25.04.2019

Perfume Dama da Noite L´Occitane Au Brésil

A nova versão do Dama da Noite, da L´Occitane Au Brésil, é o tipo de perfume que precisa ser convencido do que é, como Geraldo Azevedo quando canta “eu digo e ela não acredita, ela é bonita, demais, digo e ela não acredita, ela é bonita, é bonita…”

Dama da Noite abre com uma tangerina doce e cristalizada em um fundo floral frutal de frescor marcante de bergamota madura que, junto com uma pera graciosa, de doçura verde perfumada, iluminam uma profusão de flores de inocência maliciosa, que mais parecem um convite…

Um convite doce e tímido, sem a cremosidade untuosa das flores brancas nem a nuance animálica e fescenina que tanto amo no jasmim e, mais ainda, na dama da noite, mas ainda sim um convite.

Perfume Dama da Noite L´Occitane Au Brésil

Aqui, a leitura do jasmim é delicada, equilibrada e suave, muito suave, mas, em leves traços, ele está enlaçado em todas as notas até o fim.

O gerânio rosa chá pouco aparece, e a dama da noite vem com uma doçura balsâmica que é bonita sem fazer esforço. Não arrebata, é verdade, mas tem contornos de uma feminilidade cheia de ternura que é linda demais.

O adocicado floral se remodela no meio do caminho, respingado por um patchuli escorregadio que cede facilmente o lugar para o patchuli de java, esse sim, mais suntuoso, emergido em vapores mornos de uma fava tonka amendoada, um pouco de sândalo, talvez, e muitas doses de baunilha, mas uma baunilha cremosa, fervida e, talvez, mais comedida, digamos assim.

E foi aqui que, ao invés de uma densidade maior, com um tom oriental mais acentuado e resinoso pra dar solidez às notas mais efêmeras, o Dama da Noite, descambou pro “agora eu quero doce, doce, doce, doce…” e perdeu boa parte da interessância pra mim.

O doce não é enjoativo. É floral e adulto. Também não perde a pose ou exagera. Não é isso. É só que ela fica ali, sempre pronta, sempre doce, sorrindo sem sorrir, em cima do muro…

Dama da Noite continua bonita. É bonita sim. Mas poderia ser mais, ser bonita e interessante demais…

É um desodorante colônia de projeção serena, fixação razoável e boa durabilidade.

Vem com 75 ml e custa R$135,00 na loja virtual da marca.

Já testou? Me conta o que achou!

E pra ver mais resenhas de perfumes é só clicar aqui em Perfumando.

Beijos, Ju♥

Quer mais dicas como essa? Vamos prosear nas redes sociais ⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

22.08.2018

Perfume Yes I Am Cacharel

Que pode uma criatura senão, entre criaturas, amar? Amar e esquecer, amar e malamar, amar, desamar, amar? Sempre, e até de olhos vidrados, amar?

Ahh, Drummond, pode muitas coisas, começando pela mais importante: amar a si mesma!

E a dona do Yes I Am ama, e como ama…

Um amor puro, daqueles que, como bem diz Djavan, ainda nem sabe a força que tem… E ela não sabe mesmo, mas esse amor é dela, só dela e de mais ninguém.

Dizem os astros que ela tem muito de Escorpião. E Leão… Talvez tenha, mas o certo mesmo é que ela é o que ela quiser. Porque ela pode, porque ela quer.

perfume yes i am cacharel juro valendo resenha

Faceira, se arruma pra ela: espelhos gigantes, batom vermelho, salto alto, fino, lingerie de renda, e preta, por favor, mas daquelas que  acariciam a pele… Por cima, qualquer coisa que não seja óbvia, que não “entregue” muito. É que ela é divertida, ahhh, ela gosta de brincar, de jogar, de se jogar…

E ir pra rua, pro mundo, pra vida, dançar…

E já que é pra sair, ela sai inundada de si. Se esbalda, causa e, quando dá na telha, volta maravilhosamente descomposta, mas elegantemente, pra casa. Ou fica, livre, sem destino, até o amanhecer, até quando bem entender.

Feito kundalini desperta, meio menina, meio mulher, ela graciosamente provoca, envolve e hipnotiza, mas, juro, nem é porque quer…

Seu cheiro lembra muitos outros, e até pode ser, mas sem ser… Framboesa suculenta com alcaçuz untuoso numa abertura açucarada, bem gourmand, levemente pontuado por uma mistura cítrica que, rapidamente, sai de cena, deixando tudo mais cremoso.

