancha é praticamente um encosto, não me larga por nada, embora esteja bem mais discreta.

No meu caso, a causa da mancha foi, digamos, “farrista”… Sabe caipirinha?

Pois é, tomar caipirinha no sol escaldante aqui da Bahia não é uma boa ideia, e depois de um final de semana a base de caipirinha, num verão delicioso, ganhei manchinhas persistentes que testam minha paciência há mais de dois anos!

Ah, sim, limão mancha a pele sim, então cuidado com essas “receitas caseiras” pra clarear a pele, viu? Já vi algumas com limão, e até fiz um post aqui falando sobre isso (Receitas caseiras pra clarear a pele: funcionam?), e o meu conselho é jamais aplicar limão na pele, jamais!

buço manchado queimado como tratar

Como Tirar Mancha do Buço

Pra começar, a melhor recomendação que posso fazer: procure um dermato! Garanto que você vai gastar muito menos do que se insistir em “tratar por conta própria”, porque esse tipo de mancha não sai facilmente, e no geral o dermato indica algum produto manipulado, que tem uma concentração maior de ativos e sai mais barato.

Além disso, o tratamento adequado vai depender da causa da mancha, que pode ser em decorrência dos raios solares, do uso do anticoncepcional, da depilação, de alterações hormonais, da gravidez, da predisposição genética, dentre muitas outras coisas. Ou seja, é preciso saber a causa pra, aí sim, indicar o melhor produto, o melhor tratamento.

A minha dermato, por exemplo,  deu várias recomendações essenciais pra tratar essa e outras manchinhas na minha pele, como mostrei nesse post aqui.

buço-manchado-queimado-como-tratar

Como clarear o buço? Filtro Solar é Rei!

A coisa mais importante pra quem está tratando manchas é o filtro solar. Não vai adiantar nada usar produtos e fazer tratamentos em consultório se a sua pele não estiver devidamente protegida o dia todo, todo dia.

Uma coisa que aprendi com minha dermato é que, no caso de manchas e melasma, o protetor solar só será realmente eficaz na proteção se o PPD for maior que 12. Nunca ouviu falar disso? Então, deixa eu te contar: o responsável pelas manchas são os raios UVA, e pra ver qual a proteção oferecida contra esses raios a gente precisa olhar qual é o PPD, que não vem em quase nenhum filtro solar.

Mas, fiz um post aqui mostrando como identificar tudo certinho (clique aqui), e o protetor que uso hoje é o Bioré rosinha (resenha aqui), uma maravilha que tem feito muita diferença na minha pele!

Como moro numa cidade muito quente, uma das mais quentes do país, e como isso piora tudo, minha dermato também recomendou a ingestão de cápsulas de protetor solar, porque sim, isso já existe, e embora não substitua o filtro de uso tópico, ajuda muito na proteção! Falei dele nesse post aqui ó:  Filtro Solar em Cápsulas.

Ah, e a fórmula do meu filtro solar em cápsulas tá nesse post aqui (clique aqui), e é o que uso até hoje e não abro mão!

buço-manchado-queimado-como-tratar

Buço Manchado: É preciso reaplicar o filtro solar!

E aqui vale dizer: o filtro precisa ser reaplicado ao menos uma vez ao dia, mesmo que você fique dentro de casa. Eu reaplicava 4 vezes ao dia por recomendação da dermato, mas depois do Bioré rosinha, que é extremamente resistente e só saí com demaquilante bifásico, não sinto essa necessidade.

Se você usa outro protetor e trabalha fora, vale dar uma olhadinha nesse post aqui pra saber como reaplicar o filtro solar sem remover a maquiagem.

E, mais uma coisa: tem que aplicar o filtro solar do jeito certo, nas quantidades certas, senão não vai adiantar, e sobre isso falei nesse post aqui.

Buço Manchado: Ativos Que Ajudam a Clarear

Além dos uso constante de filtro solar, o dermato vai indicar algum produto com ativos clareadores específicos para ajudar no buço manchado, geralmente vendidos com receita, já que a concentração de ativos é mais alta.

