05.11.2015

Força, Foco e Folha: Olha a Dieta Aí!

Agora vai!

Tenho prometido, e faz é tempo, que vou levar a dieta mais a sério, mas a verdade é que, mesmo comendo direitinho na maior parte do tempo, tô dando umas boas escapadas! É uma bebidinha aqui, uma massa acolá, e quando chega o final da semana e eu subo na balança, vejo que foi uma “semana perdida”.

Sério, a sensação que tenho é essa, e isso me desanima muito, me deixa insatisfeita comigo mesma, porque se eu não gostasse de comer saladas, verduras e coisinhas saudáveis, ok, mas eu gosto, então porque jacar? Na maioria das vezes é pra acompanhar os amigos, ou porque é mais rápido comer alguma besteira que parar e fazer uma comida saudável. A realidade é que eu sequer me dou conta de que estou jacando, já vai no automático, sabe? E isso é pior ainda…

No início de outubro eu prometi pra mim mesma que os últimos 3 meses do ano seriam de “Força, Foco e Folha”, mas, humana que sou, falhei. Daí, uma semana atrás li uma frase que meu três tapas na cara e vários socos no estômago, e foi tão forte pra mim que corri pra academia em pleno domingo, e até postei lá no insta e no snapchat (sou jurovalendo nos dois, segue lá!).

força foco e folha

Mas parece que a porrada não foi forte o suficiente, porque dois dias depois lá estava eu jacando de novo.

Só que ontem, depois de uma massa deliciosa e de uma cervejinha gelada, eu passei muito mal, mas muito mesmo, e eu sei que foi por causa do calor, porque eu realmente não aguento e minha pressão vai pro chão, mas tenho certeza que o fato de ter comido uma coisa mais pesada e cheia de condimentos piora a situação.

Pensei muito nisso ontem, pensei no tanto que  estava me sentindo bem quando fazia tudo direitinho e aí peguei a frase, a do soco no estômago, li novamente, imprimi e coloquei aqui no meu mural pra ler todos os dias, porque a verdade é que a gente pode (quase) tudo, só depende de nós mesmos, só que a gente “esquece”, a gente fraqueja, a gente deixa pra depois, e eu não quero mais isso.

Portanto, a partir de hoje é “Força, Foco e Folha”, e eu prometo postar TUDO o que comer lá no Snap e no Insta, e quero que vocês me cobrem (por favor!), porque isso me ajuda muito, sabe? Acho que firmar o compromisso de postar todas as minhas refeições vai ajudar a me manter alerta e, consequentemente, a não jacar. Vocês me ajudam?

força foco e folha

Ah, e a frase, que vale pra tudo na vida, é essa: ” Você é do jeito que você é porque é assim que você quer ser. Se você realmente quisesse ser diferente, começaria num processo de mudança imediatamente.”

E se quiser acompanhar direitinho os posts da dieta, o tanto que já perdi e coisas do tipo é só clicar aqui.

Beijos, Ju♥

16.08.2015

Diário da Dieta: Perda de Peso

e falta muitoooo, mas eu chego lá!

Agora que estamos de “roupa nova”,  tô animada pra escrever mais e mais, inclusive sobre a dieta! Faz tempo que não falo sobre isso por aqui, então vamos dar uma atualizada nisso, tá?

Pra atualizar todo mundo direitinho, vou começar lá de junho, que é um mês difícil pra quem faz dieta, mora no Nordeste e ama milho (presente!), e no meu caso a coisa piora, porque o São João começa no Santo Antônio, padroeiro da cidade, que na verdade começa dia 1º de junho, que é quando começam os festejos do padroeiro por aqui. Resumindo: meti o pé na jaca em junho!

perda de peso

Julho não foi muito diferente, e comi várias coisas que não tinham nada a ver com a dieta, só que uma coisa fez diferença aí: meus hábitos alimentares mudaram e eu não belisquei o tempo todo, só comia nos horários certos e em quantidades pequenas.

Como vocês sabem, julho foi um mês complicado pra mim, então resolvi me dar um tempo de tudo, porque precisava mesmo “cuidar de dentro”, daí não me preocupei com a dieta e não senti a menor culpa em relação a isso, porque a prioridade, naquele momento, era outra.

Mas, mesmo sem a preocupação com a dieta, continuei comendo saudável na maior parte do tempo, com umas escapadinhas aqui e ali pra comer um açaí, uns biscoitinhos e coisa do tipo, e isso me ajudou não só a não ganhar peso, mas a perder 2 kg.

