Vizcaya
13.05.2016

10 Conselhos de Beleza Pra Levar Pra Vida!

Você não vai se arrepender!

Dizem por aí que se conselho fosse bom a gente não dava, vendia, mas conselhos de beleza são sempre bem vindos, porque tem coisas que a gente vai aprendendo com o tempo e a experiência mesmo, não tem jeito, sabe? Nos últimos anos não só aprendi, mas passei a colocar em prática pequenos truques que fazem muita diferença, sobretudo a longo prazo, e são sobre eles que a gente vai conversar agora!

10 Conselhos de Beleza Pra Levar Pra Vida!

1. Nada de pele “fubenta”

Tenho pavor de pele “fubenta”, esbranquiçada e ressecada, o que acontece principalmente nos joelhos, cotovelos e calcanhares, e, pra evitar isso, todos os dias antes de dormir aplico um hidratante nessas regiões, mas tem que ser um mais “pesado”, mais potente, sabe? Ah, e use o restinho para hidratar as mãos, não pode esquecer!

Já deixo o frasquinho do lado da cama pra não esquecer, e ó, faz diferença!

2. Potencialize seus hidratantes corporais

Tenho dó de comprar hidratantes corporais super caros, tenho mesmo, então acabo potencializando os que tenho em casa com Bepantol solução. Para cada 100 ml de hidratante uso 10 ml de Bepantol (ou genéricos) e noto que a pele fica menos ressecada, sobretudo no inverno.

3. O melhor hidratante é a água

Anos atrás minha dermato disse uma coisa que nunca esqueci: “o que faz a pele ficar hidratada é a água que a gente bebe, e 97% da hidratação da pele é resolvida com água. Mas, o que faz a água ficar dentro da derme e não evaporar é a “gordurinha” que você deixa em cima da pele.”

Ou seja, se não tomar bastante água, não tem hidratante que dê jeito! E sim, tem que usar hidratante, porque é ele que vai ajudar a manter a água dentro da derme e, consequentemente, a pele hidratada. Falei mais sobre isso nesse post: Qual o melhor hidratante facial?

conselhos de beleza juro valendo

4. No início, dilua o ácido!

Amo ácidos, mas no início minha pele fica muito irritada e sensível, e aí, além de ir alternando os dias de uso até a pele acostumar, vou usando o danado diluído. Pra isso, coloco na palma da mão a quantidade equivalente a 1 ervilha de ácido com duas borrifadas de água termal ou Bepantol solução, misturo e aplico na pele.

A coisa fica mais suave e não irrita tanto a pele. Recomendo! Falei mais sobre isso nesse post aqui: Como evitar que o ácido irrite a pele?

5. Esfoliação é essencial!

Esfoliação corporal e facial é o tipo de coisa que não dá pra ficar sem, porque ela vai remover as células mortas e deixar a pele mais lisinha, além de “abrir” caminho para que os hidratantes penetrem melhor, porque, vamos combinar, é difícil que alguma coisa consiga penetrar na pele com uma muralha da China de células mortas acumuladas, né?

Não vivo sem esfoliante, sou viciada, e por mais que minha dermato brigue, uso bucha vegetal todos os dias e amo! hahaha Ah, gente, minha vó Nete dizia que sem bucha vegetal a pele (do corpo) não ficava boa, e mesmo que me provem de todas as formas que isso é mito, vou continuar acreditando, porque vovó disse e a pele dela era lisinha de dar gosto!

6. Óleo corporal faz diferença

Quem disse que fico sem óleo corporal? Fico nada! E quando vai chegando o inverno aí é que uso mesmo, porque minha pele corporal é super seca e fica pior nessa época, e como o óleo vai ajudar a evitar a perda de água, faz diferença!

Agora tô usando o de amêndoas da Delfino, que vende em farmácias, mas gosto muito do Natural Oil, da Nivea, que é um sabonete em óleo delicioso!

conselhos de beleza juro valendo

7. Hidratante na geladeira sim!

Sou louca por uma daquelas geladeiras bem pequenas ( a de 5 litros) só pra colocar cosméticos, sabia? É que quando aplico o creme geladinho no rosto os poros ficam mais fechadinhos (o efeito é temporário, claro), e quando o creme em questão é para a região dos olhos, o inchaço reduz rapidamente, porque isso acaba ajudando na contração dos vasos sanguíneos.

O mesmo vale pra água termal, que tem um efeito melhor quando está gelada. Não sei exatamente a razão disso, mas que funciona, ahhh, funciona!

