Vizcaya
18.08.2016

Sobre Aceitar o Próprio Corpo

Desde que comecei a falar por aqui sobre dieta, várias meninas estão sugerindo que eu fale mais sobre aceitar o próprio corpo, bem como sobre o excesso de peso, a dificuldade em encontrar roupas em qualquer loja e coisas do tipo, e já respondi tantas coisas sobre isso que resolvi fazer um post.

Talvez esse post não seja exatamente o que a maioria queira ler, porque não estou aqui pra falar o que as pessoas querem ouvir. Estou aqui pra falar sobre o que eu, como indivíduo, penso, sinto e vivo. E, talvez, a minha forma de pensar seja um pouco diferente.

A verdade é que quando decidi criar o blog foi pra falar com e para mulheres, com todas elas, sobre todos os assuntos que viessem a minha cabeça.

aceitar o próprio corpo juro valendo ju lopes

E, nesse caso, não vejo razão em diferenciar as mulheres por causa do peso, da cor da pele, da altura, do tipo de cabelo ou de qualquer outra coisa, porque, afinal, uma mulher não deixa de ser mulher porque é gorda ou magra, porque tem cabelo liso ou cacheado e por aí vai.

Isso não significa, contudo, que não ache válido a criação de blogs de nicho, voltados especificamente pra o público plus size, por exemplo.  Ao contrário, acho extremamente importante, aplaudo de pé, e tem muita gente por aí fazendo um trabalho lindo, como a Paulinha Bastos e a Ju Romano, que inspiram, arrasam demais, postam looks lindos e textos incríveis.

Só que esse é o foco delas, elas têm o dom de falar sobre isso, eu não tenho, até porque as nossas realidades são muito diferentes.

Claro que poderia falar mais sobre isso por aqui, até porque os muitos anos de efeito sanfona e excesso de peso me deram uma “bagagem” enorme, e eu ainda tô longe do peso que considero ideal pra mim, mas a minha vontade sempre foi falar “com todo mundo”, falar sobre muitas coisas, falar do que vem na minha cabeça quando sento e começo a digitar, simples assim.

Então, no dia que algum texto sobre isso “brotar”, no dia que a vontade surgir, como aconteceu hoje, ele vai aparecer por aqui, mas eu não seria eu se me obrigasse a postar sobre um determinado assunto, porque a verdade é que nunca sei o que vou escrever até sentar em frente ao computador, entende?

Sobre aceitar o próprio corpo…

E pra quem acha que eu deveria levantar bandeiras, bom, a única bandeira que levanto é a da aceitação, porque não importa qual o seu peso, a sua cor, o seu tipo de cabelo ou qualquer outra coisa: você precisa se aceitar, se respeitar e se amar.

aceitar o próprio corpo juro valendo ju lopes

A não aceitação, a falta de amor e de respeito por si mesma, pela pessoa que se é, é uma doença, assim como a obesidade, só que muito mais profunda e destrutiva, porque é emocional e não tem dieta, exercício ou remédio que cure.

E se engana quem acha que “ficar” magra vai resolver o problema da autoestima porque, sinto informar, a coisa não é exatamente por aí, até porque, se assim fosse, pessoas magras não teriam esse tipo de problema, né?

Eu, Ju, tenho um amor profundo por mim e, não importa o que digam ou façam, isso não vai mudar.  Mas não festejo o excesso de peso porque, no meu caso, ele é uma doença e me fez e faz muito mal.

Tenho resistência a insulina, fadiga adrenal crônica, reponho uma quantidade enorme de hormônios todos os dias e já tive esteatose hepática, então não vou chegar aqui e falar que não tem nada demais estar acima do peso porque estaria mentindo.

Tem sim. Tem porque me limita de muitas formas, me faz gastar horrores com remédios e hormônios ( eu sou pão dura, gente! rs), porque me estressa ter que explicar para as donas das lojas que as roupas que elas vendem são inadequadas pra meus 118 cm de quadril (era 115, aumentou! hahaha) e por aí vai.

Ah, e faço questão de falar isso: ninguém tem que se sentir inadequado por causa do excesso de peso. Ninguém tem que ficar constrangido por que uma roupa não cabe. Ninguém. Inadequadas são as marcas que não fabricam roupas para todas as mulheres. Constrangidas deveriam ficar as mulheres, donas de lojas,  que se recusam a vender roupas acima do 44, isso sim.

aceitar-o-próprio-corpo-juro-valendo-ju-lopes

Não me sinto inadequada e não permito, de forma alguma, que quem quer que seja tente me constranger por causa do tamanho do meu manequim.