Existem muitos, e os mais usados são a hidroquinona, eficaz mas controversa, os retinoides, o ácido azeláico, o ácido mandélico, o arbutin, o ácido kójico e a vitamina C. Já falei deles todos no post de como clarear a pele, e se ficou interessada é só clicar aqui.

buço-manchado-queimado-como-tratar

Além dos produtos de uso tópico, existem vários tratamentos feitos em consultório que ajudam bastante, como os peelings, a luz intensa pulsada e o laser fracionado, por exemplo.

Usei uma fórmula manipulada por muito tempo (e deveria estar usando ainda! rs), mas hoje uso vitamina C e ácido retinoico (tentando voltar…), mas já falo sobre tudo isso em vídeo, tá? Também fiz peeling e farei de novo agora no inverno, porque ajuda demais!

Buço manchado: Dicas Extras

1. Vale apostar em produtos (hidratantes e/ou filtro solar) que contenham ativos antioxidantes, como a vitamina C e a vitamina E, por exemplo, que ajudam a proteger a pele.

2. Existem suplementos que ajudam a prevenir as manchas e são bons coadjuvantes no clareamento, como os que contém ácido elágico e ômega 3 e 6, mas eles devem ser receitados por um dermato e podem ser manipulados.

3. Muito cuidado ao depilar o buço com cera e, principalmente, com cremes depilatórios, que são uma das maiores causas de mancha no buço. O ideal pra essa região é a depilação a laser, ou, pra quem, como eu, é “covarde pra dor”, o uso da pinça ou da mola.

buço-manchado-queimado-como-tratar

4. Jamais depile o buço antes de se expor ao sol. O ideal é dar uma pausa de 5 dias após o uso de qualquer método que arranque o pelo pela raiz, pois mesmo que a gente não veja, a região ficará irritada e mais sensível aos raios solares, manchando mais facilmente.

5. Ao se expor ao sol, use e abuse do chapéu! Depois dessa mancha eu nunca mais tomei sol sem chapéu, e daqueles de aba grande, pra proteger o rosto todo. Faz diferença!

BB Cream? Cuidado!

6. Muito cuidado ao substituir o filtro solar pelo BB Cream, porque, via de regra, eles não oferecem a proteção necessária, mas expliquei isso direitinho nesse post aqui.

Contudo, o uso de BB Cream ou base por cima do filtro solar é de grande ajuda, já que eles vão funcionar como uma barreira física contra os raios solares, o que não pode é substituir o filtro solar pela maquiagem, como falei nesse post aqui.

7. Embora não exista comprovação científica ainda, minha dermato fala que, segundo relato dos próprios pacientes, o estresse, a ansiedade e a resistência à insulina pioram as manchas. Portanto, cuidado aí!

Já passou por isso e tem mais alguma dica pra quem tem buço manchado? Compartilhe aí!

E se quiser mais dicas atualizadas sobre buço manchado é só conferir nosso Instagram!

Beijos, Ju ♥

Quer mais dicas como essa? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Vizcaya
05.03.2015

Cuidar da Pele aos 30: O que Muda?

Entrei na “casa dos 30” 2 anos atrás e de lá pra cá minha pele mudou muito, assim como os cuidados com ela. E antes que você pense que pra ter uma pele boa é preciso gastar muito já aviso que a coisa depende muito mais de disciplina que de qualquer outra coisa, e que é possível sim encontrar produtos bons e baratos na farmácia ao lado.

O que muda aos 30?

Minha pele sempre foi bastante oleosa, e esse era o meu principal problema até uns anos atrás, só que aí virei a curva dos 30 e, gradualmente,  a coisa mudou. A oleosidade reduziu bastante e em alguns pontos (e épocas) minha pele fica seca, e isso acontece porque nessa fase a produção sebácea tende a diminuir, o que, no meu caso, foi bom.

cuidar-da-pele-aos-30-anos

Mas, nem tudo são flores: a produção de colágeno também é reduzida, o processo de degradação é mais acentuado e isso significa que a pele perde firmeza e ganha as primeiras rugas e linhas de expressão.