Uma sinfonia de notas florais levemente amanteigadas, sob uma nuvem de flor de gengibre vai, lentamente, trazendo equilíbrio e revelando outras facetas dessa olência. Essas, bem mais tentadoras…

O leite de cardamono, picante e cremoso, dá um calor que arrepia. Até demais, aliás…. Tem um bafejo quente, um sussurro indecente, travesso, sem pudor…Se “pegada”, mas pegada das boas, tem cheiro, é esse!

Pena que não dura muito: a brasa logo é acalmada por um sândalo mais seco, envolto numa baunilha que goteja vagarosamente, tornando tudo mais, digamos, acolhedor.

E é aí que o dulçor ganha nobreza, interessância e começa a despertar as mais deliciosas sensações… Daquelas que dominam os sentidos. Ou não. Porque só domina se, quando e onde ela quiser.

Pois é!

Nada invasivo, não enjoa nem cansa, mas encanta. Não é propositalmente libertino ou luxurioso. Ao contrário: é natural e delicadamente sedutor.

Proteção de leve a média, fixação também. Custa R$249,00 na Época Cosméticos.

Alguém já testou? Conta aí o que achou!

E pra conferir outros Perfumando é só clicar aqui!

Beijos, Ju ♥

Vamos papear nas redes sociais⇒ Instagram ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒   @jurovalendo

29.06.2018

Perfume Flor de Graviola L´Occitane Au Brésil

Existem perfumes que têm o poder de nos transportar para um mundo de placidez, bem-estar e sorte, de boa sorte. Que mesmo nos momentos de agonia nos conduz a eutimia profunda, onde tudo é terno, suave, delicioso. Assim é o perfume Flor de Graviola, da L´Occitane Au Brésil.

Sempre que borrifo me vejo sob uma grama verde e úmida, entre flores e frutas, jardim e pomar. Sol de outono, bom ar das montanhas, brisa fresca, água de nascente, cristalina.  Chapéu de palha, roupa branca, pés descalços num riacho, flores desabrochando e mãos tocando folhas orvalhadas, daquelas que parecem curar.

A vida pulsa, a alegria é imensa, a serenidade é constante e, nesse momento, o tempo para e nada mais importa: tudo já deu certo, a gente sabe, a gente sente.

Perfumando: Perfume Flor de Graviola

Perfume Flor de Graviola L´Occitane Au Brésil resenha perfumando juro valendo

Flor de graviola abre com uma magnólia rica e extraordinariamente saborosa. Frutal fresco, um cheirinho suave de limão com bergamota. E também um floral sutil e delicadamente doce, de uma mistura de magnólia e, me parece, rosas úmidas, vivas, de um frescor puro,  genuíno.

O vapor aguçado da mandarina, e que mandarina linda, traz energia, leveza e vivacidade num fundo resinado e levemente adocicado, mas muito suave e natural, de um benjoim convidativo com um âmbar terno, completamente envoltos pela nectarina, que persevera até o fim.

A sensação é de uma felicidade inexplicavelmente serena, singela e perene, de um cheiro íntimo, que “conversa” com a gente, segura nossas mãos, nos envolve e conforta com toda alacridade que é capaz.

É um desodorante colônia, fica bem rente a pele e a fixação é de mediana a baixa. Ele vai ficando bem mais suave com o passar das horas, e se você procura um cheirinho limpo, leve, fresco e delicioso para o dia a dia, pode se jogar!

Perfume Flor de Graviola L´Occitane Au Brésil resenha perfumando juro valendo

Vem com 100 ml e custa R$ 119,00 (compre aqui) na loja virtual da marca, que tem frete grátis em todas as compras. Adoro!

Alguém já usou? Conta aí o que achou! Amo usar com o hidratante da linha por baixo, o cheiro fixa bem mais, sabe? Aliás, já dei dicas aqui de como fazer o perfume durar mais na pele

E pra conferir outros Perfumandos é só clicar aqui.

Beijos, Ju♥

Bora papear mais? Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram ♥ Snapchat ♥ Twitter ♥ Pinterest ♥Facebook⇒ @jurovalendo

O que você acha do JV?
Amo este blog, ele é espetacular!!!!!
Transforme a Energia da Casa em 10 passos Fáceis! Loiro Platinado: 5 produtos essenciais! 5 Dicas Para Cabelos Ressecados Óleo de Rosa Mosqueta Salva a Pele! Óleo de coco salva o cabelo! 5 Formas de usar Água Termal Cabelo Comprido em 5 dicas fáceis! Desodorante Natural de Cristal é tudo de bom!