Vizcaya
22.03.2016

Raiz Oleosa e Pontas Secas : Como Estou Cuidando

Não está sendo fácilllllllll!

Vou dizer uma coisa: não está sendo fácil ter o cabelo bipolar! Essa história de ter uma raiz que mais parece uma bacia de petróleo e pontas que lembram a seca do Nordeste não tá dando certo, porque raiz oleosa e pontas secas é trabalho dobrado, e eu não tenho tempo pra isso não, gente!

Sempre que retoco as luzes a raiz fica um pouco mais oleosa, mas depois que parei de tomar o anticoncepcional meu cabelo cismou que quer vender óleo, sabe? Sim, porque só isso justifica a quantidade de oleosidade que tá brotando dessa raiz, minha gente!

raiz oleosa e pontas secas como tratar juro valendo

Cabelo com Raiz Oleosa e Pontas Secas: Como Lidar?

Um tempinho atrás fiz um post aqui sobre como tirar a oleosidade do cabelo e tô fazendo tudo certinho: escolhi um shampoo para cabelos oleosos ( Fresh Ginger, da Inoar), tô mantendo o couro cabeludo limpo, não lavo os fios com água quente (sempre detestei banho quente, ainda bem! rs), tô apostando no detox capilar e tô protegendo a raiz, e isso tá ajudando no controle da oleosidade, mas com as tais das pontas já são outros quinhentos, e aí embola o meio de campo, né?

E raiz oleosa e pontas secas é o tipo de coisa que embola em vários sentidos, viu? Minha dermato, por exemplo,  diz que eu devo lavar todos os dias, até por causa da academia (cabelo de academia: pode lavar todo dia?). Mas me disseram que o ideal é lavar em dias alternados pra “reeducar” as glândulas sebáceas a produzir menos sebo, e eu até que tentei, mas parece que minhas glândulas sebáceas fazem o tipo rebelde, porque a coisa ficou ainda pior.

O que tenho tentado agora é usar um pré shampoo todos os dias antes do shampoo para cabelos oleosos, coisa que só vinha usando umas 2 vezes na semana, e evitar aplicar o shampoo no comprimento e pontas, lavando essa parte só com a espuminha que escorre mesmo, sabe? Mas tudo ainda é teste, nada é definitivo.

Quero conversar com minha dermato sobre a possibilidade de usar um shampoo manipulado, porque acho que pra esses casos os produtos manipulados conseguem ser mais efetivos, já que são individuais, feitos especificamente para o nosso problema. E, pelo que andei lendo, existem shampoos cheios de inteligência em que as tais das cargas iônicas sabem certinho onde limpar mais (na raiz) e onde limpar hidratando (comprimento e pontas). Achei muito tecnológico, viu? rs

raiz oleosa e pontas secas como tratar juro valendo

Pontas ressecadas: salva-se quem puder!

Aí, pra segurar a onda das pontas, ressecadas por causa das luzes, tô fazendo uso de um óleo pré shampoo, que é tudo de bom pro cabelo e evita que o shampoo resseque as pontas. Só que,  ao invés de usar meu amado óleo de coco, troquei pelo óleo de pracaxi, que é super leve e faz milagres no cabelo, e pelo óleo de jojoba, que também pode ser usado em cabelos mistos e oleosas.

Ele ajuda muito na questão do ressecamento das pontas, mas aí sinto falta de mais sedosidade e emoliência. Ô drama! Ah, falando em óleo, fiz o pedido do Óleo Essencial de Tea Tree, que é maravilhoso pra cabelos oleosos, mas amanhã falo dele pra vocês, tá?

E sobre o condicionador, que não dá pra abrir mão, tô tendo problemas, sério. A questão é que meu cabelo tá bem curto, então é difícil a coisa não chegar perto da raiz, sabe? Tô usando muito pouco, só nas pontinhas, e tem dias que acabo abrindo mão, porque noto que quando uso os poderosos, que são os que eu gosto, aqueles mais nutritivos, o cabelo fica oleoso mais rápido. Mas, sei que abrir mão do condicionador tá errado.