Aí veio meu aniversário e comi massa, tomei umas bebidinhas e belisquei coisinhas gostosas, mas hoje já tô aqui animadíssima montando meu cardápio da semana e prontinha pra voltar pra minha “dieta”, porque ela não me deixa bem apenas fisicamente, mas psicologicamente, porque é muito bom poder ter controle sobre si, sabe?

perda-de-peso

Então, de junho pra cá meu peso não mudou muito e ainda estou na casa dos 80, mas já saio dela, e acho que pra quem já pesou 117 eu tô no lucro, né?. Acho engraçado que sempre que posto uma foto de corpo inteiro lá no Instagram (@jurovalendo, segue lá!)  muita gente diz que não parece isso tudo, mas acho que é porque eu sou toda gordinha, daí fica tudo distribuído, né? Quer dizer, tudo menos meus bracinhos de biscoiteira, mas tudo bem! hahaha

Mas, enfim, ainda preciso mandar pra longe bastante peso e quero acabar com isso esse ano, mas tudo de forma leve, sem me pressionar, sem me cobrar e sem entrar na neura, porque não tenho o menor saco pra isso!

Ah, e pra ver o diário da dieta desde o início, é só clicar aqui, e prometo atualizar esse diário toda semana, combinado?

Beijos e boa semana, Ju♥

28.05.2015

Diário da Dieta: Emagrecimento X Flacidez

Tão acompanhando o Diário da Dieta? Promete postar mais sobre isso aqui, mas acompanhem lá no insta (@JuroValendo) que por lá sempre tem coisinhas relacionadas ao meu emagrecimento, tá? E essa semana vamos papear sobre um pesadelo chamado flacidez!

Como já emagreci e engordei algumas vezes, e como dessa vez já perdi bastante peso (mais de 30!), muita gente me questiona sobre a flacidez, sobre como está minha pele, minhas musculatura e coisas do tipo, daí achei que seria legal falar mais sobre isso aqui, sabe?

flacidez-perda-de-peso-e-emagrecimento

Flacidez da pele X Flacidez muscular

Antes de começar a falar da minha experiência, quero explicar que a flacidez da pele é bem diferente da flacidez muscular, já que essa última é mais “profunda” e difícil de tratar, vez que envolve não só a redução do tônus, mas também a perda muscular mesmo. Já a flacidez cutânea é mais “superficial” e fácil de tratar, e está relacionada com a perda gradativa das fibras de colágeno.

Várias coisas causam ou intensificam a flacidez, inclusive o tabagismo, o sedentarismo, a alimentação, o efeito sanfona e por aí vai. No meu caso, ela é mais superficial e está relacionada principalmente com o “engorda e emagrece”, além da idade, porque né, já tenho 32 anos e a produção das fibras de colágeno já não é a mesma.

Flacidez: O corpo tem “memória”

Acontece que, pelo tanto que já engordei e emagreci (falei sobre isso nesse post aqui), era pra ter bem mais flacidez do que tenho, porque a verdade é que, exceto pelos bracinhos (sempre eles, rum!) e pela parte interna da coxa, o tônus da minha pele não tá muito ruim não.

O fato de comer bastante proteína e consumir muito colágeno e aminoácidos ajuda, assim como a atividade física, que ainda é bem leve, mas eu acredito nessa história de que o corpo tem memória, sabe?

Quando criança eu fiz ginástica olímpica (por uns 6 anos) e era toda “troncudinha” e musculosa, daí quando parei de fazer ginástica olímpica o corpo foi ficando mais “normal”, mas sempre durinho, e mesmo quando engordei e emagreci muito não “sobrou pele”.

flacidez-perda-de-peso-e-emagrecimento

Claro que hoje o tônus da minha pele não é o mesmo que seria se eu não tivesse passado a vida no efeito sanfona, claro que não tô durinha, mas, de verdade, não é algo que me incomode não, sabe?

Pode ser que, quando emagrecer mais, a flacidez se acentue e eu fique incomodada, mas atividade física ta aí pra ajudar, assim como os tratamentos estéticos, que também ajudam muito! Já até pesquisei sobre isso e vi bons resultados com carboxi, que eu jamais farei porque dói demais (já tentei anos atrás pra tratar estrias!rs), a radiofrequência, o infravermelho e alguns outros que não têm aqui em Jee (pois é… rs).

A curto prazo o que pretendo fazer é achar alguém pra fazer massagem modeladora, porque já fiz tempos atrás e adorei, embora não ache que faça efeito algum na flacidez, mas vejo diferença no “contorno” corporal, sabe?

Ainda preciso conversar com minha dermato sobre isso, ver o que ela sugere em termos de tratamentos, de suplementos e tal, mas só vou fazer isso lá pra julho, porque tô sem tempo nenhum. Então, se alguém tiver alguma diquinha, conta aí que vou adorar!

Ah, e pra ver os demais posts do Diário da Dieta, o antes e depois, como funciona a minha dieta, o que pode e não pode, é só clicar aqui!

Beijos, Ju♥

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…