8. Aplique os cremes do jeito certo!

Sabe aquela historinha de que a gente precisa aplicar os cremes faciais em movimento reto de dentro para fora? Pois é, faz sentido, sobretudo se o creme for anti-idade ou tiver efeito tensor, porque a puxadinha pra fora ajuda a deixar, temporariamente, a pele mais esticadinha.

Mas, no caso dos cremes para a região dos olhos a coisa muda: eles precisam ser aplicados em movimentos circulares, só que de fora para dentro, em direção ao canto interno do olho, porque isso aí vai ajudar na drenagem local e reduzir o inchaço na pálpebra.

Pra mim, que sempre acordo com essa região inchada, faz diferença!

9. Durma de barriga pra cima para evitar rugas

Quem dorme de lado ou com o rosto enfiado no travesseiro passa, em média, 8 horas por noite fazendo uma compressão que não é nada boa para a pele, porque causa linhas e rugas de difícil tratamento, e isso não é lenda, gente, é fato, tanto que a Academia Americana de Dermatologia fez um alerta sobre isso tempos atrás.

conselhos de beleza juro valendo

Ou seja, pra evitar as chamadas rugas de travesseiro, sulcos no rosto e marcas no pescoço e colo, é preciso dormir de barriga pra cima, e já tinha falado sobre isso nesse post ó: Truque certeiro para evitar rugas!

10. Dê pausa entre um produto e outro

A aplicação dos produtos faciais em camadas, um por cima do outro, tudo muito rapidinho, não é o mais recomendado. O ideal é aplicar um produto e dar uma pausa de alguns minutinhos (2 ou 3) para que o produto seja completamente absorvido pela pele e só depois aplicar o outro produto, senão os produtos acabam sendo diluídos nessa mistura, e aí os ativos do primeiro produto aplicado acabam não sendo totalmente aproveitados, o que significa menos eficácia.

Testei fazer como as asiáticas, que aplicam um por cima do outro, mas na minha pele só dá certo desse jeito, que foi como minha dermato ensinou!

Agora quero saber quais são os truquezinhos que você não abre mão, conta aí, menina!

Beijos, Ju♥

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Vizcaya
22.02.2016

Minha Primeira Ruga

A contadora de histórias da minha vida!

Por algum tempo tive medo da sua chegada e bolei planos mirabolantes pra te deixar bem longe de mim. Pensei em cremes e mais cremes, procedimentos de todos os tipos e até Durex se fosse preciso, mas você, minha primeira ruga, chegou, e chegou tão cheia de histórias, tão cheia de beleza que desisti de me livrar de ti.

Talvez eu tenha mudado, ou talvez tenha entendido coisas que não entendia antes, não sei, mas o fato é que enquanto as linhas finas me assustavam e as marcas de expressão me faziam rir ainda mais, deixando tudo ainda mais marcado, você, que é mais profunda, sempre me deu medo, sobretudo a primeira.

Um brinde a ela, minha primeira ruga!

minha primeira ruga

Mas aí você foi chegando devagarzinho, ali no cantinho dos olhos, e todas as vezes que eu te via lembrava das gargalhadas maravilhosas que já dei, e de todos os risos e sorrisos que me aqueceram o coração. Das coisas tristes e dolorosas, mas necessárias pra moldar a pessoa que sou hoje. E de tantos e tão incríveis momentos que já vivi, porque você é, em último caso, uma contadora de histórias, da história da minha vida.

E foi aí que me apaixonei por você, porque você, olha só, foi formada por cada expressão do meu rosto e da minha alma ao longo desses 33 anos anos, você “trabalhou” arduamente durante anos a fio, então não, eu não vou me livrar de você.

Vou fazer o que a gente faz com o que é precioso pra gente: entender, cuidar, proteger. Porque a gente envelhece mesmo, e eu quero envelhecer. Mas, mais que isso, quero saber envelhecer, e envelhecer bem, não só aceitando, mas amando a beleza de cada fase.

Quero que meu rosto tenha expressões, que não seja paralisado pelo uso excessivo de procedimentos estéticos. Quero que meu rosto conte histórias. Quero olhar pra você, e pra todas que vierem depois de você, e sentir orgulho da vida que vivi e que está estampada na minha cara.

Eu não quero ser uma mulher de 33 com cara de 15, eu não quero ser uma boneca de cera. Não, de jeito nenhum. Eu quero ser uma mulher de trinta e poucos anos que pareça uma linda e bem cuidada mulher de trinta e poucos anos. Com uma pele viçosa, bonita e bem tratada, mas nunca esticada, paralisada e com a tristeza de não poder contar histórias.

