Vizcaya
26.04.2018

Perfume White Musk L’Eau The Body Shop

Tá calor aí? Por aqui até estava, mas meu frasquinho de ar-condicionado com brisa fresca deu jeito! Não conhece? Então vem cá que vou te apresentar ao White Musk L’Eau,  da The Body Shop, estrela do Perfumando de hoje!

Abre com uma pera mais frutal e verde que aquática, muito bem equilibrada, desde o início, por um almíscar absolutamente limpo,  que mais parece uma bafejo de limpeza, fresco e natural.

Lembra grama verdinha e úmida, pés descalços, banho de riacho,  início de manhã. Aí a gente encontra um lírio do vale orvalhado, ainda geladinho,  seguido de um jasmim acetinado e ricamente trabalhando num fundo leve de rosas cálidas com todo aquele ar chic despretensioso rycah nasci assim, sabe como é?

Perfume White Musk L’Eau The Body Shop

Tem jeito, e cheiro, de outono, mas um outono refinado: tudo nele rescende a calmaria, serenidade,  banho bem tomado, cabelo solto, mas arrumado, roupas brancas de algodão.

A mulher que usa parece, a primeira vista, perfeitinha, arrumadinha, do tipo que não grita, não surta, não fala palavrão. Mas só parece, porque personalidade ela tem de sobra, mas só mostra pra quem sabe sentir, saborear, apreciar o que não é, e jamais será, óbvio, comum.

Descontraída, suave e clean, ela tem a leveza, bem rara, diga-se, de quem sabe estar consigo, de quem sente a paz de estar ali, no seu mundinho particular. De quem não enjoa, não cansa, não abusa…

Um fresco especial, sutilmente elegante e cadenciado, mas que não projeta, fica bem rente a pele, e, em mim, não fixa bem nem dura nadinha.

Uma pena, porque é um cheiro que amo! Culpa, acho, da temperatura, porque na Marina, que mora em uma cidade bem mais fria, ele dura umas 4/5 horas, o que é bem razoável para um eau de toilette, né?

Custa R$159,00 na loja da marca, e adoraria que ele durasse um dia inteirinho!

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

Vizcaya
19.04.2018

Perfume Purple Colors Benetton: Doce, Doce, Doce!

Nunca um frasco, uma cor e as notas de um perfume me “enganaram” tanto como a estrela do Perfumando de hoje, o Purple Colors,  da Benetton.

Pela cor e embalagem, esperava mistério, magia, uma incógnita vibrante e jovem com início fresco e levemente cítrico que evoluiria de forma instigante até o fim… Mas, não, o Purple é muito mais casaco fofinho, bebida quentinha e aquele aconchego doce que não enjoa, não causa nem cansa, e talvez por isso seja fácil de agradar.

A abertura, com bergamota, toranja e néroli, que deveria brilhar com um frescor delicioso e marcante, é engolida por um doce de amêndoa com avelã caramelizado que permanece até o fim.

A bergamota e a toranja são quase imperceptíveis, e o que sinto do néroli é um levíssimo floral fresco, frutado, assabonetado e só.

resenha purple colors benetton juro valendo

O doce então mistura-se com um floral branco suave, que possui uma leitura do jasmim que não me seduz, não tem intensidade, feminilidade, personalidade. E a frésia, que funciona tão bem com o jasmim e o néroli (ou a flor de laranjeira), tornando o aroma cintilante, vívido e luminoso, tá lá no cantinho, apagadinha, tadinha…

Da rosa, logo ela, nem o rastro eu vi…

Mas o dulçor com fundo morninho, ahhh, esse eu senti, e talvez por isso ele agrade a maioria: embora não seja uma criação criativa, é confortável e acolhedora como aquele pijama velho e quentinho nos dias de inverno, que parece abraçar a gente, sabe?

Só que falta cremosidade nesse doce aí. Falta algo suculento e encorpado, ou aquele “não sei o quê” que vicia, que desperta, que instiga, enfim…

E se, mesmo sendo méleo do início ao fim, ele não enjoa, a culpa, e que culpa boa, é do patchuli terroso, amadeirado, de coração herbáceo e marcante, bem como do toque de musk, com aquela pontinha almiscarada cristalina que quebra a monotonia açucarada.