Pra piorar, a pele mancha com mais facilidade, na verdade pipocam de todos os lados, vindas de não sei onde! E pra mim, que tenho melasma, todo cuidado é pouco.

E é aqui que as noites mal dormidas começam a ficar estampadas na cara, que as roskas do final de semana começam a fazer uma diferença visível na pele e, pra quem fuma, os efeitos do fumo atacam com força total! Claro que essas coisas fazem mal desde sempre, mas aos 20 eu perdia noites seguidas e bastava “um dia” de sono pra que tudo ficasse aparentemente bem, e hoje a coisa é bem diferente!

Como cuidar da pele aos 30?

Os cuidados dependem das necessidades da sua pele, mas é essencial ir além da rotina básica de “limpar, tonificar, hidratar e proteger”.

Meu arsenal de guerra inclui sabonete facial, tônico (tô usando, na verdade, a água micelar, da Vichy), vitamina C, ácido (glicólico ou retinoico),  hidratante diurno e noturno, e muito filtro solar! Não disse que era guerra?rs

cuidar-da-pele-aos-30-anos

É muito importante usar algum creme com ativos clareadores pra uniformizar o tom da pele e corrigir manchas. A vitamina C ajuda nisso (tem post sobre os benefícios dela aqui) e gosto da manipulada, que é mais barata (post sobre a que eu uso aqui), mas existem ativos mais potentes, como o arbutin, o ácido fítico, o ácido kójico e a velha e eficiente hidroquinona, dentre outros.

Como há uma queda na produção de colágeno, é bom investir em substâncias que estimulem o novo colágeno, e aqui tem duas coisas que uso faz muito tempo: vitamina C, que falei acima, e o ácido retinoico (tem post sobre ele aqui), o amor da minha vida! rs

O ácido retinoico ajuda em muitas coisas e é excelente pra estimular a renovação celular, e eu tinha substituído, agora no verão, pelo ácido glicólico, que é muito bom também, mas já quero voltar pro retinoico, bora ver se minha pele aguenta! rs

Se o seu creme facial tiver ativos antioxidantes, é melhor ainda, já que eles combatem os radicais livres, que são um dos principais responsáveis pelo envelhecimento da pele. Ah, e vale também ficar de olho nos produtos que possuem substâncias tensoras, tipo o DMAE ou o tensine, porque eles ajudam na firmeza da pele.

Parece muita coisa, né? É por isso que gosto mais dos produtos manipulados, porque dá pra “juntar” várias ativos, e mostrei aqui e aqui as fórmulas que minha dermato passou (tô precisando voltar lá!).

cuidar-da-pele-aos-30-anos

E não acabou: é bom investir numa máscara facial pra recuperar o viço ao menos uma vez por semana, e antes dela esfolie a pele (aqui tem post com vários bons e baratos)! Máscara a gente faz em casa, minha gente, e já mostrei aqui a de argila, que eu amo, e a da Glória Maria, mas se quiserem posso dar mais receitinhas!

E, claro, aposte alto no filtro solar, o produto mais importante pra sua pele! Uso o da Bioré, que deixa minha pele sequinha, mas sem repuxar, e peço que fiquem atentas não só ao FPS, mas principalmente ao PPD, que deve ser maior que 12 pra prevenir manchas.

Quem explicou isso foi minha dermato, como mostrei nesse post aqui, e pra saber como identificar é só dar uma olhadinha nesse post aqui.

Como o post tá giga, deixo pro próximo os cuidados com a região dos olhos, pescoço e colo, bem como os extras (sim, eu experimento muita coisa, mas é por causa do blog), e prometo pra próxima semana um sobre minhas “cápsulas”, tá?

Agora contem aí o que vocês tão usando, quero saber!

+ Posts que podem ajudar

Beijos
Ju
26.01.2015

Ácido Glicólico: 3 razões para amar!