Quero olhar no espelho e continuar me reconhecendo. Quero saber que sim, o tempo está passando, as marcas estão ficando, e que tudo isso é bonito demais pra ser apagado ou jogado fora. Porque sou eu, porque é você contando, de traço em traço, a história da minha vida.

Vou continuar fazendo laser, peeling e pretendo começar o botox preventivo, uma vez ao ano, mas jamais pra te esconder, pra te apagar, pra evitar que você surja. Quero apenas que você venha de forma suave e delicada,  e seja muito bem tratada, pra que continue contando as minhas histórias da forma mais bonita que for capaz.

Seja bem-vinda!

Beijos, Ju♥

 

23.07.2015

Mulher de 30: Quero o meu Botox!

Publiquei uma foto no insta (@JuroValendo, segue lá!) e no Face ontem falando que queria colocar botox e foi um Deus nos acuda, com um monte de gente me dando esporro (mas tudo de forma carinhosa e fofa, porque as minhas leitoras são demais!♥ ) por me achar nova demais pra isso, e resolvi fazer um post sobre o assunto, porque já vi que tem muita informação equivocada por aí.

Pra quem não conhece muito bem, o botox é um procedimento de ação localizada que provoca a paralisia muscular temporária, sendo que seu efeito dura de 2 a 6 meses, e, de acordo com a dermatologista Denise Steiner (veja aqui),  ele pode ser usado pra várias coisas, como pra rugas, levantamento das sobrancelhas, levantamento do nariz ou do canto da boca, redução do sorriso gengival, redução da flacidez e rugas do pescoço, redução das rugas do colo, hiper-hidrose e, como algumas leitoras relataram ontem, pro tratamento da enxaqueca (gostei mais ainda!).

botox preventivo de rugas

Conheço inúmeros dermatologistas que indicam o botox de forma preventiva, geralmente a partir dos 30 anos, desde que seja feito usando quantidades menores, justamente pra evitar aquele efeito “plastificado”, e com uma frequência de, no máximo, 2 vezes ao ano, mas isso varia de médico pra médico.

O importante, claro, é procurar um profissional de confiança, que seja realmente capacitado e que, principalmente, trabalhe de acordo com o seu objetivo, já que tem profissionais que, como a Bruna Silva explicou lá no Face, trabalham com um resultado mais plastificado e outros que trabalham com um resultado mais natural.

O que eu quero, claro, é um resultado bastante natural, que suavize um pouco as minhas marquinhas, mas não suma com elas, e que atue de forma preventiva, porque envelhecer é bom e eu sou tranquila com isso, mas não preciso ficar parecendo um maracujá seco, né?

E não, eu já não sou mais uma mocinha de 20 anos com o colágeno trabalhando a todo vapor. Daqui a pouco mais de 20 dias faço 33 anos, e quero cada vez mais cuidar da minha pele pra envelhecer bem, sabe? Não quero precisar, daqui a 30 anos, fazer uma plástica, quero sempre o que for menos invasivo (e menos doloroso, claro! rs).

botox preventivo

A minha dermato já tinha comentado sobre o assunto uns 2 anos atrás, e agora em agosto vou conversar direitinho com ela sobre isso, porque acho sim que é uma ideia interessante, desde que seja feito da forma adequada e sem excessos, porque o grande problema do botox é o excesso, é isso que “muda a expressão”, que deixa o rosto plastificado e totalmente artificial. Quando, ao contrário, a coisa é bem dosada, o resultado é bem natural, o efeito fica bonito e ninguém percebe.

Ontem mesmo a Carol, minha amiga desde o colégio, que é médica, comentou lá no insta que tinha feito na testa e adorou porque o resultado foi super natural. Melhor ainda: ela disse que só ela percebeu, que quando contou ninguém acreditou!

A Agata e a Laisa, duas leitoras, também comentaram a mesma coisa lá no insta, que tinham feito e que o resultado foi tão natural que ninguém notou. Então, acredito que tudo seja uma questão de saber dosar, sabe?

Dito isso, vamos ao que interessa: tá tudo muito lindo, tudo muito claro, mas o que resta saber é se eu, que sou super covarde pra dor, vou aguentar tomar injeção na testa, né? Só quero ver!rsrs

E agora quero saber quem já fez, o que achou, se gostou, se não gostou e tudo mais… Solta o verbo aí, menina!

Beijos, Ju♥

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…