No fim, o que a gente sente mesmo é uma mistura doce e atalcada com muito pralinê envolto por patchuli com um longínquo fundo de flores brancas que fica rente a pele, não fixa tanto e dura pouco.

O Purple Colors custa R$99,00 (vende aqui), e a marca tem perfumes com mais “interessância”, que encantam muito mais.

É o tipo de perfume que quase todo mundo usaria, mas poucos se apegariam.

Já testou? Me conta o que achou! Aproveita e diz aí qual perfume você quer ver no próximo Perfumando!

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

12.04.2018

Olinda de Viver L´Occitane Au Brésil

Hoje vamos falar sobre o Olinda de Viver!

Semana passada fui pra Olinda a convite da L´Occitane Au Brasil pra conhecer o lançamento da marca para o dia das mães, que tem ainda um sabonete delicioso e um hidratante super gostoso.

Só que mais que conhecer os lançamentos, a gente pôde sentir, ainda que por pouco tempo, o que é Olinda, uma cidade cheia de cor, cultura, arte, história e beleza, muita beleza.

Não fosse pelo calor ( e que calor!) iria de mala e cuia pra lá! hahaha

Mas, vamos ao perfumando!

perfume olinda de viver resenha juro valendo

Olinda de Viver

Sabe aqueles dias em que a gente precisa de uma dose extra de ânimo? Hoje precisei de muitas, tanto que o Perfumando quase não saia…

Aí tomei um banho de folha de pitanga, vesti uma saia rodada,  preparei uma roska de umbu-cajá, coloquei Alceu pra cantar e espalhei Olinda, a de Viver, na pele, na casa, no ar.

Minutos depois o cheiro, e tudo o que ele provoca,  chegou onde deveria estar. Meu “perfume hahaha” (sim, isso existe!), da alegria instantânea, da felicidade genuína, da euforia e do frescor chegou na alma.

E aí dá logo aquela vontade de cantar Morena Tropicana aos berros, chamar todo mundo e ir pra rua dançar com uma chuva de confetes coloridos no ar. O ar de Olinda.

Porque Olinda de Viver nasceu pra brilhar, festejar, celebrar.

Mas essa linda não é só de Olinda, é de todo lugar. Camaleoa com alma de colombina, ela carrega todas dentro de si e pode, num piscar de olhos, ser cada uma de nós.

Dito isso, as cortinas se abrem com um manto poderoso de sumo de tangerina e lichia fresca que, em segundos, ilumina o buquê floral com um fundo frutal. A pera, suave, quase não aparece, e as folhas de violeta deixam aquele ar faceiro, aquela vontade de quero mais.

perfume olinda de viver resenha juro valendo

Balões coloridos e saias esvoaçantes rodopiam no palco da rua sob uma leve bruma de gerânio fresco e orvalhado, seguido por um carrossel de frésias brilhantes, que evocam uma mistura de tangerina com jasmim. Sim!

O musk deixa tudo mais limpo, almiscarado, e parece fazer mágica numa baunilha cremosa, das mais saborosas que já senti.

Nos bastidores, em meio a este baile de flores, surge, num frevo bonito, o sândalo, com a suavidade de quem traz, ao mesmo tempo, euforia e paz.

Seu calor esfumaçado tem a vibração da feminilidade e delicadeza, e o aconchego abafado, quando o patchouli chega pro abraço, mais parece um banho de cheiro.

Cheiro de vida, de alegria efêmera, de entusiasmo genuíno. Dos bons ventos, bons tempos, bons amores. Sem fim.

Preço e onde comprar

Vem com 100 ml, custa R$119,00 na loja virtual da marca (compre aqui) e é um dos melhores perfumes nacionais que senti nos últimos anos: equilibrado, linear, bem construído, com ótimo desempenho na pele, boa silagem, projeção suave e fixação que segura bem a projeção sem desandar.

Já experimentou? Conta aqui o que achou! E se quiser ler mais Perfumando é só clicar aqui!

Beijos, Ju♥

Bora ficar mais juntinha nas nossas Redes Sociais? Segue aí ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…