Eu amo ácidos, amo, inclusive o ácido glicólico! Já perdi a conta de quanto tempo faz que uso e parei recentemente com o ácido retinoico (post aqui) porque minha pele estava muito fina e o calor muito intenso. Mas não abro mão deles porque noto que o efeito é mais rápido, sabe? E quando a gente chega nos 30 eficácia e rapidez são palavrinhas mágicas!rs

Antes de conversar com minha dermato sobre a troca do ácido retinoico, o soberano do reino dos ácidos, fui pesquisar sobre os vários ácidos existentes pra já chegar lá sabendo o básico, porque assim poderia tirar as dúvidas sobre cada um e dividir aqui com vocês.

 

ácido glicólico

Parti logo pro ácido glicólico, que já usei e gostei muito por causa da maior absorção e penetração na pele, e ele é, inclusive, utilizado junto com outros ativos pra facilitar a absorção dos mesmos.

Mas vamos aos 3 motivos do meu amar esse ácido:

O que é e para que serve o ácido glicólico

Pra começar, o ácido glicólico tem ação esfoliante, então além de ajudar na penetração de outros ativos, ele renova a pele, o que é música para os meus ouvidos (as balzacas entenderão!). Também atua no colágeno, combatendo e revertendo sinais de envelhecimento como rugas e linhas, além de manchas faciais.

É usado em cicatrizes, inclusive de acne, e ajuda bastante no caso de poros dilatados. E ele pode ser usado também no corpo, sendo bem indicado para o tratamento das estrias vermelhas.

Fora isso, o que mais me lembro do uso desse ácido é que ele melhora a textura da pele, deixando-a mais lisinha, mais suave ao toque, com mais “viço”, sabe?

ácido-glicólico

A depender da concentração ele pode ter ação hidratante, rejuvenescedora, esfoliante e por aí vai. Ou seja, é um “ácido Bombril”!

Ele irrita menos a pele e tem menos efeitos colaterais que o ácido retinoico

Um dos grandes problemas do ácido retinoico, que eu amo, é que ele tende a irritar a pele, principalmente nos meses mais quentes. Já o ácido glicólico tem menos efeitos colaterais e é mais bem tolerado, de modo que casos de irritações são menos frequentes e intensas.

Vale lembrar que quem usa ácido deve evitar o máximo possível a exposição solar e jamais sair de casa sem protetor. Já esqueci umas duas vezes e tive queimadura no rosto, que ficou inchado, com bolha e todo vermelho.

Sim, ele é menos eficaz que o ácido retinoico, mas seu uso também é mais seguro, sobretudo agora no verão, e seus efeitos colaterais, quando aparecem, se resumem basicamente a hiperpigmentação e eritemas.

ácido-glicólico

Ele é facilmente encontrado

O ácido retinoico é um medicamento e a sua venda depende de receita médica, já o ácido glicólico pode ser um medicamento, um cosmético ou um dermocosmético, a depender da concentração.

No caso de cosméticos ou dermocosméticos, ele é facilmente encontrado e sua compra é facilitada, de modo que em toda farmácia  dá pra achar hidratantes e sabonetes faciais, dentre outros, que contenham a substância. Um bom exemplo é o hidratante da Neutrogena, que já falei nesse post aqui.

Claro que o ideal é que um dermato indique o melhor produto pra sua pele, porque é ele quem vai saber qual a real necessidade naquele momento, qual ativo deve ser usado e qual a concentração desse ativo, mas pra quem não costuma frequentar um dermato (é um investimento gente!), o fato do ativo estar presente em produtos de venda livre facilita as coisas.

ácido-glicólico

Ácido Glicólico é amor!

Resumindo: prefiro apostar em produtos com ácidos, que são mais eficazes e fazem uma diferença maior na pele, e o ácido glicólico sai na frente em vários aspectos, já que é bem tolerado, tem vários usos, combate e reverte (até certo ponto, claro) o envelhecimento, e é encontrado em vários produtos de marcas que eu já conheço e confio. Ah, ele também pode ser manipulado, e aí são usadas concentrações maiores, mas nesse caso é necessária receita médica (ao menos aqui).

Alguém aqui usa ou já usou? Qual foi o produto? O que achou?

Beijos

Ju

O que você acha do JV?
Eu simplesmente amo esse blog!!! Já perdi a conta de quantos produtos comprei depois de ver resenhas daqui, porque sei que são reais. Bioextratus foi…