Não tenho  raiva ou vergonha de mim por causa do meu peso. Gosto de mim, da pessoa que  me tornei, e me aceito como sou, independente do peso, mas não me sinto bem com ele porque não quero estar doente, porque quero ser saudável, quero subir e descer montanha sem morrer de cansaço, quero ter fôlego pra fazer trilha, pra viver a vida que sempre gostei de viver.

E não, gente, não existe contradição entre se aceitar e querer emagrecer, porque uma coisa não tem nada a ver com a outra, ao menos pra mim.

Porque, raciocinem comigo, se você tem uma doença, e no meu caso são várias doenças, é lógico que você quer se livrar dela, né? Mas o fato de ter uma doença vai impedir que você goste de si mesma? Que se aceite? Que se ame, que se ache o máximo? Eu acho que não…

Sabe, tenho amigas que são gordinhas, saudáveis e nem pensam em emagrecer, assim como tenho amigas magras que têm vários problemas de saúde, só que eu sou gordinha e tenho problema de saúde pra dar, vender e emprestar, então tenho sim que resolver meu peso, que é um problema, só que isso não tem nada a ver com me aceitar ou não.

A coisa é bem mais simples: problemas existem para serem resolvidos, ponto final.

Beijos, Ju♥

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

Vizcaya
02.05.2016

5 Dicas Pra Ter Uma Vida Mais Saudável

Tô tentando, juro valendo!

Nos últimos meses fui bem desregrada em relação a várias coisas: dormia super tarde e acordava cansada, não estava me alimentando direito, não tinha horário pra nada e quase sempre “furava” a academia. Daí percebi que tudo isso estava me atrapalhando, comprometendo meu rendimento e minha qualidade de vida, e fiz uma listinha (lógico hahaha) de coisas que preciso fazer todos os dias pra ter uma vida mais saudável.

Por uma vida mais saudável!

1. Alimentação correta

Não tem como ser mais saudável comendo um monte de besteira e, pior ainda, nos horários errados. Até meados do ano passado estava super regrada com a dieta, mas aí fui metendo o pé na jaca um pouco de cada vez e quando percebi já não existia mais dieta, o que me deixou muito chateada comigo, sabe?

Então, a primeira coisa da minha listinha é comer corretamente, o que significa reduzir os carboidratos  (e eliminar os carboidratos simples)  e cortar o açúcar (tenho resistência à insulina), reduzir as porções, comer de 3 em 3 horas e tomar mais água.

“Dieta” é muito pessoal, e no meu caso o ideal é evitar ao máximo alimentos de alto índice glicêmico, até porque não aguento mais tomar Nimegon Met (o comprimido é enorme, gente!). Já tinha cortado o açúcar há uns anos atrás, mas venho “fazendo a formiguinha” de vez em quando e quero me livrar disso.

2. Dormir e acordar cedo

O ideal é que eu durma às 22hs pra acordar às 5:30 ou 6hs, no máximo, mas só consigo dormir lá pras 3 da manhã, porque fico fofocando no whats ou lendo sem parar,  acordo 7 e meu dia não rende, porque sempre acordo cansada e sem pique, sabe? Vou me forçar a dormir mais cedo, porque aí acordo mais cedo, descansada e consigo fazer tudo o que planejo, inclusive caminhar com Ozzynho 1 h toda manhã, o que não está acontecendo ultimamente.

Meu nutrólogo sempre diz que se a gente não dorme bem nada funciona direito, e é verdade, então vou mudar isso!

3. A tal da atividade física

Ó, eu já tentei de tudo, mas academia é um saco! Não gosto do ambiente, detesto música alta, não suporto o barulho e as aulas lotadas. Pra mim não dá, é oficial!

Mas, preciso fazer atividade física todos os dias, então me comprometi a voltar a andar com Ozzynho durante 1 hora todos os dias de manhã e fazer aula de dança, que eu amo, mas não quero em academia, e vou providenciar isso hoje!

4. Organizar meus horários

Com isso de acordar mais tarde, minha vida saiu do eixo completamente, porque nunca dá tempo pra nada, e mesmo listando tudo o que preciso fazer no dia, não estava dando certo.

Daí peguei a minha agenda e coloquei tudo o que tenho que fazer em cada horário, mas tudo mesmo, desde responder comentários e escrever posts até colocar comida para os meus bichinhos, cuidar da pele, comer e por aí vai.