E sim, tem a opção dos condicionadores para cabelos oleosos, uma coisa que eu, que gosto de muita nutrição, não consegui garrar amor! Vou continuar testando outras possibilidades pra tentar chegar em alguma solução, bora ver!

raiz oleosa e pontas secas como tratar juro valendo

Máscaras de tratamento: ó o drama!

Quanto as máscaras de tratamento, tô pegando bem leve nesse primeiro momento, e como tô usando óleo pré shampoo, larguei as máscaras nutritivas de lado, porque elas estavam piorando a oleosidade, daí vou alternando entre uma máscara hidratante ( estou usando a Renewing Máscara Reparadora Elements que é super leve) e uma reconstrução (Repair Rescue). Estou usando cada uma apenas uma vez na semana, mas tudo pode mudar de acordo com as necessidades do meu cabelo.

O cuidado aqui é no momento da aplicação, e aí eu fico retada, porque dei luzes na raiz também, então ela precisa de tratamento, mas como usar máscara numa raiz oleosa, gente? A de reconstrução eu tô arriscando, porque preciso repor massa, mas preciso ver isso direitinho com minha dermato, porque pode estar piorando a oleosidade, né?

E tudo está sendo enxaguado em abundância, pra não ficar resquício de nada nos fios, nada mesmo! E também não passo perto de secador já faz tempo, mas fui tentar ontem pra ver como ficava e a raiz ficou um sebo. Ou seja, nada de fonte de calor!

Raiz oleosa e pontas secas: os finalizadores

Tenho deixado os fios secarem naturalmente e finalizado com os produtos que mostrei aqui (Finalizadores para cabelos cacheados: os que tenho usado).

Mas,  tô pensando seriamente em parar com tudo e tentar uma dessas três coisas, que são bem leves: o Repair Rescue Sealed Ends, que é mara para as pontas e deve ser usado só nelas, então não vai chegar perto da raiz, o Uniq One, que é leve e não pesava no meu cabelo (não sei como funcionaria agora), além de ter várias funções, ou o Uso Obrigatório, da Truss, que é um super tratamento que pode ser usado entre o shampoo e o condicionador ou como leave-in.

Alguém tem alguma sugestão, uma dica, um truque, uma mandinga, qualquer coisa? Tô precisando, porque raiz oleosa e pontas secas não é de Deus não! hahaha

Beijos, Ju♥

Vizcaya
02.03.2016

Fresh Ginger: Shampoo e Condicionador Gengibre Inoar

Pense numa duplinha que chegou em boa hora? Foi a duplinha Fresh Ginger, ou melhor, o Shampoo e Condicionador Gengibre, da Inoar, que ajudam a controlar a oleosidade, possuem fórmula energizante e têm ação hidratante e regeneradora.

Não sei se vocês lembram, mas vim toda animada contar que ter suspendido o anticoncepcional não tinha alterado em nada a oleosidade da minha pele e do meu cabelo nas primeiras semanas (veja aqui), mas foram só nas primeiras semanas mesmo, foi só pra iludir, porque, minha gente, a coisa aqui tá tá complicada! rs

Fresh Ginger: Shampoo e Condicionador Gengibre Inoar

Meu couro cabeludo resolveu dar piti e tá, com exagero e tudo, jorrando óleo, e isso desce pro rosto, e aí adeus pele sequinha, né? Tô sofrendo, gente, tô sofrendo! Daí, tive que suspender o azulzinho amor pra toda vida  (esse aqui) e dei uma pausa nos testes de shampoos e condicionadores pra ficar só com essa duplinha por um tempo e ver se a coisa normaliza. Deus queira! rs

Fresh Ginger: Shampoo e Condicionador Gengibre Inoar

De acordo com marca, essa linha, que é de uso diário, é indicada para todos os tipos de cabelo, especialmente os oleosos, e tem ação renovadora, protegendo, tratando, hidratando e proporcionando um toque refrescante com uma duradoura sensação de leveza.