Como tenho a tendência de ser mais metódica, acho que seguir essa listinha, riscando cada tarefa concluída, vai ajudar a manter a disciplina e não me perder durante o dia, sabe?

5. Ter tempo pra mim

Todos os dias preciso tirar um tempinho pra fazer meu reiki, meditar, usar o beamer, fazer drenagem, cuidar do cabelo, cuidar das unhas, cuidar de mim, enfim. Claro que não dá pra fazer tudo isso todos os dias, então separei um dia pra cada coisa, mas meditação, reiki e ler um pouco é algo que preciso todos os dias.

Ah, cuidar da pele não entra aqui, porque é tipo escovar os dentes, né? Não dá pra ficar sem!

Esses são meus 5 compromissos pra essa semana e, conseguindo cumprir com todos eles, semana que vem passo pra segunda parte, sem esquecer nenhum desses, claro. Porque, sim, preciso organizar muitas coisas, mas é um pouco de cada vez, senão a gente fica sobrecarregada, né? Bora ver como vou me sair! rs

E se você tiver alguma dica que possa ajudar, compartilha aí!

Beijos, Ju♥

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

20.11.2015

Molho Para Salada: Meu Top 10!

Pra deixar suas saladas deliciosas!

Vamos falar daquilo que transforma folhinhas, verduras em legumes em pratos deliciosos? Sim, isso existe, minha gente, e atende pelo nome de molho para salada!

Juro pra vocês que minha vida mudou depois que entendi que salada, pra ficar saborosa, precisa de tempero e molhos, e vou mostrar agora meus molhos preferidos pra saladas, que são fáceis e rápidos de fazer.

1. Molho de Páprica Picante da Ju

Tenho apego nesse molho porque foi criado por mim e foi graças a ele que tomei gosto por saladas, sabe? É muito gostoso e super fácil de fazer: você só vai precisar de creme de leite, maionese, páprica picante, creme de cebola e molho inglês.

molho para salada

Quem não come/gosta de creme de leite e/ou maionese, pode substituir por creme de ricota, cottage ou iogurte natural que fica uma delícia! Pra conferir a receita e aprender a fazer é só clicar aqui.

2. Molho de Mostarda e Mel

Meu vício atual, o molho de mostarda e mel pode ser usado não só em saladas, mas em sandubas, legumes, no bom e velho franguinho grelhado ou onde mais você quiser.

Pra fazer é simples: basta misturar mostarda, mel, sumo de limão, azeite de oliva (opcional), maionese (que pode ser substituída por creme de ricota, iogurte natural ou cottage) e pimenta do reino, que é opcional. Pra conferir a receitinha e o modo de fazer é só clicar aqui.

3. Molho de Parmesão do Subway

Nos dias que tô com vontade de me atracar com uma massa suculenta aos 4 queijos me jogo nesse molho, que é uma delícia! Pra fazer você vai precisar de parmesão ralado, leite desnatado, maionese light, alho e creme de leite, e pra ver a receita completa e o modo de fazer é só clicar aqui.

salad dressing

4. Molho de cebola agridoce

Bom pra quando a gente tá com vontade de comer uma coisinha doce, esse molho de cebola agridoce é bem parecido com o do Subway e usa apenas cebola roxa, azeite de oliva, adoçante culinário (ou açúcar), vinagre branco, sal e água.

Fica bem gostoso usando “puro” ou misturado com outros molhos, e pra conferir a receita e o modo de fazer é só clicar aqui.

5. Molho Italiano

Esse molho é uma delícia, e prefiro usá-lo em saladas onde coloco um mix de folhas, sabe? Pra saladas verdes ele é tudo na vida!

Você vai precisar de 1 dente de alho, 1/2 colher (das de chá) de sal, 1/3 de xícara (das de chá) de azeite de oliva, 1/2 colher (das de chá) de orégano seco, 4 colheres (das de sopa) de vinagre de vinho, 3 colheres de vinho tinto seco e 6 grãos de pimenta do reino.

Primeiro você vai misturar em um recipiente o vinagre, o vinho e o sal, e tem que misturar bem até que o sal dissolva. Em seguida, amasse o alho e triture a pimenta do reino. Feito isso, acrescente o alho, a pimenta do reino e o orégano na primeira mistura, a que tem vinagre, vinho e sal.

salad dressing

Vá, aos poucos, colocando o azeite de oliva e misturando bem com um garfo ou um batedor, pra ir emulsionando a mistura. Coloque o molho em um recipiente de vidro com tampa e deixe descansar por 4 horas, servindo em seguida.