Os produtos possuem ação adstringente, que controlam a oleosidade, ajudando a “soltar” os fios e revitalizar o couro cabeludo, além de proteína quaternizada, que fortalece e repara os danos capilares.

Fresh Ginger: Shampoo e Condicionador Gengibre Inoar

O Shampoo Fresh Ginger

Trata-se de um shampoo refrescante que promete deixar os fios perfeitamente limpos e o couro cabeludo livre do excesso de oleosidade. O gengibre, presente na formulação, é fonte de antioxidantes, ajuda a prevenir o envelhecimento dos fios e proporciona uma prolongada sensação de leveza e refrescância.

A embalagem é plástica, verdinha e vem com 250 ml, mas também é comercializada na versão de 1 litro. A textura é mais grossinha e meio leitosa, ele é clarinho, então não interfere na pigmentação dos fios, e é cheiro é mentolado e refrescante, uma delicinha.

Como ele é mais grosso, gosto de misturar com um pouco de água no momento do uso e só depois aplicar nos fios, acho que assim espalha melhor, sabe? Ele não faz muita espuma, mas isso não tem nada a ver com limpeza, porque sim, ele limpa muito bem!

Fresh Ginger: Shampoo e Condicionador Gengibre Inoar

Os fios ficam leves, com movimento, e dá pra sentir que o couro cabeludo tá limpinho, sem o excesso de oleosidade, sabe? E fica tudo bem fresquinho, uma sensação muito gostosa, gente!

Também não resseca o cabelo, o que é ótimo, mas também não hidrata, então acho que ele funciona melhor em cabelos mistos e oleosos.

A versão de 250 ml sai por R$19,00 na Ilha da Beleza, e a de 1000 ml sai por R$39,99 na Beleza na Web.

O Condicionador Fresh Ginger

Trata-se de um condicionador refrescante de uso diário para todos os tipos de cabelo que hidrata e suaviza os fios sem pesar, prolongando a sensação de leveza.

Fresh Ginger: Shampoo e Condicionador Gengibre Inoar

Textura

A embalagem é igual a do shampoo, a textura é cremosa e leve, ele é branco e o cheiro é o mesmo do shampoo, só que levemente mais adocicado.

Ele espalha fácil nos fios e tem boa ação condicionante, mas é bem diferente dos condicionadores que tô acostumada, que “desmaiam” o cabelo, sabe? Sinto falta disso, mas sei que se usar um troço desses agora, vai pesar e o cabelo vai ficar oleoso.

Com ele os fios não ficam pesados, não ficam oleosos e nem murchos, ao contrário, ficam leves e com movimento. Também noto que o cabelo ganha um pouco mais de brilho e um controle maior no frizz.

No mais, tem um ótimo rendimento e acho que é uma ótima opção para cabelos oleosos, que não “aguentam” condicionadores mais pesados e cheios de óleos, sabe?

Composição

Composição

Tô usando a duplinha todos os dias, porque não dou conta de ficar sem lavar o cabelo diariamente nesse calor que faz aqui, e tenho gostado, porque limpa sem agredir, então não causa efeito rebote, ajuda no controle da oleosidade e deixa o couro cabeludo bem fresquinho.

A versão de 250 ml sai por R$19,90 na Ilha da Beleza e a de 1000 ml sai por R$55,99 na Beleza na Web. Tem também o kit com os dois produtos de 250 ml por R$33,99 na Beleza na Web, e o kit de 1000 ml por R$68,90 na Belíssima.

Ah, eu não tenho nenhum tipo de vínculo com nenhuma das lojas, coloquei os preços e links porque vocês sempre perguntam onde comprar. Acho bom avisar! rs

Alguém já testou? O que mais vocês indicam pra cabelos oleosos? Quero saber!

Beijos, Ju♥

27.11.2015

Cabelos Mistos: 8 Dicas pra Raiz Oleosa e Pontas Secas

Pra equilibrar os fios!

Cabelos mistos dão um trabalho danado, sabia, meu povo? O problema é que uma parte do cabelo é exatamente oposta a outra, ou seja, a raiz é oleosa e as pontas são secas, o que torna a rotina de cuidados muito mais complicada, né? Aqui, é preciso cuidado redobrado na escolha e no uso dos produtos, na lavagem e também no tratamento dos fios.

Pra dar uma ajudinha extra, preparei 5 dicas das boas, coisa que aprendi na época que fazia progressiva, anos atrás, e ficava com ” raiz de boi lambeu” e com as pontas esturricadas, e que se repete sempre que retoco as luzes. Ah, sim,  a descoloração tende a deixar a raiz mais oleosa e as pontas mais ressecadas, viu?

1. Mantenha a raiz limpa

Priorizar o cuidado com o couro cabeludo, pra manter a raiz limpa, é fundamental!

O motivo é simples: se a oleosidade começar a se acumular é comum o surgimento de caspa e, com isso,  os fios podem começar a cair, já que a excesso de oleosidade e a caspa podem acabar obstruindo os folículos e impedindo a correta oxigenação.

Quando isso acontece, o crescimento fica comprometido e, em muitos casos, o cabelo cai.

cabelos mistos raiz oleosa e pontas secas

Por isso, o cabelo deve ser lavado sempre que a raiz começar a ficar mais oleosa. É preciso evitar  água quente, já que o calor vai piorar a oleosidade, e investir em um detox capilar pelo menos uma vez por mês.

Ah, e essa história de que não pode lavar o cabelo todos os dias é mito, gente. Tudo vai depender das necessidades do seu cabelo, sabe?

2. Escolha o shampoo certo para cabelos mistos

Gosto bastante de, primeiro,  usar um pré shampoo, que é um shampoo mais adstringente, em todo o cabelo, e em seguida uso um shampoo de tratamento no comprimento e nas pontas. Sei que muita gente que tem cabelo misto usa shampoo para cabelos oleosos na raiz e outro para cabelos secos no comprimento e nas pontas, e isso funciona sim. Mas, acho que vale  apostar em um shampoo específico para cabelos mistos, sobretudo pra quem não tem muito tempo.

Esse tipo de shampoo vem com a promessa de hidratar a parte ressecada sem deixar a raiz oleosa, já que faz uma limpeza suave, que remove o excesso de oleosidade, e hidrata sem pensar.

E se você tiver apenas um shampoo em casa, e ele for pra cabelos oleosos, o truque é aplicá-lo apenas na raiz, preservado as pontas. Assim, a higienização das pontas é feita com a “espuminha” que vai escorrendo, o que ajuda a evitar que elas fiquem ainda mais ressecadas.

3. Use o condicionador da maneira correta

Shampoo, via de regra, resseca os fios, e shampoo para cabelos oleosos resseca ainda mais, coisa que complica quando o comprimento e, principalmente, as pontas, já estão bastante ressecadas. Então, você vai sim usar o condicionador, e um condicionador potente, mas vai usar do jeito certo!

cabelos mistos raiz oleosa e pontas secas

É essencial que o produto seja aplicado apenas no comprimento e nas pontas (eu aplico do pescoço pra baixo), e que se tenha o cuidado de não passar a mão com resíduo de condicionador na raiz, coisa que já fiz muitas vezes! rs

Já falei mais sobre lavagem dos fios nesse post aqui, e recomendo a leitura porque ela interfere demais na aparência dos fios, sabe?

4. Combatendo o ressecamento

Como qualquer outro cabelo, o cabelo misto precisa de uma rotina de tratamento que envolva máscaras com ativos hidratantes, nutritivos e reconstrutores pra devolver aos fios o que foi perdido na química capilar e o que é perdido no dia a dia.

A questão, aqui, é muito mais a forma de usar: jamais deixar que a máscara encoste na raiz. Evitar abafar os fios também é indicado, porque o abafamento vai gerar “calor” e piorar a oleosidade da raiz.

5. A escolha dos finalizadores para cabelos mistos

Cabelos mistos precisam sim de creme de pentear e podem usar óleos capilares, desde que a raiz seja preservada. No caso dos óleos, é essencial que eles sejam leves. Pra quem usa defrizantes, é preciso ter cuidado na escolha, já que eles tendem a pesar mais nos fios e, mais uma vez, preservar a raiz.