Esse dá mais trabalho, mas pode guardar na geladeira que aguenta uns dias, e o trabalho compensa, porque ele fica muito gostoso e dá um toque bem especial às saladas verdes!

6. Molho agridoce

Sabe aquele molho que acompanha o rolinho primavera? Então, fica uma delícia em saladas, gente!

Pra fazer a gente precisa de 1/2 xícara (de chá) de vinagre (usei o de arroz, que é adocicado), 1 xícara (das de chá) de água, 3 colheres (das de sopa) de açúcar, 1/2 xícara (das de chá) de Catchup e 1 colher (das de sopa) de Maisena. Quem quiser pode acrescentar 1 colher (das de chá) de shoyu, e faço isso sempre que acho que ficou enjoado demais! rs

O modo de fazer é bastante prático: em uma panela, coloque o vinagre, a metade da água, o açúcar e o Catchup, misture e leve ao fogo.  Em uma vasilha separada, misture a outra metade da água com a maisena, e jogue na panela quando a primeira mistura estiver quase fervida. Aí é só deixar esfriar, colocar na geladeira e servir.

salad dressing

7. Molho de manjericão

O molho de manjericão é refrescante, levinho, pouco calórico e gostoso! Basta misturar 1 xícara (das de chá) de  queijo cottage, o mais “magrinho” dos queijos, que é ótimo pra fazer molhos e pastas, 1 colher (das de sopa) de sumo de limão, 1 colher (das de sopa) de manjericão fresco macerado e um tiquinho de sal.

Pra mim essa quantidade de manjericão é suficiente, mas quem quiser pode colocar mais e até incrementar com um pouco de azeite de oliva e parmesão ralado. Fica uma delícia com saladas, torradas e petiscos.

8. Molho oriental

Faço pouco esse molho porque acho “quente”, mas é delicioso, sobretudo para salada de folhas. E pra fazer é fácil: basta misturar 3 colheres (das de sopa) de shoyu, 5 colheres (das de sopa) de azeite de oliva, sumo de 1/2 limão, 1 colher (das de chá) de gengibre ralado e um tiquinho de sal.

Misturou? É só espalhar na salada e se deliciar!

9. Molho caprese

Outro molho bastante simples e que fica ótimo com aquela salada básica do dia a dia, a de tomate, e também com as que levam queixo é o molho caprese.

A receita é fácil: primeiro misture  3 colheres (das de sopa) de vinagre balsâmico (tem que ser ele) com  1 colher (das de sopa) de azeite de oliva até a coisa ficar mais “uniforme”. Em seguida, acrescente 1 colher (das de sopa) de água, 1 gotinha de adoçante, uma pitada de sal e pimenta-branca a gosto e misture bem.

salad dressing

Claro que dá pra adaptar, mas o gosto do molho usando o vinagre balsâmico é bem melhor, e pimenta-branca faz TODA diferença!

10. Molho de ervas secas

Esse molho vai bem com todo tipo de salada, e também com legumes, torradas e petiscos. E o melhor é que a gente faz a “parte seca”, guarda, e quando quiser usar é só misturar com a parte líquida. Vou explicar!

Para fazer a “parte seca” você vai precisar de 1 colher (das de chá) de alho granulado, 1 colher (das de sopa) de cebola granulada, 1 colher (das de sopa) de orégano, 1 colher (das de chá) de salsa seca, 1 colher (das de chá) de tomilho, 1 colher (das de chá) de pimenta do reino moída e 3 colheres (das de sopa) de sal.

Em uma vasilha com tampa, misture bastante todos os ingredientes e guarde. Quando for fazer o molho, basta misturar 60 ml de vinagre branco, 2 colheres (das de sopa) de água, 150 ml de azeite e 2 colheres (das de sopa) da mistura seca de ervas aromáticas.

Esse molho já preparado é suficiente, pra mim, por 5 dias, então guardo na geladeira, e a mistura de ervas secas dura um mês inteiro.

Esse final de semana farei alguns e vou postar o preparo no Instagram (@Jurovalendo) e no Snapchat (jurovalendo), acompanhem por lá! E se tiverem alguma outra receita de molho que seja deliciosa, compartilhe aqui! Ah, e se fizer esses molhos, me marca lá no Insta que quero ver, viu? E se quiser conferir mais receitinhas fáceis e gostosas, é só clicar aqui!

Beijos e bom final de semana, Ju♥

O que você acha do JV?
Ju, amo seu blog!!! suas dicas!!! vc é maravilhosa com sua opinião honesta!!! Sempre quando quero comprar algum produto venho aqui pra ver o que…