Isso é mais importante pra cabelos mistos e oleosos, mas acho válido pra quase todo tipo de cabelo: evite, sempre que possível, usar finalizadores na raiz!

Porque? Bom, porque sempre fica um resíduo, que vai se acumulando e se misturando com as impurezas, o que acaba obstruindo os folículos, sabe? Por isso, aliás, é tão importante fazer a correta higienização do couro cabeludo!

cabelos mistos raiz oleosa e pontas secas

5. Cuidados com o uso do secador

Seu cabelo é misto e você não abre mão do secador (e da chapinha)? Então senta aí que a gente precisa conversar! rs O calor térmico vai estimular a oleosidade, e se a raiz é oleosa a coisa vai piorar. Mas, piora também o ressecamento das pontas, porque, estando ressecadas, ele vai “potencializar” a desidratação.

O que você precisa fazer é:

  1. Usar um protetor térmico que tenha a textura mais líquida e que não pese na raiz, já que ela também vai precisar de proteção. Ou seja, nada de protetor térmico “cremoso”.
  2. Como o calor do secador/chapinha piora a oleosidade da raiz, evite que seu cabelo fique por mais tempo sob o calor térmico. Como fazer isso? Simples:  removendo o excesso de umidade e esperando que os fios sequem um tiquinho antes de começar a usar o secador.
  3. Não encoste o secador na raiz, aumente a distância e evite que a temperatura esteja muito alta, ao menos quando for secar a raiz.

6. Aposte no detox capilar

Detox capilar é amor pra toda vida e quem não fez ainda, precisa começar a investir. Ele faz uma limpeza mais profunda do couro cabeludo, removendo todo o excesso de impurezas, resíduos e oleosidade.

E isso significa uma melhora enorme na oxigenação do couro cabeludo, redução da oleosidade e melhor absorção dos ativos de tratamento.

Esse é um tipo de tratamento que pode ser feito em salão, mas também em casa, com kits prontos ou com minhas receitinhas, ó só:

cabelos mistos raiz oleosa e pontas secas

7. Shampoo esfoliante: uma boa ideia!

O uso semanal de shampoos esfoliantes também podem ajudar no controle da oleosidade sem raiz, sem piorar o ressecamento das pontas. Pra quem quiser opções,  indico muito o Pré Shampoo Esfoliante da Natura ou o Pré Shampoo Purificante Argiloterapia.

8. Shampoo a seco: use com cuidado!

Shampoo a seco é uma opção pra quando a raiz está muito oleosa e não dá tempo de lavar o cabelo, mas ele deve ser usado com cuidado, como exceção e não como regra.

Além de não substituir a lavagem, o uso excessivo pode acabar gerando um acúmulo de resíduos no couro cabeludo. Pra quem quiser saber mais sobre ele, tem post aqui com um guia completo do shampoo a seco!

Cabelos Mistos: o que evitar

Além das dicas básicas sobre como cuidar dos cabelos mistos, tem uma listinha de coisas que vocês precisam evitar:

  • Evite usar qualquer coisa que abafe o couro cabeludo, como chapéu, por exemplo. Quando não der pra evitar, reduza o uso, pois esse abafamento piora a oleosidade da raiz.
  • Cuidado com o uso de produtos que tenham álcool, como os sprays de fixação, por exemplo. Eles tendem a ressecar os fios e causar efeito rebote, piorando a oleosidade depois.
  • Não deixe o cabelo sujo por muito tempo. A sujeira, somada ao excesso de oleosidade, não deixa o couro cabeludo respirar, o que causa queda, caspa e piora na oleosidade.

Gente, vou parar por aqui porque o post ficou imenso, mas se quiserem dicas mais específicas é só falar, tá? E compartilhem aqui as dicas de vocês!

Beijos, Ju♥

O que você acha do JV?
Eu simplesmente amo esse blog!!! Já perdi a conta de quantos produtos comprei depois de ver resenhas daqui, porque sei que são reais. Bioextratus foi…